História Expelled from Hel - Capítulo 1


Escrita por: ~

Exibições 12
Palavras 1.286
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Hentai, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Não tenho experiência em escrever, tá.

Capítulo 1 - A garota nova é tão bonita!


Todas estavam falando sobre ela, a nova garota do colégio. Ela havia vindo fazer sua matrícula, junta dos pais, mas sua beleza foi o centro da atenção de todos. Seus longos cabelos loiros voavam pelo ar enquanto ela atravessava a rua principal da escola, linda e com sua cara de ingênua, a garota nova começará a estudar conosco segunda-feira, daqui a dois dias. Não me incomodo com estudantes novas, apenas não quero me socializar com elas, porém há uma cama vazia no meu dormitório e não quero que ela durma comigo. Por nenhum motivo especial, só não gosto muito de gente.

Meu nome é Molly, tenho dezesseis anos e estudo no colégio interno de São Francisco, apesar de não ser tão famoso. Faz dois anos que vim para cá e tenho apenas duas amigas do meu dormitório, Jasmine e Grace, são as melhores pessoas que já conheci.

Minha sala é composta pelo típico grupo de vadias da escola: Bettany, Britney, Stephanie e Mackenzie. As que organizam festas famosas e praticam bullying. Existem também as meninas legais como Chelsea, Millie e Laura. Assim como todo lugar não pode faltar os mais gatos, bonitos só de aparência, como Phil e Scott.

O motivo de eu vir para cá, não sei. Talvez eu deva ter achado o uniforme daqui bonitinho. Camisa de marinheiro, saia rosa e uma meia calça até a metade da coxa azul maravilhosa. Sem falar que nossa camisa tem um laço rosa muito fofo.

Terminando minha linda apresentação da vida, vamos voltar a falar da nova garota. Ao andar pelo corredor da escola no intervalo podia-se perceber que o assunto era apenas ela, comentários das garotas legais como “Ela parece ser uma ótima aluna”, comentários das vadias “Aquele cabelo dela está meio ultrapassado, né?!” e dos gatos só de aparência “Ela parece ser tímida mas deve ser uma máquina de foder”. Todos não estavam nem perto da resposta certa.

[Domingo 8:12a.m, um dia até a nova garota chegar]

-Por que temos que acordar tão cedo no domingo? – perguntou Jasmine, bocejando logo depois. – Quero dormir mais um pouco.

-Por favor, Jasmine, só hoje! – respondi. – quero o hambúrguer da lanchonete e você sabe que acaba rápido.

-E eu tenho que ir junto?

-A senhora não quer um hambúrguer?

-Eu quero, mas mesmo assim...

-Se não quiser vir comigo pode voltar a dormir, vaca.

-Até mais Molly! – Jasmine deitou-se novamente na cama. Grace dormia como um anjo mesmo durante nossa conversa.

A nossa escola era realmente grande, me lembra escolas típicas japonesas, com corredores grandes e uma lanchonete enorme. Durante minha caminhada até o refeitório decidi ir ao banheiro, meu espírito feminino dizia que tinha batom no meu dente.

Segundos antes de eu abrir a porta, notei que o grupo de garotas mais odiado por mim estava lá, tendo sua pequena reunião. Elas sempre discutem coisas inútem como quando o Troye está lindo ou a Stacy veio com um brinco fora de moda, mas o assunto daquela hora era diferente. Elas estavam conversando sobre como arruinar a chegada da nova aluna. De acordo com Bettany, ela ouviu boatos de que Ethan estaria interessado na nova aluna. E quando o assunto é o Ethan, Bettany tem um ataque de ciúmes. Encostei meu ouvido mais perto da porta e comecei a ouvir atentamente.

-Os ovos já estão no sol, Steph? – Bettany perguntava para Stephanie.

-Os coloquei antes de vir para cá.

-Perfeito. Meninas, vamos dar nossa maravilhosa recepção para essa nova vagabunda.

Todas deram risadas.

Como elas podem ser tão cruéis com alguém que nunca fez nada para elas, nem ao menos as conhece? Eu não podia impedir o que estava para acontecer. Talvez. Mas seu eu o fizesse, poderia ser o novo alvo dessas garotas.

[Domingo 4:03p.m Biblioteca principal da escola]

-Por que temos que estudar duas semanas antes das provas? Devíamos sair ou fazer coisas legais! – Grace dizia. Como posso dizer, ela é a mais “burra” entre eu e Jasmine, em termos de média escolar.

-Quanto você tirou no último teste de matemática, Grace?

-Não lembro... – Claro que era mentira. – Jasmine, diga alguma coisa pra me defender!

-Grace você devia estudar mais – Jasmine ajudou.

-Aaah, vocês duas são muito sem graça. Estão sabendo do babado da aluna nova?

-Que babado? – perguntei, esperando ser algo tramado pelas vadias do banheiro.

-Estão dizendo por aí que ela não ficou nem trinta minutos no colégio e flertou com o namorado da Bettany. – Grace falou, toda animada.

-Que absurdo... Aquelas vacas as vezes passam dos limites quando o assunto é fofoca. Preciso contar pra vocês o que ouvi no banheiro.

Expliquei o motivo disso tudo e elas compreenderam a situação.

-Vamos bolar algo para matar o grupo maléfico da escola! – Jasmine sempre foi viciada em desenhos de heroínas e jogos e adora criar frases de efeito. Talvez isso que a deixe divertida.

-Hahaha... – rimos.

[Segunda-feira 8:30a.m Sala de aula]

A professora entrou na sala e todos os alunos se sentaram. A atenção foi toda direcionada para a porta quando a professora disse:

-Hoje temos uma aluna muito especial transferida, por favor a receba de uma forma carinhosa.

As garotas malvadas da sala se olharam e estavam de cara poderosa e feia. A garota entrou pela porta e ela era realmente linda, seus cabelos, suas pernas e seus seios eram bem volumosos.

-Por favor se apresente. – disse a professora.

-O-olá... – ela era realmente tímida – meu nome é Hel e vou estudar com vocês a partir de hoje, por favor, me recebam bem.

Foi um pouco de choque o nome dela, Hel se pronuncia igual hell, o que significa inferno em inglês. As garotas legais da sala estavam encantadas com a aluna nova, o olhar dos homens estava travado em suas coxas e as garotas a olhando de cima a baixo com olhar de desprezo. Hel foi em direção a mim e comecei a ficar um pouco incomodada.

-Posso sentar aqui? – O tom suave de sua voz me encantou, ela pedia para sentar atrás de mim, isso daria algum problema no futuro.

-Pode sim, está vazio.

-Obrigada. – desta vez as vadias olhavam de cara feia para mim e para ela.

A aula começou e as descadaras não tiravam o olhar da gente.

-Com licença, você pode me emprestar um lápis? – A garota nova era surpreendentemente simpática, meu vacômetro não estava apitando.

-Posso sim. – respondi.

-Desculpe incomodar, é meu primeiro dia de aula e já estou me esquecendo do material...

-Tudo bem, hahaha, não é problema para mim.

O olhar daquelas meninas estava piorando, até que a aula acabou. E Hel me pediu ajuda para mostra-la a escola e seu dormitório. Eu acho que fiz uma nova amiga, será que eu vou ficar famosa com uma amizade dessas? Seu dormitório era o mesmo que o meu, talvez eu não tenha ficado tão triste como eu pensava.

Eram mais ou menos seis horas da tarde e estava começando a escurecer, queria lhe mostrar o campo de futebol ainda, até que as garotas maléficas a chamaram. Eu sabia o que iria acontecer ali. Ela seria menosprezada e humilhada, eu devia fazer algo a respeito.

Hel foi até elas e Britney a jogou no chão e Mackenzie a segurou. O clima estava mais pesado do que o imaginado. Bettany pegou dois ovos e mirou na cara de Hel, ela estava muito assustada. Ela jogou.

Não vi nada, apenas me senti melecada e imunda. Eu havia me jogado na frente de Hel, mesmo não percebendo, eu estava ali, com dois ovos na minha cara, a gema praticamente entrando na minha boca. O que eu havia feito foi bom ou ruim? A minha vida colegial de vadia podia estar apenas começando. Pelo menos a saia rosa continuava sendo bonita e quadriculada.


Notas Finais


se gostou, obrigada


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...