História Everything changes - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren
Exibições 258
Palavras 4.791
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


GALERESS, OLHA QUEM VOLTOU ? EU MESMA ! DESCULPEM A DEMORA, MAS É AQUELAS ANTES TARDE DO QUE NUNCA CERTO ?
Sem mais enrolação bora pro capítulo( que foi o maior capítulo que eu escrevi pra fic, pelo menos ate agora) qualquer erro já sabem arrumo depois.

Capítulo 20 - Capítulo 20


Desdo dia que tudo aquilo com Shawn aconteceu não vejo e não ouço falar mais do mesmo, sei que a Lauren deu um jeito em tudo, claro que eu tenho curiosidade pra saber o que ela fez com ele, mas pela cara que a Dinah e a Vero fizeram quando eu perguntei, sei que não aguentaria ouvir então deixei de lado. Max as vezes ainda tem alguns pesadelos e acorda assustado chamando pela Lauren que tem que ir até o quarto do pequeno e ficar lá até ele voltar a dormir. Meus pais e meus sogros assim que souberam do ocorrido apareceram por aqui imediatamente, meu pai e tio Mike quiseram ir atrás do Shawn, mas minha mãe junto com a dona Clara fizeram com que eles não fossem. Digamos que agora está tudo normal novamente, Max vai pra escola, eu e Lauren trabalhamos e voltamos quase no mesmo horário pra casa, claro que as vezes ocorrem imprevistos e ela chega mais tarde ou até mesmo no outro dia, fazendo com que eu fique acordada até que ela volte pra casa, ela diz que eu não preciso esperar ela acordada, porém não consigo fechar os olhos e dormir sabendo que ela pode não voltar, sempre foi assim e eu acho que isso não vai mudar tão cedo.
Sobre eu e a Lauren ? Bem, digamos que está tudo dentro dos conformes, eu ainda não recebi nenhum pedido oficial de namoro ou algo parecido mas eu até entendo, com tudo o que ocorreu a última coisa que me preocupa é isso, tendo minha família perto de mim tá ótimo.

Hoje é sábado, e Max está elétrico na cadeira em que ele se encontra sentado tentando tomar seu café da manhã, ele está assim porque hoje vai acontecer uma apresentação na sua escola, todos os pais, mães ou qualquer pessoa responsável pela criança terá que falar sobre seu emprego, e adivinha quem o Max escolheu pra se apresentar ? Quem disse eu errou, pois é, ele escolheu a Lauren, mas eu entendo o pequeno, se eu tivesse uma mãe que trabalha pro governo também gostaria que ela fosse se apresentar pros meus colegas.

- Já tá na hora ? - Max pergunta pela décima vez em menos de uma hora

Dou uma checada no meu relógio e consto que sim, já está na hora, na verdade já estamos cinco minutos atrasados

- Sim pequeno tá na hora - falo e ele sorri grande e pula da cadeira mas antes de sair da cozinha ele pega seu prato e o coloca na pia, já disse o quanto esse garoto é prendado ? Talvez ele cozinhe até melhor que eu, claro que não é uma coisa difícil uma pessoa cozinhar melhor que eu, mas qual é, ele só tem cinco anos de idade

- Cadê a Mommy ? Vamos nos atrasar - ele diz olhando em direção as escadas, Lauren subiu pra se trocar, como é uma apresentação sobre seu emprego é obrigatório ir com a roupa que você utiliza no mesmo

- Calma apressadinho já estou aqui - Lauren diz enquanto desse as escadas correndo, olho feio pra ela que me manda um sorriso amarelo, ela sabe que eu odeio quando ela ou Max desce correndo essa escadas mas mesmo assim ela faz, até nosso filho é mais obediente que ela

- Vamos logo, estamos atrasados já ! - digo abrindo a porta e saindo com Max logo ao meu alcance, Lauren tranca a porta pega Max no coló e vem até mim segurando minha mão entrelaçando nossos dedos, ela da um beijo na minha bochecha e faz o mesmo com Max arrancando uma risadinha dele, entramos no elevador e vamos até a garagem, Lauren prende Max na cadeirinha e vem até meu lado abrindo a porta pra mim entrar, agradeço dando-lhe um selinho e ela sorri fechando os olhos, tão fofa.

Chegamos na escola e vemos uma boa quantidade de pessoas na porta, bem, parece que não estamos tão atrasadas assim, Lauren estaciona bem na frente da escola pega seus óculos aviadores e sai do carro ajeitando sua jaqueta, e é nessas horas eu tenho  raiva da beleza dela, parece que todo mundo parou pra observar ela dando a volta no carro, vejo mulheres e homens a olhando com cobiça e isso me irrita um pouco, eles não podem nem ao menos disfarçar ? Lauren vai até a porta do Max e abre a mesma tirando o pequeno da sua cadeira, enquanto isso abro minha bolsa pegando meus óculos escuros, assim que a fecho Lauren abre a porta e me estende a mão pra me ajudar a sair do carro, quando saiu do carro olho pros lados e percebo que as pessoas que estavam olhando antes com um olhar de desejo agora olham pra mim com raiva e inveja ? Abro um grande sorriso e pego na mão do Max e Lauren entrelaça nossos dedos, dou um sorriso pros dois e vamos em direção a entrada da escola, por trás dos óculos vejo que as pessoas ainda nos olham e fico feliz com isso, minha família é linda mesmo. Andamos pelos corredores daquela escola enorme seguindo as pessoas que também vão em direção ao anfiteatro, sim, tem um anfiteatro nessa escola, quando estamos quase chegando ouvimos uma voz conhecida atrás de nós

- Olha se não é a Família mais estilosa do planeta - ouvimos e viramos juntos dando de cara com Nathália, e posso dizer que ela está certa, somos estilosos mesmo, Lauren faz questão de deixar meu filho um gato toda vez que saímos, Lauren mesmo usando seu uniforme consegue ser estilosa, Enquanto Max usa uma jaqueta em cima de uma blusa preta que é estampada com várias bananas pequenas, uma calça jeans e um all star também pretos de cano alto, ela queria colocar um touca nele também, mas eu não deixei por conta do calor, o Max nem liga, tudo pra ele tá bom. Enquanto eu uso uma calça branca de cintura alta saltos altos pretos, um cropped também branco e uma jaqueta preta por cima e pra fechar meus óculos pretos que eu tanto amo.

- Nathália - Digo

- Olá Srta.Cabello - ela diz e me comprimenta com um breve abraço

- Nada de Senhorita, só Camila

- Tudo bem Camila, Olá agente Jauregui - ela comprimenta Lauren, mas sem abraca-la, e eu riu com isso, ela tem um certo medo da Lauren, ainda mais agora que ela está vestida desse jeito

- Olá Nathalia, e você pode me chamar de Lauren

- Ok, e você pequeno ? Não vai falar comigo ?

- Claro que sim Tia, tudo bem ?

- Tudo pequeno, estava com saudades de você

- Mas eu te vi ontem Nath - ele diz com uma carinha confusa e eu dou risada

- É que eu gosto de te ver todos os dias

- Aah, faz sentido

- E então, animado pra apresentação ?

- Muito, minha Mommy vai falar como é ser policial, não é legal Tia ? - pergunta ele dando pulinhos

- Claro que sim pequeno, muito legal - ela diz bagunçando o cabelo do meu filho - Bem tenho que ir, até qualquer dia, tchau senhoras Cabello-Jauregui - ela diz acenando e vai seguindo pelo corredor

- Cabello-Jauregui ? Gostei - ouço a voz da Lauren, confesso que também gosto como soa nossos nomes juntos porém não precisamos apressar nada certo ?

Entramos no local da apresentação e conseguimos um lugar bom pra sentarmos, logo que eu sento Max senta no meu colo e Lauren ao meu lado esquerdo, logo a apresentação começa e crianças sobem com seus pais no palco pra falar de suas profissões, já vimos Advogados, Médicos, veterinários, entre outros, acabamos de ver uma apresentação médica e logo depois chamam Max pra subir no palco com seu responsável.

Lauren pega Max e coloca sobre seus ombros e vai até o palco, quando chega lá ela para na frente de todo mundo e tira seus óculos e se eu pudesse contar tão rápido eu diria que ouvir uns 30 suspiros e um nossa vindo de trás de mim, esse povo não para de olhar pra minha mulher não ? Tendo disfarçar minha irritação e aperto minhas mãos na cadeiras respirando fundo.

- Bem Max, você gostaria de apresentar sua mãe pra gente ? - a mulher que se eu tenho a memória boa se chama Rosa diz passando um microfone pra mão do meu filho, vejo que ele está meio tímido, ele olha pra mim e eu abro um sorriso pra ele o encorajando

- Essa é minha Mommy, ela é do FBI, certo Mommy ? - ele diz todo fofo e todo mundo faz um aaanw pra fofura dele

- Certo carinha - Lauren fala e bate um Hi-five com o pequeno

- E então senhora Jauregui, pode nos dizer mais sobre sua profissão ? - Rosa pergunta

- Claro, bem.. toda vez que eu falo que trabalho pro FBI me perguntam se eu já matei alguém, mas ser do FBI ou de qualquer outra agência que envolva "salvar pessoas" não é só isso de matar e prender alguém mas prestar serviço ao seu país e as pessoas que moram nele..... - e assim ela começou a falar e divertir as pessoas, mesmo ela falando de uma coisa séria ela conseguiu transmitir um recado de maneira leve e descontraída, quando ela terminou seu discurso todos aplaudiram e Rosa perguntou se alguém queria saber alguma coisa a mais sobre a profissão ou até mesmo sobre a própria Lauren e claro que muita gente levantou a mão, na grande maioria mulheres

- Tudo bem pra você Lauren ? - pergunta Rosa sobre as perguntas

- Tudo sim - ela responde com um sorriso meigo

- Então escolhe quem você quer responder - ela fala e Lauren aponta pra um dos três homens que levantaram a mão

- A quanto tempo você é agente ?

- Eu sou agente faz mais ou menos cinco ou seis anos - ela responde e logo aponta pra uma mulher que estava sentada perto de mim

- Você é relativamente jovem pra ser uma agente tão consagrada assim, quantos anos você tem ?

- Hum.. hoje eu me encontro com vinte e cinco senhora - ela fala e vejo muita gente com os olhos arregalados

Lauren aponta pra uma garota que está sentada bem na minha frente, e logo ouço sua voz

- Você é Casada ? - ela pergunta e vejo muita gente concordar com a pergunta, que povo descarado como assim ela é casada ? Isso aqui não era sobre a profissão dela ? Vejo Lauren dar uma risadinha envergonhada e olhar pro Max que ainda está ao seu lado, Max olha pra ela e abre um sorriso grandão olhando pra mim logo em seguida

- Vamos deixar o pequeno aqui responder a sua pergunta - Lauren fala e passa o microfone pra ele, e eu fico meia apreensiva, o que será que esse pequeno vai aprontar agora

- Mama, Mama vem aqui por favor... - ouço Max me chamar mas sem olhar pra mim, e vejo todo mundo um olhando pro outro tentando adivinhar quem é a Mama dele, respiro fundo e me levanto, percebo que está todo mundo olhando pra mim, saiu do meu lugar e vou andando até o palco, Lauren rapidamente vem até mim e me ajuda a subir os degraus já que eu estou de salto, logo que subo fico envergonhada, olhando daqui parece que as pessoas se multiplicaram

- Respondendo a sua pergunta moça, ela é casada sim, essa aqui é minha Mama - ela fala e abraça minhas pernas, me agacho pra ficar da sua altura e encho seu rosto de beijos

- Amo você pequeno - digo assim que me levanto com ele no coló

- Também amo você Mama - ouço alguns onnws e me lembro que estou em cima do palco ainda, olho pra Lauren pra pedir socorro e ela olha pra mim e Max com os olhos brilhando

- Bem, alguém ainda tem alguma pergunta ? - Rosa pergunta e eu rezo pra todos os santos que não mas duas pessoas levantam a mão, Lauren aponta pra jovem que está sentada a nossa direita

- Você não é a Camila Cabello dona da Cabello's, a maior rede de hotéis do mundo ? - ela pergunta meio desacreditada e todo mundo começa a falar ao mesmo tempo, é, parece que alguém me conhece, quando o pessoal se acalma Lauren passa o microfone pra mim

- Hum... Sim sou eu mesma - respondo dando um sorriso, é sempre bom você ser reconhecido pelo seu trabalho, aponto pra outra mulher que tinha levantado sua mão antes

- Vocês estão juntas a quanto tempo ? E faz quanto tempo que vocês viraram mães do Max ?

Olho pra Lauren que sorri pra mim, eu conheço esse sorriso dela, é aquele "eu não tenho nada a ver com isso, se ferre sozinha" você me paga Lauren Jauregui, volto meu olhar pra mulher que espera a minha resposta

- Estamos juntas faz oito anos e meio, tivemos o Max vai fazer seis - respondo e ela agradece

- Bem parece que é isso, brigada por vocês tirarem as nossas dúvidas - Rosa fala e nos concordamos com a cabeça e saímos do palco logo em seguida, muita gente ainda olha pra nós como se fôssemos que outro planeta, voltamos para nossos lugares e assistimos o restante das apresentações, não demorou muito e logo estávamos no refeitório da escola, lá iam vendes doces, salgados e iam ter brinquedos para as crianças, claro que a Lauren já queria ir embora porém Max estava doido pra brincar com seus amigos então ela se rendeu e fomos até o local, todo estava bem decorado, olhando daqui ja dava pra ver um carrinho de cachorro quente e uma barraca de tiro ao alvo, sentamos em uma das mesas e Max ficava olhando pra todos os lados como se estivesse escolhendo em que lugar ia primeiro, antes dele se decidir uma garotinha loira dos olhos azuis ve m andando timidamente pra perto de nós, deus que criança fofa.

- Oi Max - ela fala pro meu filho que para de rodar a cabeça pra todos os lados e fita a menininha ao seu lado, eu e Lauren só observamos a interação dos pequenos

- Meg, eu tava procurando você - ele diz e eu fico um pouco em choque, eu achava que ele tava se decidindo em que brinquedo ia primeiro, mas não, ele tava procurando ela e nesse minuto um pequeno (nem tão pequeno assim ) bate

- Eu tava comendo doces, você quer ? - ela pergunta abrindo um sorriso

- Quero, mas antes vem aqui que eu vou te apresentar as minhas mamães -  Max diz e pega na mão da tal Meg e vem até nos

- Mommy, Mama, essa daqui é a Meg, Megan pra quem não a conhece

- Vocês são as mamães no Max ? - ela pergunta meio tímida pra mim e Lauren, confesso que com aquele ato me derreto toda

- Somos sim Lindinha - Lauren fala - Eu sou Lauren, e essa daqui é a Camila

- Max fala muito de vocês

- Sério ? - dessa vez eu pergunto e ela acente tímida

- Mama eu posso ir com a Meg comer doces ?

- Pode carinha, só não vai pra longe tudo bem ? - Lauren fala meia apreensiva, eu a entendo, ainda não consigo ficar cem por cento tranquila com Max longe de mim, mas isso deve ser normal pelo que aconteceu

- Ok, Mommy, já volto - fala e sai correndo junto com Megan.

- É impressão minha ou você tava com ciúmes da Megan ? - Lauren pergunta rindo da minha cara

- Ciúmes ? De uma criança, me poupe Jauregui - respondo revirando os olhos. Sim eu estava com ciumes mas ela não precisa saber disso né ?

- vou fingir que acredito Cabello. - ela diz e se levanta anda até mim e estende sua mão - vamos comer alguma coisa ?

- agora você tá falando de algo que me interesse - digo e seguro sua mão me levantando

- o que vai querer senhora esfomeada ?

Relevo sua brincadeira e fico olhando pras opções que ali se encontram

- No momento ficaria muito feliz com um pedaço de Pizza

- Então vamos lá

Fomos até a fila que estava relativamente grande e Lauren me abraça por trás enquanto me fala como está as coisas pelo trabalho, também falo sobre a empresa e sobre o jantar que Dinah está planejando pra encontrar os amigos.

- Mas vai ser na casa de quem ?

- bem, você conhece a Dj, então provavelmente vai ser na nossa casa

- Essa garota é bem folgada né ? - ela pergunta bufando

- Ela é a Dinah, ela nasceu assim - falo dando risada

- Camz, falando em casa, eu estava pensando, você não ache que um apartamento é inadequado pra criar uma criança ?

- O que você quer dizer Lo ?

- Da gente comprar uma casa

- Mas a gente já tem uma casa Lo

- Eu to falando de uma casa de verdade amor, com quintal e tudo mais, você não acha que o Max gostaria de ter um espaço maior pra ele brincar ?

- Hm.. pode até ser, vamos conversar com ele antes tudo bem ? - falo realmente considerando sua proposta, concordo que um apartamento não é o melhor local pra se criar uma criança, falando em criança, olho por cima do ombro da Lauren e avisto Max rindo e comendo algo, provavelmente doces junto a Megan e uma mulher que eu presumo ser mãe de Megan.

Depois de um tempo na fila chega nossa vez e Lauren paga nossas fatias de Pizza mesmo eu reclamando por ela pagar sempre.

- para de reclamar senhora Cabello, vem vamos atrás do nosso pequeno

- Senhora é a linda sua mãe sua...

- olha essa boca - ela diz rindo da minha cara

Reviro os olhos e vou em direção ao meu filho, logo ele sente minha presença perto dele e sorri pra mim

- Mama a senhora quer doces também - ele diz subindo em um banco ficando da minha altura quase me fazendo engolir o doce

- Não quero pequeno, eu acabei de comer um pedação de Pizza

- Pizza Mama ? - ele pergunta e eu confirmo

- Também quero Pizza Mama

- Mas você se encheu de doce pequeno

- Mas agora eu quero Pizza Mama, por favor - ele pede fazendo biquinho, Droga, ele sabe que quando faz isso ganha tudo de mim

- Tudo bem tudo bem, mas para de fazer esse bico, e vê se a Megan também quer

- Você é a melhor Mama - ela fala pulando pro chão indo até sua amiga, só quando ele sai eu percebo que a Lauren não está mais comigo, me viro e vejo ela conversando com uma mulher, não vejo muito bem a tal mulher porém vejo Lauren sorrindo pra ela, como assim sorrindo ? Eu vou dar na cara da Lauren.

- Vamos Mama - dou um pulinho de susto quando escuto a voz do meu pequeno

- E a Megan - pergunto depois que o vejo sozinho

- Ela já foi embora - ele diz um pouco triste

- Não fica assim pequeno, qualquer dia você chama ela pra brincar lá em casa tudo bem ?

- Sério mesmo Mama ? - pergunta empolgado

- Sério mesmo carinha, agora vamos falar com a sua mãe

- Vamos - ele fala e segura na minha mão, olho de novo em direção a Lauren que ainda está rindo com a tal mulher, cerro os olhos e vou em direção a elas bufando, vejo Lauren olhar pra mim por cima do ombro da morena, e vejo ela engolir em seco

- Oi amor - falo cínica dando um selinho que nem é correspondido por conta do medo dela

- Oi Ca-Camz - ela gagueja, esqueço dela por um momento e olho pra baixo vendo meu filho agachado tentando amarrar seu tênis, me agacho também e o ajudo, quando seu tênis está devidamente amarrado me levanto novamente dando de cara com a mulher que eu ainda não sei o nome

- E você é ? - escuto a voz do ser a minha frente

- Karla Camila Cabello, e você ?

- Keana Marie prazer - ela diz me estendendo a mão que eu logo trato de apertar sem tirar meus olhos do dela

- E vocês já se conhecem ? - pergunto dessa vez pra Lauren que está com Max no coló

- Hm.. não, nos conhecemos agora

- Aah, você tem filhos ? - pergunto pra Keana

- Filhos ? Não ! Sou muito nova pra isso !

- Então você trabalha aqui ?

- Também não, na verdade eu só estou aqui pra ver a apresentação da minha sobrinha, na verdade o pequeno aqui estava conversando com ela agora a pouco - ela fala apontado pro meu filho, e eu quase vôo no pescoço dela, como assim "pequeno" ? Ela nem ao menos o conhece - e o que ele é de vocês ? - ela pergunta olhando pra Lauren que nesse momento está morrendo de medo, olho pra ela e a deixo responder

- Ele é nosso filho, Max ! Max fala oi pra moça filho - Lauren fala e Max só abre um sorrisinho sem dentes pra ela, tenho vontade de gargalhar mas me contenho

- Filho ? Você não é muito nova pra já ter um filho da idade dele ? - ela continua falando com Lauren fingindo que eu nem estou aqui, bufo com isso e mando um olhar mortal pra Lauren que logo entende

- Sou nova sim, porém eu amo essa mulher e meu filho só veio pra melhorar a nossa vida - ela diz cortando o barato de Keana que olha pra mim com um olhar assassino e eu só sorrio

- Mama eu quero minha Pizza - ralha Max, tenho que confessar que eu tinha esquecido da pizza dele

- Verdade pequeno vamos lá - falo o pegando do coló da Lauren

- Vamos comprar pizza - aviso ela

- Eu vou com você pequena - devo dizer o quanto eu amo quando ela me chama desse jeito ? Ainda mais na frente das pessoas ? Especialmente agora na  frente dessa mulher ?

- Tchau Kaena, foi bom conhecer você - fala Lauren educada

- O prazer foi todo meu Laur - que ? Como assim Laur ? É fato eu odeio essa mulher com todas as minhas forças, vejo Lauren ficar vermelha e abaixar a cabeça

- Adeus - Lauren diz

- Até logo, sinto que vamos nos ver bastante ainda - essa garota só pode estar de brincadeira como ela consegue flertar com a minha mulher na minha frente, só não parti pra cima dela ainda porque meu filho está aqui, porque se não ela já não teria mais um rosto

- Lauren nega com a cabeça e vem até mim segurando minha mão e entrelaçando nossos dedos, respiro fundo e viu até a fila da Pizza novamente

(...)

Já estamos no carro e Max está quase dormindo no banco de trás Lauren está com a mão na minha coxa e canta baixinho a música que toca no rádio, eu estou com a cabeça apoiada no vidro enquanto olho a cidade. Sinto meu celular vibrar e vejo que é Dinah me ligando, logo atendo e ouço a voz super animada da minha melhor amiga

- Fala Dj - digo assim que atendo

- Bunduda, eu quero passar o resto do dia com meu sobrinho posso ? - ela pergunta sem ao menos perguntar se está tudo bem

- Eu to bem Dinah, obrigada por perguntar, você é sempre tão carinhosa - debocho

- Para de drama, eu quero saber do meu sobrinho, posso ou não ficar com ele até amanhã ?

- Você sabe que sim Dinah, ele te adora - falo e nao digo nenhuma mentirá, Max adora sua tia louca, deve ser porque ela apóia todas as loucuras que ele quer fazer, se não é ela mesma que faz

- Então eu vou buscar ele aí

- Não precisa, estamos no carro, levamos ele aí

- Tudo bem então, não se preocupe com roupa que aqui tem tudo o que ele precisa

- Ok Dj, até daqui a pouco

- Até Chancho

- O que aquele boneco de posto queria ? - Lauren pergunta

- Ela pediu pro Max dormir lá

- e você deixou ? - ela pergunta chocada e eu olho pra ela como se perguntasse se ela estava falando sério

- Claro que eu deixei ne Lauren

- Ela vai estragar nosso filho Camz - ela diz manhosa

- Para de drama e vamos logo pra casa da Dj - ela bufa mas concorda

(...)

Deixamos Max com Dinah e agora estamos na garagem do prédio esperando o elevador, Lauren está me agradando por trás enquanto beija e da leves mordidas no meu pescoço

- Laurenn - solto manhosa

- Fala Camz - ela diz como se não estivesse fazendo nada

- Aqui não Lo

- Sempre quis transar com você no elevador sabia - ela diz assim que o elevador chega até nos, e pro meu azar ou não ele está vazio

- Fetiche ? - pergunto entrando

- aham - ela só confirma com a cabeça e me prensa contra a parede, ficando de costas pra porta e me fazendo fitar a mesma, ela aperta minha cintura com uma mão e outra se engancha nos meus cabelos, ela maltrata meu pescoço, eu sei que ali não é um ótimo lugar pra isso pois a qualquer momento alguém pode parecer, mas confesso que isso só me atiça mais

- Temos que ser rápidas Lauren

- Como você quiser Camz - ela diz e sua mão vai até minha calça a abrindo, ela faz tudo isso sem parar de chupar e morder meu pescoço, vou até as nuvens e volto quando ela morde meus labios e os suga pra ela

- Rápido Lauren - peço já não aguentando mais

Ela me prensa ainsa mais contra a parede e leva sua mão pra dentro da minha calça dribla minha calcinha e chega até meu nervo pulsante

- Tão molhada

- Lo, por favor

- O que você quer amor ? Diz pra mim - ela fala me masturbando

- Quero você dentro de mim Lauren, agora !

- Você quem manda - ela diz e logo cinto dois dedos me preenchendo, ela logo começa a fazer um vai e vem delicioso e eu nunca agradeci tanto por esse elevador ser lento

- Ooh, LAUREN - solto um grito quanto ela coloca outro dedo

- Geme pra mim Camz - ela pede

- Mais ra-rapido Lauurennn - solto seu nome manhosa quando ela começa a movimentar seus dedos com uma certa pressa, quando estou prestes a chegar ao meu ápice sinto o elevador parar e entro em pânico, fico olhando pra porta sem reação e parece que a Lauren nem percebeu já que ela continua com seus movimentos de vai e vem, a porta se abre e eu abro um sorriso macabro quando vejo a pessoa que está prestes a entrar no elevador. Alexa, que agora nos olha chocada e com uma certa raiva, sorrio pra ela e reviro os olhos de prazer já que Lauren ainda está me penetrando e mordendo meu ombro

- Laureeen, mais forte - falo olhando diretamente pra Alexa que ainda nos observa, quando Lauren me penetra com mais força eu chego ao meu limite revirando os olhos sorrindo pra Alexa, gozo em seus dedos, Lauren os tira de dentro de mim e os leva ate a boca chupando em seguida

- Você é deliciosa Camz, meu deus - ela diz olhando pra mim enquanto chupa seus dedos

- Depois tem mais - falo piscando, mas a piscada não foi pra ela e sim pra Alexa que parece não conseguir se mover enquanto as portas se fecham e o elevador começa a subir novamente

- Eu amo você - ouço a voz de Lauren que agora está abraçada a mim, tentando fazer sua respiração voltar ao normal, não posso falar muito pois estou igual ou até mesmo pior que ela

- Também amo você Lo, amo muito.


Notas Finais


Karla sempre tombando
O que vocês acharam ?
Vejo vocês no próximo ?
Por enquanto a fic vai ser amorzinho, momento de Paz, mas não vai durar muito já que eu adoro uma treta, se preparem
Até breve.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...