História Everything has changed (Larry) - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ed Sheeran, Justin Bieber, One Direction
Personagens Ed Sheeran, Harry Styles, Justin Bieber, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Ed Sheeran, Harry, Harry Styles, Josh Devine, Justin, Justin Bieber, Larry, Larry Stylinson, Louis, Louis Tomlinson, Lustin, Ned, Nedsh, Nosh, Zouis
Exibições 44
Palavras 1.419
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente! A atualização vai ser pequena, só pra não ficar muito tempo sem coisinhas acontecendo.
Desculpa a pequena demora, mas tá acontecendo muita coisa no trabalho.

Capítulo 16 - Era ele...


/Niall POV on/

 

- Não tenho muita certeza que vou aguentar dessa vez. – falei, parando de beija-lo. Ed olhou nos meus olhos e sorriu fraco.

Estávamos deitados na cama, curtindo o famoso “papo de travesseiro”. Adorava ficar deitado com ele. A festa estava perto do fim, lá embaixo. Pra falar a verdade, eu tenho quase certeza que só algumas pessoas ainda estão por aqui.

- Você disse isso na última vez. -  ele falou – E ficou ótimo.

Fiz um carinho em sua bochecha.

- Mas sei lá, a gente nunca ficou tanto tempo junto, na mesma casa. – falei.

- Amor, eu realmente preciso ir embora e você sabe que vai ficar tudo bem. – Ed falou sério. – A gente não curte compromisso e eu volto em três meses.

Me sentei na cama, chorando de leve.

- Mentira! – falei num tom um pouco alto. Ed se assustou. – O Louis me disse que a sua turnê mundial vai durar oito meses. Como você volta em três?

- Em três meses, minha turnê vai ser na Califórnia. – ele respondeu, também se sentando. Acho lindo como ele consegue manter o tom de voz baixo e calmo, quando eu fico bravo. -  Não vou ficar num hotel, se posso voltar pra Los Angeles todos os dias e ficar na sua casa.

- E se eu estiver em turnê? – perguntei.

- Nem vem que eu já olhei a sua agenda e você vai estar no intervalo da sua tour na mesma época. Ok, bobão? – ele me deu língua.

Não pude resisti, tive que beija-lo. Como eu amo esse ruivinho!!!! Sério, não acho que vou conseguir desgrudar dele, até a hora que ele entrar naquele avião.

 

/Niall POV off/

 

Acordei e senti o peso do Harry deitado no meu peito. Ele estava com o rosto escondido na volta do meu pescoço. Fiz carinho em suas costas. Ele sorriu e falou algumas coisas sem sentido. Não sei se foi por conta do álcool que ele bebeu ou pelo chá que ele bebe antes de dormir, toda noite. Mas considerando que ele fala dormindo, toda noite, com certeza a culpa é do chá.

Enfim, tirei ele de cima de mim. Ele fez alguns sons, como se não quisesse ser tirado daquela posição. Eu sorri. Adorava vê-lo dormir. Fui até o banheiro, tomei um banho, ajeitei meu cabelo, escovei os dentes e sai de lá. Como não tinha levado roupa para dentro do banheiro, caminhei até a outra porta que tinha no quarto, a do closet. Não me enrolei na toalha, por pura preguiça de voltar pro banheiro e deixar a toalha molhada, depois de me vestir.

Olhei para a cama e Harry estava lendo alguma coisa em seu celular. Tentei ser o mais quieto possível, mas ele me olhou e mordeu o lábio ao ver que eu estava nu.

- Bom dia, amor. – falei, corando quando ele me olhou da cabeça aos pés.

- Muito bom mesmo. – ele jogou o telefone de lado e levantou da cama. Fiz sinal para ele parar.

- Harry, eu tenho uma pá de coisa pra fazer. Não vai.... – ele não me deixou terminar e pegou meu membro.

- Tecnicamente, hoje você está desempregado. – ele começou a me masturbar, colando nossas testas e me olhando nos olhos.

- Não.... – gemi - ....hoje... – gemi – ...é meu... – gemi - ...último dia.

Tirei sua mão da minha virilha e dei-lhe um beijo extremamente profundo.

- Realmente preciso trabalhar. – falei, caminhando até o closet. Harry deu uma gemidinha e caminhou para dentro do banheiro.

Terminei de me vestir e fui para o quarto. Escutei Harry tomando banho. Entrei no banheiro e fui até o box para dar-lhe um beijo. Ele abriu o box e me deu um beijo profundo.

- Você vai ter que me aguentar essa noite. – Ele falou, mordendo o lábio.

Sorri e sair do banheiro.

 

(...)

Estávamos andando pela cidade, resolvendo as últimas coisas que o Ed precisava.

- Bro, olha isso. – Ele parou em frente a banca de revistas e apontou para um jornal de fofocas. (sim, aquele jornal que a gente assinava, mas não líamos a muito tempo, porque cancelamos a assinatura pra ir embora). – Tá falando do J.

Peguei o jornal e comecei a ler.

 

“Justin lança nova música, durante o seu período de ensaio.”

 

A música se chama “Sorry” e a notícia falava algo sobre ele ter declarado que a música era para a pessoa que ele mais ama nesse mundo, e que ele está morrendo de saudade dessa pessoa. No fim do texto ele dizia que não iria citar nomes, mas que ele tinha certeza que a pessoa saberia sobre o que ele estava falando. Decidi escutar a música. Não sei porque, mas eu tinha a sensação de que aquilo tudo seria sobre mim. Sei que isso é se achar, mas........ Busquei na internet, mas o nervosismo me atrapalhou a achar. Ed encontrou no Spotify e sugeriu que nos sentássemos na Starbucks mais próxima. Colocamos o fone e Ed pressionou o play.

 

You gotta go and get angry at all of my honesty (Você tem que ir e ficar com raiva de toda a minha honestidade)

You know I try, but I don't do too well with apologies (Você sabe que eu tento, mas não sou bom com desculpas)

I hope I don't run out of time, could someone call a referee? (Espero que eu não fique sem tempo, alguém pode convocar um referendo)

'Cause I just need one more shot at forgiveness (Porque eu só preciso de mais uma chance de ser perdoado)

 

Senti meu coração apertar um pouco. Não sei explicar porque. Ed ficou me olhando, enquanto a música passava.

 

I know you know that I made those mistakes maybe once or twice (Eu sei que você sabe que eu cometi aqueles erros, talvez uma ou duas vezes)

By once or twice, I mean maybe a couple a hundred times (Quando digo uma ou duas, quero dizer talvez umas cem vezes)

So let me, oh, let me redeem, oh, redeem, oh, myself tonight (Então me deixe, oh, me deixe me redimir, oh, redimir, oh, esta noite)

'Cause I just need one more shot at second chances (Porque eu só preciso de mais uma chance de ter uma segunda chance)

 

Por coincidência, ou não, olhei do outro lado da rua, e vi que um aglomerado de paparazzi estava indo a loucura. Percebi que o lugar era um centro de ensaio de shows. Existem vários deles em LA, já que todo mundo ensaia pra alguma coisa nessa cidade. De repente, uma pessoa sai do meio dos fotógrafos. Era ele.

 

Yeah, is it too late now to say sorry? (Yeah, é tarde demais agora, para pedir desculpa?)

'Cause I'm missing more than just your body (Porque eu sinto falta mais do que só do seu corpo)

Ooh, is it too late now to say sorry? (É tarde demais para pedir desculpa?)

Yeah, I know that I let you down (Yeah, eu sei que te decepcionei)

Is it too late to say I'm sorry now? (É tarde demais para pedir desculpa?)

 

Ele olhou para o outro lado da rua, e atravessou correndo. Os paparazzi, que não tinham visto o Ed, ainda, correram junto com o Justin. Por impulso, levantamos e corremos para dentro da cafeteria. Justin nos seguiu e os seguranças dele fecharam as portas. O pessoal do estabelecimento parecia estar acostumado com isso, e apenas nos falaram que podíamos ficar ali o quanto precisássemos. Alguns fãs pediram fotos e logo pararam de nos incomodar. Justin se sentou numa mesa, junto com os dois seguranças com ele. E Ed e eu sentamos na mesa ao lado. Percebi que a música ainda estava tocando nos nossos fones.

 

I'm not just trying to get you back on me (Não estou tentando fazer você gostar de mim de novo)

'Cause I'm missing more than just your body (Porque eu sinto falta mais do que só do seu corpo)

Is it too late now to say sorry? (É tarde demais para pedir desculpa?)

Yeah, I know that I let you down (Yeah, eu sei que te decepcionei)

Is it too late to say I'm sorry now? (É tarde demais para pedir desculpa?)

 

Arranquei o fone dos meus ouvidos, me levantei e fui ao banheiro. O lugar estava vazio. Lavei meu rosto. Sabia que aquela música era para mim. Eu tinha certeza. Lavei o rosto de novo e me encarei no espelho. Quando fiz isso, percebi que tinha uma pessoa atrás de mim, me encarando. Era ele....


Notas Finais


Eita, eita! Olha quem apareceu!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...