História Exchange - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 2
Palavras 2.478
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Gente ainda não temos dias fixos pra postar mas logo vamos resolver isso, nunca esqueçam de ler as notas iniciais e as finais.
-XOXO

Capítulo 2 - The house


Fanfic / Fanfiction Exchange - Capítulo 2 - The house

P.V.O Millena

Digamos que o banho me relaxou um pouco e me deixou mais acordada, na verdade eu não estava conseguindo dormir, então coloquei meu biquíni e fui até a área da piscina que era ligada a uma sala com hidromassagem e fiquei lá, coloquei um música da Imagine Dragons bem baixinho e fiquei relaxando com os olhos fechados até que...
Que merda você tá fazendo aqui!?- Alguém exclamou.
Tentando ficar longe de pessoas extremamente mongolóides e irritantes que nem você, me erra.- disse sem paciência 
Garota, olha só...- eu virei pra ver quem era e tinha que ser o idiota, aí meu pai ele estava sem camisa e... se concentra... interrompi ele antes dele terminar a frase.
Garota o cacete que eu tenho nome!- exclamei
O que você tá fazendo aqui?- ele perguntou mais calmo.
O mesmo que você.- disse virando pra ver a lua através do vidro da sala de hidromassagem.
Te garanto que não.- ele disse esfregando as têmporas.
Então o que você veio fazer aqui?- indaguei
Bom pra ser sincero, vim encontrar a minha namorada.- ele disse e eu corei notando que não era bem vinda ali, e olha eu não sou de corar.
Olha, eu cheguei primeiro, então se você está incomodado pode ir embora.- disse e o telefone dele apitou.
Pelo visto não vou mais embora, ela não vem mesmo.- ele disse indiferente.
Tanto faz, eu já ia embora mesmo, então pode ficar com a hidromassagem pra você.- disse pegando minha toalha e me cobrindo.
Não precisa ir embora.- ele disse
Não vou desperdiçar minha noite de sono com você, te garanto.- falei rindo sarcástica.-então boa noite abandonado.
Espera, não vou ficar aqui sozinho.-ele me puxou pelo braço e esbarrei no seu peitoral, mano, que peitoral definido.
Tá achando que eu vou ficar te fazendo companhia?-perguntei.- Se sim tá muito enganado.
Não me deixa aqui baixinha, ah vai, por favor.- ele fez uma carinha de cachorro abandonado.
Me chamou de que!?-me exaltei. 
De baixinha, vai dizer que você não é?- ele ria 
Olha eu tenho quase um e sessenta, não sou baixinha!-respondi quase gritando e ele tapou a minha boca com a sua mão enorme.
Tá louca é?- ele perguntou.- Quer acordar a casa inteira!?
Mordi a mão dele e ele grunhiu de dor.
Mano, não me tira do sério, isso é só um aviso.- eu disse e fui até o meu quarto deixando ele lá.

Mia viewpoint:

Assim que peguei no sono, acordei meio assustada com um barulho que havia escutado, fui até a varanda que o meu quarto tem que dá de frente à piscina, jardim e hidromassagem, vi o motivo de tanta gritaria, era o Pedro e a Mi na hidromassagem, acho que eles gabam brigando, comecei a rir sozinha. Acabei perdendo o sono então desci as escadas, ok, minha missão agora é não me perder aqui. Segui o corredor e me deparei com umas 3 portas, decidi abrir a primeira, não estava trancada, mas logo me arrependi ao abrir. Puta que me pariu, era o Luccas. A televisão estava ligada e ele estava sem camisa, apenas de cueca box, deitado na cama. Deus, me ajuda, não tô conseguindo respirar, ok, Mia se concentra. Poucos minutos depois que abri a porta, ele acordou, fodeu, pensei.
- Mia? O que você tá fazendo aqui? - ele acordou assustado 
- Ah... bem... me desculpa, eu abri a porta errada - disse me virando pra ir embora
- Ei, relaxa, tá tudo bem, eu só fiquei meio assustado - ele riu tentando me tranquilizar enquanto segurava a minha mão me impedindo de sair - quer ficar aqui um pouco? 
- Ah... tá bom, pode ser - disse meio envergonhada 
- O que aconteceu pra você acordar no meio da noite? - ele estava curioso 
- Bem, eu acordei com o Pedro e com a Millena gritando um com o outro lá na hidromassagem - ri lembrando da cena 
- Sério? - ele riu 
- Sim, ela é meio estressada às vezes - ri de novo - bom, eu acho que vou voltar pro meu quarto, não quero te atrapalhar a dormir - fiquei envergonhada de novo 
- Você não me atrapalha Mia - ele deu uma leve aproximada 
- Nos vemos amanhã? - tentei mudar de assunto 
- Sim - ele riu 
- Boa noite Luccas - comecei a caminhar em direção à porta 
- Boa noite Mia - ele piscou e riu em seguida

P.V.O Millena 

Acabei pegando no sono mais rápido do que eu imaginei.
Millena, Millena acorda.- Mia tentava me acordar.- MILLENA!
Han...puta que pariu, logo na melhor parte do sonho!- falei irritada
Tia Lina e o Seu Luiz estão chamando a gente lá embaixo.- ela disse já bem acordada.
Ok, já vou, só vou lavar o rosto e escovar os dentes.- sim eu ia só de blusão mesmo.
Ok, te encontro lá.- ela disse descendo as escadas.
Lavei meu rosto e escovei os dentes, quando eu estava descendo tive uma surpresa nada agradável, era uma puta ou sei lá que estava subindo em direção ao quarto do Ph.
Licença.- ela disse com uma voz nojenta, quase vomitei ali mesmo.
Não respondi e esbarrei nela com força into descer a escada e ela caiu.
Aí!- ela gemeu, que nojo meu deus.
Kira? Tá tudo bem?- Pedro gritou do quarto dele.
Não! Uma pigmeu me jogou no chão!- ela ainda gemia, acho q puta geme toda hora mesmo né.
Você me chamou de que!?- perguntei irritada.
Pigmeu.- ela respondeu.
Sua vagabunda.- disse partindo pra cima dela.
Eu esmurrava a cara dela com força, até que o judo me fez bem. Senti mãos grandes me puxando enquanto eu me debatia.
Me põem no chão, vou destruir essa puta.-eu me continuava me debatendo sobre os braços do... Pedro?
O projeto de gente, nunca mais ouse a chegar perto de mim!- ela exigiu.
Ah, garota faça me um favor.-gritei.- Pega esse salto agulha e enfia no cu! 
Pedro me carregou até o meu quarto, acho que ele estava com medo de me deixar lá com a vagaba.
Qual o seu problema?- ele perguntou fechando a porta.
A puta da sua namorada, tinha que ser, óbvio, aposto que ela vai enfiar mesmo aquele salto no cu.- falei e ele riu.
Ela não é minha namorada.- ele riu.
É o que então?- perguntei curiosa
É a melhor amiga dela.- ele disse e eu fiquei boquiaberta.
Você é um canalha mesmo!- exclamei
Ah pelo amor de Deus, todo mundo sabe que elas não passam de duas cadelas no cio!- ele disse.
Então é assim que você trata as garotas?Boa hein.- revirei os olhos e me levantei.
Ele chegou perto de mim e pude olhar no seus olhos azuis vibrantes.
Nem todas são como elas.- ele disse.
Mas você trata todas assim.-respondi enquanto ele chegava perto.
Você não me conhece Bittencourt.- ele chegou mais perto.
Mas pelo visto você me conhece, sabe até meu sobre nome.- disse rindo.
Por um segundo eu pensei estar delirando, mas estávamos nos beijando, um beijo quente, e cheio de luxuria, sua mão que deslizava pela minha cintura foi para minha coxa e me puxou para o seu colo, até que alguém abriu a porta e...

P.V.O Millena 

Acabei pegando no sono mais rápido do que eu imaginei.
Millena, Millena acorda.- Mia tentava me acordar.- MILLENA!
Han...puta que pariu, logo na melhor parte do sonho!- falei irritada
Tia Lina e o Seu Luiz estão chamando a gente lá embaixo.- ela disse já bem acordada.
Ok, já vou, só vou lavar o rosto e escovar os dentes.- sim eu ia só de blusão mesmo.
Ok, te encontro lá.- ela disse descendo as escadas.
Lavei meu rosto e escovei os dentes, quando eu estava descendo tive uma surpresa nada agradável, era uma puta ou sei lá, que estava subindo em direção ao quarto do Ph.
Licença.- ela disse com uma voz nojenta, quase vomitei ali mesmo.
Não respondi e esbarrei nela com força into descer a escada e ela caiu.
Aí!- ela gemeu, que nojo meu deus.
Kira? Tá tudo bem?- Pedro gritou do quarto dele.
Não! Uma pigmeu me jogou no chão!- ela ainda gemia, acho q puta geme toda hora mesmo né.
Você me chamou de que!?- perguntei irritada.
Pigmeu.- ela respondeu.
Sua vagabunda.- disse partindo pra cima dela.
Eu esmurrava a cara dela com força, até que o judo me fez bem. Senti mãos grandes me puxando enquanto eu me debatia.
Me põem no chão, vou destruir essa puta.-eu me continuava me debatendo sobre os braços do... Pedro?
O projeto de gente, nunca mais ouse a chegar perto de mim!- ela exigiu.
Ah, garota faça me um favor.-gritei.- Pega esse salto agulha e enfia no cu! 
Pedro me carregou até o meu quarto, acho que ele estava com medo de me deixar lá com a vagaba.
Qual o seu problema?- ele perguntou fechando a porta.
A puta da sua namorada, tinha que ser, óbvio, aposto que ela vai enfiar mesmo aquele salto no cu.- falei e ele riu.
Ela não é minha namorada.- ele riu.
É o que então?- perguntei curiosa
É a melhor amiga dela.- ele disse e eu fiquei boquiaberta.
Você é um canalha mesmo!- exclamei
Ah pelo amor de Deus, todo mundo sabe que elas não passam de duas cadelas no cio!- ele disse.
Então é assim que você trata as garotas?Boa hein.- revirei os olhos e me levantei.
Ele chegou perto de mim e pude olhar no seus olhos azuis vibrantes.
Nem todas são como elas.- ele disse.
Mas você trata todas assim.-respondi enquanto ele chegava perto.
Você não me conhece Bittencourt.- ele chegou mais perto.
Mas pelo visto você me conhece, sabe até meu sobrenome.- disse rindo.
Por um segundo eu pensei estar delirando, mas estávamos nos beijando, um beijo quente, e cheio de luxuria, sua mão que deslizava pela minha cintura foi para minha coxa e me puxou para o seu colo, até que alguém abriu a porta e...

Mia viewpoint:

Quando fui chamar a Mi, ela ficou meio estressada mas realmente era algo necessário. Mano, eu não sei o que estou sentindo pelo Luccas, acho que eu tô gostando dele, é muito cedo pra isso? Me desperto dos pensamentos com uma gritaria lá de cima, subo as escadas tentando não fazer barulho. Puta que pariu, só me faltava essa. Quando vi, a Fernanda estava em cima da puta, quer dizer, melhor amiga da namorada do Pedro, ok, a aula de judo realmente fez bem pra ela. Bom, como melhor amiga eu teria que interromper e bla bla bla, mas eu não vou fazer isso. Cara, deixa ela. A menina é mó piranha e eu sei que a Millena tá gostando do Pedro, apesar de não admitir. Decido deixar pra lá e fingir que não vi, desço as escadas tentando achar a tia Lina e o seu Luiz, em vão. Não consigo. Eu estava realmente distraída olhando para os meus pés enquanto andava que só percebi quando trombei com alguém, só o que me faltava agora, aff. Quando vi, era o Luccas, ele caiu EM CIMA de mim, puta que pariu, deus me segura vou acabar beijando esse menino.
- hm, desculpa, eu... estava distraída - talvez eu esteja envergonhada mas só talvez 
- Relaxa Mi, tá tudo bem, não foi nada. Se machucou? - ele parecia preocupado 
- Não, tá tudo bem! - eu ri  
- O mais engraçado disso tudo é que ainda estamos no chão e tipo, ele está há CENTÍMETROS da minha fucking boca. Ele ficou um tempo olhando pra ela e eu não sou boba nem nada né (lol), olhei para dele também. Será que ele quer me beijar?! Meu deus do céu.... quando me dei conta, estávamos nos beijando. É uma sensação tão boa com ele. No começo foi um beijo calmo, como se os dois estivessem surpresos, mas depois começou a esquentar. Não sei como, mas ele colocou a mão na minha cintura e nesse movimento o pênis dele acabou roçando em mim. Jesus amado.... 
- Mia, você...? - Tia Lina chegou perguntando mas parou assim que nos viu 
- Paramos na hora, onde é que vou enfiar a minha cara?! Luccas levantou depressa me estendendo as mãos para levantar em seguida, foi o que fiz.
- Mae, eu... - Luccas começou

P.V.O Millena 

Ouvi a porta se fechando e eu sai do colo dele envergonhada.
Olha isso nunca aconteceu e nunca mais vai acontecer, sério, se você falar isso com mais alguém eu corto o seu pinto pequeno no meio.- eu disse viranda de lado.
Olha se você tem tanta certeza que é pequeno, porque não vem aqui pra eu te provar o contrário.- ele disse com um sorriso sacana nos lábios.
Andei até ele e o apertei fazendo ele arfar.
Bem como eu disse, se isso sair daqui eu corto o seu pinto minúsculo.- disse revirando os olhos.
Aham, meu pinto minúsculo.- ele se fez de sarcástico.
Quando eu fiquei desse jeito, ri com meu próprio subconsciente, de pequeno não tinha nada, Hahahah meu, deus, o que, ta, acontecendo, comigo.

P.V.O Pedro Henrique

Essa garota vai me deixar louco. Desci a escada e encontrei todo mundo na sala menos a piranha, quer dizer, aquela garota lá, mano, a Esther eu acho.
Bom dia gente.- disse bem alto.
Então, crianças, nos vamos sair em uma viajem de trabalho.- Meu pai começou falando.
Mentira a gente só não quer levar vocês pra passar as férias na Grécia com a gente.- Carolina disse bem direta.
Nossa até me ofendi agora.- disse com a mão sobre o peito e ela riu.- eu não sou tão ruim assim.
Ah, você é.- A Millena disse, pude sentir o duplo sentido na frase dela.
Mas quem vai ficar responsável pela casa?- Mia perguntou.
Obviamente você Mia, você é a mais sensata daqui.- disse Seu Luiz.
A Millena começou a rir, e Carolina lhe lançou um olhar de reprovação, aí quem começou a rir fui eu.
Enfim, nada de festas, nada de drogas, nem de putaria aqui em casa, a Amanda vai ficar de olho em vocês enquanto ela estiver aqui trabalhando.- Carolina disse por fim.
Uma hora depois nós estávamos nos despedimos deles, os levando até a porta, quando eles foram embora todos nós arranjamos o que fazer. Fui pra piscina, e quando entrei no meu quarto me deparei com uma cena inusitada, Millena na minha cama jogando Call of Duty Black ops III, como assim? 
Eu tô alucinando?
O que você tá fazendo aqui perguntei?-com uma cara assustada.
Tô jogando tá cego?- ela respondeu grosseiramente.
Mas? Ué? Como?-fiquei realmente confuso.-desde quando você joga?
Desde de que lançaram ué.- ela disse.
Você tem que ter algum defeito!- eu disse.
Não querido, eu sou perfeita.-ela disse saindo pela porta.
Eu vou tomar banho.- gritei.- se quiser vir junto.
Nos seus sonhos.- ela gritou rindo.


Notas Finais


Então foi isso, esperamos que vocês tenham gostado,obrigado por lerem e se vocês gotaram curtam, comentem e compartilhem.
-XOXO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...