História Eu, você e uma maldição? - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Comedia, Drama, Romance
Visualizações 11
Palavras 1.102
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


E ai galera, tudo bom com vocês?
Espero que sim.
Bom, é só isso, boa leitura!

Capítulo 6 - Promessa


Fanfic / Fanfiction Eu, você e uma maldição? - Capítulo 6 - Promessa

Derick: Ela desmaiou de novo ........... terá se lembrado? ............. melhor eu leva-la para a cama.

Layla: Então você trouxe o Derick .............. quem é você?

Mulher: Não a trouxe aqui para falar de mim.

Layla: Então para que me trouxe aqui?

Mulher: Eu vim para falar de VOCÊ. Quem é você?

Layla: O que ela quer dizer com isso? Eu sou eu, Layla filha de Sofia e Miguel.

Mulher: Entendo .................. ela ainda não se lembra ............ MUITO BEM - ela bate a mão uma na outra - está na hora de nos despedirmos, te vejo outra hora, bye bye.

Layla: Ei, o que quis dizer com quem sou eu afinal?

Mulher: Reflita, bye bye, tente não fazer muitas safadezas como hoje cedo he he.

Layla vermelha como um pimentão: V-você v-viu aquilo?

Derick: Layla? quem bom, ela está acordando

Layla: D-Derick, eu .........

Derick: Sim, teve outro desmaio.

A garota percebe que ele estava segurando sua mão.

Layla: E-eu já e-estou bem, não precisa se preocupar.

O garoto percebe a situação e solta a mão dela.

Derick: Q-que bom ................ sabe Layla ..........

Layla: o que foi?

Derick: Você viu algo, ou lembrou de algo enquanto estava desmaiada?

A garota se recorda do que acabou de acontecer.

Layla: Melhor não contar, pelo menos por agora. Não, nada.

Derick: Entendo........

Layla: Por quanto tempo eu fiquei desacordada?

Derick: Cerca de 2 horas.

Layla o olha, ela queria perguntar algo, mas sua voz não saia.

Derick: Algo errado?

Layla: V-você f-ficou aqui esse t-tempo todo? - ela direciona seu olhar para baixo, onde suas mãos apertavam uma a outra.

Derick: S-sim, não d-deveria?

A garota o olha, aquele sentimento voltou, um aperto no coração, agora ela se lembrava que sentimento era aquele, ela já o tinha sentido a muito tempo atrás.

Layla: Obrigada! - ela sorri gentilmente para o garoto.

Mais uma vez Derick cai em seu encanto, aquele sorriso, sua beleza, seus olhos ...........seus olhos, aqueles olhos, olhos sofredores, já viram tantas coisas....... Derick se aproxima lentamente de Layla, ele olhava diretamente nos olhos de Layla, a garota fica imóvel, ela não entendia o que estava acontecendo, mas sentia uma pequena alegria, uma alegria que estava selada no fundo de seu coração. Ele a abraça e sussura em seu ouvido.

Derick: Sinto muito ......... não deixarei verem mais nada disso ............. eu prometo ............. vou te proteger .........

A garota, não sabia o porquê, mas seus olhos choravam, um sentimento de conforto toma seu coração, ela o abraça de volta.

Layla: É uma promessa.......

Derick: Sim.........

~~~~~~ Horas depois ~~~~~~

Layla: Ei Derick, pode ir caçar algo para a janta? Você pode usar meu arco.

Derick: Tudo bem, onde está o arco?

Layla: Espere um minuto e já pego para você.

O arco não tinha nada de especial, era um simples arco de caça, as flechas eram habilidosamente feitas à mão e não eram muitas.

Layla: Aqui está, tome cuidado, e não perca as flechas, elas são poucas e dá trabalho ir na cidade comprar.

Ela também lhe entrega uma mochila com algumas cordas e uma faca.

Derick: Tudo bem.

O garoto chama Alice e vai floresta a dentro, deixando a garota a sós com seus pensamentos.

Layle: Espera um pouco, ele sabe usar um arco? Tenho pressentimento que é melhor eu pescar alguns peixes ............

Seu pressentimento estava certo, o garoto nunca tinha sequer pego um arco na vida, mas ele queria muito ajudá-la em alguma coisa e acabou aceitando a proposta sem pensar. Após andar um pouco ele avista um cervo, seria sua chance de provar q ele podia ser útil, um animal grande fácil de acertar e proporcionaria alimento por um bom tempo. Ele coloca o arco em posição, pega a flecha e a prepara, a puxa para trás.

Derick: Desculpe amiguinho, é para um bem maior.

Ele atira, já conseguia sentir o gosto da carne de cervo, só teve um pequenino problema, um problema quase insignificante, a flecha acertou uma árvore a 2 metros do cervo que assustado fugiu. O olhar de decepção era a única coisa visível.

Derick: Vai ser uma looooonga tarde ........................

~~~~~~ Cerca de 3 horas depois~~~~~~

Derick: Está começando a anoitecer, é melhor eu voltar, vamos Alice!

Seus resultados não eram tão satisfatórios como se esperava, de 7 flechas que tinha quando fora, só lhe restaram 3, para a janta ......... bom digamos que será uma janta vegetariana está noite. No caminho ele vê algo que chama sua atenção.

Derick: Que pedrinha bonita, acho que vou leva-la, pelo menos achei algo bonito.

A pedra se tratava de um cristal amarelo em forma de losango, ele a colocou no bolso direito de sua calça, a sua única preocupação era como iria encarar Layla.

~~~~Pensamento de Derick~~~~

Layla: O QUE? Você foi caçar com arco sem nem mesmo SABER ATIRAR? e ainda quebrou a maioria das minhas flechas? Seu imprestável.

Derick: Me desculpe, eu só queria ajudar.

Layla: Mas não ajudou, quer saber de uma coisa, Rua, não quero ver você na minha frente nunca mais.

Derick: Espere, por favor, reconsidere.

Layla: Adeus (porta fecha na cara do garoto).

~~~~Fim do pensamento~~~~

Derick choramingando: Eu não quero virar sem teto e não quero que ela me odeie. O QUE VOU FAZER????????????

Sem perceber o garoto já estava em frente da casa.

Layla: Bem vindo de volta, conseguiu alguma coisa? - Pergunta ela ao ver o garoto descendo de Alice.

Derick: Bom, consegui isto - diz ele mostrando a sua mochila.

Layla: Algumas raízes e cogumelos comestíveis, e quanto a caça?

Derick: Sinto muito - diz o garoto mostrando as flechas que lhe restaram.

Layla em tom risonho: Então você não sabia mesmo atirar.

Derick: Você sabia?

Layla: Não, mas me veio a mente, não se preocupe, a culpa foi minha, eu deveria ter lhe perguntado se sabia atirar.

Derick: Tudo bem, a culpa é minha também, eu deveria ter avisado que não sabia.

Os dois começam a rir e o estômago de Derick ronca.

Layla: Venha, vamos jantar, eu peguei alguns peixes, vou fazer uma sopa com o que você pegou.

Derick: É pra já, posso pelo menos cortar os legumes para ajudar, acho que não tem como eu estragar nado com isso.

Layla: Tudo bem então.

Os dois entram.

Alice: (Esses dois realmente se dão bem) ela escuta algo na floresta que chama sua atenção e vai checar.

Vendaval: (Alice? para onde ela estaria indo? - ele olha para os lados - Vou segui-la.

Alice: (Quem está ai e o que quer?)

????: (Hora minha linda, só vim ver minha noiva)

Alice: (Kneph!)

 

 


Notas Finais


Obrigado por lerem, a cada view que recebo, fico mais feliz e com mais vontade de escrever, vocês são meu animo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...