História EXCURSÃO AO EGITO - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Avril Lavigne, Mitologia Egípcia
Personagens Avril Lavigne, Personagens Originais
Tags Amor, Deuses Egípicios, Egito, O Coração Da Esfinge, O Despertar Do Principe
Exibições 6
Palavras 1.453
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Fantasia, Magia, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Mais um capitulo👏 Boa leitura 😊

Capítulo 3 - 2-Amado Cairo


     Bastet surtou com a notícia de que eu vou pro Egito, mesmo eu querendo ficar aqui em na minha pequena e gigante nova York.
     Dês de sempre Bastet é fascinada pelo Egito. Ando pelo corredor da casa de Bastet, sua casa é simples e aconchegante de cores claras e enfeitada com coisas egípcias que ela coleciona. A procuro pelo quarto mas ela não está.
     Sento em sua cama observando a parede, onde se encontra várias fotos de festas de aniversários e várias comigo. Uma das mais antigas delas aparece eu com com sete anos vestida de princesa com Bastet ao meu lado vestida de Gata, me lembro que foi em uma festa a fantasia, outra com eu e ela aos 14 anos em um parque de diversão com a roda gigante ao fundo, e várias outras comigo ou ela sozinha nas fotos e algumas de gatos de todas as raças.
     Logo ouso a porta do quarto abrir e Bastet entra com um olhar assassino que faria qualquer um correr de medo,mas assim que me ve seu olhar se suaviza, como se a segundos antes ela não estivesse com um olhar de gelar o sangue.

- A Asha é só você, eu pensei que um ladrão tinha entrado.
     Diz ela com uma risadinha forçada, com certeza ela viu meu olhar de assombro por seu olhar de minutos atrás. Ela se senta ao meu lado na cama.

- Se eu fosse um bandido seria fuminada por seus olhos.
     Falo rindo e me viro para olha la.
- Vou ficar aqui até a hora do embarque se você não se emcomodar.
     Me jogo de costas na cama me espreguiçando em sua frente.

- Emcomodo nem um Ashayt, aliás vai ser bom, sabe por que?
     Com um sorriso sapeca no rosto ela espera minha resposta.

-Huuum, não porque Bast?
     Pergunto me sentando novamente na cama.

-Você vai me ajudar com a mala.

     Eu arregala os olhos na mesma hora.
-Não Bastet você não vai fazer eu dobrar roupa não.
     Me levanto cruzo os braços.

-Por favor Ashayt, quando eu te pedi algo? Não responda.

     Olho para ela que faz a carinha mais fofa de todas, não tenho armas para lutar com essa carinha fofa, ela sabe meu ponto fraco, é usa com mestria contra mim. Descruzo os braços e me sento ao seu lado não da de ficar irritada com essa morena.

-Ok Bastet! Você venceu.
     Ela pula de alegria quem não pularia de alegria por achar alguém pra dobrar suas roupas pra você.

-Obrigada, obrigada, obrigada!!
    Ela me abraça forte me deixando sem fôlego, ela é muito forte e tem um abraço de urso, o que não condiz com seu corpo esbelta.

***
     Passamos a tarde arrumando a mala de Bastet, escolhendo, dobrando, guardando na mala e arrumando um pouco o quarto bagunçado e os outros cômodos da pequena casa, cansada me sentei pesadamente no sofá bege da sala, Bastet logo se sentou ao meu lado cansada como eu.

- Finalmente essa bagunça está limpa.
     Disse ela levantando os braços dr espreguiçando para relaxar os músculos.

- Verdade você pode até morar em uma casa pequena, mas a bagunça é enorme.
     Digo rindo com minha piada boba, me levanto e pego o celular que estava em cima da mesinha de Centro, deslizando o dedo na tela que logo se ilumina vejo as horas e me surpreendo.

-Bastet! Já são 20:00 horas!
     Digo aflita para minha melhor amiga sentada no sofá.

- Por Rá estamos muito atrasadas!!!
     Bastet corre para o banheiro e ouso o som do chuveiro ser ligado.

-Asha vai no banheiro do meu quarto e tá na um banho bem rápido.
      Bastet grita por cima do som do chuveiro. Corro para o quarto de Bastet em minha mala pego uma roupa simples e confortável, uma calça de moleton preta e uma regata branca com uma rosa feita de fogo como estampa, entro no banheiro me despindo e entro no embaixo chuveiro, quando saio me visto, escovo os dentes, e penteio meus cabelos loiras.
     Vouto para o quarto e pego minha mala que estava ao lado da cama.
     Descendo as escadas vejo Bastet me esperando ao pé da escada segurando sua mala de rodinhas a seu lado.

- Vamos Asha falta 40 minutos pro vôo.
     Ela me apressa e eu a digo passando pela porta da casa, entro no carro no banco de passageiro colocando o cinto e Bastet logo senta-se ao meu lado
       Começando a dirigir em velocidade acima do permitido ultrapassamos 2 semáforos que estavam os em  vermelho, me agarro ao cinto com ambas as mãos, nunca a tinha visto correr tanto assim em minha vida, conscerteza o Egito é importante para ela, que nunca andou de carro com velocidade acima de 60 Km/H .

-Bastet para que correr tanto?
     Pergunto sem tirar o olhar da janela do carro vendo os prédios, como se estivesses correndo fugindo de nós ou é nós fugindo deles...

-Não quero perder a oportunidade de ir para o Egito.
      Diz ela sempre olhando a estrada, em vinte minutos chegamos ao aeroporto. Saímos do carro, pegamos as malas e entramos no saguão, logo fizemos o check-in e faltando dois minutos para nosso vôo ser chamado.

- Atenção passageiros, vôo número 53 com destino para Cairo egito, dirijase para o portão 5A. Repetindo. Atenção passageiros, vôo número 53 com destino para Cairo egito, dirijase para o portão 5A.
      
     Disse uma voz feminina vindo dos alto-falantes. Logo seguimos para o portão 5A quando o Avião chegou embarcamos, nos sentamos lado a lado fiquei ouvindo 'My Demons da STARSET' e outras musicas até pegar no sono.

Socorro! Socorro!
A nave está caindo lentamente
Eles acham que sou louco, mas não conhecem o sentimento
Eles estão todos em volta de mim
Circulando como se fossem abutres
Eles querem me quebrar e lavar as minhas cores.
Limpar as minhas cores!

Leve-me para o alto e eu vou cantar
Oh, você faz tudo ficar bem, bem, bem
Bem, bem e bem
Nós somos iguais
Oh, você manda toda a dor embora, embora, embora
Embora, embora e embora
Me salve Se eu me tornar
Meus demônios

Eu não posso parar esta doença que toma conta
Ela assume o controle e me arrasta para lugar nenhum
Eu preciso da sua ajuda, eu não posso lutar contra isso para sempre
Eu sei que você está assistindo
Eu posso sentir você lá fora

Leve-me para o alto e eu vou cantar
Oh, você faz tudo ficar bem, bem, bem
Bem, bem e bem
Nós somos iguais
Oh, você manda toda a dor embora, embora, embora
Embora, embora e embora
Me salve se eu me tornar
Meus demônios

Leve-me sobre as paredes abaixo
Voe para sempre
Não me deixe ir
Eu preciso de um salvador para curar a minha dor
Quando eu me tornar o meu pior inimigo
O inimigo

Leve-me para o alto e eu vou cantar
Oh, você faz tudo ficar
Nós somos iguais
Oh, você manda toda a dor embora

Leve-me para o alto e eu vou cantar
Oh, você faz tudo ficar bem, bem, bem
Bem, bem, bem
Nós somos iguais
Oh, você manda toda a dor embora, embora, embora
Embora, embora, embora
Me salve se eu me tornar
Meus demônios

Leve-me para o alto e eu vou cantar
Oh, você faz tudo ficar bem, bem, bem
Bem, bem e bem
Nós somos iguais
Oh, você manda toda a dor embora, embora, embora
Embora, embora e embora
Me salve se eu me tornar
Meus demônios

-Ashayt... acorda nos chegamos.
     Sinto Bastet me acordar, me espreguiçando olho pela janela, vendo uma ponte linda, e muitos prédios no meio de um deserto que se esconde em baixo do cimento.
      Não é muito diferente de Nova York, só muda a língua na qual eu aprendi dês de pequena, o calor execivo.
     O avião treme por um segundo é toca o chão, e todos começão a sair.

-Ashayt o que você achou do Egito.
      Diz Bastet pulando de alegria.

-Areia, sol, mais Areia o que pode ser melhor que isso?
     Digo em tom de ironia.

-Você vai gostar daqui Aysha, Tenho certeza.
     Diz Bastet seria, em seu olhar vejo sabedoria, confiança, sei que ela fará de tudo para eu me sentir em casa e  gostar daqui.

   


Notas Finais


Linck musica: https://www.youtube.com/shared?ci=wFyvPmwyyYc

Até a proxima😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...