História Everything Changes in a Snap of Fingers - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hailey Rhode Baldwin, Justin Bieber, Kylie Jenner, Pattie Mallette, Ryan Butler
Personagens Hailey Baldwin, Justin Bieber, Pattie Mallette, Ryan Butler
Tags Beliebers, Hailey Baldwin, Justin Bieber, Ryan
Exibições 16
Palavras 2.307
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Im not Just a fun (Eu não sou apenas uma diversão)


Eu queria saber se o Justin achava que eu era mágica, porque como eu iria tomar banho, me maquiar e escolher uma roupa em duas horas, DUAS horas?! Minha tia como sempre não estava em casa e eu tinha que me virar com aquele vestido, como não fazia ideia de como as pessoas estariam preferi colocar um vestido preto de veludo que deixava minhas curvas bem aparentes e um salto da mesma cor, coloquei um batom vermelho e esperei o Justin chegar, e é claro que eu iria fazê-lo fechar a minha roupa. Ele buzinou duas vezes e foi ai que ele entrou furioso na minha casa me perguntando o motivo da demora.

-Você quer que eu saia com o vestido aberto?-eu disse saindo do banheiro e percebi que ele me olhou de cima a baixo.

-Até que não seria uma má ideia...-ele lambeu os lábios, sorriu me dando um olhar safado o que me fez revirar os olhos.

-Anda, me ajuda logo.-disse me virando pra ele fechar.

-Acho que você ta um pouco gordinha, não conseguiu nem fechar sozinha.-ele disse assim que fechou o vestido.

-Não sei nem porque eu ainda te ajudo.-eu disse pegando a bolsa e saindo na frente dele.

-Quem disse que você esta me ajudando em algo?-ele segurava meu braço e eu o olhei confusa- Só te chamei porque estava afim de sair, acho que EU estou te fazendo um favor.-ele piscou e foi em direção ao carro.

Não nos falamos muito durante o caminho, porque toda vez que eu entrava naquele carro eu lembrava do nosso beijo e isso era coisa que eu queria esquecer. Acho que demoramos uns 20 minutos até chegarmos em frente a uma boate que por sinal estava super cheia, por um segundo fiquei feliz que tinha colocado a roupa certa só que eu iria morrer com aquele salto, sem contar com o fato de eu ter 19 anos e eu ter esquecido a minha identidade dentro da bolsa do trabalho.

-Não vou poder entrar.-disse assim que paramos e ele me olhou confusa- Esqueci a identidade na bolsa do trabalho.

-Lembre-se de uma coisa, eu sou Justin Bieber.-ele piscou pra mim e saiu do carro.

-Grande coisa, vai pagar algo pra eles? Porque só assim você con...-eu nem terminei a frase assim que Justin e o segurança se cumprimentaram como  se fossem amigos de infância, e eu entrei sem ter que responder nada.

-Agora já pode me agradecer e aproveitar.-ele disse enquanto íamos para a área vip.

-Aproveitar eu vou, porém você que obrigou a vir.-eu disse parando na escada.

-Você poderia ter dito não.-ele sorriu.

-E adiantaria?-ele apenas pegou uma bebida, riu do que disse e saiu andando pra perto do Ryan.

Era a primeira vez em que eu estava em uma balada e pra ser bem sincera eu esperava muito mais, eu fiquei sentada mexendo no meu celular enquanto o Justin e o Ryan ficavam bebendo com umas mulheres ao lado, se ele queria que eu me divertisse eu preferia ter ficado em casa. Eu estava sentada perto da entrada e do nada chegou uma menina toda animada, alta, com porte de modelo e que era bem bonita por sinal, ao lado dela uma menina um pouco mais baixa que eu, loira e tinha a cara de que não gostava de ninguém. Fiquei reparando até que o Justin falou super animado com a morena e com a loira ele foi totalmente indiferente, porém assim que o Ryan apontou pra mim eu não sabia onde enfiar a minha cara porque eu estava olhando na hora pra eles.

-Hey girl, quer dançar?-a morena disse sorrindo pra mim e eu apenas concordei, quando vi já estava no bar esperando a bebida dela- Quer dizer que você é a nova amiga deles...

-Bom, na verdade eu trabalho com ele, sou secretaria do Justin.-eu dei um sorriso de lado e ela me olhou chocada- Não fui pra cama dele, se é isso que você está pensando.

-Ufa.-ela sorriu- Mas ele é um cara legal, babaca as vezes, porém legal.-ela disse me puxando para a pista de dança.

Quando começamos a dançar percebi que ela já estava bem mais animada e dançávamos juntas como se fossemos melhores amigas, e acabei sentindo falta da Kylie que sempre era a mais animada das festas. A Kendall tem 21 anos e ela e os garotos cresceram juntos, o nome da outra era Sofia e ela tinha a minha idade, a única diferença é que ela e o Justin já tiveram um caso, só que a Kendall não me falou muito sobre. Assim que começou a tocar Work da Rihanna eu não pude me segurar, comecei a rebolar a minha bunda junto com a da Kendall e a sensualizar de uma forma que nem eu mesma sabia, percebi o olhar de alguns homens só que assim que a música acabou percebi que Justin me olhava enquanto tomava sua bebida, confesso que fiquei feliz, porém queria saber se conseguiria mais disso. A Kendall estava pegando um cara do meu lado quando começou a tocar Or Nah do Ty Dolla, olhei no fundo dos olhos do Justin molhei meus lábios, sorri e comecei a dançar no ritmo da música, de forma lenta e sensual. Quando passei as mãos pelas minhas curvas e olhei sorrindo para ele, o vi levantar na mesma hora, confesso que fiquei meio desapontada, porém preferi não ligar. Segundos depois senti mãos passando por todo o meu corpo e assim que me virei para mandar parar vi Justin, claro que não pude deixar de soltar um sorriso e ele fez o mesmo. Eu descia e subia, encostava todo meu corpo no seu enquanto ele passava a mão por todas minhas curvas, em uma das vezes em que eu me virei senti seu halito no meu pescoço e meu corpo se arrepiar a cada toque. A música já estava acabando, porém eu queria mais daquilo.

-Você estava muito sexy dançando.-ele disse no meu ouvido.

-Sério?-eu disse olhando pra ele e mordendo os lábios.

-Não brinca comigo Hailey, consegui uma vez eu consigo quantas eu quiser.-ele disse me puxando pela cintura e me pressionando contra seu corpo.

-Desculpa, não sei do que você está falando...aliás acho que sua namorada não vai gostar de ver isso.-eu disse dando um beijo bem próximo ao seu lábio e me soltando dele.

-Ela não é minha namorada.-ele me puxou e quando ele foi me beijar a Kendall chegou e nos atrapalhou.

-A Sofia quer ir embora.-ela disse virando o olho e eu ri.

-E o que eu tenho com isso?-o Justin disse com cara de poucos amigos.

-Ela quer ir COM você.-ela disse e olhou para alguém que estava atrás de mim.

-Tem como irmos embora? Isso aqui tá chato.-a Sofia disse cruzando os braços.

-Hailey, essa é a Sofia.-Justin disse entediado.

-Prazer.-eu disse esticando a mão e sorrindo.

-Justin! Você vai me levar pra casa, eu falei pra minha mãe que voltaria com você, aliás ela está com saudade.-ela disse indo abraça-lo.

-Você veio com a Kendall, volte com ela.-ele disse saindo de perto e eu fiquei olhando pra Kendall que me olhava da mesma forma chocada.

Kendall foi atrás de Sofia e eu subi novamente, fiquei sentada na minha até que o Ryan chegou e sentou ao meu lado.

-Fisgou o patrão.-ele disse rindo.

-Não fisguei ninguém, ele namora aquela garota.-disse séria e ele riu alto.

-Você é hilária.-ele me deu um beijo na bochecha e saiu.

-Vem, vou te deixar em casa.-o Justin disse parando na minha frente.

Não falei nada, aliás ele parecia que ia matar alguém a qualquer momento. O caminho foi o mesmo que o outro, sem conversas, insultos, beijos...a cada segundo eu abria a boca e não falava nada.

P.O.V Justin

Sempre frequentava aquela balada e resolvi que levaria a Hailey lá, o motivo? Bom, nem eu mesmo sei. Ela era divertida e acho que desde quando ela chegou no Canadá não tinha feito nada, ela dizia que não queria nada comigo só que aquele beijo me falava que ela estava mentindo para si mesma, ela era sexy e não sabia, na verdade nem mesmo eu e Ryan que entendíamos muito bem disso, porém quando a vi naquele vestido de veludo preto que eu tive que fechar percebi que ela deveria ficar muito bem na minha cama com uma lingerie vermelha ou sem ela. Talvez ela estivesse desconfortável para ter ficado no celular todo o momento até a Kendall chegar junto com a Sofia, só que ai foi pra mim que a festa acabou.

-Porque você chamou tantas mulheres?-as vezes me perguntava se a Sofia lembrava que tínhamos terminado.

-Talvez seja porque estou afim.-disse bebendo meu wisky e vendo que a Kendall e a Hailey não estavam mais ali.

-Pensei que estivesse em L.A.-o Ryan sempre tentava me livrar dela.

-Eu ia, só que a Kendall disse que estariam aqui e eu estava com saudade do Jus...de vocês.-percebi seu sorriso falso.

-Poxa, poderia ter ido né?! Bem melhor que estar aqui, não concorda Drew?-ele disse me cutucando e desviando meu olhar da Hailey que estava na pista com Kendall, e eu apenas concordei com a cabeça.

-Olha, eu vim pra me divertir. Tem como vocês mandarem essas mulheres embora e você se levantar dessa cadeira Justin?-ela conseguia ser chata.

-Quer se divertir né? Vamos beber um pouco pequena Sofia.- Ryan disse a tirando do meu lado.

-Você não vem Justin?-sim eu parei de olhar de novo para a Hailey pra ver se a Sofia sumia da minha frente.

-Prefiro ficar aqui te esperando, meu amor.-dei o meu sorriso mais sínico, o que a convenceu.

A cada movimento que a Hailey fazia com seu corpo eu ficava atento, mas quando ela olhou nos meu olhos e resolveu provocar mais tive a certeza que eu tinha que descer e tocar naquele corpo. A Kendall estava longe então foi um bom momento para nós dois, porque seu corpo se encaixava com o meu e a cada movimento eu ficava mais louco, porém aquele pedaço de pano me incomodava, eu queria arranca-lo fora e poder tocar na sua pele. Eu queria aquela garota e não me importa se vai acabar como as outras, eu só a queria. Quando percebi que já dominava todo o seu corpo e via que ela tentava se segurar ao máximo tentei beija-la, porém a Kendall como sempre tinha que ser empata beijo só que o que mais me irritou foi o motivo por ela ter atrapalhado e pra mim aquela merda já tinha acabado faz tempo. Não pensei nem duas vezes em ir embora e percebi que a Hailey queria o mesmo, e acima de tudo parecia que estava se sentindo culpada por tudo. Como sempre respeitei o seu espaço, só que via que ela queria falar algo só não sabia como.

-Olha, não tenho nada com a Sofia, beleza?-disse quando já estávamos perto de sua casa.

-Eu não queria ter feito aquilo, ainda mais sabendo que ela gosta de você.-ela me olhava séria.

-Entenda uma coisa, a Sofia é passado e eu quero outra coisa agora.-disse olhando para sua boca e lambendo meus lábios para que ela entendesse.

-A diferença é que não sou apenas uma diversão de uma noite, Justin.-percebi que ela já estava preparada para abri a porta.

-Você não me conhece e eu não te conheço. Que tal mudarmos isso?-segurava em seu braço.

-Pra daqui a um tempo eu ser descartada como a Sofia e aquela secretaria foram?-ela olhou em meus olhos e percebi que aquela garota não tinha medo de mim.

-Foi diferente com as duas.-o que era verdade- Não quero que confie em mim, só que me conheça.

-Vou indo, tenho muita coisa pra fazer amanhã.-ela sorriu e me fez vê-la entrar em casa sem a merda de uma resposta, se ela queria jogar eu faria isso.

P.O.V Hailey

Nunca fui boa em me fazer de difícil ou algo do tipo, porém o Justin despertava esse meu lado e eu gostava um pouco disso. No fundo eu queria, só que minha cabeça sabia que aquilo não daria certo e eu acabaria saindo machucada e talvez com o mesmo final que a Sofia e acho que isso seria demais pra mim. Passei o domingo ajudando minha tia e claro pensando na proposta do Justin, só que acabei não chegando em nenhuma conclusão o que me deixou agoniada. Então foi ai que lembrei que a Beth era uma das pessoas que mais o conhecia e eu precisava saber se valeria ou não apena arriscar. Logo depois do almoço marquei com a Beth em uma sorveteria no centro de Toronto, assim que a vi tratei de lhe dar um abraço bem apertado para matar a saudade. Antes de falar sobre o real motivo por tela chamado conversamos sobre a empresa, nossas vidas e muitas coisas aleatórias, mas para ser bem sincera, eu não fazia ideia de como entrar no assunto que não saia da minha cabeça.

-Beth, você conhece o Justin a muito tempo né?-disse comendo um pouco do meu sorvete.

-Vi aquele menino crescer.-ela deu um largo sorriso- Ele mudou muito se quer saber, o mundo que ele vive as vezes faz essas coisas...

-Como assim?-acho que falei tão de pressa que ela estranhou.

-É difícil explicar, as vezes só vivendo um pouco disso que se da pra saber.-ela estava séria- Justin sempre foi um bom filho, teve bons pais, teve de tudo que possa imaginar, porém crescer e participar do mundo dos negócios tenha apagado um pouco do que ele era.-ela parecia triste- Mas porque a pergunta?

-É que ele falou para nos conhecermos melhor, porém...-ela não me deixou terminar.

-Querida, siga seu coração! Justin é muito mais do que aquilo que se ver, você apenas irá descobrir se tentar-ela segurou minha mão e deu um sorriso.


Notas Finais


Heyy, desculpa a demora é que meu computador ficou ruim então não pude postar. Porémmm, espero que gostem!! Obrigada pelos favoritos e pelos comentários <333


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...