História Eu vou voltar - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Romance
Exibições 104
Palavras 668
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Sei que continua pequeno, as provas acabaram mais o fim de semana não foi o suficiente por conta de alguns compromissos, então só deu para escrever isso, mas logo compensarei vocês!
Beijos!

Capítulo 21 - Indo...


P.O.V Abby:

- Abby? Você está bem? Desde que saímos você ficou com um olhar perdido.- Perguntou Digo do meu lado, enquanto eu encarava a janela, mas não prestando atenção da paisagem e sim nos meus pensamentos.

Desviei meu olhar da janela e desliguei meus pensamentos por um momento para encara-lo.

- Estou bem, Digo.- Respondi sorrindo.- Só pensando em umas coisas...

- Algo que eu possa ajudar?- Perguntou. Sorri agradecida, mesmo ele não tendo feito nada, pois só pelo fato dele se preocupar comigo e querer me ajudar para mim já é motivo para agradecimento.

- Acho que não...- Respondi.- Mas nem precisa fazer mais nada... Por causa de você e sua família eu estou indo a Universal hoje, e uma distração é mais do que eu preciso...

- Tem certeza? Acho que posso fazer mais...- Ele falou com o rosto preocupado que raramente eu via, mas que eu adorava muito ver, pois ele ficava tão fofo com aquele rostinho...

Eu sabia que ele estava preocupado com os meus problemas na escola de fotografia, mas no momento eu quero lembrar de tudo menos daquilo e sei que o motivo da cara dele estar assim é esse, e lembrar me põe muito para baixo, por isso quero apenas esquecer isso no momento e também não deixar meus pensamentos vagarem para as palavras da tia Fani. Sim prometi que iria pensar e vou, mas esses pensamentos são um risco para as alegrias que terei nesse parque, e não quero que nada atrapalhe a minha tradição com o Digo.

- Digo, vamos esquecer tudo por essa tarde...- Falei.- Eu sei que no nosso trato nunca teve nada falando sobre sempre estarmos alegres quando formos, mas acho que é uma coisa que deveria ter... O sentido de ir a um parque é a diversão, e eu realmente quero me divertir, mas não vai ser lembrando de tudo que vou conseguir. Você entende?- Ele sorriu.

- Sim, eu entendo.- Respondeu.- E acho que essa regra está mais do que válida.

***

- Até que enfim chegamos!- Falou tio Arthur assim que botamos o pé dentro do parque da Universal, logo após comprarmos os ingressos e andarmos um pouco para chegar. Como sempre eu me encantava muito em estar lá, tudo sempre bem colorido animava meu coração que eu forçava a ficar alegre, embora que chegando aqui fique bem mais fácil...

Fomos logo em uma loja da entrada para comprar alguma lembrancinha.

- Você ainda mantém a segunda parte da promessa?- Ele perguntou. Sorri sentido meu coração mais leve ao lembrar dos detalhes do nosso combinado da infância. Como criança não tem limites, o tal acordo não parou só em “todas as vezes que nos encontrarmos vamos ir a Universal, e se algum dos dois não fizesse isso teria que visitar um ao outro”, mas também em cada viagem comprávamos alguma lembrancinha um para o outro, como algo para lembrar das aventuras que tivemos no dia.

- Claro que lembro!- Falei.- É uma das partes mais legais do acordo.- Ele riu assim que terminei de falar e entrou de vez na loja. Fiz a mesma coisa já procurando alguma coisa para dar a ele. Eu não tinha muito dinheiro, por conta da viagem, pois meus pais meio que cancelaram a minha mesada por causa de alguns custos que tive durante a viagem, mas de vez em quando sempre mandavam alguma coisinha. E com essa “coisinha” é que vou comprar alguma coisa para o Digo, mesmo que seja algo bem pequeno.

Eu não sei se essas tradições tem o mesmo significado para ele, mas eu adoro tudo isso, não é pelo parque, e sim pelo fato de estar nele com o Digo, as viagens se tornam inesquecíveis não por eu estar em um lugar diferente do habitual, mas sim porque tenho a pessoa que faz meu coração bater mais forte perto de mim, me fazendo sorrir e me divertir como nunca! E não vejo a hora de ter mais momentos inesquecíveis ao lado dele... 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...