História EXO- CSI.Investigação Criminal - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias CSI: Crime Scene Investigation, EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Personagens Originais, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Exo
Visualizações 13
Palavras 1.180
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Mistério, Policial, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Cap 1


Fanfic / Fanfiction EXO- CSI.Investigação Criminal - Capítulo 2 - Cap 1

Pov-SuHo 

   Cheguei no laboratório pra mais um dia de trabalho más tinha só um problema, eu estava atrasado.

Chen: Olha só quem nos deu a honra de sua presença.

Eu: Haha a cada dia você fica mais engraçado.

Ele riu e me entregou o copo de café.

Eu: Compro pra mim?

Ele concordou rindo.

Yoo Jae-Suk- SUHO

Olhei pra ele.

Yoo Jae-Suk: Na minha sala. AGORA.

Sorri concordando e ele entrou na sala dele. Olhei pro Chen.

Chen: Vai logo pra lá.

Bebi o café de uma vez e entreguei pra ele.

Eu: É por isso que eu te amo.

Pisquei pra ele e fui na direção a sala do supervisor. Ouvi a risada do Chen e logo depois ele grita.

Chen: Eu não sei porque você casou com a Sun-hee.

Ri me virei pra ele.

Eu: Pelo mesmo motivo que você casou com a Sun-Mi.

Voltei pro meu caminho e bati na porta assim que cheguei ao meu destino.

Yoo Jae-Suk: Entra.

Eu: Queria me ver?

Yoo Jae-Suk: Chegou atrasado.

Eu: Eu sei.desculpa, tive que levar Hyun-Su pra creche.

Ele respirou fundo.

Yoo Jae-Suk: Tudo bem, se foi por isso, vou deixar passa.

Concordei e virei com a intenção de sair da sala.

Yoo Jae-Suk: Tenho um caso pra você.

Respirei fundo e me virei pra ele de novo.

Eu: Ok, manda.

Yoo Jae-Suk: Uma mulher foi encontrada morta em uma loja de roupa no shopping.

Eu: Então tem testemunhas, certo?

Yoo Jae-Suk: Bom um homem chamado Min Bon-Hwa denunciou o crime. Converse com ele quem sabe consegue algo.

Eu: Ok.

Fui em direção a porta.

Yoo Jae-Suk: Espera...

Ele só podia ta de brincadeira comigo, me virei pra ele de novo.

Yoo Jae-Suk: Entrou um estagiário novo no laboratório. Quero que seja responsável por ele.

Eu: E porque eu?

Yoo Jae-Suk: Você é oque tem mais paciência para isso. Sem conta que os outros ja negaram.

Eu vou matar eles.

Yoo Jae-Suk: Leve ele pro caso.

Eu: Não tenho escolha mesmo. Agora será que eu posso...

Apontei pra porta e ele me olhou confuso por um tempo até finalmente entender.

Yoo Jae-Suk: Aaa claro...pode ir.

Sai da sala e fui pra sala que os outros e eu se reunia, assim que entrei vi um cara lá.

Eu: Você é o estagiário? 

Ele me olhou.

??: Isso, me chamo Lee Sang-Hun.

Ele estendeu a mão e eu apertei. Ele era estranho.

Eu: Eu sou  Kim Junmyeon, mas todos aqui me chamam de SuHo. Vou orientar você por aqui.

Sang-Hun: Ok. Por onde começamos? 

Eu: Pega suas coisas, e me espera na entrada do laboratório.

Sang-Hun: Porquê?

Eu: Parabéns. Você vai pro seu primeiro caso.

Sai da sala deixando ele lá e fui atrás do Baekhyun. O encontrei nos corredores conversando com o Kai.

Eu: Beleza um trabalho a menos.

Eles me olharam.

Eu: Vocês dois vem comigo, temos um caso.

Me virei indo em direção ao estacionamento.

Kai: Temos escolha?

Sem olhar pra eles sorri e respondi.

Eu: Não!

*minutos depois já no shopping*

Sai do carro sendo seguido pelo estagiário, e logo um carro parou logo atrás de onde saíu kai e Baekhyun.

Baekhyun: Legal, compras...precisava mesmo comprar um presente pra Mi-Cha

Kai: Aprontou alguma?

Baekhyun: Eu pareço o tipo que apronta alguma?

Eu: Esqueceu o aniversário de casamento? 

Baekhyun: Você é bom.

Ri disso.

Kai: Virou baba.

Olhei pro estagiário que estava olhando tudo de jeito estranho.

Baekhyun: ele é estranho.

Eu: também achei.

??: ainda bem que chegaram, ta difícil manter os curiosos longe da cena do crime sabia?

Baekhyun: Não reclama Lay esse é o seu trabalho meu amigo.

Eu: Nos leve até a cena do crime.

Ele concordou e entramos no Shopping depois de passar por alguns policiais que impediam outras pessoas de entrar. Ouvi alguém me chamar e quando olhei pra trás o estagiário estava sendo impedido pelo segurança.

Baekhyun: Cadê a identificação dele?

Lay: Conhecem?

Eu: É o estagiário novo. 

Lay fez um sinal pro segurança e ele entrou, peguei uma identificação de testemunha que eu tinha e dei pra ele.

Eu: Primeira lição, nunca esqueça sua identificação.

Ele concordou. Fomos em direção a cena do crime. Assim que entramos na loja vimos o corpo da vítima no chão todo amarrado.

Eu: Ok temos muito trabalho a fazer, Kai conversa com o Min Bon-Hwa, veja se ele sabe de algo. Baekhyun você me ajuda com o corpo.

Ele concordou.

Sang-Hun: E eu?

Eu: Você observa.

Baekhyun e eu colocamos as luvas e fomos até o corpo cortando as cordas.

Baekhyun: Como uma mulher morre desse jeito em uma loja que mal estava aberta.

Eu: A não ser que ela tenha morrido aqui.

Baekhyun: Ainda sim é estranho. O guarda ouviria algo certo?

Eu: Não sei 

Assim que tiramos as cordas reparei em uma marquinha no pescoço.

Baekhyun: Ei...tudo bem?

Concordei.

Eu: Lay.

Ele me olhou.

Eu: pode chamar o pessoal pra tirar o corpo daqui e levar pra autópsia.

Ele concordou e minutos depois estavam levando o corpo. 

Pov-Kai

Um dos policiais que trabalhavam pro Lay me levou ate Min Bon-Hwa. O policial apontou quem era e eu me aproximei.

Eu: bom dia Sr.Min.

Ele me olhou.

Eu: Sou Kim Jongin, sou uma das pessoas que vieram resolver o caso. Pode me dizer oque sabe?

Bon-Hwa: eu estava limpando a loja pela manhã, e encontrei o corpo dela, no começo achei que fosse só mais um manequim que ela estaria jogando fora.

Eu: porque ela estaria jogando fora?

Bon-Hwa: ela era dona da loja.

Ele estendeu uma bolsa na minha direção.

Bon-Hwa: era dela. 

Coloquei a luva e peguei a bolsa vendo se tinha algo por dentro. Achei a carteira dela e logo tratei de ver a identidade.

Eu: você trabalhava pra ela?

Concordou. Era estranho ele estar tão calmo.

Eu: Então me diga Sr.Min, como pode estar tão calmo com a morte da sua patroa?

Bon-Hwa: Só não estou surpreso, nada demais. Como era dona da loja ela esnobava muita gente, não me admira alguém ter acabado com ela.

Ele comcerteza era um suspeito. Ele que antes estava calmo e tranquilo, ficou um pouco inquieto.

Eu: algo a mais que eu deveria saber?

Ele pareceu pensar.

Bon-Hwa: bom, antes de eu...encontra ela morta eu vi ela com outra pessoa. Mas não sei dizer a aparência.

Eu: ok obrigado, por enquanto é só.

Ele saiu e eu fui ate o pessoal.

SuHo: Acho que achei o celular da vítima.

Eu: Lee Min-Cha 

Eles me olharam e eu mostrei a identidade dela.

Baekhyun: onde achou isso? 

Eu: com o Min Bon-Hwa o empregado. E ela...

Levantei a identidade.

Eu: a patroa.

Baekhyun: Então oque você disse faz sentido.

Ele disse olhando pro SuHo.

Ele estava abaixado com o celular na mão. Ele ligou o celular e riu. 

SuHo: pensa rápido.

Ele jogou pra mim o celular. Liguei e vi que pedia a senha.

SuHo: por enquanto vamos voltar pro laboratório, quero saber o laudo da autópsia. Kai?

Olhei pra ele.

SuHo: qualquer coisa.que achar me avisa.

Saímos de la voltando pro laboratório.

CONTINUO??



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...