História Everything Again - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Cora (Mills), Emma Swan, Henry Mills, Regina Mills (Rainha Malvada)
Tags Cora Mills, Emma Swan, Ficção, Henry Mills, Henry Swan Mills, King Leopold, Magia, Merlin, Onceuponatime, Ouat, Regina Mills, Romance, Swan Queen, Swanqueen, Swen, Viagem No Tempo
Visualizações 75
Palavras 768
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ficção, Magia, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Heyy! Mais um capítulo aqui pra vocês, espero que gostem. BJS!
PS: Criei um Twitter pras minhas Fic, se chama @SaraOncer

Capítulo 7 - Capítulo 7


Fanfic / Fanfiction Everything Again - Capítulo 7 - Capítulo 7

Emma

 

Cora a puxou pelo braço, levando-a para fora do quarto.

Temos que impedi-la. – falei para o mago.

Não podemos, veja, – ele disse, apontando para o pai da Regina – Henry acordou. Ela tentará impedir Cora, e não podemos deixar que isso aconteça.

Como assim? Se ele impedi-la Regina ficará bem.

O problema não é impedi-la. O problema é que ele vai morrer tentando.

O que?! Como assim?

Emma, eu consigo prever o futuro, eu sei. Se não o impedirmos ele irá até lá e morrerá tentando impedir Cora. E isso com certeza issp será de grande ajuda para que Regina se torne má.

Se esse é o único jeito... – digo, fechando a porta antes dele sair – que assim seja. Mas terá que me prometer que ela ficará bem.

Tem a minha palavra.

Ok, agora vamos lá.

Emma – ele colocou sua mão em meu ombro, me segurando para não ir segui-las – acho melhor ficarmos aqui.

Por que?

Em primeiro lugar, ele é mais esperto do que parece, – apotou para Henry - pode dar um jeito de sair. - bufei – E em segundo lugar, acho que não seria bom para você ver Regina sofrendo.

É por isso que estou aqui Merlin, para impedir que ela sofra! Será que você não vê? Eu não vou ficar aqui sentada enquanto ela é torturada pela mãe. - me soltei do braço dele, indo direto para porta.

Emma. - olhei para trás ao ouvir meu nome – Cora pode ser cruel, mas nunca machucaria Regina.

Mas ela matou o Daniel.

Acredite ou não, ela pensou ser o melhor pra filha. E agora o melhor para ela é você ficar aqui.

Mas...

Sem mas. – ele me interrompe – Agora sente aqui e tome conta dele. – apontou para o velho espancando a porta.

Ok... - bufei e revirei os olhos, irritada por ser tratada como uma criança pelo mago.

Regina

 

Ela me puxou pelo braço até o meu quarto. Cora estava com muita raiva, dava para sentir nas suas unhas. A última coisa que vi ante de sair do quarto foi meu pai, que tinha acordado com o barulho.

Assim que chegamos no meu quarto ela me soltou, trancou a porta e, com o livro em mãos, me perguntou:

Filha, por que você pegou meu livro?

Eu... eu... - fiquei sem palavras. A voz dela estava tão calma que eu não soube como reagir.

Regina, por que você pegou meu livro?? - aumentou levemente o seu tom de voz – A verdade, por favor.

Eu... Eu...

Você o que? - ela já estava perdendo a paciência.

Eu sinto muito tá bom?! Eu peguei o livro para impedir meu casamento com o rei.

E como você pretendia fazer isso?

Bom...

Seja sincera.

Ok. Eu queria aprender magia, assim poderia seria tão poderosa quanto você, e conseguiria te impedir.

Filha... - se sentou ao meu lado - Esse livro – levantou o livro de magia, apontando para ele com a mão livre – é um livro de magia negra. Isso não te faria bem.

Eu sei, papai me disse isso, mas eu achava que era o único jeito de te impedir.

Ah Regina... Olha, eu sei como é ter que ser forçada a fazer alguma coisa que você não quer, e sei que a sensação não é boa...

Então não vou mais me casar com o rei? – a interrompi.

Oh Regina... É claro que vai.

Por que? Você mesmo disse que isso é horrível.

Você não me deixou terminar. Eu disse que a sensação não é boa, mas nos fortalece.

Mas mãe... eu não quero me casar com ele! Não sem amor...

Garota tola... você não lembra do que eu te disse? O amor é uma fraquesa.

Não é não! - gritei,deixando-a furiosa.

Cansei dessa sua insistencia. - levantou da cama e foi até a porta – Como castigo por entrar no meu quarto e roubar as minhas coisas, ficará no quarto até amanhã. As sete apareço com o café.

Bateu a porta e eu me permeti chorar, minha ficha tinha caído. Em três dias eu iria me casar com o rei e me mudaria para o castelo, onde aquele repugnante floco de neve mora.

É isso aí Regina... - falei para mim mesma – Em três dias você será forçada a se casar, e não há nada que você possa fazer para impedir...

Afinal, – continuei – você nunca será forte o bastante para enfrentá-la. Você é uma fraca, uma covarde que tem medo da própria mãe... Você não passa de uma garotinha mimada, que nunca terá poder para nada...

O que eu não sabia era que meu pai estava ouvindo tudo por trás da porta...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...