História Eu, você e um destino. - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Digimon
Personagens Cody Hida, Davis Motomiya, Joe Kido, Jun Motomiya, Kari Kamiya, Ken Ichijouji, Koushiro "Izzy" Izumi, Mimi Tachikawa, Sora Takenouchi, Taichi "Tai" Kamiya, Takeru "T.K." Takaishi, Yamato "Matt" Ishida, Yolei Inoue
Tags Digimon
Exibições 46
Palavras 1.189
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Famí­lia, Fantasia, Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Uma verdadeira amizade supera qualquer coisa. Naste capítulo será um pouco da amizade Tai e Sora ambos são muito amigos que nada separa amizade deles as vezes abalam, e em outras horas os confundem.

Capítulo 6 - Não pode ser você


Fanfic / Fanfiction Eu, você e um destino. - Capítulo 6 - Não pode ser você

Na manhã seguinte Matt e TK estavam indo juntos para a escola com Davis e Cody e contando a eles as coisas que aconteceram, aliás eram os únicos que estavam fora da cidade no fim de semana, a caminho para escola encontram Tai e Kari.

 

-Oi pessoal, tudo bem? -Diz Tai completamente sonolento.

- Oi Tai. - Diz seus amigos.

-Bom dia, como vocês estão? -Diz Kari indo dar selinho no TK. Tudo bem meu amor.

-Tudo sim, e você Tai não dormiu bem está noite?

-Ah, TK vejo que Matt já deve ter te contado. -Diz Tai bocejando.

-Eu, imagina à surra que você levou ontem esta visivelmente a mostra no seu rosto.

-A Sora não veio com vocês? -Pergunta Cody.

-Tai não quis passar na casa da Sora. - Diz Kari.

-Então vamos antes que a Jun chegue. -Diz Matt começando a andar.

-O que houve com ela? -Questiona Kari.

-Bem ela só foi comprar alguma coisa para o Matt que está com fome, não é mesmo Matt.

-Eu não estou com fome se não suporto a presença dela.

-Coitada da minha irmã, você deveria dar uma chance para ela afinal os oposto se atraem. -Diz Davis.

-Em relação a nós os oposto se atraem em lugares opostos, vamos não quero me atrasar. - Diz Matt não gostando do comentário de Davis.

 

Chegando na escola todos já estavam lá exceto Sora que havia faltado naquele dia, a aula foi cansativa para eles, Tai e Izzy dormiram durante toda a aula pois já estavam exaustos da noite mal dormida, Meiko e Ken estavam mas atentos a aula, Matt, Mimi e Yolei estavam brigando com o sono, assim que tocou o sino do último horário, todos foram se reunir no campo de futebol pois Tai iria jogar uma partida futebol do campeonato da escola.

 

-Você tem certeza que vai jogar maninho você nem descansou?

-Kari não se preocupe eu dormi a aula toda, deu para descansar e futebol está no meu sangue tenho energia para jogar várias partidas. -Diz Tai se aquecendo.

-Qualquer coisa pedem para te substituir, eu vou indo me encontrar com TK.

-Está bem, depois me encontra para irmos comemorar minha vitória. - Diz Tai se despedindo com um abraço.

 

Ao chegar no vestiário para se trocar Tai encontra todo seu uniforme queimado e uma flor com um cartão da loja da Sora, ele fica por um tempo fora de si não acreditando que ela tenha feito isto, ele tenta vê se consegue com seus colegas outra camisa e bermuda, pois não iria deixar de jogar, mas aqueles pensamento vinham te perturbando. Durante o jogo todos estavam ansioso afinal era semi final, Tai entrou e não jogou muito bem durante o jogo errou vários passes, ficava nervoso e também não acertava um chute a gol, tinha coisa na sua cabeça que o perturbava de mais para se concentrar na partida, até que ele saiu correndo do jogo tinha que tirar esta história a limpo, abandonou a partida espantado a todos, Matt foi atrás dele.

 

-Espera onde você pensa que vai o time precisa de você? - Diz Matt o empurrando.

-Sai da minha frente eu preciso ter uma conversa com a Sora.

-Não, uma vez você me impediu de falar com ela porque eu tinha show e não podia deixar meus amigos na mão e agora você vai fazer isto?

-Matt comigo é diferente, eu preciso tirar um dúvida e só. - Tai então empurra Matt e continua a correr.

-Matt o que deu nele? - Chega Kari vendo seu irmão se distanciar.

-Disse que tinha que falar com a Sora e pelo visto não podia esperar.

-Deixa ele meu amor, vamos o jogo vai recomeçar. Você também vem Matt? -Diz TK.

-Não Tai não abandonaria a partida assim, ele estava tão animado com o jogo, está acontecendo alguma coisa. -Kari Diz preocupada.

-Vai com TK Kari eu vou atrás dele.

-Está bem, mas Matt qualquer coisa me fala. -Matt somente acena coma cabeça e sai atrás do amigo.

 

Tai corre em direção a loja onde tinha certeza que encontraria Sora, seus pensamentos estavam confusos não queria acreditar que Sora tivesse feito aquilo com seu uniforme, mas sabia que ela estava brava com ele, eram muitas coisas e muitas pensamentos que estavam o atormentando até que chega a loja Sora estava trabalhando em alguns arranjos.

 

-Como você faz isto comigo? - Entra Tai batendo a porta.

-Nossa boa tarde! Tudo bem, um pouco de educação não faz mal.

-Sora eu não estou brincando, eu sei que fiz coisa errada, mas precisava se vingar desta maneira. -Tai estava completamente descontrolado e jogou o vaso com arranjo no chão.

-Ei, o que deu em você, porque fez isto?

-Sora me responda.

-Espera, do que você está falando, não estou entendendo, você chega aqui explosivo e nervoso comigo falando um monte de coisa sem sentido. - Diz Sora pegando o vaso quebrado.

-Sora esquece disso, a gente tem que conversar, só me diz se  foi você? -Disse Tai a puxando pelo braço.

-O que eu te fiz, para você ficar assim?

-Sora você entrou no vestiário e colocou fogo no meu uniforme de futebol e ainda tinha um cartão da sua loja e uma flor. -Fala Tai gritando.

-Você quer abaixar estes tom de voz, eu não ti fiz nada, você está me acusando só porque tinha um cartão da loja no vestiário, tem cartão da loja espalhado pela cidade toda, será que você não percebe que é armação, o idiota.

-Como, quem faria isto, quem te culparia de algo para me prejudicar, quem quer ti colocar contra mim.

-Não sei, ou talvez eu saiba, mas olha eu não te fiz nada.

-Então porque tem um cartão da sua loja e uma flor, não dá para acreditar em você? - Diz Tai ainda gritando.

-Tai cala boca, e vai embora daqui, se quiser acredita em mim acredita, senão não posso fazer nada, apesar de que você gosta de acusar as pessoas por coisas que você acha ser provas, vai embora estou ocupada. -Diz Sora se soltando dos braços de Tai.

-Sora me desculpa eu não sei o que deu em mim, eu fiquei o jogo todo me atormentando, você ficou brava comigo ontem nem falou comigo depois que fomos embora daquela maldita casa noturna, não foi na aula, não sei, passou um monte de coisas na minha cabeça.

-Todo bem, mas você deveria ter certeza antes de sair por aí julgando todo mundo, sei que as vezes você faz coisas sem pensar, mas isto vai te prejudicar um dia. -Diz Sora lhe dando um abraço.

-Sora é muito estranho, tudo o que está acontecendo, tem alguém querendo nos prejudicar?

-Deixa que eu resolvo isto, sozinha está bem, eu vou achar um jeito para isto.

-Mas eu vou te ajudar, eu não vou mais ficar bravo com você, nunca mais. -Diz Tai sussurrando as últimas palavras.

 

Neste momento os rostos de Tai e Sora ficam muito próximo um do outro Tai se aproxima para beijar-la, mas Sora se afasta dele, Matt chega na loja e vê os dois ainda abraçados.


Notas Finais


Os ciumes e romances começam a nascer. Quem será que está por trás desta confusão toda, primeiro Sora e agora Tai quem será o próximo.😫😫😫tem tanta coisa ainda.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...