História EXO Next Time - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Exibições 21
Palavras 1.524
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oii gente, essa fanfic é feita por duas pessoas,espero que gostem dela,nós fizemos com o maior carinho ♥

Capítulo 1 - Onde tudo acontece


Fanfic / Fanfiction EXO Next Time - Capítulo 1 - Onde tudo acontece

Geralmente as pessoas gostam de sextas-feiras, eu Taeyeon gostava até que recebi uma noticia que me fez mudar meus conceitos. Era uma sexta-feira qualquer aqui em Pernambuco, eu ajudava minha tia a organizar as compras quando Jennie, minha melhor amiga, chegou com tudo na cozinha toda animada gritando, parecia que tinha ganhado na loteria.

 –Taeyeon, você não acredita no que eu descobri - ela falou com um sorriso maior que a cara - acabou de sair nesse momento, que um grupo irá vim ao Brasil, isso não é demais?

Claro – respondi não tão animada quanto ela – Você apenas esqueceu de um detalhe – Falei tirando seu sorriso do rosto.

 Qual? – perguntou já triste – Se for o fato de não temos dinheiro e que não moramos em São Paulo, então perdeu o seu tempo.


Eu havia perdido meus pais ainda cedo, a sete anos para ser exata. E minha tia postiça e Yeon eram minha única família.

A um ano ela achou por acaso um noticiário falando sobre o estilo de musicas Sul Coreana e desde então não fala de outra coisa a não ser isso. Mesmo que nós fossemos coreanas, quer dizer, Os pais de Yeon eram todos coreanos, mas meu pai já falecido era coreano e minha mãe brasileira ,haviam se conhecido em um show e foi exatamente em um show que essa história acabou,e eu queria muito ir nesses shows.Só que desde que o pai da minha melhor amiga morreu as coisas andam difíceis por aqui, não somos pobres mas também não somos ricas, moramos em uma antiga propriedade,e ultimamente o mercado de peixes não anda dando lucro graças a crise,e minha tia decidiu abrir um pequeno negócio de agricultura e anda até dando uma renda que ajuda com todas as despesas


 

– É engraçado não é?


 

– O que é engraçado? – perguntei um pouco curiosa.


 

–Nós.A um ano atrás estavamos arrumando as malas e indo em nosso primeiro show juntas e daí aconteceu àquilo – falou baixando o olhar.


 

–O seu pai morreu, eu sei – falei com a voz um pouco triste – ele não era meu pai nem éramos parentes mas vocês cuidaram de mim quando meus pais morreram, e eu sou grata a vocês por isso– E realmente era, eles cuidaram de mim como se eu fosse sua filha.


 

–Eu sei,é que agora estamos aqui atoladas no meio do nada e nossa única saída é passar no ENEM.


 

Ela continuava com a cabeça baixa e algo me dizia que estava chorando, então me aproximei dela e a abracei.


 

Eu era mais alta que ela, tanto que ela parecia com uma criança em meus braços.


 

– Eu queria poder ir nesse show com você –falei dando um beijo no alto da sua cabeça – mas não podemos.


 

Nós havíamos conseguido ingressos em um programa de rádio para o show do Shinee,e quando estávamos nos preparando para o show no dia seguinte, recebemos uma ligação do hospital,corremos até lá e lá estava ele,o pai de Yeon desacordado em cima de uma cama, os médicos disseram que ele chegou lá já desacordado,que uns pescadores haviam trazido ele, mas que não deveríamos nos preocupar porque era só a pressão dele que estava muito alta e

que em breve iríamos poder levá-lo para casa,mas não foi bem assim,no dia seguinte ele teve um ataque cardíaco e morreu,nós ficamos desoladas principalmente minha tia,que parecia tão forte mas que na verdade era muito frágil,e por causa disso não conseguimos ir ao show.


 


 

Então ela me olhou,e pude ver um sorrisinho formar no canto da sua boca.Isso só significava uma coisa ela tinha uma idéia.


 

–Mas você pode, esqueceu que seus pais...... –não a deixei terminar.


 


 

–NÃO. Eu sei no que você está pensando e a resposta é não.


 

–mas é só um pouco você nem sentirá falta.


 

– a resposta ainda é não – eu já estava perdendo a paciência.


 

–Você é muito chata sabia – então ela subiu para o quarto batendo a porta


 

Quando meus pais morreram deixaram uma pequena fortuna para mim depois do acidente,e eu decidi guardar para poder usar para eu poder pagar minha faculdade, meus tios concordaram com a decisão,disseram que era uma atitude sensata a se tomar.


 

E agora ela simplesmente queria que eu  gastasse tudo com um show bobo

Eu não iria fazer isso.

 

 

 

************************************************************

 

Eu estava em frente à uma casa branca com dois andares e um pequeno jardim na frente cheio peônias, lírios e margaridas, ao lado havia uma árvore enorme cheia de pequenas flores delicadas, reconheci imediatamente, era uma cerejeira, e ao lado de lá estava ela,minha mãe, sentada em uma cadeira de dentro de casa,no segundo andar estava meu pai tocando piano,era uma música doce e suave,eu não sabia a música mas,que ela era linda disso eu tinha certeza,me aproximei da minha mãe e me sentei ao lado dela a observando,ela estava muito linda como sempre,seus cabelos estavam presos em uma trança,ela também usava um vestido de seda rosa claro, seus pés estavam descalços,pois eu sabia como ela adorava aquilo, estava tudo tão perfeito então tudo mudou, eu estava agora em um carro, no banco do passageiro e meus pais logo a frente,eles discutiam sobre algo então meu pai virou para mim e murmurou

— A culpa é sua.

 

 Então o carro batia e Derrapava  — NÃAOO. 

  

 Eram 3 da manha, aquele pesadelo vivia me atormentando,eu sempre sonhava com aquela mesma casa e com a mesma cena no carro,era tudo sempre tão igual e ao mesmo tempo tão estranho e diferente,as vezes outra coisa aparecia no meio dos meus pesadelos,um menino de aproximadamente uns 6 anos ele chorava,então me olhava e suas lagrimas cessavam,e então ele dava outra olhada para trás depois de passar por mim me dava um sorriso,e então sumia,nunca soube os significados dos meus pesadelos,mas de uma coisa eu sabia,tinha algo haver com o meu passado. Me levantei da cama e caminhei até o pequeno banheiro que havia em meu quarto,lavei meu rosto e fiquei as alguns minutos olhando para o meu reflexo,eu pensei um pouco e,provavelmente,eu não conseguiria dormir novamente, e uma parte minha queria ir até o quarto de Yeon. Pois quando eu comecei com os pesadelos eu ia até o quarto dela e ficávamos conversando, até que surpreendentemente eu caia no sono, mas eu não podia fazer isso,ela ainda deveria estar com raiva de mim então decidi ir na cozinha, abri a porta do quarto com cuidado e desci as escadas com mais cuidado ainda para não acordar ninguém,fui até a geladeira e me servi de um copo de água,eu achava que estava sozinha até olhar para o lado e ver que Yeon estava sentada a mesa com um copo de leite pela a metade em sua mão.

 

— Também não consegue dormir?- perguntou ela. — Eu apenas balancei a cabeça confirmando. - Deixa eu adivinhar, pesadelos de novo?

 

–É

 

—  Por que você está falando desse jeito comigo? Você deve estar pensando que eu estou com raiva de você,mas quer saber,eu não estou- falou abaixando um pouco a cabeça.      

 

—  Ei o que você tem?Lembre-se que você tem aula amanha  

 

—  Eu sei,mas eu preciso mesmo ir amanha?

 

—Claro por que não iria?

 

Tinha algo muito estranho nela, de todas nós ela era a mais esforçada nos estudos e ultimamente ela simplesmente não queria ir para a escola .

 

— Tem algo acontecendo na sua escola?algo importante que você não me contou?

 

 Ela então me olhou e pareceu pensar um pouco, como se pensasse no que responder ,então simplesmente soltou um '' Não,eu não tenho nada pra contar.'' E foi embora de volta para o quarto.

 

Ela me escondia algo e eu iria descobrir o que era.Não demorou muito pra isso acontecer.No dia seguinte minha tia pediu que eu fosse com o seu carro ao banco e quando cheguei lá a fila estava imensa, tive que ficar quase uma hora na fila e quando finalmente saí do banco olhei no relógio, faltava 45min para Yeon sair da escola e eu planejava fazer uma surpresa, no caminho parei e comprei um pouco de doce de banana,porque eu sabia que ela adorava.Cheguei faltando cinco minutos e fiquei esperando ela sair. As portas em fim foram abertas e os alunos saíram em disparada para fora dos portões, então eu há vi,ela ia na direção oposta,eu estava quase saindo do carro e indo até ela,mas algo me conteve,duas meninas se aproximaram,achei que fossem alguma amiga de classe mas logo percebi que não,quando elas começaram a fazer brincadeiras com ela,brincadeiras muito de mal gosto por sinal.

 

 —Olha quem encontramos a olhinho puxado— e ambas começaram a rirem.

 

—Você devia fazer um regime está muito gorda e feia.

 

Eu vi que Yeon fingia não ligar,mas ela ligava e muito,podia ler sua mente, mesmo que seu rosto não mostrasse nenhuma reação ela sofria isso todos os dias sem reclamar.Eu fiquei paralisada,eu tirei o cinto de segurança e saí do carro pronta pra dar boom shakalaka na cara daquelas vadias,isso explicava quando as vezes chegava em casa chorando ou triste,ela fazia com que eu acreditasse que tinha algo haver com um integrante de algum grupo,mas agora eu podia entender.Mas quando eu olhei para onde elas estavam não havia mais ninguém lá,elas haviam sumido.

 

 


Notas Finais


Obrigada por lerem,postaremos o próximo capítulo em breve.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...