História Every man by himself ( Interativa ) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Apocalipse Zumbi, Interativa, Sobrevivencia, Zumbis
Visualizações 66
Palavras 1.754
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Survival, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Eu tenho o próximo capitulo pronto? Basicamente, eu cortei uma parte dele, porque achei mais 'legal' finalizar nessa parte do capitulo...

Bem espero que gostem né...

Capítulo 2 - Trato - Pt.1


'' Nós tínhamos um trato! Vocês me disseram até o por do sol! '' Eu ainda não pude ver claramente a figura, minha visão era atrapalhada pelo cano da arma, mas até onde eu pude ver era uma figura feminina
'' ...nós? '' Eu disse com calma e confuso...
'' Não me venha com essa! '' Ela parecia histérica  enquanto falava, como se estivesse próxima de perder algo extremamente importante
'' Me desculpe, mas a  única coisa que veio foi você e sua arma pra cima de mim '' Eu dizia ainda o mais calmo que pudesse
'' Eu devia te usar de refém também! Talvez ele aceitem uma troca de você por ela! '' Troca?
'' Eu sinto, mas tudo que você esta falando não faz o menor sentido para mi... '' Eu fui interrompido por ela
'' Sem joguinhos comigo! '' Ela dizia enquanto forçava a arma contra minha testa
'' Sem querer falar nada, mas...eu vim aqui literalmente para te roubar, eu não faço a menor idéia de quem sejam 'eles' '' Eu fiz sinal de aspas com os dedos
'' Então...você nunca ouvir falar de nenhuma Akira? '' Hum...
'' Nunca ouvi falar, mas me parece com nome de anime '' Ela pareceu se acalmar um pouco, a ponto de tirar o dedo do gatilho...tai minha chance...
'' Como eu vou saber se você não esta mentindo? '' A voz dela agora se encontrava mais calma, mas agora preenchida de desconfiança
'' Ai que ta...não vai '' Eu disse me preparando...tudo vai ter que acontecer rápido...
'' Com...? ''
     Em um movimento rápido levantei sua mão que empunhava a arma com meu braço esquerdo, enquanto com meu direito preparava um soco para tentar acertá-la...mas ela acabou segurando sem qualquer dificuldade, botando pressão para me por para trás
'' ...pra uma garotinha você é bem forte em... '' Eu tentava manter a calma, mais de verdade eu estava me esforçando como nunca na vida, eu podia me sentir cedendo a ela aos poucos em ambos os braços...o que caralhos essa garota toma?!
'' ...cale a  boca! '' Eu pude sentir um aumento de força impressionante da parte dela depois que disse isso
'' Olha...! Quem diria...! Eu achei um nervo...! '' Eu continuava tentando manter a pose o Maximo que podia, mas aos poucos minha força ia acabando...
'' Vocês são todos iguais! '' Eu preciso bolar algo rápido rápidoRAPIDO! Ela tinha dito algo sobre uma troca e uma tal de 'ela' certo? Bom vai ter que servir
'' ...sabe, se você me matar eu tenho certeza que ela não vai ter um fim tão agradável... '' Eu dei um tiro no escuro esperando o melhor...
'' O que voc...? '' Por um segundo eu a senti a hesitar...o segundo que eu precisava...
       Eu aproveitei essa vantagem para concentrar toda a minha força de uma só vez para derrubá-la no chão, fazendo sua arma cair de sua mão. Antes que ela pudesse sequer reagir saquei minha arma da cintura e apontei para sua cabeça, enquanto usava meu outro braço para segurar seu braço direito nas costas para que ela não pegasse a arma do chão
'' ...realmente...você é mais do que parece garotinha... '' Eu disse ofegante, mas ainda botando força em ambos os braços
'' Então você realmente esta com eles... '' Ela parou de se debater apos alguns segundos, é quase como se ela não estivesse tentando
'' ...naaahh...apenas dei meu jeito pra fora da situação. Mas então...eu vim aqui literalmente roubar seus suprimentos...então.... '' Eu ainda dava espaços entre uma fala e outra para poder recuperar o ar, eu tive que fazer um esforço absurdo para apenas segura-la por um tempo...essa garota é perigosa...
'' Pode levar tudo '' Eu fiquei sem reação por um momento
'' ...como? '' Ela disse tão sem hesitação que chegou a ser estranho
'' Pode levar tudo...é só que...posso te pedir ajudar em algo? '' Eu não me segurei e comecei a rir
'' Você esta brincando...certo? Digo...olhe pra sua situação, você acha mesmo que esta em posição de pedir algo? E mais, eu já iria levar tudo de qualquer forma, então...o que te faz pensar que eu vou te ajudar? '' Eu ria de leve enquanto dizia
'' Também te dou a arma...eu sei que é apenas uma pistola básica, mas talvez ela possa te ser útil... '' Realmente, ter uma arma extra não mataria ninguém...mas...
'' Isso eu também posso pegar literalmente agora caso eu queira, se você realmente estiver falando serio, vai ter que ser bem mais convincente que isso '' Eu já conseguia falar sem ter que dar pausas
'' ...tem uma coisa...as pessoas que levaram minha irmã...elas usavam motos, se você me ajudar a salva-la eu te ajudo a roubar uma... '' Irmã...? Curioso...
'' Então você desistiria de tudo que você possui e mais um pouco só pelo bem de sua irma? '' Hum...eu não sei nem sequer andar de moto...mas vamos chamar isso de 'experiência'
'' Sim '' Ela disse novamente sem hesitação alguma. Eu não boto fé...
'' Bem, temos um trato então... '' Eu disse saindo de cima dela e me levantando
'' ...obrigada... '' Ela levantou e olhou pra mim, finalmente pude ver seu rosto...ela tinha cabelos castanhos e consideravelmente longos que iam ate um pouco a baixo de seu ombro, elas usava um casaco sobre uma roupa de colegial que eu presumo que seja de sua escola, ambos estavam completamente sujos de sangue, tanto o casaco quanto a roupa em si, além do fato de ser bem baixinha...eu diria que ela tem uns 1,50 de altura talvez? Não sei bem, apenas sei que sua cabeça é apenas um pouco acima de meu ombro, alem de possuir uma peculiaridade
'' Olhos verdes huh... '' Com cabelos castanhos ainda por cima, essa é rara
'' Sim eu e minha irmã temos. Então...? Não vai devolver a arma? '' Eu tinha colocado ela atras cintura e nem mesmo notei...
'' Ah... '' Antes de devolver eu tive certeza de descarregar toda o pente e a arma...alguém que aceita propostas assim sem hesitar nem um pouco? É alguém que não mede suas ações, e com essas pessoas bem...tem que se ter cuidado...
'' Bem, é melhor eu te repassar a situação... '' Ela dizia enquanto pegava a arma de minha mão
'' Apenas os detalhes de preferência...  '' Eu me sentei em uma cadeira que eu avistei próxima ao balcão enquanto cruzava minhas pernas
'' Bem, a alguns dias eu e minha irmã havíamos encontrados dois 'sujeitos' enquanto a gente explorava em busca de suprimentos, e vamos apenas dizer que eles foram as pessoas mais amigáveis do mundo, a questão é...um deles tentou...com ela...bem, vamos apenas dizer que eu perdi a noção naquela hora, no final um deles acabou fugindo... edepois de algum tempo o grupo deles veio cobrar a perda, eles...eles a levaram e exigiram todos nossos suprimentos pela vida dela, eles deram um prazo limite até o por do sol '' Ela falava enquanto se escorava na porta aberta, para ter certeza que nada nos pegaria de surpresa
'' ...me parece bem simples '' Eu disse bocejando
'' ...eu tinha vindo aqui apenas buscar os suprimentos e deixar arma, e bem...aqui estamos Espera...
'' Guardar a arma? Você ta batendo bem da cabeça? O qu... '' Ela me interrompeu
'' EU SEI! Eu sei...eu só...não posso arriscar a vida dela desse jeito '' O olhar dela pareceu preocupado
" ...bem, e onde que minha ajuda entra nisso? " Porque ate agora...
" Você fica pela área, se algo der errado lá... " Bem...
" Você quer que eu elimine um grupo sozinho? "
" Vai ser um ataque surpresa, eles devem ser apenas 4, você da conta deles. E mais chegando lá eu vou te dar minha arma para te auxiliar... '' Espera, primeiro essa garota fala que não pode arriscar a vida da irmã, e depois fala de um ataque surpresa, ai ela fala de ter guardar a arma, mas depois de me entregar depois? O que essa garota acha que eu sou? Idiota?
" Bem, eu pego a caixa, você guia, e também cuida se alguma dessas coisa aparecer no caminho certo? '' Eu não tava botando fé, mas decidi seguir com esse teatro
" Tudo bem... '' Ela tirou um soco inglês do bolso e colocou em sua mão...e eu pude jurar de ter visto uma adaga ali...
      Depois que saímos da loja nós não trocamos uma palavra sequer, eu apenas a segui, ela parecia nem se importar se eu estava atrás dela ou não, enquanto passávamos pelas ruas algumas dessas coisas iam se juntando atrás de nós e como de costume eu apenas ignorei, mas ela parecia estar louca para descontar sua raiva em alguns...como eu sei? Bem, olhando pelo caminho que seguimos eu vi inúmeros corpos dessas coisas no chão, alguns que pareceriam que foram esmurrados ate a morte, e outro com inúmeros buracos do que parecia ser facadas, não só na cabeça, mas no corpo inteiro...isso explica todo  o sangue na roupa dela na verdade. Demorou, mais quando a primeira coisa apareceu na nossa frente eu quase pude sentir a dor dela com aquele soco, o soco não o matou, apenas o deixou tão fudido a ponto de não conseguir nem sequer levantar mais, mas ainda era possível ouvir seus grunhidos. O que caralhas essa garota toma?! Com certeza não seria legal em padrões comuns da sociedade, isso eu te garanto. Depois de um bom tempo de caminhada, que eu colocaria como 15 minutos na minha noção do tempo, que por sinal não é das melhores, chegamos em uma espécie de capela...ou igreja...sei lá, que eu nem sabia que existia na cidade, para ser bem sincero eu nunca nem vim nessa parte da cidade pra começar. Na porta víamos 2 motos, pelo menos em relação a isso ela não mentiu, com isso existia a possibilidade de quatro pessoas lá dentro...huh....poderia ser pior. Ela foi em direção a um beco que havia ao lado da igreja, eu apenas a segui.
" Bem, chegamos... '' Ela dizia enquanto entravamos os dois no beco
'' Então...como vai funcionar? '' Eu disse colocando a caixa no chão e me agachando, observando para ver se nada viria para nossa direção...
*click
'' ......deixa eu adivinhar...toda aquela coisa de 'eu não conheço esses eles', não colou pra você né? '' Eu dei um grande suspiro enquanto me virava e apontava minha arma...

[...]


Notas Finais


É....acredite, as coisas vão ficar beeeemmm ruims....

Eu já tenho um enredo até certo ponto da historia com o que eu tenho, mais ainda preciso de mais fichas .-.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...