História Eyes of Dark - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias The GazettE
Personagens Aoi, Kai, Reita, Ruki, Uruha
Tags Reituki, The Gazette, Violencia
Exibições 24
Palavras 927
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Drogas, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Esse é o ultimo dessa history por hoje, mas eu pretendo trazer de outras histórias.
Pretendo trazer outro capitulo sabado, mas eu não prometo nada ^^''
Desculpem qualquer erro a escrita bosta, a história é antiga e era Aoiha, eu apenas mudo algumas aqui e ali e dai né q

Boa Leituraaa

Capítulo 9 - Finally


Reita PoV

 

Já vai fazer um mês... Um mês que o Taka sumiu, um mês que a banda entrou em hiatus, um mês que não vejo o Aoi, e um mês que não falei mais com o Uruha.

Yuu deve ter escolhido um bom lugar para esconder o Taka, eu já o procurei pela cidade inteira, a polícia só não deu o caso como encerrado por causa que se trata de um Cantor famoso, Kai me ajuda na procura, ele pelo menos acredita em mim. Mas também acredita no Yuu.

Nós já procuramos por tudo, tudo mesmo. Demoramos duas semanas para procurá-los pela cidade inteira, e nada, cada vez minha preocupação aumenta cada vez mais, a saudade está me matando, cada dia que passa minha esperança vai sumindo.

Já estou quase desistindo, não agüento mais, estou muito cansado, não consigo mais dormir à noite, minhas olheiras estão profundas, não aguento  de dor nas pernas. Mas eu tenho que encontrá-lo, eu vou!

Kai estava na cozinha da minha casa fazendo um chocolate quente para nós comermos já que estava frio. Como o Taka está? Aoi está cuidando bem dele ?

Depois de mais ou menos quinze minutos Kai aparece no quarto com duas xícaras em mãos, provavelmente os chocolates estão prontos.

-Aqui está Reita – Ele disse me alcançando uma das xícaras.

-Obrigado Kai – Falo sorrindo triste para ele que logo corresponde.

Assim que terminamos de tomar os chocolates ele pega as xícaras e sai do quarto me deixando sozinho ali. Será que o Taka está com tanto frio quanto nós? Será que o Aoi fez algo com ele ???

Tantas perguntas, mas nenhuma resposta!

Suspiro me deitando na cama grande que havia ali fechando os olhos e logo ouço Kai entrando no quarto.

-Reita, só vim dizer que já vou embora – Ele disse do batente da porta.

-Tudo bem, se cuida Kai – Falei abrindo os olhos e o olhei assentindo.

Ele sorriu para mim e saiu dali, logo escuto o barulho da porta se abrindo e em seguida se fechando.

Fecho meus olhos novamente e me vem em mente a grande idéia de sair, ir para algum bar beber ou algo assim.

Levantei da cama e fui até o armário escolhendo uma roupa preta e um sapato. Em seguida tomo um banho quente lavando o cabelo.

Sequei o mesmo coloquei a roupa e passei uma maquiagem pesada, logo arrumando o cabelo, da mesma forma que sempre arrumava, o tão costumeiro moicano.

Por que estou com o pressentimento de que algo vai acontecer hoje ?

Peguei a chave da minha moto e sai de casa trancando a porta em seguida, logo fui até a garagem onde montei na moto e saí dali rumando para um lugar aleatório.

Quando dei por mim estava entrando no bar onde sempre freqüentava com o Ruki, ele adorava esse bar. Sorri comigo mesmo e fui até o balcão pedindo uma bebida forte, mas doce. O garçom logo me alcançou um copo e eu tomei o que havia ali? Não sei o que era, mas era muito bom.

Pedi mais um copo e o garçom me deu o mesmo prontamente, eu me virei para olhar as pessoas que havia ali, talvez tivesse alguém conhecido ali, já que o bar era frequentado por muitas bandas, levei o copo a boca mas o tirei assim que vi uma cabeleira Morena e espetada saindo do bar.

Não pensei duas vezes antes de deixar uma quantia um pouco alta de dinheiro  cima do balcão e seguir o dono da cabeleira, era tao morena que eu conhecia de longe aqueles cabelos.

Vi ele pegar sua moto e eu pude ver o nome e a placa, anotando a mesma. A moto era uma Suzuki Akira. Sorri com aquilo, desde quando ele gostava de motos, e ainda mais que lembra tanto a, no momento, seu pior inimigo, eu!

Subi na minha moto e comecei a segui-lo com o farol desligado a uma distância considerada boa. Aquele lugar era deserto, não havia ninguém ali além de nós dois.

Era noite, tudo estava escuro não dava para enxergar quase nada, e ele provavelmente também não me enxergava, já que eu não sou tão branco como a branca de neve, espero,  e estou todo de preto,  além disso minha moto também é preta e….

Ele parou a moto e desceu da mesma logo entrando em uma casa que havia ali, ela aparentava estar abandonada, desci da minha moto e caminhei de pé por pé até uma janelinha que havia ali.

Olhei para dentro da mesma e vi o que nunca gostaria de ter visto.

Ruki estava algemado, totalmente branco, suas roupas estavam rasgadas e ele sangrava um pouco, o cabelo loiro agora estava marrom por causa da sujeira. Percebi que Aoi estava demorando para vir e procurei uma pedra.

Assim que achei, abri um pouco a janela e joguei a pedra próximo ao Taka. Ele a viu e começou a olhar para os lados. Comecei a fazer gestos com as mãos tentando chamar sua atenção o que demorou um pouco. Quando ele me viu seus olhos se arregalaram.

-A-Aki... – Falou fraco.

-Shhhh – Sussurrei – Prometo que virei te buscar Taka.

Peguei meu celular e tirei uma foto. Assim terei provas. Liguei a lanterna e sai de perto da casa e tirei umas quatro fotos dela, em seguida da moto do Aoi e uma de tudo junto. Sou lento, mas burro não sou.

Peguei minha moto e saí dali, mal posso esperar para voltar ali e finalmente buscar o Taka.

Finalmente algo para todos acreditarem em mim.


Notas Finais


Ai estááááá
Até sabado talvezz
Kissus de sangue, saudades de dizer isso q

Até


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...