História Experience - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Drama, Lesbian, Revelaçoes, Romance, Triângulo Amoro, Universidade, Yuri
Exibições 2
Palavras 915
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - 2- Boas Novas


9:35

Lá estávamos nós todos reunidos no ginásio ajudando a professora a guardar toda a decoração que havia chegado para o baile de formatura da turma. Eu nem pretendo ir a essa festa, mas eu confirmei com a Natalie só pra ela não ficar boladona comigo. Como negar se ela me olhou daquele jeitinho? Aquele olhar de cão abandonado e logo em seguida um sorriso pelo sim dito. Não dá pra competir.

Estava super cansada de subir e descer escadas o dia todo, então me sentei na arquibancada pra descansar e observar a galera. Era interessante ficar ali, pensem comigo: todos aqueles mundos distintos juntos, é algo que você só encontra faltando um mês pro baile de formatura!

Todos unidos em prol de um mesmo objetivo: ir a festa e arrasar, virar notícia, e quem não quer ter o rosto no jornal da escola? Os nerds sendo escravizados pelos jogadores em busca de popularidade e as dondocas fingindo costume pra ganhar votos no famoso "Rei e Rainha do terceirão". Eu mereço.

Gregor e Talita eram os mais favoráveis a receber a coroa. Ele o capitão do Olímpia Sport Club, conhecido por possuir algumas das maiores notas em química. Ela, bem... só mais um rosto bonito para o Kings Book. O Kings Book é o livro em que todos queriam estar, nele ficam as fotos anuais dos "reis e rainhas" do terceiro ano. Eles colocam sua foto, seu nome, o ano em que foi realizado o baile e uma frase qualquer que você preferir com, no máximo, três linhas, depois o livro fica aberto na biblioteca por dois dias pra quem quiser deixar uma mensagem sobre a dupla que venceu e aí eles recolhem e guardam na sala de troféus. O registro mais antigo é do ano de 1972, ano em que minha mãe nasceu, inclusive ela foi a rainha do ano de 89, a frase que ela deixou foi a seguinte:

"Dedicado à Daniele Sabino, n° 8 do livro de presença da turma do terceiro ano de 89".

A garota a qual a foto da minha mãe com a coroa foi dedicada era a melhor amiga dela, seu sonho era ter sua foto no livro antes de ir para a faculdade mas ela descobriu um tumor nos ossos e faleceu um mês antes do baile. Minha mãe não foi a festa mas seu nome tinha sido indicado e ela venceu. Quase nunca falamos sobre isso, nossa casa tem fotos da Dani espalhadas por todo lado. A coroa foi deixada com a família da garota logo depois da foto. Elas eram como irmãs.

13:45

- Oi, alô?

- Oi, a anne está?

- Sim, claro. Vou passar a ligação.

- Obrigada!

...

-Anne? Cara eu achei algo muito legal, vem aqui em casa que te mostro. Mas tem que ser rápido, não me aguento!

- Oi? Que? Ta bom, eu passo aí.

Nat me ligou eufórica querendo me ver e eu saí imediatamente pra saber o que ela tanto queria comigo.

- Mãe, tô saindo tá? Fui!

Bati na porta e ela apareceu na janela fazendo gesto com a mão para eu entrar.

- O que houve?

- Olha isso! Meu pai achou um anúncio no Facebook de uma casa para alugar em Lajeado, ela fica nessa rua -apontou pro google maps- e é razoavelmente perto da universidade. Dá pra ir a pé se quiser! NÃO É ÓTIMO?!

- Ai, sério? Me mostra agora!

- Ela tem 2 quartos, não é muito grande mas tem até piscina nos fundos e olha, é bem baratinha.

- Parece agradável, vamos poder vê-la?

- Sim!! O papai entrou em contato com a dona e ela disse que a casa sempre fica pra alugar e se a gente quiser ela estará lá essa semana pra mostrar pra gente!

- Nossa, então eu vou falar com a minha mãe!

- Tem um problema, a casa estará livre nessas férias mas como é por temporada ela não poderia deixar que ficássemos até o final do ano. Maaaas... meus pais conversaram muito com ela esses dias e ela abriu uma exceção. Vamos ficar até dezembro e por isso ela vai cobrar um pouco a mais, depois disso teremos que encontrar outra casa pra ficarmos.

- Ah, não vejo problema nenhum, o preço é bom, fica próximo da facul e parece comportar nós duas muito bem. Só resta saber se minha mãe vai gostar da ideia. Vou ligar pra ela.

- Tudo bem, ai nossa, estou muito feliz e nervosa ao mesmo tempo. Nunca fiquei mais que 3 dias fora e agora a gente vai MORAR em outra cidade!!

- Alô, mãe? Boas novas! Vem aqui rapidinho na casa da D. Clô?

Não acredito que conseguimos! Minha mãe e os pais da Nat conversaram até chegar a um acordo. Minha mãe paga uma metade e eles pagariam a outra. Viveremos de mesada pra nos manter vivas. Tudo resolvido. Provavelmente até o final do ano que vem eu consigo um trabalho, não há muitas oportunidades pra quem ainda não fez 18, então só me resta esperar.

Marcamos um sábado para ir até a capital conferir a casa. Lajeado fica a uma hora e meia da nossa cidade, não temos universidades aqui, por isso tivemos que escolher a capital, por ser próxima e por ser a melhor em educação.

- Se estiver tudo ok, podemos nos mudar ainda esse mês! - gritou Nat

Fiquei apavorada com a ideia de estar indo morar longe da minha família. A ficha ainda não havia caído.


Notas Finais


Sua opinião é parte importante desta obra!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...