História Ever Since Paris. (ziam mayne!) - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ed Sheeran, Fifth Harmony, Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, One Direction, Zayn Malik
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Ed Sheeran, Harry Styles, Lauren Jauregui, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Normani Hamilton, Personagens Originais, Zayn Malik
Visualizações 81
Palavras 1.366
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Ficção Científica, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


bixas do céu, att dupla pq meu amor é grande!!!

um ótimo sábado pra vocês e um péssimo pra quem tá de ressacaney.

xx

Capítulo 5 - {cinq.} Merde.


— Ele o que? — Louis gritou, Zayn apertava os dedos no copo de vodka enquanto contava o por quê tinha saído da faculdade sem dar nenhuma explicação. 


— Ele tem um filho, Louis é isso. — Zayn fechou os olhos e engoliu toda vodka que tinha em seu copo. 


— Você foi embora e pediu que ele não procurasse você mais? Porra, Zayn. — Foi a vez do loiro indagar o amigo que tomava outro copo de vodka. 


— Deixe-me em paz.


Zayn entrou no meio da multidão, dançava com seu copo em mãos e rebolava conforme a batida da música.



— Louis. — Harry chamou pelo garoto de olhos azuis que conversava animadamente com Austin. 


— O que é, Harry? — Louis indagou o cacheado. 


— Liam está procurando por Zayn e eu preciso conversar com você. — Austin já havia afastado do garoto de olhos azuis, Louis rolou seus olhos e segurou no pulso de Harry. 


— Liam se vira em procurar Zayn, vamos sair daqui eu não aguento mais esses homens chatos. — Louis aproximou de Niall jogando suas chaves do carro, Harry entrelaçou seus dedos com o de Louis e saíram em direção ao carro do cacheado. 


— Niall, você viu o Zayn? — Niall apontou para o amigo que era cercado por homens. A mão de Liam foi de encontro com o braço do moreno, Zayn deixou que seu copo de vodka fosse derramado na blusa branca de Liam. 


— Liam, solte-me. — As palavras ficaram no ar, Zayn puxou seu braço sendo vencido pela força que Liam aplicava em seu braço. 


— Vamos embora, Zayn. 


Zayn deixou ser vencido por Liam, passou por Niall dando-lhe um beijo estalado em sua bochecha e saiu da boate com Liam.


O moreno encostou sua cabeça no banco de couro do táxi, não havia trocado nenhuma palavra com Liam e não queria olhar em seus olhos amêndoas. 


— Obrigado, pode ficar com o troco. 


Zayn acordou de seus desvendeios assim que ouviu a voz de Liam agradecendo ao motorista. Liam abriu sua porta o ajudando a sair do táxi. 

Os dedos finos e tatuados passavam pelas paredes do apartamento que Liam morava, caminhou até o aparador no canto da parede e sorriu ao ver o seu rosto em uma das fotografias. 


— Por que você tem fotos minha? — Zayn indagou o acastanhado que estava ao seu lado. 


— Oras Zayn, eu não poderia deixar você de fora das minhas melhores lembranças.

O muçulmano atacou os lábios carnudos de Liam, o beijo tinha gosto de vodka e saudades. As mãos de Liam foram de encontro com as nádegas de Zayn, Liam o impulsionou para cima e Zayn entrelaçou suas pernas na cintura do acastanhado. 

Zayn não sabia muito bem o que estava fazendo, ele gostava de sentir os lábios carnudos de Liam com os seus e do gosto doce que Liam tinha em sua boca.

Zayn sentiu o pau de Liam ficar duro, rebolou enquanto ocupava-se em distribuir beijos molhados pelos pescoço e selar os lábios arrancando gemidos roucos de Liam.


— Não posso Liam. — Liam abriu os olhos, Zayn saiu de seu colo e sentou ao seu lado. 

— Z, já fizemos isso antes. — Liam agachou na frente do moreno.


— Eu sei Li, mas...— Zayn não tinha o que falar, então entregou-se a Liam. 


— Você anda tão gostoso, Zayn. Eu quero foder você em todos os cômodos dessa casa. — Liam puxou os cabelos negros do garoto deixando seu pescoço livre, passou sua língua pelo nódulo da orelha gordinha do moreno que rebolava com mais vontade. Liam chupava o pescoço deixando hematomas roxos para que ninguém tocasse em Zayn  a não ser ele. 


Zayn abriu o zíper da calça de Liam, tirou com certa pressa a calça e junto a cueca que Liam estava. A língua passeava pela extensão do pau grosso, o moreno sugou o pré gozo que escorria na glande avermelhada.


Em meio aos gemidos roucos de Zayn, Liam colocou dois dedos na boca do mesmo para que ele chupasse. Zayn sentiu os dedos rodarem sua entrada trazendo incômodo que logo foi substituído por gemidos e reboladas em cima do dedo. 


— Tão apertado. — Liam sussurrou no ouvido do garoto  que pedia por mais daquele contato, os dedos foram substituídos pelo pau grosso e latejante de Liam. Zayn gemeu manhoso com a primeira estocada e logo em seguida estava implorando por mais. 


— Liam... — As palavras nunca saiam completas, Liam estava sentado no sofá enquanto Zayn cavalgava em seu pau deliciosamente. 


Os olhos âmbar se encontraram com olhos amêndoas, Zayn revirou olhos e gemeu perto da boca do acastanhado que sorriu com o delírio que causava em namorado. 


— Goza comigo, amor. — Zayn gritou ao sentir sua próstata ser alcançada, mordeu seus lábios enquanto Liam concentrava- se em acertar aquele ponto violentamente. Zayn não consiga fazer muita coisa, seu orgasmo estava chegando e só pedia por mais daquilo. 


O garoto fechou os olhos e deixou ser tomado por uma onda de orgasmo, Liam veio logo atrás respirando ofegante em seu pescoço marcado.


Na manhã seguinte, Zayn sobressaltou da cama ao ouvir o despertador gritante de Liam, seus olhos se arregalaram ao lembrar da noite passada. 


Zayn sentia-se como uma vadia que brigava e depois estava de quatro. Bateu em sua testa e sentiu uma leve pontada em sua cabeça, procurou por seu celular e viu que o relógio marcava seis e meia da manhã. 



— Bom dia, Zayn. — Liam abriu a porta sorridente, estendeu sua mão com dois comprimidos e um copo de água. — Úrsula os deixou aqui, eu atendi o seu celular não há  problemas né? 


— Eu preciso que você leve-me em casa. — Zayn murmurou sua voz estava rouca e falha por ter acabado de acordar. Liam meneou sua cabeça e entregou uma peça de roupa ao garoto que levantou suas sobrancelhas ao ver suas roupas. 


— Eu trouxe de Paris e você pode ir comigo para a faculdade. 


Zayn deitou sua cabeça novamente nos travesseiros, ontem estava brigando com Liam e pedindo  que ele nunca o procurasse e hoje estava deitado na cama do acastanhado. 


Você só tá piorando sua situação, Malik. 


Zayn suspirou, colocou-se sobre os pés e foi ao banheiro tomar um banho relaxante. 


— Bom dia, meninos. — Liam comprimentou os garotos que estavam sentados no banco esperando por Zayn e Jenny. 


— E aí, Payno.  


Liam acenou e saiu a procura do cacheado e de alguns garotos do time de futebol. 


— Não esconda nada, Tomlinson e Malik. — Zayn havia entrado pelos portões por último, havia pedido que Liam o deixasse e uma cafeteira e Liam não havia gostado muito da história. 


— Primeiramente bom dia, lindos e linda. — Jenny pegou seu copo de café e sentou ao lado de Louis, Zayn ficou em pé na frente dos amigos fumando um cigarro e tomando seu café amargo como todos os dias. 


— Harry pediu para voltar. — Louis soltou as palavras e escondeu seu rosto no fichário preto. 


— Espera, quer dizer que aquele amor secreto que você tinha o tempo todo era Harry Styles? — Zayn indagou o amigo que maneou a cabeça.


— Vai se ferrar, Tomlinson. Harry é o melhor amigo de Liam e eu nunca o vi nessa porra de faculdade. 


— Liam, quem você pensa que é? Escrever uma carta, leva-lo para conhecer Juliano e depois leva-lo para a cama?  


Louis esbravejou e Liam parecia um tanto confuso. 


— Não estou entendendo. — Louis sorriu debochado. 


— Você está com Aiden, Liam. Zayn não é seu brinquedo sexual, você não sabe o quanto Zayn sofreu por sua ausência. 


Louis cuspiu as palavras em Liam, o estudante de matemática respirou fundo e contou até dez. 


— Eu o amo e sei o quanto ele sofreu.  


Louis queria gritar, berrar e mandar Liam para a puta que o havia parido. 


— Vai se ferrar! Zayn ficou com tantos homens tentando suprir esse amor que ele tem por você, ele tentou se matar por sua causa. 


E Louis saiu, deixando Liam no meio do corredor com sua cabeça latejando por tantas informações. 


Você tá namorando com Aiden?


Notas Finais


não esqueçam de deixar seu favoritos e seu comentário!!

migx, não se preocupem com o bug que vai dar em sua cabeça, vou ajudar vocês com isso fkwnkdkek

xx. ily


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...