História Eu Te Amodeio - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carrossel
Tags Carmiel, Carrossel, Ciriquina, Daléria, Jorgerida, Kobi, Laudriano, Marilina, Paulicia
Exibições 439
Palavras 1.513
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi, tudo bem?
Primeiramente obrigada por todos os views, por todos comentários e por todos os favoritos.
Depois, eu não postei pq eu passei a tarde na casa da madrinha e depois eu fui ao cinema assistir "Inferno" e cheguei às 00:00, daí eu tive q preparar o capítulo e estou postando agora, terminei eram 01:20 ksksks.
Boa leitura.

Capítulo 3 - Sorveteria da praça


Pov's  Paulo

Eram 12:00 e ainda estávamos na casa da Alicia, quando recebo uma mensagem, e ao pegar o celular percebo que é da Katy, minha namorada. 

Whatsapp On:

Katy amor: Oi, lindo, tudo bem? 

Eu: Oi, tudo sim, e contigo? 

Katy amor: Tô bem. Quer sair? 

Eu: Pô, Katy, agora não dá. 

Katy amor: Pq? Onde você tá? 

Eu: Só tô cansado, amor.

Katy amor: Mas é final de semana, vida. 

Eu: Katy, eu prometo que qualquer dia desses te levo no melhor restaurante, mas agora eu realmente não tô afim. 

Katy amor: Aff. Tá tchau. 

Eu: Bjs. 

Whatsapp Off.

Eu não podia em hipótese alguma dizer pra Katy que não queria sair com ela porque tava na casa de outra garota, ela teria uma crise de ciúme e ia procurar briga, e agora eu não tô afim se discutir. 

– Então, Alicia, você já sabe onde vai estudar? – Ouvi Marce perguntando para Alicia quando voltei de meus devaneios. 

– Minha mãe me matriculou numa tal de Escola Mundial aí, inclusive eu tenho até que dar um volta na cidade pra conhecer um pouco e saber onde fica essa escola. – Alicia respondeu.

– Sério? Eu e o Paulo estudamos lá! – Marce disse abrindo um enorme sorriso. 

– Nossa, pelo menos isso! – Alicia disse também sorrindo. – Já estava imaginando ter que ficar sozinha. 

– Podemos te apresentar para a turma hoje mesmo, se quiser, aí você já conhece todo mundo logo. – Marce falou animada. 

– Ah, pode ser legal. – Alicia respondeu. 

– Paulo, marca com o pessoal de a gente se encontrar na sorveteria da praça às 15:00. – Marce falou pra mim. – Tá bom pra você Alicia? 

– Tá ótimo. – Alicia respondeu e eu peguei meu celular novamente. 

Whatsapp On:

Grupo: Santos Diabinhos 

Eu: Galera, encontrinho na sorveteria da praça hoje, Marce e eu acabamos de conhecer a nossa nova vizinha, que por acaso, vai estudar na Mundial. 

Val: Mais uma soldada? Adorei, já kero! Eu e o Davisinho vamos!

Mário: Eu topo. 

Majo: Oba! Finalmente alguém pra demorar de se vestir comigo. 

Bibi: E eu, amiga? :’( 

Majo: Oba! Finalmente alguém pra demorar de se vestir comigo e com a minha best.**** 

Bibi: I love you <3 eu topo! 

Laura: Sorveteria? Amo! 

Adriano: Eu topo! 

Koki: Espero que ela não seja uma amostra grátis da Maria. 

Majo: Ei! 

Eu: kkkkkkk 

Jorge: Tomara que ela seja legal.

Marga: Eu vou! 

Cirilo: Que horas, Paulo? 

Eu: 15:00, choco. 

Carmen: Quero conhece-la logo!

Eu: Flw, pessoas. 

Whatsapp Off.

– Todo mundo topou. – Falei. 

– Ótimo! – Marce disse sorrindo. – Que horas são?

– 12:30. – Respondi olhando no celular. 

– Okay, às 13:30 começamos a nos arrumar. – Marce disse. – Enquanto isso, o que faremos? 

– Ué, vamos ficar conversando mais um pouco. – Falei. – Então, Alicia, quantos anos você tem? 

– 16. – Ela respondeu.

– Sério? É a nossa idade! – Marcelina sempre me cortando. 

– Como assim? Vocês são irmãos e tem a mesma idade? – Ela perguntou confusa. 

– Nós somos gêmeos. – Marce contou. 

– Mas não somos idênticos. – Respondi. 

– Jura, Paulo? Nossa, eu nem consigo saber quem é quem. – Alicia ironizou e eu ri.

 

Pov's Alicia

Ficamos conversando até dar 13:30 e Paulo e Marce foram embora para se arrumar e disseram que quando estivessem prontos passariam aqui. Na verdade, eu nem sei pra que começar a se arrumar tão cedo, e pelo que eu percebi, o Paulo pensa como eu, com certeza é a Marce quem mais demora. 

Eles me pareceram muito legais, a Marce é toda fofa e tem um jeitinho que conquista qualquer um, já Paulo me parece a minha cópia masculina, gostei dele, mas dizem que dois bicudos não se beijam, não que eu queria beijar ele, não foi isso q eu quis dizer, vocês me entenderam. 

Peguei a bandeja do bolo que a Marce havia esquecido e fui até a cozinha lavar e deixar lá para quando ela viesse buscar. 

Peguei meu iPhone, coloquei uma música para tocar e me joguei no sofá para esperar dar a hora de me arrumar, já que hoje eu iria conhecer meus novos amigos. Espero que não tenha nenhum metidinho.

Estava tocando uma música da Legião Urbano quando eu olhei no celular e vi que eram 14:03, então resolvi começar a me arrumar. 

Fui até o banheiro do meu quarto, tomei um banho rápido e sai enrolada numa toalha para escolher uma roupa. Acabei que optando por um short Jeans e uma blusinha solta cinza com o Mickey na frente. Fui até a minha gaveta de peças íntimas e peguei uma calcinha e um sutiã pretos (I Love Preto) e fui até a porta do quarto para trancar. Feito isso, tirei a toalha do corpo e me vesti, pegando, em seguida, um casaco preto e amarrei na cintura. Fui até a penteadeira, soltei o cabelo, passei um batom claro nos lábios e estava pronta. Olhei no celular, eram 14:47. Ouvi tocar a campainha lá embaixo e sabia que eram os gêmeos, então desci e abri a porta. 

– Você está linda! – Marce disse me abraçando. 

– Você também. – Falei sorrindo.

– Você tá linda, Ally. – Paulo falou me olhando, e então reparei como ele estava lindo, meu Deus, que garoto é esse?

– Obrigada. – Respondi corando. – Você também tá muito bonito. 

– Vamos? – Paulo convidou. 

– Ai, gente, esperem só um pouquinho que eu esqueci de pegar as minhas chaves. – Pedi.

– Claro! – Marce, como sempre, sorridente. 

 Subi correndo para o meu quarto, peguei as chaves, joguei no sutiã (não sou estranha) e peguei também meu celular que eu tinha jogado na cama antes de ir abrir a porta, e desci de volta. 

Chegando lá embaixo, percebi que havia uma bicicleta rosa com roxo do lado de fora e percebi também que Paulo estava com um skate na mão.

– Que isso? – Questionei a Paulo.

– Ah, isso? É uma aranha. – Ele ironizou. 

– Deixa de ser grosso, Paulo! – Marce brigou. – É que como vamos para a sorveteria da praça, lá tem uma uma praça que é muito grande e tem pista de skate e da pra andar de bike, por isso tô levando a minha bicicleta e o Paulo tá levando o filho dele, mas eu não tenho problemas em te emprestar a minha bicicleta, se você quiser. 

Quando ela terminou de explicar eu corri para dentro de casa sem dizer nada e quando voltei foi com meu skate na mão.

– Você sabe andar? – Paulo perguntou admirado. 

– Não, tô levando pra tomar sorvete com ele. 

– Há há há! – Ele reclamou. 

– Aff, já não basta o Paulo, agora vou ter que aguentar você com skate também? – Marce perguntou rindo. 

– Ué. – Foi  única coisa que falei. 

Fomos caminhando e chegamos na praça às 15:07, o pessoal que já estava lá, quando me viram vieram em minha direção me cumprimentar:

– Ooiiiee! Eu sou a Valéria, mas pode me chamar de Val! – A menina de cabelo curto falou. – E esse é o Davi, meu namorado. – Ela falou quando um garoto com lindos cachos veio me cumprimentar.

– Eu sou o Mário. – Senti que a Marce soltou um pequeno sorriso quando esse garoto veio falar comigo. Ele é bem bonito.

– E eu sou o Adriano. – Um gorduchinho veio me cumprimentar. 

– E eu sou a Laura, mas todos me chamam de Laurinha. – Uma cheinha que já devorava um sorvete. 

– Eu sou a Margarida, mas pode chamar de Marga. – Uma garota com aparência caipira. 

– Eu sou o Koki. – Um japinha ruivo baixinho falou comigo. 

– Eu sou a Carmen. – Um menina bem bonita. 

– Eu sou o Jorge, espero que sejamos amigos. – Um garoto bem simpático.

– E eu sou o Jaime, mas pode me chamar de Hulk. – Um garoto não exatamente gordo, mas forte e bem alto. 

– Eu sou a Alicia, gente. – Falem com um sorriso após todos sentarem de volta em seus lugares. 

Marce e Paulo se sentaram em seus lugares que já estavam separados e eu sentei ao lado deles, um lugar que também já estava separado. 

– Gente, tá faltando a Majo, o Dan, o Cirilo e a Bibi, cadê eles? – Paulo perguntou pro pessoal. 

– Falei com a Bibi no whats, ela disse que a Majo tá passando a maquiagem e disse também que ela obrigou os meninos a ficarem esperando elas duas. – Carmen disse. 

– Só podia ser a Majo. – Paulo falou. – Ih, olha eles ali. 

Olhei e vi uma menina meio cheinha ruiva, com pintas no rosto, uma magricelinha meio loira, e dois garotos muito bonitos. Todos estavam de bicicleta. Assim que me viram, vieram falar comigo e eu me levantei.

– Oiii! – A ruiva foi a primeira. – Meu nome é Bianca, mas todos me chamam de Bibi. 

– Oie. – A loirinha que me parecia ser metida. – Prazer, Maria Joaquina, mas pode chamar de Majo. 

– Oi, tudo bem? Eu sou o Daniel, e pode escolher um apelido, porque eu tenho vários. – Um garoto muito simpático. 

– Oi, eu sou o Cirilo, mas pode chamar de chocolate. – O outro garoto disse é todos riram, inclusive eu. 

Após eu conhecer oficialmente todos da turma, nos sentamos, pedimos os sorvetes e quando acabamos fomos andar de bicicleta, no caso eles foram, porque o Paulo e eu fizemos disputa de skate, e é claro, eu ganhei.

Quando cansamos, sentamos debaixo de uma árvore e começamos a conversar. 

 

 


Notas Finais


Como eu sempre digo: aceito dicas, elogios e também críticas.
Até o próximo capítulo <333


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...