História Eu Tenho Sorte De Ter Nascido Virgem(alren) - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Fifth Harmony Alren
Visualizações 19
Palavras 529
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Slash, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi mores!
Desculpem a demora.

Capítulo 10 - A conversa


            Ally P.O.V

Ficamos ali abraçadas,eu me sentia protegida em seus braços.É como se todo mal que me persegue se afastasse.

Terminamos o abraço e ela me olha,eu via preocupação,tristeza no seu olhar.

-Preciso ir -diz se afastando

-Voltará pra casa?

-Não sei.

-Ficará para a aula? -pergunto ao ouvir o sinal tocar

-Não posso,não consigo. -uma lágrima escorre por sua face

-Quer conversar depois?

-Vou ver,agora vá,antes que se atrase -ela me da um beijo na bochecha antes de sair.

[...]

Meu corpo,minha alma estava na sala de aula com o professor explicando alguma coisa.

Ja minha mente estava nela,suas órbitas verdes não saiam de minha cabeça,seu sorriso,sua tristeza que carregava no olhar.Uma preocupação tomou conta do meu ser,e senti que precisava de ajuda,precisava conversar,desabafar.

Terminado aquela maldita aula,escoou o barulho do sinal,me fazendo levantar rapidamente de minha cadeira e correr para fora do colégio.Pensei que ela estaria lá,mas não estava.

Fui para casa a passos lentos,eu estava pensativa.

Ao abrir a porta,ouvi barulhos da cozinha

-Oi mãe.

-Hey Ally,como foi na escola? -perguntou focada na louça que lavava

-Bom...

-Encontrou Lauren? -disse baixo.Não podia mentir para meus pais,e também,isso era um assunto importante,porém não queria causar mais problemas e não queria sua raiva em mim.

-Não -sussurrei

-Espero que volte logo.

-É -dei uma pausa- O que irão fazer com ela,quando chegar? -perguntei insegura.Até demais.

-Isso deixarei por conta de Michael.

-Mãe -disse em tom de desespero,e me olha com o semblante preocupado -Por favor,não a machuquem.

-Ally...

-Mãe!

-Já disse.Michael irá decidir o que fará com a  filha dele.

Suspiro pesadamente subindo para o meu quarto.Precisava me distrair com alguma coisa.Decidi ligar para Normani.

         Ligação On

-Alô.

-Mani?

-Oi linda! -sorri pelo elogio

-Oi,está ocupada?Irá fazer algo hoje?

-Não.Porque?

-Não sei,queria sair um pouco

-Ok.Que tal as 14:00,na lanchonete?

-Tabom.Ate lá!

-Tchau linda,até.

            Ligação Off

[...]

-Ally,aqui! -me viro pros lados e a encontro em uma mesa bem afastada.

-Hi,Mani -a cumprimento

-Então,como está?

-Bem

-Não minta!Te conheço Allyson.

-Tabom -suspiro derrotada -Ta acontecendo uns problemas lá em casa.

-Se sentiria mais confortável se me contasse? -a olhei indecisa.Conto ou não?

-Lauren.

-O que aconteceu? -pergunta em um tom de preocupação. 

-Está mais rebelde do que o normal,há mais de uma semana,chega tarde em casa bêbada.Más influências.

-Quem?

-Sua namorada Camila.

-E como se sente?

-Preocupada.Essa semana,dor é a palavra que pode me definir como me senti.

-Não chore por ela.

-Eu não consigo Mani,eu a amo.

-Como ela te trata?

-Normal.As vezes arrogante,mas isso faz parte de Lauren Jauregui.

-Não fique assim.Sairemos mais e esquecerá que essa preocupação e esse sofrimento por ela existiu.

-Obrigada Mani -ela sorri- Tem mais coisas -digo abaixando a cabeça e olhando a mesa.

-O que?

-Ela saiu de casa há dois dias,ninguém sabe onde está.Meus pais estão preocupados demais.

-Ally,como não me conta uma coisa dessas?

-Não terminei.A vi hoje na escola e me pediu perdão.

-Perdão?

-E seus pais?Pediu perdão também a eles?

-Não.Pelo menos até agora.

-O que pediu a você?

-Apenas pediu para eu perdoa-la.

-Isso é um bom sinal,ela se sente arrependida -sorri -Que tal uma volta no parque?

-Necessito! -rimos e saímos da lanchonete.

 

 


Notas Finais


Gente,foi isso.
Bjos 😘❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...