História Evil - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Anjos, Bts, Demonios, Got7 2jae, Jikook, Vhope
Exibições 48
Palavras 3.444
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Lemon, Luta, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Primeiramente gostaria de agradecer a ~cwpher_ e ~Ninakc por serem as primeiras a comentar e a favoritar a historia S2 MUITO OBRIGADA pelos comentários que me deixarão feliz pra caramba!
SEGUNDAMENTE

VOCÊS SABEM QUE DIA É HJ LA NA COREIA????????????? ISSO MESMO MUNDO
ANIVERSARIO DE PARK LINDO, MARAVILHOSO, FOFO E TUDO QUE A DE BOM JIMIN!!!!!!!
MESMO O JUNGKOOK SENDO MEU ULTIMATE DESDE SEMPRE, PARK JIMIN FICA ME TENTANDO COM OS SORRISOS FOFOS DELE SHAJHSJAHJ SER JIKOOK SHIPPER NÃO É FÁCIL NÃO POVO


ATÉ AS NOTAS FINAIS

Capítulo 2 - Sweet


Fanfic / Fanfiction Evil - Capítulo 2 - Sweet

-Park Jimin?!

- Você me conhece?

-Não, e-eu é – Definitivamente não sabia o que dizer, quando por deus poderia imaginar que seu primeiro encontro com o Park seria assim? E o mais importante Park tinha visto sua queda, o que diria ao mesmo para ele esquecer? – Bom olha eu preciso ir agora tá bom? Obrigado por me ajudar e até algum dia. – Isso foi ridículo Jeon Jeongguk pelo amo do bom pai seu QI havia sido reduzido durante a queda? Ia caminhado o mais rápido que podia para fora daquele local, no entanto seu braço foi segurado repentinamente por um certo alguém.

-Onde pensa que vai? Você tem que me responder algumas coisas antes de ir embora garoto. – O Park olhava curioso para o garoto mais alto que si. Se aquela criança pensava que iria sair de fininho assim sem dar uma boa explicação de como diabos apareceu do nada caindo do céu, estava muito enganado.

-Que coisas?

-Bom pra começar, como exatamente você ainda está vivo depois de uma queda dessa altura? Então o que você é? Um E.T, um paraquedista mutante ou uma ou algum criatura mística? – Terminou risonho, estava realmente interessado em qual seria a resposta do garoto.

-Cara você bebeu? Que absurdos são esses saindo da sua boca?  - Tinha que pensar em uma solução rápida para sair dessa. –Olha tudo o que eu quero é ir pra casa então se você por favor me soltar eu agradeceria.

-Nem pensar, eu bebi um pouco mas não estou tão louco assim.

-Eu acho que esta então tchau. – Puxou seu braço do aperto do outro o que foi fácil já que era mais forte que os humanos. E naquele momento sua mente deu um clique, como poderia ser tão burro! Era claro que ainda tinha seus poderes Arcanjo e com eles poderia mudar as coisas na cabeça do Park. – Deu meia volta e chegou perto do garoto mais baixo que si. – Não acredito que estou fazendo, mas é por um bem maior.

-Do que voc- Foi interrompido por um selar do maior em sua testa. – Estava tão chocado que nem sequer teve tempo de afastar o maior de si, em um breve momento seus olhos foram ficando pesados e quando já não conseguia deixá-los aberto, conseguiu ainda ouvir um sussurro do maior.

-Quando o dia finalmente chegar, o seu corpo descansado vai estar, em sua mente lembrança nenhuma desta noite estará, e de Jeon Jeogguk você não vai lembrar.

O corpo menor que o seu estava desacordado em seus braços, observou agora com calma o rosto do homem a sua frente. Tinha que admitir, o Park era bonito, o rosto fino e lábios perigosamente convidativos, os cabelos em um tom de ruivo laranja deixava-o ainda mais belo. Park Jimin podia ser comparado com o mais puro pecado.

Deitou o corpo do menor na mesa de pedra e voltou seu olhar ao redor se dando conta de que não fazia a menor ideia de onde estava. – Ótimo como é que eu saio daqui?

-Você deve ser Jeon Jeongguk – Virou-se na direção que teve seu nome chamado, vendo um homem maior que si e de uma beleza que seria comparada a de um anjo.

-Quem é você?

-Meu nome é Kim Seokjin, sou um anjo caído, estou responsável por cuidar de você enquanto estiver por aqui.

-Anjo caído? Por que Namjoon mandaria um caído cuidar de mim? - Era realmente estranho, anjos caídos não recebiam ordens do céu, se era um caído é por que certamente cometeu algum pecado.

-Achei que ele tinha lhe falado, ao que parece seu irmão encheu tanto a paciência dele que o mesmo resolveu me pedir ajuda.

-Francamente Jeon WonWoon você é impossível. –Disse olhando para o céu esperando que seu irmão o ouvisse. –Bom qual foi o seu pecado, por que caiu?

-Isso não lhe diz respeito criança. – O Mais velho falou chegando mais perto.

-Primeiro eu não sou criança, segundo se Namjoon e meu irmão confiaram em você para “cuidar” de mim, eu espero poder fazer o mesmo; e isso só vai ser possível se eu souber o motivo da sua queda, vai saber o que você fez. – Observou o mais velho suspirar alto e pesado antes de responde-lo.

-Você só podia ser mesmo irmão do seu irmão e discípulo do seu mestre. Eu não cometi nenhum pecado criança, eu apenas escolhi ficar entre os humanos, eu percebi que podia fazer muito mais por eles aqui na terra, ajudando diretamente como eu podia. – O mais jovem agora o observava com admiração, aquele ser celeste havia abandonado o paraíso para fazer mais por aquele povo que em sua maioria só pensava em si. Quão grande era a coragem de Kim Seokjin. – E claro foi eu quem treinou o Namjoon antes dele assumir o meu lugar.

-Você?! – O mais novo não poderia estar mais chocado, então aquele era o mestre de seu mestre. Talvez sua estadia na terra fosse ainda mais interessante, poderia aprender com Seokjin.

-Então quem é aquele deitado ali? – Perguntou o mais velho.

-Park Jimin, ao que parece alguém lá de cima cometeu um erro ao me deixar cair bem na frente do Park.

-Isso não me parece apenas um erro. – O mais velho estava desconfiado que as coisas lá em cima estivessem pior do que realmente Namjoon o informou.

- O que quer dizer? Acha que tem alguém no céu trabalhando como espião?

-Eu acho muitas coisas Jeongguk, mas aqui não é o lugar mais adequando para falar sobre essas coisas.

-Tem razão, podemos ir agora?

-Claro, mas antes, o que fez com ele? – Perguntou apontando para o garoto deitado um pouco mais longe deles.

-Usei um pouco de poder de Arcanjo nele, amanhã ele não vai se lembrar do que aconteceu aqui. –

Garoto esperto, vamos. – Andaram mata dentro saindo da clareira e seguiram caminho até o começo de uma estrada de terra onde havia uma picape, entraram com o mais velho no volante e seguiram caminho até o novo lar que dividiriam.

 

#~~~~#

 

A luz do Sol batia forte em seu rosto fazendo o mesmo acordar; Olhou ao redor tentando se lembrar de onde estava, estava na clareira que havia encontrado ontem a noite depois de uma longa caminhada. Esticou-se alongando o corpo o máximo que podia para fazer o corpo despertar. Era uma manhã de segunda feira e uma triste lembrança abateu sobre si, haveria aula logo mais pela tarde. Levantou-se e começou a caminha de volta pra o acampamento, enquanto caminhava tinha a leve sensação de que estava esquecendo de algo importante que aconteceu na noite passada, porém por mais que tenta-se não conseguia lembrar, mas um pouco antes de adentrar o acampamento flashes do que parecia um sonho começaram a surgir em sua mente. Com toda certeza um dos sonhos mais loucos que já tinha tido, porém era melhor dos que vinha sonhando nos últimos meses.

Estava finalmente diante de sua barraca pronto para desarma-la quando foi interrompido pelos gritos histéricos de Kim Taehyung.

-Park Jimin seu desgraçado onde caralhos você estava? Tem noção do quão preocupados ficamos quando acordamos e nem sinal de você?

-Primeiro não grita que eu não sou surdo e segundo mais respeito, ainda sou mais velho que você.

-Por meses Park, Por meses.

-Então finalmente resolveu aparecer senhor Park? Tem noção do quanto eu andei te procurando hoje de manhã? Sabe que horas são por acaso? estamos te procurando desdás oito horas da manhã, e já são onze horas fedelho!

-Hyung calma ok? Eu peguei no sono ontem de noite na mata por causa da bebida, desculpa por preocupar você, não foi por mal.

-Pra ele você pede desculpas não é seu pigmeu?

-Claro, ele é o meu hyung mais legal, você é apenas você. – Disse rindo da cara de bravo do mais novo, era claro que estava apenas brincando para irritar o melhor amigo, afinal irritar Kim Taehyung fazia parte da sua vida.

-Hoseok vai deixar ele falar assim comigo?

-Jimin não o irrite, se você o deixar irritado mais tarde ele não vai querer nada comigo – Disse rindo junto ao Park da expressão do mais novo.

-Acho que eu preciso urgentemente trocar de namorado e de melhor amigo. – Disse indo para dentro da barraca para arrumar as coisas.

-Até parece que você nos trocaria.

-Nunca duvide de mim Jung Hoseok. – Gritou o mais novo já de dentro da barraca.

-Bom vamos arrumar isso aqui logo e partimos, comemos na estrada no caminho de volta e chegamos a tempo de um descanso antes das aulas começarem.

E foi exatamente o que fizeram, arrumaram tudo e botarão o pé na estrada.

 

 

Seoul – Coreia do Sul 12:30 – 10/10/2016

Apartamento 513

-Sua comida é uma coisa divina!

-Não exagere criança

-Hyung é sério! É a melhor coisa que eu já comi na vida, apesar dos anjos não precisarem comer, eu gostava de saborear as comidas dos humanos, então posso dizer que isso aqui é uma divindade.

-Olha só, já está aprendendo os costumes daqui, já até começou a me chamar de hyung.

-Eu tenho que treinar antes que eu acabe cometendo alguma gafe com o Park. –Tinham chegado a algumas horas no apartamento e depois de um banho por parte dos dois, resolveram ver o que havia no cofre. Armas como espadas sagradas, facas e até algumas pistolas de arma de fogo, que cotiam um diferencial angélico; Também tinha dinheiro, dólares e alguns vários Won’s. Depois de analisarem o cofre, decidiram por comer alguma coisa, bom o Jeon não precisava tanto pois ainda era um anjo, no entanto o mais velho como agora em sua maioria era humano, precisava se alimentar.

-Depois que você acabar vamos conversar sobre como vai ser na faculdade e a história que vamos contar.

-História sobre o que? Você vai me levar na faculdade?

-A história da nossa família Jeon, e eu estudo na faculdade, sou 4º período de gastronomia.

-Você ainda estuda com essas habilidades? Ual se você abrir um restaurante vou vir do céu só para te visitar toda a semana.

-Eu já tenho um restaurante, e você pode ir lá sempre que quiser. –Terminou de enxugar as mãos na tolha e seguiu para a sala na espera do mais novo. Momentos depois o mesmo apareceu na sala e sentou-se ao seu lado.

-Então qual vai ser a história da nossa família?

-Somos irmãos por parte de pai, minha mãe morreu quando eu era jovem e anos depois meu pai resolveu se casar de novo, anos depois você nasceu, vivemos bem e felizes até os meus 20 e seus 15 anos quando nossos pais sofreram um acidente de carro e acabaram por falecer na hora, eu fique responsável por você e por administrar a herança da família. Anos atrás você resolveu estudar música nos Estados Unidos e eu apoiei, depois de um ano fora você voltou e como esse apartamento tem uma boa localização próximo a faculdade e ao meu restaurante, decidimos nos mudar.

-Você é bom em inventar histórias.

-Tenho que ser, afinal eu ainda envelheço mais devagar que os humanos.

-Certo, certo. Então agora acho que devo me arrumar para o meu primeiro dia de aula.

-Eu irei fazer o mesmo, fique pronto até as 14:30.

-OK!

 

#~~~~#

 

Fazia cerca de meia hora que finalmente tinha chegado, sinceramente estava morto e sem nenhuma vontade de ir a aula, mas ao olhar para o apartamento vazio, sentia lago estranho, como se algo fosse acontecer a qualquer momento. Era melhor ir e ficar no meio de um bando de gente do que ali sozinho pensando besteira.

Depois de um breve descanso e de um banho, arrumou-se para a faculdade, já ia saindo quando deu por falta da bolça que sempre levava com uma sua roupa para as práticas de dança, voltou para a sala e observou a mesma jogada em cima do sofá, chegou a porta e ouviu uma pessoa gritando algo para a outra.

-Jeongguk vou te esperar parar lá em baixo, não se atrase. – Observou o que parecia ser seu novo vizinho indo em direção ao elevador.

-Poderia segurar pra mim por favor?! Falou dando uma leve corrida para em direção ao elevador. – Obrigado. - Agradeceu ao homem que lhe sorrio.

-Você deve ser o meu vizinho do 512 certo? – Perguntou o mais alto na esperança de começar um diálogo com o mais baixo.

-Sim, Park Jimin prazer. –Estendeu a mão para o outro que a segurou em forma de comprimento.

-Kim Seokjin, mas todos me chamam de Jin. – O elevador chegou ao estacionamento e os dois se despediram. O Kim observou o Park seguir até a área onde as motos ficavam, pra logo depois seguir em direção a picape para esperar o Jeon do lado de fora do prédio.

-Você demorou criança. –Disse o mais velho dando partida no carro.

-Desculpa hyung, estava tentando decidir se levava alguma arma comigo ou não, por fim decidi por um canivete pequeno e fácil de esconder. –Mostrou o mesmo escondido dentro do coturno que usava.

-Boa escolha, aliais acho que você vai chamar um pouco de atenção hoje Jeon.

-O que? – Perguntou sem entender.

-Quero dizer que você está muito bonito, as pessoas com certeza vão comentar.

-Eu exagerei? Eu não queria parecer desleixado no meu primeiro dia, mas também não queria chamar a atenção.

-Não, você está ótimo, em outra pessoa talvez essas roupas não chamassem tanta atenção, mas como você é um anjo, com certeza vai atrair as pessoas. Talvez seja até bom, Park Jimin pode ser uma dessas pessoas.

 

#~~~~#

 

-Jimin aqui! – Olhou ao redor e viu Hoseok acenando para si, ao seu lado Taehyung devorava um pedaço do que parecia ser bolo de chocolate. – Achei que não fosse vir hoje.

-Eu não ia, mas sabe não tinha nada pra fazer em casa então...

-O.M.G! Quem é aquela criatura magnifica ao lado do Seokjin sunbaenim?

- Do que você está falando Tae? – Não entendeu a reação exagerada do amigo até olhar para trás exatamente para onde Hoseok e Taehyung olhavam.

Com toda certeza do mundo não descordava da expressão que o Kim fez, aquele realmente era uma criatura magnifica. – Quem é ele? – Perguntou sem desviar os olhos do garoto de madeixas meio loiras que por algum motivo lhe era familiar, assim como o nome que ouvirá pela manhã.

-Você acha que se eu sobe-se estaria namorando o Hoseok?

-Como é?

- Hope fala a verdade, até você me trocaria por aquele garoto.

- Não vou descordar das suas sabias palavras Tae.

-Ele com certeza é novato, se não onde ele estaria escondido esse tempo todo aqui dentro? Estou louco para descobrir em qual curso ele está.

-Acho que deve ser dança, você viu aquelas coxas?

-Claro que vi! Meu deus ele com toda certeza é a encarnação da perfeição.

-Eu conheço o cara que estava com ele. –Pela primeira vez se pronunciou depois da conversa dos amigos. – Ele mora ao lado do meu apartamento, meu novo vizinho na verdade, quando estava saindo hoje de manhã ouvi ele gritando pra alguém dentro do apartamento que iria esperar lá fora.

-Aquele é o Kim Seokjin, outro pedaço de mal caminho, ele faz gastronomia, 4º período pra ser mais exato, nunca o vi com ninguém, agora talvez saibamos o motivo.

-Você acha que eles tem alguma coisa?

-Of course Jimin meu caro, se Seokjin é um pedaço de mal caminho, aquele garoto ao lado dele é a estrada inteira.

-Pode ir baixando a bolinha Kim Taehyung, você está muito assanhado pro lado desse garoto.

-Hoseok, Hoseok, Hoseok, meus olhos não podem negar o que é obvio, mas meu coração sabe que só tem um dono. –Deu um selinho no namorado e se levantou. –Bom crianças, agora é hora de eu ir pra sala, até o intervalo. – Foi em direção ao departamento de música deixando os outros dois para trás.

 -Você ficou caidinho pelo novato não foi Jiminie?

-E quem não ficaria? Agora vamos antes que o professor chegue antes e nos mate pelo atraso.

 

#~~~~#

 

-Estou nervoso hyung.

-Eu sei que está, mas vai ficar tudo bem ok?

-Não nada ok, eu já lutei em várias guerras, mas nada me deixou tão nervoso.

-Jeongguk vai dar tudo certo respira e confia no seu hyung ok?

Estavam em frente a sala onde o mais novo teria sua primeira aula de música, Jeon estava nervoso e não era pouco, quando poderia imaginar que ficaria tão nervoso com apenas aquilo? Deus ele sabia tudo sobre música, era um anjo afinal de contas, sabia tocar todos os instrumentos que o pedissem, mas aquilo era assustador.

-Olha criança eu tenho que ir agora antes que eu me atrase, espere seu professor e se apresente, no intervalo eu encontro você no refeitório. –Disse dando um abraço no mais novo e saindo apreçado para seu departamento.

Ficou ao lado da sala esperando o professor chegar quando viu um garoto loiro passar por si e depois voltar, sabia quem era aquele. Kim Taehyung.

-hãm você está perdido? – Perguntou o loiro

-Não, estou o esperando o professor dessa aula, meu irmão mandou que eu esperasse aqui fora.

-Espera você é desse departamento? E seu irmão...?

-Sim sou, prazer Jeon Jeongguk e Jin hyung é meu irmão, conhece? -  A cara de choque do loiro foi hilária, no entanto se segurou pra não rir.

-S-Só de vista, eu vou entrar, daqui a pouco o professor chega e você pode entrar.

-ok é...?

-A desculpa, Kim Taehyung ao seu dispor.

-É um prazer Taehyung-ssi

-Sem esse “ssi” por favor, me faz parecer um velho, e ainda mais temos a mesma idade certo? Você já está no 3º período de música.

-Eu sou de 97.

-O Que?! Tão novo! Você é algum tipo de gênio por acaso?

-Não, só um pouco adiantado.

-Certo, vou fingir que acredito.

-Senhor kim acredito que já deveria estar na sala.

-Professor Lee como é bom revelo! – Até parece era o que pensava, aquele velho chato sempre pegava no seu pé durante as aulas. – Só estava falando com seu novo aluno.

-Senhor Jeon eu acredito sim? É raro ver um aluno tão jovem como você neste período.

-É o que todos dizem. – Sorriu sem graça e acompanhou os dois mais velhos para dentro da sala.

 

#~~~~#

 

-Onde é que ele se enfiou?

-Realmente, o Tae nunca se atrasa pra uma refeição. – Estavam á alguns minuto esperando o mais novo quando o viram adentrar o refeitório com o aluno novo ao seu lado vindo em sua direção, quando o aluno novo virou para frente pode trocar olhares com o mesmo e observar aqueles belos olhos azuis, tinha certeza que os conhecia de algum lugar.

-Jimin! Ei Jimin! – Acordou do transe quando foi sacudido por Hoseok que o encara preocupado. –Tudo bem cara?

-Tudo eu só...viajei um pouco aqui.

-Percebi.

-Hello boys! – Taehyung chegou como sempre com aquele sorriso quadrado no rosto.

-Oi Tae – Responderam em uni som.

-Gostaria de lhes apresentar Jeon Jeongguk aluno do 3º período de música.

-Oh então ele é da sua sala.  – Disse Hoseok enquanto estendia a mão para o de olhos zuis. – Prazer Jung Hoseok, ou Hope para os amigos.

-O prazer é meu Hyung, aliais você e Taehyung hyung formão um belo casal.

-Como você...?

-Percebi? O amor de você pode ser visto de longe. – Sorriu para os dois, não estava sendo falso, era só a verdade.

-Podemos adota-lo? – O kim disse divertido recebendo um aceno positivo do mais velho.

-Bom esse aqui com cara de paisagem é o Jimin. – Cutucou o amigo que estava a um bom tempo olhando para o mais alto.

-Prazer Jimin hyung

-O Prazer é todo meu. –Ok não era pra ter saído tão malicioso como realmente saiu. – Hum é por que não se senta e come com a gente?

-Eu estou esperando meu hyung, combinamos de nos encontrar aqui no refeitório, mas acho que ele está atrasado

-Seokjin? Claro seu namorado. –Disse ficando cabisbaixo.

-Namorado? Não! Seokjin hyung é meu irmão.

-Irmão?

-Uhum

 

#~~~~~#

 

-Então o que tem pra me dizer? – O homem alto e imponente olhava através da janela o submundo abaixo de si enquanto esperava um de seus homens se pronunciar.

-Ao que parece o céu mandou alguém para ficar de olho no garoto. – O homem mais baixo estava ajoelhado diante do seu soberano, era impossível não temer aquela figura alta que esbanjava beleza e maldade por onde passava.

-Então aqueles bastardos acham que vão tomar para eles o que é meu. – voltou-se para o demônio ajoelhado em sua frente e continuou. – Quero que mandem alguém também, mandem ele observa por enquanto e se se aproximar quando for a hora certa.

-Quem senhor?

-Min Yoongi


Notas Finais


Tem 3 mil e poucas palavras pq não sei se vou postar amanha.
eu estou viajando com meus pais e não é sempre que a internet colabora, e também me desculpem pelos erros, já que eu estou escrevendo pelo celular deve ta horrível
bommm beijo no coração e até breve ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...