História EXO in Wonderland - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Chanbaek, Exo, Exo In Wonderland, Hunhan, Kaisoo, Sulay, Wonderland, Xiuchen
Visualizações 28
Palavras 2.313
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eu demorei atualizar? Demorei confesso mas n me taquem pedra

O "#" é as memórias do Sehun

Capítulo 4 - He Will Kill Me


一 Baekhyun? Já ouvi isso sair da boca da rainha... ou será impressão? 一Franze o cenho e coloca o dedo indicador no queixo, mostrando-se confuso e pensativo.

一 D-Deve ser coisa da sua cabeça 一 Droga por que tinha que gaguejar.

一 Sim! 一 Sorri

一 Acho... melhor eu entrar. 一 Não queria ficar lá com aquele dragão, ou se preferir Chanyeol, Baekhyun estava com medo? Claro, era quem iria matar ele no futuro. Mesmo Chanyeol sendo encantador, os olhos grandes delineados, os cabelos tingidos da cor cinza, os lábios cheinhos, as orelhas grandes, e mais outros detalhes que eram de tirar o fôlego do menor.

一 Não gostou da minha companhia? Se quiser posso ir embora.

一 Não é isso...

一 O que é então?

一 Estou com sono

一 Seus olhos não mostram isso. 一 Não mostravam mesmo, Baekhyun numa escala de 0 a 10 a sua vontade de dormir era 0.

O silêncio havia se instalado sobre os dois, Baekhyun não sabia o que responder, e se falasse a tal verdade que era si teria que matar Chanyeol, Chanyeol poderia matá-lo ali mesmo sem esforço algum, apenas se transformando em um dragão, ou até mesmo em sua forma humana pois Chanyeol parecia ser forte o bastante em apenas um soco e a vítima já estiver no chão, sangrando.

一 Que horas são? 一 Baekhyun quebra o silêncio

一 5:30, quando eu sai do castelo 一 Olha nos olhos do menor

一 Preciso ir, antes que eles acordem 一 Baekhyun vai em direção a porta com a intenção de deixar Chanyeol nem dizer adeus. Pra Baekhyun, o quanto mais rápido sair dali, melhor.

一 Espere! 一 Segura seu pulso quando toca na maçaneta da porta 一 Podemos ser amigos, certo? 一 Os olhos de Chanyeol brilhavam, aquilo era adorável.

一 S-Sim... Mesmo que nunca mais nos veremos 一 Fala a última parte mais pra si em um sussurro mas por seu azar, Chanyeol havia escutado.

一 Claro que nos veremos mais! Somos amigos! 一 Sorri, Chanyeol estava se achando um completo idiota por ser tão doce com um garoto que acabou de conhecer. Idiota demais.

一 Tenho que ir, até mais 一 Baekhyun sorri falso, ele queria ficar longe do perigo e droga, o próprio perigo parecia tão inocente, Chanyeol poderia enganar todos, exceto Baekhyun. Ao menos isso ele achava.

一 Até mais! 一 Acena sorrindo, e logo desmancha o sorriso depois que a porta foi fechada.

Chanyeol tinha achado Baekhyun bonito, admitia. E por um momento o peito de Chanyeol sobia e descia avisando que seu coração estava acelerado, e isso havia acontecido por que ele tinha olhado nos olhos de Baekhyun, os olhos eram castanhos claros, era interessante olhar naqueles íris oculares.

Chanyeol transforma-se em um dragão, estica suas grandes asas e voa até o castelo, ele não iria contar pra ninguém que encontrou um humano, ele iria manter segredo sobre isso.



Baekhyun entra em casa e senta no sofá, e é ali que a ficha cai.

Será que ele conseguirá matar o dragão?

Essa pergunta martelava em sua cabeça, Baekhyun não teria coragem de fazer isso, ao menos que se irrite o bastante com o gigante... Baekhyun ficava fora de si quando estava com raiva, ele não pensava nas consequências apenas que queria se vingar.

Baekhyun sai de seus pensamentos com o barulho de uma porta de fechando

" Uou, já está acordado? " 一 Era Junmyeon.

" Perdi o sono " 一 Cruzou os braços em cima da mesa e colocou sua cabeça em cima.

" Porque ? " 一 Junmyeon pega uma embalagem de café e pães que estavam no ármario, começando a fazer o café da manhã.

" A festa da rainha, o som estava muito alto "

" Entendo, eu tinha acordado e, não sei se é uma ilusão minhas mas... você estava conversando com alguém? " 一 Coloca os pães torrados prontos em cima da mesa

" Não, eu estava na fora, isso 'tá certo. Mas eu estava sozinho " 一 Baekhyun rezou pra não gaguejar e esse foi concedido.

" Deve ser eu alucinando mesmo... Pode chamar os outros pra tomarem café? 一 Termina de colocar o café, e mais algumas frutas.

Baekhyun se levanta da cadeira, caminha até o quarto e acorda os meninos, eles estavam todos com seus rostos inchados, era engraçado tinha que admitir.



" Voltou tarde, com quem estava e onde estava? " 一 A rainha interrogava, Chanyeol se sentia um homem que seria logo colocado atrás das grades por causa das tantas perguntas.

" Voltei, com ninguém. No bosque das fadas " 一 Mentiu, por sorte não guaguejou.


" Irei acreditar, e aceitar o fato de ter vido tarde por não sair daquele quarto imundo por anos " 一 Se ajeita no trono

" Então rainha, deseja que eu faça algo? " 一 Chanyeol não queria voltar lá, ele aceitava até um trabalho chato como cortar a grama em volta do castelo, em vez de voltar pra lá.

" Quero que vigie alguém "

" Quem? Tem alguma coisa dela ou dele ai? " 一 Isso seria legal, Chanyeol até pediria um chapéu e lupas de detetive pra isso, mas era bobeira demais.

" Conhece Oh Sehun? " 一 Se levanta do trono e vai até Chanyeol

" Sim " 一 Claro que ele conhece, já viu o menino quando ainda era inocente 一 o que não era mais, certeza 一 e quando ele ainda era uma parte de gente, tão pequeno...

" Já sabe o que fazer, agora vá. "

Chanyeol sai do castelo vermelho, e voa a caminho até o castelo branco, onde ainda era no mesmo lugar de antes. Estava tudo normal, o mesmo tédio o vento gélido batendo forte contra o seu rosto 一 De manhã no País das Maravilhas sempre é frio, mas depois do meio-dia esquenta 一 Chanyeol olhava pra baixo, e quando olhou, viu vários pontinhos indo em direção ao castelo branco, ele voava alto, então voou um pouco mais baixo, até ver a silhueta de sete garotos mas desses apenas conhecia Baekhyun, Junmyeon, e Lay, Junmyeon e Lay trabalhavam pra rainha mas não viu ambos dentro do castelo depois que saiu daquele quarto. Será que fizeram alguma coisa errada?

Chanyeol continua o caminho, desta vez subindo mais alto e mais rápido pra não o verem e chegar primeiro no castelo branco, parecia uma competição entre amigos, mas não.



" Aigoo meus pés! " 一 Lay falava essa frase a cada 20 passos que dava, ele massageava o pé mostrando estar doendo

" Estamos quase chegando, só aguente mais um pouco " 一 Junmyeon aponta pro castelo a poucos metros de distância.

" Argh! " 一 Bufa

Não era apenas os pés de Yixing que estavam assim, todos eram do mesmo estado dolorido, e inchado.

O castelo parecia tão perto e ao mesmo tempo tão longe, todos a 一 exceto Baekhyun já que não conhecia Sehun 一 penas queriam poder chegar e receber uma poção de cura.

" Cheguemos, finalmente " 一 Kyungsoo fala quando atravessam o arco grande e branco do castelo

O castelo era muito bonito, ele era rodeado de árvores de cerejeiras rosas, e flores brancas.

" Quanto tempo!! " 一 Baekhyun vê um homem alto, com trajes brancos, os fios de cabelos eram pretos, ele também era bonito.

" Sehun, o tão esperado Baekhyun esta aqui " 一 Minseok olha pra Baekhyun, este que esta olhando pras cerejeiras

" Vamos entrar, depois explico a ele " 一 Começa um trajeto até a porta grande do castelo.

Se o castelo já era lindo por fora, imagine por dentro! Não tinha sequer uma poeira dentro daquele

" Você cuida bem do LuHan, certo? " 一 Jongdae pergunta rindo do rosto corado de Sehun por mencionar o chinês loiro

" Chen, por favor não brinque com isso, não é o momento " 一 Kyungsoo da um tapa fraco no braço de Chen

Baekhyun limpa a garganta, ele se sentia um completo estranho ali 一 ele era.

" Muito bem, é.... Sehun precisa explicar tudo direito a você, sobre matar o dragão e tirar o feitiço da rainha " 一 Baekhyun congela quando ouve a frase "matar o dragão" sair da boca de Suho

" Baekhyun venha " 一 Sehun sobe as escadas e Baekhyun o segue, eles entram em uma sala com estantes cheias de poções e uma mesa enorme.

" Sente-se " 一 Puxa a cadeira pra Baekhyun se sentar, e depois senta numa cadeira de frente pra si.

" Existe um dragão, Junmyeon já deve ter explicado isso, certo? " 一 Baekhyun ascende

" Bom pra matar o dragão, você precisa cortar sua cabeça, um líquido azul saíra, o que é seu sangue, você precisa colocar nesse frasco aqui 一 Entrega um frasco transparente azul 一 eu irei usar o sangue pra desfazer um feitiço que a rainha fez para Kris e Tao, ambos estão dormindo eternamente, mas parecem mais estarem mortos, realmente..." 一 Parecia que alguém estava nos vigiando, mas deve ser apenas impressão mesmo.

" Mas... Se eu apenas fazer um corte nele, e pegar seu sangue. Isso não é o bastante? " 一 Baekhyun não quer matar Chanyeol.

" Chanyeol é o perigo em ser, se apenas fazer um corte ele voltará para matar todos, e só o sangue de sua cabeça tem esse poder forte " 一 Explica

" Ok, mas quando terei que fazer isso? " 一 Quanto mais tarde, melhor. Pensava consigo.

" Quando eles atacarem, ou seja, quando a rainha vermelha quiser "

" Mas, se isso nunca acontecer? " 一 A esperança era a última que morre, sempre.

" Acontecerá, ela me odeia, e não só eu como Junmyeon e Lay. Ela me odeia desde que traí ela, com Luhan. " 一 Cora por lembrar do loiro que fazia tempo que não via, desde que Luhan achou errado trair a rainha. Sehun sentia muita falta dele, e esperava que um dia encontrasse ele denovo e pudessem recomeçar.

A mente de Sehun da um branco, e a memória do dia que quem ele mais amava fugiu de si veio, junto com as lágrimas que quase escorriam por suas bochechas.

# " Luhan, eu te amo tanto.. " 一 Abraçava o loiro enquanto estavam deitados na cama.

" Eu também te amo muito Sehun " 一 Abraçou forte o corpo magro, o calor dos dois corpos eram tão bons. E o abraço se encaixava tão bem que os dois pareciam ser um feito pro outro 一 fato eram.

Os dois tinham adormecido, e Sehun acorda com o barulho da porta sendo aberta, e logo depois revela uma rainha vermelha ds raiva, com os olhos matejados.

" Sehun, o que é isso?!!! " 一 Grita, fazendo Luhan se acordar e arregalar os olhos

Sehun não falou nada, Luhan também nenhuma palavra sequer saiu dos lábios de ambos.

A rainha se encontrava furiosa, tanto que infelizmente acabou mostrando sua raiva no menor. Luhan não tentava nem se defender enquanto ela batia fortemente nele. Sehun puxava ela pra se afastar, mas não dava muito certo, até que um grande barulho foi produzido.

Sehun tinha batido na rainha

Luhan chorava

A rainha gritava de raiva

Sehun e a rainha descutiam

E Luhan? Ele continuava chorando. Luhan era tão inocente...tão...frágil... #

" Tudo bem? " 一 Baekhyun parecia preocupado com o menino que estava com os olhos lagrimejando

" Sim, apenas uma memória ruim, vamos descer " 一 Levanta da cadeira.

Baekhyun segue o rei, que como todos o chamavam, era nomeado Sehun.



Chanyeol ouviu tudo, desde a primeira palavra até a última.

Baekhyun iria o matar.

"Chanyeol é apenas um dragão sem coração" parecia realmente que tinham saído isso da boca do garoto que Chanyeol viu quando era apenas uma criança. Sehun tinha traído a rainha, então deve ser por isso que ela pediu para que o vigiasse. Tao e Kris sofreram um feitiço dela, maldita vadia. Luhan, trabalhava no castelo, e Junmyeon e Lay? Junmyeon também trabalhava, e Lay também, o que aconteceu com ambos pra serem despedidos?

" Droga " 一 Sussura pra si mesmo enquanto volta pro castelo. Chanyeol não pode contar sobre o Baekhyun ter que matá-lo, caso se contasse a morte dele ou de Baekhyun iriam se mostrar cade vez mais perto, mais, e mais até que ela chegaria.



" E aí, alguma notícia boa? " 一 A rainha pergunta a Chanyeol

" Nada " 一 Mente

" Olhe nos meus olhos " 一 Se ele olhasse nos olhos de sua dona, ele poderia falar a verdade, e fazer tudo o que ela quiser. Chanyeol era como um robo, pronto pra fazer tudo o que a rainha quiser.

Chanyeol levanta o olhar e olha pra um ponto perto do seus olhos, dando a impressão que ele realmente estava olhando dentro os olhos.

" Nada " 一 repete

" Muito bem... Luhan está lá? "

" Não " 一 Olha dessa vez pros olhos, aliás isso não era mentira.

" Bem, eu estava pensando... de fazer Sehun me amar novamente. Sem perguntas Chanyeol, apenas me responda " 一 Olha nas unhas decoradas

" Sim rainha, se você quer isso apenas faça " 一 Claro que Sehun não iria amar aquela louca, Sehun nem gosta de mulheres e ela o beijando e fazendo coisas para tentar o deixar excitado não iria mudar o fato que ele quer ela bem longe.

" Muito bem, a "guerra" será adiada " 一 Sorri

" Ela tinha dia? " 一 Chanyeol queria soltar foguetes de felicidade, e comemorar um monte por não ter que virar o rival de Baekhyun.

" Sim, mas deixa quieto, nem usaremos mas a mesma " 一 Sorri mais ainda, nem parece que quer matar todos até só existir ela e seus escravos no País das Maravilhas.


Notas Finais


Até a próxima att q irá demorar ( desvia das pedras )
Talvez demore mesmo, mas vou dar o meu melhor


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...