História Evolve - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Aaron, Carl Grimes, Carol Peletier, Daryl Dixon, Enid, Eugene Porter, Gabriel Stokes, Glenn Rhee, Maggie Greene, Merle Dixon, Michonne, Negan, Paul "Jesus" Monroe, Personagens Originais, Rick Grimes, Rosita Espinosa, Tara Chambler
Tags Apocalipse, Carlgrimes, Fanfic, Hot, Jeffreydeanmorgan, Negan, Rick, Rickgrimes, Thewalkingdead, Twd, Walker
Visualizações 14
Palavras 2.045
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá humanos, então, venho-vos dizer o pk de minha senhoria demorar para um caralho pra postar, era pk eu estava estudando e fazendo o Enem como metade dos humanos? NÃO! Era não, era pk eu tava morrendo com a preguiça entalada no ombro kkkkk E desculpa a demora fantasmas que leiam essa história mais parada que minha vida social, romântica e virtual ( Caraí eu sou um merda meu irmão)
A moça aí do Gif não é a Catherine, Cat é baseada em uma pessoa na minha cabeça, e eu tento não por MTS detalhes, pk eu quero que vocês imaginem ela do jeito de vocês, entao encarem os gifs como apenas representações das cenas, bom é só isso, bjs pessoas fantasmas.

Capítulo 9 - Possibilidades


Fanfic / Fanfiction Evolve - Capítulo 9 - Possibilidades

— Vai ficar me encarando ? — Perguntei percebendo um cara gostoso pra porra me encarando já um bom tempo, ele desviou o olhar, olhando para o chão — Pode continuar me olhando, você tem belos olhos.

Estávamos esperando Negan sair da sala que era usada como enfermaria, um cara chamado Steven estava checando a perna dele. Esse cara que estava me olhando ia ser atendido em próximo, aparentemente ele tinha deslocado o braço.

— Primeira vez que deslocou ? — Ele concordou — Deixa eu ver — Ele tirou a mão da frente e eu segurei seu braço, colocando seu ombro no lugar, ele nem teve tempo de sentir.

— Já ? — Perguntou surpreso e não entendendo nada.

— Já ! Deixe o braço dobrado, quando o médico aparecer ele vai enfaixar, você vai ficar bom logo — Peguei a mão dele e coloquei sobre seu braço e fiquei segurando junto dele.

— Você era enfermeira ? — Ele perguntou e eu neguei.

— Só uma pessoa curiosa — Demos risadas.

— Vejo que arrumou uma nova amiga Ned — Olhamos em direção a porta assim que ouvimos a voz do doutor.

Negan estava ao seu lado com a perna mais enfaixada que antes, ele me encarava bravo, Negan olhou para minha mão que ainda estava sobre a do Ned.

— E aí doutor ? Vai ter que amputar ? — Steven sorriu e negou.

— Fez um belo trabalho com seu namorado, eu adoraria ter uma enfermeira como você aqui.

— E eu ia amar ajudar, mas não vou ficar muito tempo no grupo.— O doutor concordou.

— Mas se mudar de ideia, vocês são bem vindos — Ned disse ao meu lado.

— Vamos indo — Negan disse tirando a atenção de Ned sobre mim, concordei e fui acompanhando Negan até a porta de saída da sala, vi o doutor fazer sinal para Ned, que passou por mim sorrindo.

— Até mais tarde Steven e Ned — Disse e sai acompanhando Negan — Vai ficar quantos dias com isso ? — Perguntei e ele não me respondeu — Negan ? — Ele continuou a andar e parou na porta do "quarto" do Simon.

— Tá me ignorando por que ? — Perguntei.

— Nada— Coloquei a mão na cintura, quando ia responder Simon abriu a porta.

— Entrem — Entramos e Negan sentou em uma poltrona. Simon, Anna e mais um garoto se encontravam no quarto.

— Acharam a planta do lugar ? — Fui direto ao assunto. O adolescente levantou o papel dobrado e colocou sobre a cama.

— O lugar foi modificado para atender e abrigar pessoas, então … — Ele abriu a planta e vi que a mesma estava com várias marcações — O lugar agora é assim, você já esteve no prédio antes do surto ? — Concordei.

— Ótimo, então vai ser “facil” de reconhecer o lugar — Anna disse.

— O que tem aqui ? — Apontei para uma parte que não estava riscada e nem escrito nada.

— Aí era a sala de pesquisas eu acho, ou uma sala de quarentena, não iam muitas pessoas normais pra lá, só as doentes — O garoto disse.

— Você estava lá ? Foi desse centro de refugiados ? — Ele concordou triste — Que tipo de pessoas doentes ia pra lá ?

— Qualquer uma..— Ele respondeu.

— Elas não voltavam, não é!? — Não precisei de resposta. “ Era ali, ali que eu devia ir”.

— Essa é a lista das coisas que precisamos com mais urgência, mas se não for pedir muito gostariamos de todos os suprimentos e remédios — Anna me deu a folha com a lista.

— Posso fazer meu possível, dada as circunstâncias — Disse e ela concordou.

— Precisamos também de uma peça para o painel solar, ela é igual a essa — Mostrou uma peça velha já queimada de um possível antigo painel solar — você pode levar essa pra achar outra igual… — interrompi Simon.

— Eu conheço as peças de um painel solar, eu vou precisar somente da minha arma e minha faca.

— Só isso? — Perguntou Simon e eu concordei.

— Simon, eu e você podemos discutir algumas coisas ? —Ele concordou e fez sinal para sairmos do quarto — Anna e o garoto do mapa, podem vir também, quero mais informações — Eles concordaram e todos nós saímos do quarto deixando Negan só.

**********//**********//**********

— Mas o por quê de você querer ir tanto nessa parte? Não tem nada lá, e se tiver, vai ter muito mais mortos que remédios lá dentro — Abe o garoto do mapa perguntou.

— Preciso pegar uma coisa, para entregar para uma pessoa no qual eu nem devia ter feito um trato — Eles ficaram me olhando — Isso é complicado, eu só … Eu vou ficar bem, eu vou pegar tudo o que eu preciso e vocês precisam, e voltar para Washington.

— Por que você não quer quer que ele vá com você de volta ? — Anna perguntou.

— Não quero arriscar sua vida, e de qualquer forma ele ia dar um jeito de ir atrás de mim, por isso quero que vocês digam a ele que eu fui e irei voltar logo.

— E você acha que ele vai acreditar e ficar aqui, você mesmo disse que ele é teimoso — Anna disse.

—Tem uma coisa mas não sei se vocês vão concordar — Todos me encararam— Faça ele se sentir importante no grupo, de a ele uma grande responsabilidade, ele vai se entreter nela, ele não é inrresponsavel, não vai deixar o objetivo de lado pra sair correndo atrás de mim.

— Tudo bem, eu sei em que função coloca-lo — Simon sorriu de leve.

— Olha muito obrigada mesmo por deixar ele ficar aqui até se recuperar, eu nem sei o que dizer.

— Você está se arriscando indo entrar no prédio, acho que é o mínimo que devemos fazer, você está salvando as pessoas, temos amigos e familiares que precisam de energia por conta de aparelhos, nós que temos que agradecer — Simon disse — Vou pegar suas coisas, e pedir para que preparem algo pra você levar amanhã e comer agora também — Ele saiu.

— E eu vou pegar uma roupa pra você e seu namorado — Anna disse animadamente.

Eu sorri— Ele não é meu .. — Anna me interrompeu.

— A jaqueta fica bem nele, mas vou arrumar uma outra coisa que ainda seja a cara dele, ele vai continuar bonitão pra você.

— Não, tudo bem, mas ele não é meu… — Me interrompeu de novo.

— Você são perfeitos juntos, eu volto logo, vou ver nas coisas do Ned se ele ainda tem aquela jaqueta jeans — Anna saiu apressada, indo fazer sei lá o que.

— Relaxa, ela é assim mesmo, tinha que ver ela em casa — Escutei a voz de Ned atrás de mim.

— Abe, estão chamando você e Jane na enfermaria — O garoto concordou e saiu, me deixando sozinha com Ned.

— Oi de novo — Sorri o comprimentando.

— O Steven gostou do seu trabalho com o meu braço — Olhei em direção ao seu braço e ele estava com o braço engessado.

— Então eu sou uma pessoa curiosa com talento — Ele sorriu.

— Você ainda não me disse seu nome.

— Pode me chamar de Cat— Ele concordou levemente com a cabeça.

— Anna é sua irmã? — Ned concordou — É, a semelhança é notável.

— O seu namorado não se incomoda que você esteja sozinha em um lugar desconhecido como esse, Cat? — Perguntou. “Já saquei, é mais bonito você pergunta se eu estou solteira”.

— Ele não é meu namorado— Disse e seu semblante mudou, ele ficou feliz com a minha resposta.

— Que legal, não, eu quero dizer… — Eu o interrompi.

— Você pode me mostrar aonde fica a cozinha, eu tô morrendo de fome.

— Claro! — Ele me deu o seu braço bom e eu entrelacei o meu braço no seu e fomos andando.

— Aonde você vai ? — Escutei Negan perguntar encostado na porta assim que eu passei pela frente da mesma.

— Vou comer com Ned — Ele estava com um semblante bravo.

— E eu vou ficar sozinho ?

— Se você quiser eu posso chamar alguém aqui do grupo pra te fazer companhia — Ned disse.

— Não, obrigado, eu ficaria melhor com Catherine aqui me fazendo companhia — Falou medindo Ned com os olhos.

— Você tem o que ? 6 anos de idade ? Você pode se virar sozinho, aliás, Simon não tem muitos lugares aqui, então vamos voltar pro museu, vou pedir para alguém te acompanhar até lá, até mais tarde Negan — Sai arrastando Ned corredor a fora.

— Que maldade Cat — Ned disse em tom alegre.

— Ele não é uma criança, ele tem que aprender a se virar sozinho… Então Ned, me fale sobre você.

— Bom eu fazia faculdade de moda, e estava preste a me formar e como presente de formatura eu ia assumir a alfaiataria da família, na verdade meu avô já tinha deixado para mim a muito tempo, mas ele disse para minha avó só me entregar a liderança quando eu me formasse — Ele sorriu, mas depois seu sorriso foi ficando mais fraco.

— E você faz o que aqui ? — Perguntei me soltando do seu braço.

— Eu ? Bom eu sou o faz tudo, eles mandam e seu eu sei fazer eu faço…Mas mudando de assunto, o seu amigo, ele é meio possessivo por você.

— É, talvez.

— Eu acho que ele gosta de você, você sabe mais que amizade, ele já te disse que gosta de você de uma maneira diferente ? — “ Cara essa conversa tá ficando estranha”

— Não, não que eu me lembre, mas nós já ficamos uma vez, e teve uma vez que ele disse que gostava muito de mim… Ou que gostava do meu sorriso, não sei, não prestei a atenção, eu acho que estava bêbada.

— Bêbada em um apocalipse? — Ele deu risada — Como isso é possível ?

— Eu e ele tínhamos saído para procurar suprimentos e nós encontramos uma caixa cheia de whisky, então ficamos bebendo igual a uns idiotas e falando coisa sem sentido.

— E então vocês ficaram ? — Ele perguntou super interessado.

—  Não, eu até queria mais ele não quis e me pois pra dormir.

— Aí menina isso é lindo— “ Senhor amado, que afinação é essa que ele deu na voz?”

— Sua garganta tá legal ? — Ele concordou.

— É que eu fiquei gripado recentemente, aí afetou a garganta, sabe como é né !?

— Sei, sei como é — “ Cara isso tá muito estranho”

— Mais então, se o seu amigo não namora com você, sendo que ele já ficou com você, qual a probabilidade dele gostar de você ? —“ Mano que porra é essa ?”

— Não sei, vindo do Negan, ele só deve estar interessado no meu corpo, só isso, acho que ele gosta mais do meu corpo, que de mim como pessoa— Parei de andar e o encarei cruzando os braços.

— Por que esse interesse todo no Negan, Ned?

— Por nada, só gosto de conhecer pessoas novas, só isso — Ele falou todo desconcertado.

— Mais se ele não namora com você, sendo que você é muito gostosa, qual a probabilidade do Negan ser gay ?

— Estamos trabalhando com possibilidades ? — perguntei sorrindo “ Meu deus, Ned só queria me conhecer pra saber sobre o Negan, que fofo.”

— Exatamente, possibilidades.

— Dada as circunstâncias e as experiências que eu tive ao lado dele — Ned me olhava sorrindo — Eu não faço a mínima ideia, tenta se aproximar dele, sabe, tirar suas próprias conclusões. — “ Ah isso vai ser divertido para o Negan enquanto eu estiver fora”.

— Não, que eu esteja perguntando isso de maneira gay, eu só achei ele um cara legal — Tentou concertar.

— Tudo bem Ned, eu acho até fofo isso, segue tranquilo com sua vida, comigo pode ser você mesmo, eu não ligo, se quiser ainda me perguntar coisas sobre o Negan, vai em frente, eu sei mais sobre ele que ele mesmo.

— Sério amiga? — Ned colocou a mão no seu peito sorrindo.

— Sim — Comecei a rir.

— Ai, não quero que você vá embora nunca, posso te fazer uma roupa ? Ah você vai ficar um arraso, vem a cozinha é logo ali.

“ O Negan vai amar o Ned” — Comecei a rir com meu pensamento.

**********//**********//**********



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...