História Extraordinarios - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 1
Palavras 1.412
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Super Power
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Gente deixem comentarios... ate agr n recebi nenhum ;(
Espero q estejam gostando... ^.^

Capítulo 5 - Capítulo 5


Depois que descutiram a fuga Lena ficou matando seu tempo criando faíscas de luz enquanto os outros falavam

- Voce e George ja se conheciam ? - perguntou Tyler

- Sabe é uma historia engracada - ele olhou para ela sorrindo, e ela o retribuiu cum um olhar sarcasticamente fuzilante - Eu fui capturado outra vez Heather me disse toda essa historia, então quando fugimos eu decidi que nao queria mais isso, então eu fui para outro caminho sem que eles percebessem. Mas acabei aqui de novo. Mas desta vez eu quero ir para a Vila. Minha vida interessante ja acabou

- Ah, então ja se arrependeu ? - questionou ela novamente com um olhar sarcastico

- Já, obrigado por lembrar alias

Ela revirou os olhos. Então alguns minutos se passaram em completo silencio. Quando a carroça freiou com tudo fazendo Lena ser arrastada e meio "jogada" para cima de Tyler, então ela imediatamente tentou sair de cima dele dando um sorriso vergonhoso

- Desculpa... - ela sussurrou. Percebendo o quente subindo a suas bochechas.

- Tudo bem... - sussurrou ele de volta.

Klaus olhou aquilo observando os minimos detalhes e percebeu que ia acontecer alguma coisa entre o rapaz e sua irmã, e não estava nem um pouco feliz com isso. Então a porta da carroça abriu e os homens entraram la e pegaram a jaula levando para uma sala escura. Quando todos perceberam que os homens ja haviam ido, George disse:

-Lena, por favor faça as honras

Atendendo o pedido, ela chamou a luz de dentro de si. Então uma bola de luz surgiu em suas mãos. Grande o bastante para iluminar o local. Então Lily olhou para Heather que assentiu e sussurrou mas de modo que só ela ouvisse:

-Vai ser facil, congele, então transforme.

A menina pos as maos nas barras da jaula, e as barras foram ficando congeladas e começaram a virar gelo. Então ela afastou e Heather assumiu o controle fazendo com que aquele gelo derretesse. Apos alguns segundos. Eles estavam todos saindo por aquele buraco. Para melhor enxergar Lena aumentou o aglomerado de luz. Eles abriram uma brecha na porta para ver. E todos os homens no meio daquela clareira em uma fogueira. Heather que  estava olhando sussurrou :

- Precisamos de uma distração...

- Deixe comigo. - George ficou no lugar de Heather perto da brecha da porta e maneou sua mao, e fez com que umas folhas que estavam um pouco mais longe da clareira se mexessem. Os homens disseram:

- Ouviram isso ? - Então ele sacou a arma. 

- Vamos la, dar uma olhada. - disse outro e todos foram. 

-Vamos rapido - Disse George 

Então eles adentraram a floresta. Quando perceberam que ja estavam mais longe daquela base Heather disse:

-Sigam me. Rapido.

Então eles começaram a correr e seguir Heather como pedido. Quando Lena ja estava ofegante e cansada de tanto correr Heather parou e disse:

- Por ora vamos parar aqui. Ao amanhecer a gente continua. 

Então todos sentaram no chão. George disse:

- Lena e eu vamos achar gravetos. Klaus e Heather fiquem aqui. Lily e Tyler vão buscar agua. Amanha temos mais uma caminhada ate a Aldeia.


-Lena luz por favor

Então ela acendeu sua mao novamente.

- Coloque a luz e eu vou colhendo. -Então ele começou a pegar gravetos.

- Por que você fugiu se sua mãe estava la ?

- Ham... minha vida era boa. Era. Ela pode ser minha mãe biologica, mas nao é minha mae de verdade. Se ela estava viva todos esses anos e sabia que eu tambem estava vivo por que nao veio atras de mim ? E deixou eu para sofrer e nao ter uma infancia descente neste mundo ? Sendo que facilmente poderia me pegar daquele maldito orfanato ? - Ele havia explodido um pouco... Ela apenas assentiu e disse:

-Ah, entendi...

-Desculpa. Mas não pretendo ser "amigo" de minha mae. - disse ele dando ombros - vamos ja peguei o suficiente.

Lena apenas assentiu. Ela percebeu que ele ficara chateado e irritado com este assunto, era melhor ela nao perguntar qualquer outra coisa sobre a mãe dele.

George se sentia muito sensivel aquele assunto.

Quando chegaram la todos estavam em volta de Heather que tentava cozinhar um coelho, que possivelmente teria pego enquanto eles estavam fora.

- Que demora ! Venham tragam logo os gravetos - exclamou Heather.

Então George chegou perto e hogou todos os gravetos a frente dela. E disse com uma voz cansada:

- Aqui esta senhorita. Ficarei no primeiro turno. Nao comam tudo. Ah e nao morram de saudades - disse ele dando uma piscadela a todos.

Heather apenas revirou os olhos, pegou o coelho colocou o animal morto no colo de Klaus que estava ao lado dela, ele fez cara de nojo mas continuou segurando o animal. Ela pegou os gravetos arrumou-os em um monte então jogou fogo. Deixou o galho mais afiado e enfincou no bicho fazendo Lena olhar para o lado. A menina encaixou outros dois gravetos no chão e ficou girando o coelho. Apos todos verem aquele espetáculo sentaram no chão um pouco mais longe da fogueira. Lena encostou em uma árvore então Klaus foi e sentou ao seu lado.

- Que loucura nao ? - Lena virou para olha-lo. Ele tinha olheiras. Realmente tinha sido um grande dia

- É... ainda nao acredito... agora esta vai ser nossa vida ? Viver em uma vila cheia de gente sobrenatural. Agora que descobrimos que nos mesmos somos sobrenaturais? 

- Olha pela primeira vez tenho um pressentimento bom e ruim disto... acho que será melhor para nos... - ele deu ombros. Então sussurrou - Voce acha que nossos pais... nossa familia mais especificamente esta... viva ?

- Ela disse que a maioria morreu, nao tenho muita certeza...

-Ah... Bom deixe me ver sua luz de novo - disse ele sorrindo. Então ela sorriu tambem e fez a bola de luz surgir - Fascinante - Então enves do sorriso um olhar sombriu passou pelo seu rosto - Sabe acho seu poder tão... maravilhoso. Ja o meu acho meio, maligno, por assim dizer...

- Klaus, seu poder nao é maligno, ele so sera maligno se voce quiser que seja. - disse ela com um sorriso. Que o fez sentir melhor

- Falando nisso o que voce achou de nossos "novos amigos" ? - peeguntou ele fazendo aspas com os dedos.

- Ah, gostei de todos. Lily é meio timida mas acho que ela se acustuma. George é bem metido, mas ele é legal. Heather é mandona mas ela nao parece ruim ou chata nem nada. Tyler, ah ele é normal. - disse ela desviando olhar, para ter certeza que Klaus nao veria se caso ela estivesse corando.

- Hum... - disse ele meio sarcasticamente - normal... - ele desvio - Ele realmente é bem bonito nao ?

- Nao sei, talvez... ? 

- Aham... Ta bom então irmazinha, continue achando que eu nao vi o que aconteceu naquela carroça. - disse ele meio rindo ja se afastando dela para dar uma olha naquele delicioso jantar.

Ela ficava irritado como era tão transparente para Klaus. E agora ele sabia que ela tinha uma pequena quedinha por Tyler. Alias, quem nao teria?  Aquele menino era lindo. Com aqueles cachos chocolate e aqueles olhos verdes... ela tinha que parar de se distrair com ele. Enquanto ela nao percebia ele a fitava com um olhar de curiosidade. Ela percebeu que estava machendo os labios enquanto pensava, pelo menos nao estava falando, pelos anjos ainda bem. Ela de novo percebeu o rubor subindo pelas bochechas, rapidamente virou-se para olhar para qualquer outra coisa.

- Jantar esta pronto. - no momento que Heather disse isto Lena lembrou de madame Kisha. Ela se levantou e foi até la sentou proxima a fogueira.

Por mais triste que fosse comer um pobre coelhinho. Estava uma delicia. Quando terminaram Heather disse:

- Precisamos de 3 no turno. Quem se canditata para fazer o primeiro com George ?

- Eu - Então Lily foi fazer o primeiro turno, juntamente a George, precisava esfriar um pouco a cabeça. Havia sido um dia cansativo.

- Ok. Eu fico no segundo. Klaus fique comigo, vou te ensinar alguns truques que ainda precisa aprender. Lena voce ja esta mais adiantada que Klaus. E Tyler te ensino depois, talvez na vila tambem te ensinem, assim como os outros. Mas o poder de Klaus e realmente perigoso. E ele precisa aprender a controlar isto agora. Então Lena e Tyler fiquem no ultimo pode ser ?

- É... - começou Lena

- Pode. - disse Klaus dando uma piscadela sutil para a irma, esperando que ninguem visse.

Lena lhe jogou um olhar mortal, fazendo rir. Ela ia ter uma grande noite...

 



Notas Finais


Comentem! ☺
Espero que estejam gostando ☆


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...