História Exo - Imagine - O Contrato - Capítulo 10


Escrita por: ~ e ~EXO

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Kai, Personagens Originais, Suho
Tags Romance, Tag Exo
Visualizações 431
Palavras 1.428
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Visual Novel
Avisos: Cross-dresser, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Capítulo triste 😢😢😢😢😢

Boa leitura 💋

Capítulo 10 - Capítulo 10


Fanfic / Fanfiction Exo - Imagine - O Contrato - Capítulo 10 - Capítulo 10


  Resolvi sair com esse tal de JungKook mesmo não conhecendo bem, o engraçado que no primeiro encontro ele me chama pra ir numa boate " como assim Brasil "  e ainda não me paga em casa, ou seja terei que me vira pra encontra-lo ... " Que garoto estranho " ___ Pelo menos acho que vou tirar boas risadas com ele e o que eu tô precisando no momento. Cheguei na boate entrei e comecei a preocura-lo no meio daquela multidão, olhei em toda a minha volta esbarrei em pessoas e foi um  " Licença pra cá e um desculpe pra lá " porque sim levei umas pisada no pé e dei também​ né !  . Depois de muita procura achei ele sentado no balcão, quando ele me viu ele logo acenou pra mim daí fui até o mesmo.


___ Olá JungKook , tudo bem ? - falo simpaticamente

___ Oie, Yonna estou melhor agora é você ? - ele pergunta animado

___ Tô ótima - sorri meio sem jeito 


Sim estava desconfortável , porque nunca tinha entrado numa boate era estranho pra mim vê e está com muita gente junta e a música muito alta mal dava pra ouvi o que as pessoas estavam falando, esses tipos de lugares não é a minha praia.


Logo JungKook percebeu o meu desconforto.


___ Você não tá gostando daqui ? 

___ Não... Quer dizer sim aqui é bem legal mas não é um lugar que eu frequentaria , entende ? - ele logo me olhou com cara de decepção

___ Pomba velho, já comecei errado com você ... Me perdoe ! - ele abaixa a cabeça 

___ Não, sem problemas - ele continuou sem olhar pra mim me deixando sem graça 

___ Se você quiser podemos ir a outro lugar - ele diz nervoso, gesticulando com as mãos

___ Não JungKook, vamos ficar - sorriu e dou um tapinha no ombro dele, como quem quer dizer  " tá tudo bem " ele olho pra mim é deu um sorriso

___ Ufas que bom, vamos dança ? - ele fala animado 

___ Vamos sim !! 


Fomos​ para o meio e começamos a dança , JungKook começou a fazer uns passos meio estranhos me fazendo gargalhar eu tentei imita mas saia pesisimo foi ai que rimos juntos .


[ ... ] 


Enquanto isso Baekhyun tentava liga pra JungKook, várias e várias vezes .


___ Affffff.... Porque aquele Zé Mané não me atende !!! - joga o telefone na cama de com raiva .



Terminamos de dança e voltamos pra mesa sentamos e começamos a trocar ideia é rir. JungKook falava cada coisa que me matava de rir.


____ Você não tem namorada, JungKook ?

____ Me chama de Kookie - dá um riso fofo ___ Não mas acho que já achei - pisca pra mim me deixando com cara de paisagem

____ Sério ? Que legal ... Quem é a felizarda ? - Arqueio a sombrancelha

____ Você - murmura baixo 

___ QUE ??? - grito 

___ VOCÊ ! ! - ele grita de volta 

___ Como assim, porque eu ? - Pergunto incrédula

___ Eu gostei de você desde dá primeira vez que te vi - ele diz tímido 

___ AH !! Kookie Perai preciso atender esse telefone, e importante ... Vou lá fora - sair desesperada era do hospital.

___ Tá tô te esperando - ascena pra mim sorridente



Atendi o celular e a notícia não era das boas, o motivo dá ligação foi pra dizer que meu pai faleceu , quando eu ouvi não consegui acreditar no que o médico dizia , só sei que meus olhos começou a lacrimeja , aos poucos as lágrimas rolaram no meu rosto .  Não era possível, meu pai morrer assim, não acredito que ele me deixou sozinha nessa situação. Eu não tava acreditando precisava correr para o hospital, peguei o primeiro táxi que apareceu mesmo no meu estado de choque e nervosismo precisava chega até lá a qualquer custo.

Chorando muito, percebi que o motorista me olhava pelo espelho , acredito que ele percebeu meu desespero e que algo de grave tinha acontecido. Chorei muito dá boate até o hospital , o táxi parou e eu entrei correndo , não conseguia vê nada tava tudo confuso na minha cabeça pareceia que fui hipnotizada ou algo parecido , só conseguia falar ...  " Cadê meu pai " era só essa palavra que saia dá minha minha boca.


Horas mas tarde , eu acordei e estava deitada numa cama, comecei a entrar em desespero , foi ai que comecei a gritar .


___ PORQUE TO AQUI ??? 

Me bolia na cama , mas tinha uns negócios enjetado no meu braço me impedido de sair.

Uma enfermeira entra .


___ Calma senhora - ele diz serenamente tentando me acalma 

___ C-c-c-calma porque ? Porque eu tô assim, o que aconteceu ? - comecei a fazer pergunta confusas

___ A senhora desmaior depois que viu o corpo do seu pai . 

___ C...c...Corpo ? O que você quis dizer com isso - digo nervosa 

___ Desculpe te dar mas uma vez essa notícia, seu pai faleu ... Sinto muito 


Minhas lágrimas começaram a descer 


____ Enfermeira porque favor diz que era um sonho, por favor - comecei a sacudir a moça desesperadamente 

____ Eu sinto muito muito . - só isso que ela dizia 


Comecei a chorar , esperneia , pareceia uma criança .


Meu pai não oooooo ... - chorava alto 


Fiquei ali naquele quarto, chorando muito sozinha já era tarde dá noite mas eu não me importava só queria está ali junto do meu pai mesmo com ele morto . Por que meu pai se foi logo agora , me abandou tão cedo e jovem e agora como eu vou viver sem ele pra me protege me dar carinho e me amar como se eu fosse a garotinha dele . Quado mas eu pensava nisso mas as lágrimas corria sobre meu rosto


___ Senhora ? - médico me chama me tirando dos meus pensamentos eu me viro e olho pra ele ___ Desculpe mas a senhora não pode ficar aqui , é melhor ir pra casa descansar e avisar aos parentes do acontecendo 

___ Não quero, quero fica aqui meu pai ele precisa de mim - digo com voz manhosa 

___ Não senhora, infelizme aqui a senhora não pode fazer nada , eu já chamei um táxi e ele já está lá fora pra te levar pra sua casa, amanhã você volta eu abaixo a cabeça triste .


O médico me leva até o táxi porque eu não conseguia andar sozinha .



[ ... ] 



Despois de muitas tentativas pra falar com Kookie, ele finalmente me respondeu , e o estranho disso tudo que ele me disse que Yoonar fugiu, foi embora sem falar nada pra ele o mas estranho é que aqui ela ainda não apareceu, no quarto dela ela não está e já é bem tarde pra uma garota está na rua __ "  não que eu esteja preocupado com ela " .  Eu queria liga pra ela mas não sou louco a me atrever a isso então é melhor esperar.


Cheguei em casa, zonza  ainda chorando muito, bastante abalada que nem sabia pra onde eu estava indo só sei que fui parar na cozinha que por sinal estava escura me sentei no chão atrás do balcão e continuei meu choro baixo ali, pois não queria acordar Ninguém e não queria que ninguém me visse .


Baekhyun se levantou olhou no relógio e já era 2 dá manhã , passou pelo quarto de yonnar e ela não estava .  " Essa garota e uma sem classe , teve tá bêbada jogada por aí " o pior que não posso ir atrás porque não sei onde ela está " ___ vou descer e bebe uma água - boceja enquanto desce as escadas sem fazer barulho , chega na cozinha sem ligar a luz abre a geladeira pega uma garrafinha e bebe a água no gole só, fecha a geladeira e apagar a luz e quando tá pra sair dá cozinha ele escolta um ruido de choro baixo logo ele para.


 " Perai tem alguém chorando por aqui "  ele pensa e vai procurar dá onde vem o tal choro, ele religa a luz e avista Yoona sentada no chão toda encolhidinha com a cabeça entre os joelhos. Ele logo corre até a garota e se agacha 


____ Yoonar ... O que aconteceu com você, porque tá chorando


Derrepente ela começa a murmura baixo, em meio ao choro .  " Meu pai morreu... Meu pai morreu ...  meu pai morreu .... Assim ela repita sem parar deixando o ruivo pasmo com a pesima notícia ....



Continua....?


Notas Finais


Desculpe os erros , sejam bonzinhos 😊😊😊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...