História Everything changes - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren
Exibições 495
Palavras 1.911
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Fala galeres. Mais um fresquinho pra vocês.
E MEU JESUS JÁ OUVIRAM A NOVA MÚSICA DA CAMZ ? QUE VOZ É ESSA MEU SENHOR...
Tá bom já dei uma de fã louca agora sem mais enrolação bora pro capítulo.
(Qualquer erro arrumo depois)

Capítulo 15 - Capítulo 15


Já se passaram dois meses desde que Max passou por aquela porta, dois incríveis meses que eu estou tendo algo com a minha lolo, dois meses que Max entrou na escola, e dois meses que Lauren voltou a trabalhar, dois meses que nossa rotina entrou nos eixos por assim dizer.

Lauren voltou a trabalhar e eu não to gostando nada disso, porque ? Bem não é porque ela corre perigo ! E sim porque faz três semanas que gravaram a Lauren salvando uma criança dos braços de um bandido e isso saiu na internet, o video hoje ta com mais de um milhão de views, sim mais de um milhão, e agora a Lauren é a agente Sexy ! Sim deram um nome pra ela, e como eu fico nessa história ? Cheia de ciúmes, mas eu não posso fazer nada, nem bater na Lauren pois eu sei que ela não tem culpa que essas mulheres sejam atiradas.

Todo lugar que a gente vai, aparece alguma mulher pra tirar foto com ela. Não sabia que uma agente do FBI pode ser tão famosa quanto um cantor de hoje em dia.

Tirando isso ta tudo maravilhoso, eu e Lauren ainda não temos nada serio, e confesso que isso me atormenta um pouco, mas eu tenho ela, e é isso que realmente importa no momento. Max ta cada dia mais esperto e apegado a nos, descobrimos algumas coisas sobre o pequeno, sabemos agora que ele tem 4 anos e vai completar 5 daqui duas semanas, eu e as meninas decidimos fazer uma pequena comemoração, e vamos aproveitar e apresentar Max pra nossas famílias, já que nenhum deles sabe ainda da existência do pequeno, confesso que estou um pouco apreensiva com isso, mas eles tem que saber sobre seu neto, e Max pergunta sobre os avôs.

Ainda não sabemos ao certo da onde esse pequeno surgiu, a gente já perguntou, mas parece que nem ele sabe, e decidimos deixar assim por enquanto, pra falar a verdade eu não me importo nem um pouco com isso.

Eu meio que me afastei um pouco do trabalho, não que eu esteja de férias, mas eu reduzi o tempo de trabalho pra dar atenção ao Max, eu e Lauren não queremos que o pequeno fique com alguma babá, queremos que ele cresça do nosso lado, com a nossa supervisão, só em casos realmente extremos deixamos ele com alguma das meninas, mas isso acontece realmente.

Agora eu estou saindo da empresa pra buscar o pequeno na escola, ele fica todo feliz em me ver lá na saída, até parece que ele não convive comigo 24hrs por dia.

Quando estou dentro do carro e prestes a dar partida ouço a porta do lado se abrir e levo um susto já pensando que seria assaltada, mas é só a idiota da Lauren

- PORRA LAUREN, quer me matar de susto ? - falo tentando fazer o ar voltar pro meu corpo

A idiota só da risada e se inclina me dando um beijo na bochecha

- Claro que não meu amor, quem vai me aguentar se você morrer ?

- Droga Lo, quase tive um infarto

- Desculpa Camz, mas foi mais forte que eu.

Ela solta aquela gargalhada de bebê que eu amo e como mágica minha raiva desaparece

- Da próxima vez eu dou na tua cara

- Porque tão agressiva baby ? - pergunta ela colocando a mão no peito fazendo uma cena, ó garota cínica

- Você ainda não viu nada Jauregui, mas o que você tá fazendo aqui ? Não era pra você tá prendendo ou torturando alguem ?

- Bem.. era, mas hoje o dia ta meio parado, então eu vim pra cá pra gente ir buscar o carinha na escola - ela diz toda sorridente, ela é muito trouxa pela quela criança

- Hm.. ok, então vamos, ele vai ficar doido quando ver nós duas lá

- Vamos, mas antes...- ela não completou a frase, colocou a mao na minha nuca e me beijou, como fosse automático minhas mãos envolvem o pescoço dela e eu aprofundo o beijo. Já estava com saudade de beijar essa boca.

Lauren finalizou o beijo com um delicado selinho e juntou sua testa na minha, eu ainda fiquei um tempo com os olhos fechados, mas logo que abri dei de cara com aquela imensidão verde que ela chama de olhos

- Camz, é melhor a gente parar, porque se não vamos ficar aqui até amanhã - falou ela me dando outro selinho. Como ela quer que eu pare com ela tão perto de mim me beijando ?

- Então para de me provocar Jauregui - falo cerrando os olhos

Ela dá uma risadinha sapeca e morde meu lábio inferior o sugando em seguida, sem me contar eu gemo contra sua boca

- Lo - chamo manhosa

- Ok Ok parei... - fala ela se afastando

Solto o ar em sinal de alívio e fico olhando pra ela e pensando na sorte que eu tenho por ter essa mulher na minha vida

- Camz, se você não ir logo vamos nos atrasar mais ainda

Olho pro relógio e vejo que já estamos dez minutos atrasadas

- Oh Droga Lauren, a culpa é sua - falo ligando o carro e arrancando em direção a escola

Chegamos lá com quase vinte minutos de atraso, Droga que tipo de mãe eu sou ? Esqueci meu próprio filho na escola, quando estaciono o carro vejo Max na frente da escola conversando com uma mulher. Quem é você minha filha ? E porque ta conversando com meu bebé ? Pergunto pra mim mesma ?

Desço do carro com pressa e logo vejo Lauren fazendo a mesma coisa, ela segura minha mão como se me pedisse calma, ela realmente me entende como ninguém, deve saber o que eu estou pensando !

Max olha pra gente e abre um enorme sorriso vindo em nossa direção

- MAMÃES - grita Max, nem parece que ele viu a gente hoje de manhã

- Oi carinha, como foi o dia - pergunta Lauren, o pegando no colo

- Foi muuuuito legal mommy, a gente desenhou e depois usou tinta pra pintar - responde ele todo alegre

- Parece divertido meu amor - digo dando um beijo em seu pescoço fazendo ele se encolher

Escutamos uma tosse forçada e olhamos em direção a mulher que estava conversando com meu filho minutos antes, ela é loira, parece ser nova, não dou mais que trinta anos

- Olá, meu nome é Natália, sou professora do Max - ela se apresenta apertando a mão da Lauren e logo depois faz o mesmo comigo

- Oi, me chamo Camila, e essa é Lauren, somos mães desse pequeno - me apresento também

- Desculpe a demora tivemos um contratempo - explica Lauren

- Tudo bem, acontece, a gente ficou conversando não foi Max ? - pergunta pra ele que só confirma com a cabeça dando um sorriso

- Bom, já vamos indo, brigado por ter ficado com ele - agradeço

- Sem problemas. Mas Hm.. posso conversar com vocês um minutinho ? - ela pergunta e eu fico meia confusa

- AM, Ok, Max ? Vai entrando no carro pequeno, já estamos indo, só vamos conversar com a Natália tudo bem ? - fala Lauren

- Tudo bem mommy - ele responde e vai em direção ao carro, o destravo e logo ele está dentro do mesmo, volto minha atenção a professora

- Bem, eu não sei se senhora tem conhecimento disso mas seu ex marido esteve aqui pra buscar o Max Sra.Cabello

- Pera, como assim ex marido ? Eu não tenho ex marido

- Veio um homem aqui dizendo que era seu ex marido, e que você não poderia pegar o Max hoje, mas como você deixou claro que só você é a Sra.Jauregui pudesse vir buscar o pequeno eu não o deixei levalo

- Meu deus. Lauren ?

Viro pra Lauren e ela está paralisada, como assim tentaram vir pegar Max, se essa professora tivesse deixado esse homem o levar

- Como era esse homem ? - Lauren pergunta rígida

- Ele parecia ter por volta dos trinta anos de idade, branco, alto, olhos castanhos e usava um topete

E logo que ela fala isso minha respiração fica irregular, viro pra Lauren e ela está com o maxilar trincado e fecha suas mãos com força, com certeza ela também sabe de quem Natália está falando

- Shawn - falamos as duas ao mesmo tempo

- Eu vou matar aquele filho da puta, como ele tem coragem de se quer pensar em chegar perto do meu filho

- Lauren por favor se acalma - falo, mas logo me arrependo de ter dito tal coisa, ela me olha com o olhar pegando fogo

- SE ACALMAR ? Se acalmar ? Como você quer que eu fique calma Karla ? Esse cara quase sequestra nosso filho, se eu colocar as minhas mãos nele ele vira uma pessoa morta

Fico ali um tempo olhando pra Lauren que se afastou e pegou o celular fazendo uma ligação, volto a olhar pra professora que olha pra Lauren com um certo medo ?

- Bem.. muito obrigada por nos avisar, e por favor, não deixe ninguém pegar o Max que não seja eu ou Lauren

- Claro Sra.Cabello, qualquer coisa que precisar é só aparecer por aqui

- Muito obrigada, você foi de grande ajuda, até qualquer dia

- até

Depois de me despedir de Natália vou em direção a Lauren que ainda fala no telefone

- Não me importa porra, eu quero que vocês larguem tudo o que estão fazendo, vão atrás desse porra, AGORA

- MERDA.

Me assusto um pouco com o grito dela dando um pulo pra trás, Lauren desliga o celular e logo o arremessa longe, meu deus eu nunca vi ela desse jeito

- Lauren - a chamo me aproximando

Ela continua com o maxilar travado olhando pra frente

- Lo, olha pra mim - peço mas ela sequer me ouve, coloco minhas mãos no seu rosto fazendo com que ela me olhe

- Tenta se acalmar por favor

- Camz.. se ele tivesse pegado o Max ?

- Mas não pegou Lo, não fica pensando o pior, nada aconteceu

- Eu to com medo Camz, e se ele tentar de novo ?

Fico meio atordoada em ouvir Lauren dizendo que está com medo, em anos ao seu lado, ela trabalhando pro FBI, nunca a ouvi dizer que está com medo de algo

- Eu também estou com medo amor, mas nada vai acontecer, só tenta se acalmar por favor

- Eu vou pegar ele Camz, ele não vai mais chegar perto da nossa família, eu não vou deixar

- Eu sei que não Lolo, mas agora vamos pra casa, Max está nos esperando no carro ainda

Ela respira fundo se acalmando um pouco, eu pareço calma mas por dentro pareço um furacão, como Shawn teve coragem de fazer uma coisa dessas ? Ele sempre me pareceu ser um cara legal, e agora isso ? Me sinto culpada por ter o conhecido e um dia ter brigado com Lauren por conta dele, mas sei que ela não vai deixar isso barato, agora ela vai até o fim com isso, e eu espero que ela consiga chegar onde ela quer.

- Vamos - ela diz me dando um selinho e entrelaçando sua mão com a minha.


Notas Finais


Quero saber o que estão achando ?
O bicho vai pegar viados !
Até breve.
;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...