História Eu vou te processar. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais, Suga
Tags Iludidas Do Cotidiano, Sugarmy, Yoongarmy, You X Suga
Exibições 16
Palavras 1.373
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Minha primeira fanfic hétero em anos... Senhor, tinha até esquecido como fazer. Bizarro, não?
~Shortfic~
Eu queria fazer algo diferente... Uma personagem diferente das garotas magras, altas, loiras e bonitas com problema de segurança... Queria alguém que fugisse dos padrões de beleza sem deixar de ser linda ~Porque, né, todo mundo é lindo, 2bjos~ e então isso fluiu.

Capítulo 1 - Meus advogados entrarão em contato.


Yoongi corou, sorriu e cobriu os olhos, virando-se levemente para o lado. Como reagir? Como reagir a aquela garota? Ele nunca tinha a resposta. Ela estava sempre lá, a cada álbum, a cada trabalho novo, gritando por seu nome, elogios e ameaças fofas.

Tirou a mão de seu rosto e encarou Namjoon que parecia divertir-se com a situação. Nada desconcertava Yoongi tanto quanto suas Armys. Ele às amava verdadeiramente, queria o seu bem, queria vê-las amando-o de volta e correspondendo o seu carinho... O mesmo carinho que o movia e o fazia continuar. Mas essa garota...

Ela definitivamente era louca, um ponto preto no meio de um mar branco, vivendo o seu próprio mundo e agindo como se ninguém estivesse ao seu redor. Era como Taehyung... Talvez uma versão mais atraente, mas era, e assim como achava seu colega fofo não podia deixar de pensar o mesmo sobre ela. Esperou por sete meses para reencontra-la e ela não decepcionou, estava lá, gritando o seu nome e sendo adorável.

Focou seu olhar no CD da Army a sua frente e sorriu, ela lhe dizia alguma coisa... Algo bom e encorajador, esse era o melhor momento. Apanhou sua caneta e assinou rapidamente, estendendo a mão para um High Five, esse que foi rapidamente aceito. Empurrou o CD para o lado, para Jimin e a fã se foi.

-Agust D! - A fã gritou no meio da multidão e várias outras riram. - Vem ser meu novo brinquedo. De isso para mim. - Gritou forçando-o a lhe dar a encarada. Aquelas cantadas feitas eram realmente ruins. Seu sorriso voltou a surgir e ele negou com a cabeça.

-Ela tem mesmo que falar do meu Mixtape? - Perguntou timidamente para Namjoon que entregou-lhe outro CD.

-Min Yoongi, você me fez ter momentos muito ruins esse ano. Por quê? - Ela gritou e a fã agora a sua frente desatou a rir. - Você não se cansa de ser processado?

Ele riu, encarou a garota a sua frente e tentou se concentrar. Céus, aquilo era adorável.

Ignorar seus próximos elogios foi complicado, ainda mais quando as meninas que passavam por si só faziam concordar e então o seu silêncio. Após alguns minutos sem sua voz, subiu seu olhar em busca da garota, caçando entre os milhares rostos, mas ele não a encontrou. Sacudiu os ombros meio tímido, meio decepcionado e sorriu para a nova garota.

Assim como foi difícil reagir aos elogios, foi fingir não procurar a garota entre as outras. Ouviu alguns "Awwn's" das demais garotas e encarou o novo CD a sua frente, pegando a caneta para assiná-lo e então uma fã estava a sua frente.

-Está procurando alguma coisa, Min Yoongi? - Ela perguntou, risonha, suas bochechas vermelhas escondidas por uma grossa camada de cabelos negros. Sorriu

-Você não vai me processar mesmo, né? - Deixou escapar, vendo-a envergonhar-se mais.

-Apenas se você parar com isso... - A voz doce.

-Isso? - Questionou, arqueando a sobrancelha.

-É! Você sabe o que é... Apenas pare! - Escondeu o rosto e moveu sua mão apressadamente para a lateral. - E pare de me olhar assim.

-Assim? - Tornou a perguntar, mantendo seu olhar no dela. Sua mão tocou a dela e pousou sobre a mesa.

-Pare. Pare com isso... Eu juro que vou pedir indenização por danos à minha saúde!

-Ah meu Deus, você é adorável! - Murmurou mais para si do que para a garota que grunhiu manhosa bem á sua frente, tentando soltar sua mão, mas ele a segurou e guiou até o seu rosto, deixando-a tocar. Ele não estava mentindo, ela era adorável.

Estava longe de ser a mais bonita do mundo ou a mais estiloza, era simplesmente boa do jeito que era. Aparentava ser baixa, ao menos mais baixa que ele e definitivamente não tinha o corpo padrão das modelos e artistas coreanas, era gordinha, o corpo escondido em um moletom azul bebê com diversos corações em branco, usava uma touca com orelhinhas discretas em tons brancos, de onde escorria uma cascata escura de cabelos, fios grossos, lisos demais e levemente ressecados na ponta. Seu rosto era fofo, delicado e bem delineado com olhos escuros escondidos por um óculos de grau, lentes brilhantes e aro fino e dourado em um recorte aviador, combinando perfeitamente com sua pele escura, bronzeada e sexy.

-Min Yoongi, eu juro por tudo que me é sagrado que...

-Você vai me processar, é você fez questão de me lembrar disso durante um longo tempo. Loooongo! - Murmurou soltando-a, mas a mão não o deixou, subiu um pouco, bagunçou seus cabelos e então desceu lenta e suavemente por seu rosto, pescoço e então pousou na mesa.

-Eu sou sua Noona, por favor! - Revirou os olhos.

-Sério? - Pareceu surpreso.

-Na verdade não. Tenho vinte e dois... - Encarou o CD nas mãos do garoto.

-Então você deveria gritar "Min Yoongi Oppa!" não concorda?

-Ah meu Deus! - Gemeu para si mesma, colocando a testa na mesa. - Meus advogados entrarão em contato, só aguarde!

Ele riu.

-Seu flertador de merda! - Murmurou emburrada.

-Olha o linguajar! - Riu, abrindo o CD para autografar. - Para que seus advogados entrem em contato eles precisarão do meu número. - Explicou assinando-o rapidamente na parte interna do álbum, na pequena página que indicava o seu solo. - Aqui está, garanta que eles me liguem logo. - Piscou. - Ou você mesma pode tentar... - Fechou o case do CD, empurrando-o para o lado, para Jimin que apanhou-o prontamente.

A menina deslizou para o lado sentindo sua mão ser tocada com carinho, mantiveram esse contato por longos segundos e então ela o soltou, sorrindo amável para o menino à sua frente.

 

Ao caminhar para dentro de seu apartamento a menina abriu o objeto, retirando o pequeno livreto, folheando-o, dando uma boa olhada em cada assinatura. Não queria mentir, queria encontrar logo First Love e ver o que exatamente estava escrito. A assinatura estava em tinta dourada, um pequeno autografo, seguido de alguns números e então "Gostaria de te encontrar". Ela corou, ronronou e quase derrubou o CD, apanhou o celular e então timidamente digitou cada digito, sua confiança esvaindo aos poucos. E se estivesse indo rápido de mais? E se fosse uma brincadeira de mal gosto? Antes que pudesse desligar a voz na outra linha soou.

-Alô... - Pronunciou em um miado baixo, ouvindo uma risada nasalada do outro lado. - Min... Yoongi... ? -Questionou, em dúvida.

-Não achei que me ligaria.

-Espera... Como sabe que sou eu?

-Eu sei, oras! - Sentiu um leve revirar de olhos por parte do outro. - Quem mais seria?

-Sei lá... Nossa, poderia ser qualquer outra Army.

-Ai vem a surpresa. Eu não costumo passar o meu número para toda garota bonita que aparece.

-Oppa rude! -Murmurou.

-Ah... Oppa! Isso parece música, mas... Por que está falando informalmente com o seu Oppa?

-É, oppa! - Bufou, inflando as bochechas enquanto arrancava o óculos. - Sou só eu?

Yoongi riu novamente, mesmo não sendo clara ele sabia do que se tratava.

-Só você! Seus advogados?

-Estou trabalhando nisso! - Foi sua vez de revirar os olhos. Um novo riso.

-Lá vem você falando informalmente de novo. - A menina não respondeu. - Eu gostaria de te ver...

-Nos veremos no tribunal!

-E depois disso? Podemos sair para tomar uma café? Sorvete? Talvez uma cerveja?

-Café soa bem! - Sorriu.

-Você soa bem... - Retrucou segundos depois fazendo-a tampar o microfone e grunhir frustrada. - Eu ainda posso te ouvir... Ótimo, café então. Quando vai ser melhor para você?

-Talvez na quinta?

-Quinta, então. Tem um café próximo a Big Hit, nos vemos lá!

-Talvez! - Retrucou.

-Talvez, é!?!

-É, talvez!

-Olha aqui... - O rapper começou, congelando ao ouvi-la cantarolar. - Ei, eu ainda não sei o seu nome.

-Você não perguntou...

-Estou perguntando, gênia!

-Você está afirmando, gênio! 

-Ah! Me lembre de nunca te apresentar aos outros. Aliás, começo a me arrepender de te dar o meu número, você vai me dar muita dor de cabeça ainda...

-Estamos falantes agora, não?

-Acho que vou me arrepender mais ainda agora, mas... Olá, eu sou Min Yoongi, qual é o seu nome?

-Olá Min Yoongi, meu nome é...

 

 


Notas Finais


Eu realmente shippo o Yoongi com essa fã maluca que fica gritando com ele, assim como eu shippo o Tae com todo o fanboy que passa. É muito lindo.
Se você não sabe do que se trata: https://www.youtube.com/watch?v=Qm7x9CjAVFg
Essa menina vai lá direto e fica dando uma de meme e isso é muito adorável.
Deixei o nome lá no fim em branco para que vocês possam se iludir tanto quanto eu me iludi ao escrever. Não me batam... *Corre*
Espero que tenham gostado.
~Bjoos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...