História Evocação (bts) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook Vmin Yoonseok
Exibições 7
Palavras 995
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Mistério, Sobrenatural, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - ❄01❄


Meu nome é Meiji,um batismo em homenagem a vovó Min Meijin,que tem um nome antigo,mas é bem moderninha.Uma professora universitária, que publica teses de nomes complicados e vive cercada por livros enormes, em eternas pesquisas.

Todo mês de julho,vovó reunia os netos que ainda não tinham nada planejado para passar uns vinte dias na praia.Geralmente, em casas ou apartamentos que ela alugava mais barato por causa da baixa temporada.Eu participava dessa rotina havia pelo menos seis anos e gostava dos encontros. Era a chance de conhecer uma praia nova e curtir primos e primas que pouco veria se não fossem essas férias.

Daquela vez foi um pouco diferente. Uma colega de vovó emprestou sua casa em Busan.Disse que "era uma pena, casa tão grande e ninguém da familia tem tempo de ir" e vovó agradeceu pela estadia gratuita. Então, estávamos em uma praia diferente (mais distante das que geralmente frequentávamos,em centros mais agitados),numa casa também desconhecida e assumidamente solitária.

Creio hoje que a casa também teve participação no que aconteceu. Mas isso se revelará na hora certa.


O certo é que fomos em dois carros: vovó Meijin dirigia um deles;minha irmã,Lalice,e eu íamos com ela.No outro carro,tio Jin levava meus primos,Taehyung e Yoongi (também conhecido como Suga),e o amigo dele,Jimin.


-Pelo mapa, é aqui.-Vovó conferiu o papel e desligou o motor.


Olhei para Lalice, enfurnada no banco traseiro entre algumas caixas de mantimentos e o aparelho de TV.Ela devolveu um olhar desconfiado.


-É grande,né, vovó... -disse ela.-Mas...


-Parece meio detonada-completei,

encarando o muro esverdeado de hera e um portão de madeira danificado pelo tempo.


-Mãe,se quiser,agente nem tira as coisas do carro e procura outro lugar.


Meu tio não passaria a temporada conosco, mas queria ficar tranquilo em relação ao nosso conforto.Minha avó não pretendia desistir tão depressa.


-Vamos ver lá dentro,Jin.Se precisar,sempre se pode fazer uma limpeza,arejar os cômodos...


-Trocar de endereço -Yoongi cochichou para o amigo,alto o suficiente para ser ouvido.


A chave rangeu na fechadura e tivemos a primeira surpesa:para além dos muros,a casa era bem ampla e convidativa.Era térrea e larga e se espalhava no meio do terreno,"construção típica do milagre econômico da década de 1970",como explicou vovó. Nos fundos havia um sobradinho,isolado do conjunto principal pelo quintal e por algumas árvores.

A segunda surpresa foi ver que, por dentro ,a casa estava bem cuidada.Nada de mofo ou poeira.Móveis de madeira grossa e rústica, louça em abundância,a antena parabólica funcionou bem quando a ligamos na TV.A sala imensa se juntava à varanda, e tinha três quartos e dois banheiros.


-Aprovada?-perguntou vovó, sorridente.


Concordamos e começamos a descarregar os carros.

Só depois desses imprevistos de chegada que meus primos e eu pudemos nos cumprimentar de verdade.Não os via havia praticamente um ano:Taehyung, alguns meses mais novo que eu,na minha memória era um moleque feioso e chato.Nada disso.Como havia crescido!Como estava bonito!Yoongi, mais velho que eu um ano e alguns meses,trazia seu amigo Jimin,que,com 17,era o mais velho do grupo.Minha irmã Lalice era a caçula,com 12.


Pode parecer estranho reforçar tanto essa questão de idade,mas tem uma época na adolescência em que isso é bem importante.Certos comportamentos que com 12 ou 14 anos parecem "normais" podem ficar deslocados numa pessoa mais velha.

Exatamente por isso,na hora de descarregar o carro,o tal Jimin pareceu bem infantil em pegar só uns pacotinhos e fazer hora.Depois que vovó apressou o trabalho, "O Jin tem de voltar daqui a pouco para Seul".ela soltou um suspiro fundo e ficou muito feliz quando Taehyung dividiu com ela o peso de sua mala enorme até o meio da sala.

Tio Jin foi embora e vovó comandou:

-Esse quarto ao lado do banheiro é meu.Meiji,Lalice, Yoongi e Jimin, usam o quarto com os dois beliches.O Taehyung fica com o quarto perto da cozinha.


-Ah,vó! -reclamou Lalice.-Tanto espaço e a gente vai ficar tudo apertado?Porque o Taehyung não dorme junto com o...


-Confiem na minha experiência! -brincou vovó. -É melhor vocês ficarem juntos.Acabam se ajudando.


E assumiu seu quarto. Meia hora depois,saiu de lá com um maiô florido e um chapéu enorme.


-Não sei vocês, crianças-enfatizou "crianças"com humor-,mas eu vou conhecer a praia.


-Praia?com esse tempo?-Jimin fechou mais o moletom no pescoço.


-Agente não precisa nadar,Jiminnie-explicou Taehyung. -Só fazer uma caminhada já é bom.


-Não gosto de caminhada -ele emburrou, sentado na ponta do sofá. 


Não acreditava no que via!Será que a criatura ia mesmo ser do contra?Cochichei para Yoongi:


-Que amigo você trouxe, heim?


-Nem é bem meu amigo,Meiji.Tive de trazer,a mãe dele é que é amiga da minha mãe. Os pais dele estão viajando e o Jimin não podia ficar sozinho.


Isso explica melhor as coisas,mas o fato de o Jimin vir a contra-gosto não era motivo para destruir nossas férias! Troquei com Yoongi um olhar de cumplicidade:"Se ele não maneirar a chatice, agente enquadra rapidinho o garoto".


-E ai?Vamos ou não vamos ver essa praia?-Vovó nos apressava,já com a chave na mão.


Andamos um quarteirão e meio por terra batida.A maioria das casas eram grandes e antigas,também frutos do surto imobiliário dos anos 1970.Todas fechadas.Mais próximo da praia,o perfil das construções mudavam:surgiam chalés e pousadas,vimos uma mercearia de porta aberta,com uma senhora gorducha á frente,que nos cumprimentou.

Correspondemos ao cumprimento e seguimos em frente.

A praia foi uma adorável surpresa. Àquela hora,meio de tarde,revelou-se um verdadeiro cartão postal.O sol dourava as águas de um mar liso e espelhado,com reflexos verdes.Duas ilhas próximas embelezavam o horizonte.

Vovó colocou a cadeira em meio à praia vazia,eu estendi a esteira e abri espaço para Yoongi. Lalice nem quis sentar,foi depressa experimentar a água. Taehyung e Jimin ficaram de pé. Meu primo convidou:


-Pode sentar aqui,Jiminnie. -tirou a camiseta e a jogou na areia.


Ficamos ali,imóveis, recebendo o sol morno na pele,olhando...Era um momento de paz.

Veio um barco,de uma das ilhas.Acompanhamos sua trajetória por longos segundos.O mar calmo permitiu que o barco chegasse assim bem perto e fizesse um movimento em S,exibindo-se de lado a outro diante da gente.

Silêncio e curiosidade.

Jimin quebrou o clima com seu comentário.


-Credo,que nome engraçado tem esse barco...Shirley.


O nome escrito ao lado da quilha era PEIXINHO. Então entendi...

A marca do motor era Chrysler,que o adorável amigo do meu primo tinha entendido como "Shirley".


E a temporada estava apenas começando!





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...