História Ever Alone - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 9
Palavras 1.389
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Violência
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá..
Eu nem lembro da última vez que eu escrevi acho que terça mas foda-se..
Desânimo e Falta De Criatividade basicamente, mas.. To de volta espero escrever com mais frequência...
Bom o Jace pode ser o começo da desgraça ou o fim dessa fase e isso é o pior é tipo 50/50..

Espero Que Gostem..🍃

Boa Leitura..😘

Capítulo 11 - "Com Você <3"


Fanfic / Fanfiction Ever Alone - Capítulo 11 - "Com Você <3"

*Respiração*

Que eu me lembre estava frio, nebuloso, um dia nada bonito, eu gostava de frio mas era um frio congelante que nem mil casacos resolviam, se era um castigo para tudo oque eu fiz, bom estava sendo justo, eu estava com frio mas ainda tinha um bom precentimento para esse dia, provavelmente enganada mas eu tinha fé que pelo menos um dia daquele caos não ia terminar em morte, não terminaria em arrependimento e nem em desgraças, eu só queria sorrir novamente  e parar de me sentir mal por ter me transformado em uma coisa que no fundo sabia que eu era, mas evitava pensar nisso, me transformei em uma assassina psycopata que não olhava mais pra trás, mas eu não queria estar completamente perdida, eu queria sair do fundo daquele poço, bom eu tentava, mas o impulso e inevitável, ou ele te mata ou  ele simplesmente mata.. 

[...]

Voltando ao meu dia, quando chegava perto da escola e via Michelle e Jake com o Jace que na hora eu não conhecia, corria para dar um abraço neles, porque além de estar morrendo de frio, eu estava morrendo de saudade, Michelle me abraçou primeiro e logo depois o Jake, eles realmente me animavam eu me sentia bem agora, não sentia mais frio, eu só queria ficar abraçada com eles para sempre, mas logo percebo que tinha alguém nos observando, era Jace, mas como eu não sabia tive que perguntar:

— E quem é você? - Eu.

— Eu sou Jace, prazer!. - Jace 

— Uhum..- Eu.

— Eu cheguei ontem na escola, eu sou da sua sala, Michelle e Jake falaram muito de você, me falaram que você era bem divertida e engraçada, e além disso é bem bonita.. - Jace.

— Meu namorado também me acha bem bonita!!. - Eu.

— Grossa. - Michelle.

— Oque, ele que veio de gracinha pra cima de mim.. - Eu.

— Ai, ele estava sendo educado, e além disso também é bem bonito.. - Michelle.

— Annn.. - Eu. 

— Tá agora shiiuu... - Michelle.

— Gente é melhor a gente entrar, tá muito frio aqui e o sinal já vai tocar - Jake.

— Tá bom meu amor, vamos entrar!!. - Eu.

E como sempre o sinal tocou irritante como sempre mais parece menos hoje como se estivesse melhor, bom o dia estava melhor que os outros, talvez minha vida tenha melhorado, eu tinha uma amiga feliz, um namorado feliz e agora eu estava feliz, eu havia esquecido a dor, o sofrimento e como eu dissia eu só queria sorrir, tipo sorrir para sempre..

A aula começa e eu não queria que nada estragasse esse dia então peguei meu celular e coloquei nas minhas músicas favoritas, BlackBear no caso, eu gostava muito das músicas dele então só fiquei escutando em silêncio, mas em minha mente eu estava em um palco me divertindo e vivendo como se não houvesse amanhã, até que Jace me interrompe me perguntando o por que de eu ter falta um dia antes, não foi uma boa porque ele simplesmente me lembro que eu já matei alguém mas nada ia estragar aquele dia então eu respondi a ele: 

— Jhonas morreu - Eu.

— Meu pêsames, mas quem é Jhonas?.. - Jace.

— Ele era o meu ir.. bom ele era só uma pessoa aí.. - Eu.

— Como você pode falar assim de seu irmão!? - Michelle.

— ELE NÃO ERA MEU IRMÃO.. - Eu.

— Tabom, calma, pelo menos me diz como ele morreu!?. - Michelle.

— Assassinado, foi assassinado. - Eu.

 *Michelle me puxa de canto depois de eu ter falado aquilo com uma voz de foda-se, mas eu realmente não ligava para ele, se ele morreu foi porque ele fez com que isso acontecesse..*

— Foi você? - Michelle.

— Fui eu oque?! - Eu.

— Você sabe bem, foi você que matou o Jhonas?! - Michelle.

— É fui eu que matei ele.. - Eu.

— Poxa Gina, eu pensei que aquela vez com a Jane tinha sido impulso, mas já não é a primeira vez, e ele era o seu ir.. bom, como a Rosália ficou com tudo isso tadinha ele deve estar muito mal afinal ela perdeu um filho.. - Michelle.

— Você prefere perder o Jhonas ou me perder?! - Eu.

— Por que você diz isso? - Michelle 

— Porque se eu não o matasse ele me mataria!.. - Eu.

*Simplesmente sentei em minha cadeira, não queria que esse alvoroço estragasse nem mais um segundo do meu dia, coloquei meu fone, coloquei no BlackBear e voltei a sonhar que eu vivia bem e sem preocupações..*

O sinal toca novamente e eu me levanto, pego minhas coisas e saio, não queria falar com Michelle porque ela ia me dar um sermão, eu sei que era para o meu bem mais não estava a fim de escutar mais nada, bom nada além de Jake que me chamou:

— Oque aconteceu? - Jake.

— Nada demais, não se preocupe.. - Eu.

— Eu sei que aconteceu alguma coisa, porque vc não quer me contar, não confia em mim? - Jake.

— Claro que confio, mas se eu te contar você vai surtar e não vai querer mais falar comigo, aí eu vou te perder, mas eu não quero perder você!!. - Eu.

— Não se preocupe, eu não vou surtar, e mesmo se eu surtasse não ia para de falar com você, eu gosto muito de ti.. - Jake.

— Olha, por favor, não me faça falar, eu estou bem e não quero te falar, pelo menos não agora, eu confio muito em você mas eu realmente não quero falar.. - Eu.

— Se você não quer me falar tudo bem tá, se eu realmente não devo me importar então eu não vou te forçar a falar, eu estou aqui por você!!. - Jake.

Naquele momento eu percebi que o Jake é realmente o amor da minha vida, se não fosse ele ninguém mais séria, eu não o conheço à anos, nem à meses, mas eu o amava, verdadeiramente, um amor que eu não havia sentido ainda, eu só queria o abraçar e nunca mais solta-lo, ele seria meu ursinho, e eu séria sua princesinha, e seríamos felizes, até cairmos na real e percebermos que o mundo não é um conto de fadas, e ninguém vive para sempre, nem a felicidade dura para sempre, então..

Quando eu finalmente o soltei, eu o disse tudo oque eu sentia por ele, tudo, o quanto eu o amava, desde seu piores defeito até suas melhores qualidades, o quanto ele era importante para mim, que sem ele nada séria tão importante, cada momento com ele são mágicos, ou pelo menos era, o quanto eu confiava nele, eu precisava dele, eu não sei oque seria dos meus dias sem o abraço dele, sem ele me fazer rir até eu quase chorar, eu estava ali por ele, e mesmo se eu não estivesse eu daria um jeito de estar ali por ele, eu amo ele, até hoje, meu futuro estava inteitamente planejado com ele, ele era minha base, eu agradeço por ter-lo conhecido, mas no final eu só me destruí..

Bom, chegando em casa, Rosália estava terminando o jantar, eu subi para o meu quarto, tomei um banho e desci, quando cheguei lá em baixo ela já tinha terminado o jantar e estava me chamando para jantar com  ela na mesa como uma família, o silêncio tomou conta do lugar, mas não era só um silêncio, era um silêncio desagradável, agoniante, ele estava me matando, mas eu não conseguia quebra-lo, até que Rosália falou, eu acho que ela também não estava aguentando mais aquele silêncio, então ela disse: 

— Bom agora somos só nós duas né?! - Rosália.

— Sim, é oque parece!. - Eu.

— Eu sei que está sendo difícil para nós duas com tantas perdas, e eu me arrependo de todo o mal que eu já te fiz, espero que você consiga me perdoar!. - Rosália.

— Claro que eu te perdôo! - Eu.

— Que ótimo, você é realmente uma menina de ouro, eu estava pensando se no sábado nós pudéssemos ir à um parque para interagirmos, vamos nós divertir e esquecer um pouco tudo isso!!. - Rosália

— Parece bom para mim!. - Eu.

Ela levantou e me deu um abraço, eu me senti mal novamente pois acabei trazendo uma dor enorme para ela, mas pelo menos ela está se recuperando rápido e eu farei de tudo para que ela seja feliz ou pelo menos sorria...

*Respiração*


Notas Finais


Esse ficou grandinho, né?! Hehe
São tão fofos esses dois!😻
Ginake ou Jakina??
Jakina, né!?
Agr Parando com a brincadeira eu espero que a criatividade esteja do meu lado e me ajude a escrever mais caps deste tamanho pk tem uns que ficam tão pequenininhos aí eu penso Poha eu poderia ter feito mais...👐

Então...

Espero Que Tenham Gostado...🍃

Beijinhos...😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...