História Eu,Um Meio-Demônio - Capítulo 14


Escrita por: ~

Visualizações 11
Palavras 1.263
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


08/08

Capítulo 14 - Atoka Akuma Togashiro Senpai


Fanfic / Fanfiction Eu,Um Meio-Demônio - Capítulo 14 - Atoka Akuma Togashiro Senpai

Narrador[ON]

 

Enquanto inconsciente os humanos não sentem o tempo passar ou não sentem as dores e sensações do momento de forma física...Mas Enzo era um Meio-Demônio,as regras da fisiologia humana não se aplicavam a ele...E as de demônio sequer faziam diferente...

Então,para o Meio-Demônio, o tempo não passava e ele sentia tudo que acontecia...Ele se encontrava em uma prisão...Sua cela era dividida com um demônio e a Penitenciária principal era seu corpo e mente...

Não via nada,Não ouvia nada...E não podendo falar,Enzo ficou num frio congelante por uma hora...Até que ele sente sua pele molhada e pesando...

Então ele finalmente ouviu duas vozes femininas...Uma era de criança e outra era um pouco mais velha,como uma mulher mais jovem...

-Las,Me ajuda com essa coisa...É Pesada demais para mim! - Disse a voz mais velha

-Are,Are! - A Mais nova fala - Não podia só rolar isso até o buraco com água?

-Eu não posso rolar isso aqui agora! O Chão está muito sujo...Ia estragar totalmente o banho!

A Cabeça de Enzo girava,tal sensação o forçava a abrir os olhos,mesmo que ele estivesse querendo dormir mais um pouco...

Ao abrir os olhos,Enzo é cegado rapidamente por um flash forte de uma luz ofuscante e de tonalidade negra...Como se ele tivesse sido cegado por uma sombra repentina...

-Ah!Ele abriu os olhos,Ligan! - A Mais nova gritou

-Las,cuidado com a--

O Som das duas se esbarrando foi subitamente abafado pelo som de algo rachando-se ao cair em cima da cabeça de Enzo e o deixando inconsciente mais uma vez...

-LASSEN,SUA RETARDADA SEM CÉREBRO! - A Mais velha gritou com raiva - OLHA A MERDA DE VOCÊ FEZ COM ESSA MERDA DE...GRRRRRRRRRR!

-Será que dá pra arrumar agora? - A Mais nova disse

-Não,Porra!Olha o tanto de Sangue que tá saindo da cabeça do Humano! Temos que levar ele pro Pai...

-Ai...Acho que ele não vai gostar de ter mais trabalho...

-Humpf...Talvez ele não tivesse se você não fosse IDIOTA À PONTO DE ME FAZER DERRUBAR A MELANCIA NA CABEÇA DO HUMANO PROTEGIDO PELA MAMÃE!

Após alguns minutos,Enzo sente seu corpo ficar subitamente quente...Uma luz esverdeada passava por sua visão de vez em quando...E ao sentir um choque potente no peito,este mesmo abre os olhos e se depara com um teto de uma quarto...

Enzo estava na mansão-castelo dos Akuma Togashiro...Em uma cama do tamanho "Rei" e sem absolutamente nenhuma roupa,apenas uma toalha vermelha cobrindo a suas partes íntimas...

Em sua mente ele escuta uma voz ecoante e grossa...Era firme,como a de um homem enorme e forte...

-Seja Mal-vindo aos meus aposentos,Enzo...Como está?

-Minha cabeça dói... - Enzo geme ao se levantar rapidamente - E dói muito...

-Não se preocupe,isso passa com o tempo...

Enzo olha para o lado e vê um braço deteriorado,queimado e em um estado extremamente necrosado...Imediatamente,este esfrega seus olhos e e diz:

-Senhor Atoka? O que eu faço aqui?

-Bem,Enzo...Creio que aconteceu novamente...Mas dessa vez foi...bem...Por um erro fatal das minhas filhas Lassen e Ligan...

-Ah...Tudo bem...Eu acho...

-Exatamente,Enzo! "Tudo Bem" - Atoka disse - O Nosso estoque de melancias Negras está acabando...

-Oh...

-Está tudo muito BEM!

No dialeto dos demônios tudo que é "Bom" na verdade significa "Mau" para eles...Ou seja...Se eles te cumprimentam,na verdade estão te insultando...Se te levantam o dedo do meio,na verdade eles estão dizendo que irão te proteger e te apreciar como um deles mesmo...

-Sabe,Enzo...Por algum motivo os nossos estoques de melancias negras estão acabando...A Produção delas está muito desacelerada e fica pior a cada dia...As areias das almas não fazem mais o trabalho delas...Isso não acontece faz séculos...Desde...

-Amor,por favor...Não vamos aborrecer o Humano... - Matriarcha entrou no quarto - Ele não está aqui para ouvir nossos problemas,não é?

-O-Olha... - Enzo ia abrir a boca para falar

-Já resolvemos tudo,Querido Enzy... - Matriarcha disse

-E-Enzy?!

-Já resolvemos com um simples teste no varal de treinamento...Todos os humanos que tínhamos como forma de força de combate foram demitidos para não precisarmos usar nossos estoques das melancias negras neles para revive-los...Só os que sobreviveram o teste do varal de treinamento poderiam ficar aqui trabalhando conosco...

-N-No caso...Q-Quantos passaram? - Eu perguntei

-Você...À 10 anos atrás... - Matriarcha disse com um brilho nos olhos e levantando Enzo

Ela coloca as mãos nos ombros de Enzo e diz:

-Feliz Aniversário,Enzo... - Ela diz

-E-Espera...O que? - Enzo questiona

-Pobre Humano...Hoje é o Oitavo dia do Oitavo mês...

-O-O que!? - Ele se levanta - H-hoje é meu aniversário?!

Enzo olha pela janela do quarto e vê metade do lado leste do submundo decorado com balões anti-lava e cristais coloridos verdes,turquesas e diversas outras tonalidades de azul e verde...

-Xxxxxxxxxxxxaaaaik! - Enzo sussurra - Eu não comprei o presente do Mat...

-Não se preocupe,Enzo...Vista-se - Matriarcha disse pondo o esposo,Atoka,no ombro - Matoka e os meus milhões de filhos e filhas estão comemorando seu aniversário lá no salão de jantar...

Enzo veste sua calça que estava no lado da cama e percebe que sua camisa estava rasgada...

-Quero conversar com você sobre uma coisa depois,Garotão... - Matriarcha disse - E sobre a camisa...Peça ao Incestum para que faça uma nova...Pode pedir a cor que quiser,temos muito corante Alquímico no estoque...

Enzo sai do quarto sem a sua camisa e descalço,apenas com suas calças...Ele então percebe que estava sem o óculos,olha para os cantos das paredes...

-Olha só...Enzo...O Humano... Feliz Aniversário... - Um demônio de casaco negro e jaqueta preta passa por perto de Enzo - Se procura o teus visores...Peça para o Makota...Ele estava limpando-os com os ácidos das alquimias falhas e com Vidro derretido...Se não me engano ele deve estar perto das banheiras de água insaturada...

-Foda-se,Mor'Lum... - Enzo diz

-Na minha? - Mor'Lum pergunta

-Sim...Na sua linguagem...

Enzo se vira em direção as fontes das banheiras de água insaturada,entre diversos corredores...A Mansão-castelo era enorme,mas Enzo sabia como se mover lá dentro...

Ele passava por vários dos irmãos e irmãs de Mat,que o cumprimentavam do jeito dos humanos e dos demônios...Desejavam feliz aniversário para ele e alguns ainda se atreviam a dar-lhe presentes pequenos como pingentes,anéis e diversas outras quinquilharias que fossem agradar Reis,Lordes...Mas Enzo não iria usa-los tão cedo...Nunca gostou da ideia de usar um anel ou pingente encantado para melhorar suas habilidades...

Passando perto de uma sala de alquimia secundária,Enzo foi assaltado por uma demônio pequenina...Porém muito sagaz...

-Oi,Marido... - Ela dizia

Lariksa era uma das irmãs mais novas de Mat...Ela tinha a aparência de uma criança de doze anos,mas na verdade ela existia por cerca de 12 décadas...

-Você morreu de novo para estar AQUI no seu aniversário,não é bonitão? - Ela passa os dedos frios pelo peitoral nu de Enzo

-L-Lariksa...Por favor,não comece a tentar me seduzir... - Enzo diz sério,porém corado - Quero o meu óculos que está com o Makota...

-Eu sei onde ele está...Se você me der um beijo eu digo onde ele est--

-Eu sei onde ele está também... - Enzo segue caminho ignorando Lariksa

-EI!Volte aqui! EU SOU UMA SÚCUBO QUE PRECISA DE ALMAS DE MACHOS!

Lariksa corre atrás de Enzo...Este mesmo suspira e se vira fazendo uma cruz invertida com as mãos...Este repete as palavras:

-Inexorcismo Vinculum

Lariksa fica parada onde esta e não conseguia se mexer...Ela gemia e ofegava enquanto tentava fugir...

-Nyaah! Me solta!

-Lariksa...Eu vou te deixar aí,até você aprender a não me assediar...Já não bastou você causar aquele alvoroço oito anos atrás?

-T-Tanto faz... - Ela cora e vira o rosto

-Enfim...Tenha uma boa noite aí...

Enzo continua andando até onde Makota estaria...E se preparava pelo pior,pois este sabia como o Makota estaria naquela data...


Notas Finais


Feliz aniversário...Yeey


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...