História Everything will be alright - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Colegial, Depressão, Drama, Longfic, Naruto, Romance, Sakura, Sasuke, Sasusaku, Universo Alternativo
Exibições 32
Palavras 769
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Misticismo, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shounen, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura, espero que gostem.

Capítulo 3 - Capítulo 3


  Eu tentei pelo menos por um instante, esquecer tudo o que estava acontecendo, mas olhando a minha farda cheia de sangue, sangue dela, não me ajudava muito. Eu fiquei observando o tio Minato andar de um lado para o outro tentando ligar para os meus pais, ele parecia nervoso, enquanto a Kushina, mãe do naruto, parecia triste, ou só com pena mesmo.

  -Sasuke querido, você conhecia ela? –Pela primeira vez desde que chegou aqui a tia Kushina falou comigo, parecia meio hesitante, escolhia muito bem as palavras, se sentia obrigada a dizer alguma coisa.

  -Não. –Fui curto e grosso, eu realmente não queria papo, só quero chegar em casa, trocar de roupa, e esquecer todo o ocorrido, enquanto eu escuto uma boa música.

-Como não? Ela salvou a sua vida...-Ela parecia um pouco assustada, como se eu tivesse falando um absurdo, espera, era um absurdo. Quando eu ia explicar toda a situação, dizendo que ela se jogou na frente de um carro para me salvar sem ter uma única explicação, o tio Minato interrompe dizendo:

  -Sasuke, você terá que esperar um pouco para poder ir para casa, ok?

  -Porque? –Sério que eu teria que esperar mais tempo aqui? Não foi o suficiente?

  -Porque, você precisa dar o seu depoimento para a polícia.

  -Depoimento? Como assim? –Acho que o titio pode ver a minha cara de confuso, porque teríamos que envolver a polícia nisso?

  -Ora Sasuke, o Naruto me disse que foi um atropelamento, e que o culpado fugiu do lugar, não podemos deixar as coisas assim, até por que saiu uma vítima, liguei para a escolha dela, que ligaram para os responsáveis, acho que eles chegaram junto com a polícia.

  Encostei minha coluna na cadeira da sala de espera do hospital, cansado, ainda terei que aturar mais isso.

  Não demorou muito tempo, e os policias chegaram, primeiro foram falar com os médicos e entraram para uma sala, entre tantas as outras que tinham nesse hospital. Juro que foi em questões de segundos o tio Minato chega e fala que para eu acompanhar ele até a sala em que os policiais estavam.

  -Isso e realmente necessário? –Falei um pouco enjoado, eu não queria mesmo ir, tinha medo de estar encrencado.

  -Sim, Sasuke são só algumas perguntas.

  Eu ainda tive que esperar alguns minutos dentro daquela sala, que eu deduzir ser a de um médico, sentei na parte em que geralmente senta o paciente, e fiquei aguardando, não demorou muito a entrar um cara fardado, velho, mais não tanto, uma cara de poucos amigos. Isso não era bom. Ao lado dele tinha um cara até novo, cabelos estranhamente brancos, apesar da pouca idade, usava uma máscara, aquelas de hospitais, uma cicatriz que tinha início na bochecha até a sobrancelha. Acho que era ajudante ou algo do tipo. Bom, a sua cara era indecifrável, sem expressão alguma. Depois de algumas conversas com seus outros companheiros que também estavam presentes naquela sala, o senhor mais velho começou o interrogatório.

  -Olá...

  -Sasuke.

  -Isso, Sasuke, tenho algumas perguntas para você responder está bem?

  -Ok.

  -Vejamos, você se lembra do culpado ou do carro em que ele estava?

  -Não.

  -Não se lembra de nada mesmo? –Neguei com a cabeça- então ok. Da onde você conhecia a vítima?

  -Eu não a conheço.

  -Como foi para ela te salvar?

  -Não faço a mínima, só sentir sendo empurrado, contudo para frente e vendo ela sendo arremessada pelo carro. –Algumas lembranças vieram na minha cabeça, junto com uma dor de cabeça insuportável.

  -Então quer dizer que uma estranha salvou a sua vida?

  -Isso e mais estranho para mim do que para você. –Eu queria sair dessa sala, a minha dor de cabeça está piorando.

  -Tem certeza que você não a conhecia de algum canto? –Pela primeira vez o cara que estava no seu lado se pronunciou, o que tinha a cicatriz no rosto.

  -Absoluta.

  -Tem certeza? Eu sou pai dela, eu preciso pegar o canalha que fez isso com ela.

  Pai dela? Não me disseram que ele estaria conosco no depoimento, a presença dele me deixava nervoso.

–Me desculpe, eu que deveria estar no lugar da sua filha, esse acidente deveria acontecer comigo...

  -Você não tem culpa de nada, obrigado por ter chamado a ambulância e ter ficado ao lado dela esse tempo todo.

    O guarda disse que eu já poderia sair, me levantei e antes de abrir a porta me virei e perguntei.

  -Posso fazer uma pergunta? –Falei já virado totalmente para ambos.

  -Sim.

  -Qual é o nome dela?

  -Sakura, Sakura Haruno. –Respondeu o pai dela, me olhando nos olhos. Sakura, combina com o cabelo dela, pensei só comigo.


Notas Finais


haha não sei se foi possível saber, mas o pai dela e o kakashi, sou péssima em descrição.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...