História Faça-me sorrir - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Tags Humor, Nalu, Natsu Lucy, Romance
Exibições 139
Palavras 1.597
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 17 - Leiam, por favor.


Hello

"Por que nos conhecemos? Por que o acaso o quis? Foi porque através da distância, sem dúvida, como dois rios que correm a unir-se, nossas inclinações particulares nos impeliram um para o outro."

Gustave Flaubert

Confesso que eu não queria estar postando isso; eu não queria ter de dar essa notícia a vocês leitores.    Confesso que não me sinto bem — e isso é um fato — contudo, é a escolha certa e quando penso que em algum momento futuro sentirei-me aliviada por ter tomado essa decisão não consigo sentir-me arrependida; talvez desconfortável por saber que há necessidade. 

Venho aqui, relatar a vocês que não dá mais.    Não posso continuar com essa fanfic e eu sinto muito, tudo que posso fazer para vocês é revelar o que aconteceria daqui em diante se eu continuasse a escrevê-la, ao menos, o que sairia se eu não desviasse da rota.  Sobretudo, antes de revelar-lhe o que deviam ser os futuros acontecimentos de Make Me Smile (Faça-Me Sorrir) irei explicar com mais detalhe o que ocorreu para que eu tomasse essa decisão. 

Quando eu comecei a escrever essa fanfic, confesso que estava no ápice da alegria e criatividade, além da inspiração e a vontade de fazer algo "incrível" que ocasionaram nessa fanfic.    Eu tinha planos, tinha uma rota estipulada, um final decidido e tinha em mente quantos capítulos haveriam e o que iria ocorrer em cada um deles. Porém, passar as ideias para o papel nunca é fácil...    Por mais que eu tenha tentado, desviei-me da rota completamente e vejo-me agora perdida sem saber como continuar.  Eu poderia começar de novo?   Sim, eu poderia só que não quero. 

Conforme o tempo passou e ao tempo em que eu me desviava da rota tornou-se uma obrigação atualizar essa fanfic.    Uma obrigação que eu não fazia nem por mim e sim porque queria dar esse projeto como terminado,     independente da qualidade que quando eu analiso agora é o que faltou.     Mesmo que eu começasse desde o inicio ficaria provavelmente ainda pior,     porque minha vontade de escrever essa história foi simplesmente embora. Para quem não sabe eu tenho vários problemas pessoais e meio quê, desenvolvi certa instabilidade emocional que acaba interferindo em quase todas as áreas de minha vida.      Tudo o que eu sinto é momentâneo, muitas vezes um grande desejo meu acaba esvaindo-se e eu passo até a desprezá-lo.   E eu deixei de amar Make Me Smile e não posso me forçar mais, tampouco trazer um conteúdo ruim a vocês. 

Eu amei escrever Make Me Smile e os bons momentos que me proporcionou inicialmente antes de eu estragar tudo.      Foi bom ter tido a companhia de vocês até aqui, agradeço por todo o apoio, pelos favoritos, pelos comentários ou por seu simples view — que para mim foi significante — enfim, por tudo. 

Quem estiver interessado em saber o que deveria ocorrer nos próximos capítulos até o fim continue a ler, quem não quiser, até mais. 

Final. 

O resultado das provas iria chegar e com isso descobre-se que os melhores resultados ganhariam uma bolsa de estudos em uma instituição particular e muito privilegiada em Paris, França.  É descoberto que o primeiro e o segundo lugar pertencem a Jellal Fernandes e Erza Scarlett, com isso todos ficariam muito chateados pela despedida que haveria em menos de duas semanas,     contudo felizes pela oportunidade de ouro que seus amigos ganharam.     Lucy decide que quer fazer algo para os antes que partam para Paris, nisso Natsu — que a evitou desde o beijo com Gray — perguntou se poderia ajudar-lhe em uma tentativa de fazê-la perdoar por tudo que ocorreu nos últimos tempos o que mostra que seu ressentimento pelo fato dela ter beijado o Fullbuster semanas antes fora embora.     Com isso uma festa é preparada, todos os amigos próximos são convidados, Jellal e Erza são pegos de surpresa — o que era pra ser uma cena bem engraçada porque eles entraram na casa aos amassos e se deparam com um monte de gente — enfim,      acabam curtindo a noite toda.    No meio da festa, Natsu e Lucy trocam muitos olhares e então começa a tocar Like I'm Gonna Lose You e o rosado tira a garota para dançar — detalhe: os olhares se voltam pra esses dois porque era uma música dedicada aos casais da festa — é um momento único, calmo e especial.    Eles têm uma conversa gostosa e no momento em que as luzes se apagam,     dão um beijo calmo, suave, doce.     No momento em que as luzes se acendem nem se suspeita que tenham se beijado,     na TV começa a reproduzir um vídeo feito por Lucy com depoimentos para Erza e Jellal.

Jellal e Erza vão embora,     Sei descobre que Lucy tem sentimentos por Natsu e não parece aceitar isso.    Quando Natsu vai visitar Lucy com a intenção de se declarar,     Sei mente e diz que sua irmã mandou-lhe falar que não queria vê-lo nunca mais;     Lucy o pega no flagra mentindo e briga com ele.     Sei repleto de raiva e magoada com a irmã foge, Natsu vai atrás, porém não consegue impedir que um caminhão bata no rapaz.        Todos os membros da família Heartfilia tornam-se preocupados com o estado da criança que como os médicos disseram é grave,     Natsu não pode ficar com Lucy e acaba indo resolver umas pendências.   No hospital Lucy se depara com Gray conta o que aconteceu para o rapaz e o rapaz lhe diz que sua mãe teve uma crise muito forte e terá de ser transferida para um hospital em outra cidade, por conta disso ele e Juvia terão de mudar de escola.   Os dois se abraçam e choram juntos.    

Natsu quando tem uma oportunidade liga para a loira pedindo desculpas,     ela o desculpa, diz que o ama e sabe que é recíproco, porém, eles não podem ficar juntos.     Antes que ele lhe diga algo, ela encerra a chamada.       Um tempo depois — Sei está em coma — Gray e Juvia se despedem de Lucy e é revelado que Lyon implorou aos seus pais que o deixassem alugar um apartamento perto da nova casa de sua namorada (Juvia) os pais obviamente cedem, Lucy e Levy decidem participar do jornal da escola lá são entrevistadas e as perguntas se resumem a: Natsu.     Com isso a loira se zanga e dá as costas, se depara com Natsu encostado na porta rindo de si mesmo ela cora.     Acabam marcando de se encontrarem no sábado,    amigavelmente,  porém nesse mesmo sábado Lucy tem um compromisso antes do shopping com Natsu:  Jantar na casa dos Eucliffe's. 

Na residência dos pais do amigo falecido ela descobre o quão doidos ficaram os pais. Paranoicos o suficiente para lhe perguntarem: E como Sting é na escola?    Você sabe quando o internato irá liberar-lhe para passar o fim de semana conosco?     Embora Lucy tenha tentado explicar-lhes a situação, resolveu deixar para lá.    Nisso ela vai ao banheiro e no caminho se depara com o quarto de Sting aberto, do mesmo jeito que costumava ser.     Jogou-se em sua cama e ficou minutos sentindo seu cheiro, abraçou o travesseiro,     quando se levanta percebe que em baixo do tapete tem tabuas soltas.    Ela as tira para ver o que há em baixo e se depara com um tipo de quarto secreto ela desce as escadas e ao acender a luz é surpreendida por: 

Imagens suas. 

Pinturas suas. 

Citações suas. 

Roupas — que achava ter perdido — suas. 

O resto de uma fragrância de perfume que costumava usar. 

Na parede havia pichado de seu nome,    fotos emolduradas,   tudo envolvia ela.   Haviam fotografias dos dois juntos,   mas nela havia a legenda:   Meu amor.  Era doentio,      encontrou sobre uma mesinha uma carta que se obrigou a ler e descobriu que o seu amor por Sting era recíproco,   e tão doentio quanto.   Ela ficou em choque,    assustou-se e saiu dali às pressas.  Seu telefone toca,   atende e é Gray avisando que a irmã de Natsu morreu de uma overdose.    Ela tenta ir atrás de Natsu porque não se há noticias do mesmo,     quando volta para casa o encontra em seu quarto.    Ele parece triste e abalado.  Seus pais não estão em casa e por conta disso,    acaba cedendo à carência do rapaz —  eles transam — e espero que imaginem esse momento com a música Stay With Me de Sam Smith.    No outro dia Natsu foi embora e Lucy recebe um envelope preto da família do Dragneel's a convidando para o enterro de Wendy,   ela não hesita e apesar do medo de ser julgada vai até lá somente para dar apoio ao namorado (exatamente).

No epílogo seria mostrado cenas do ano seguinte em que Lucy entra no segundo ano do Ensino Médio e se torna um tipo de "presidente" do clube de jornalismo  —  ela pretende cursar faculdade de Jornalismo também —  Natsu se formou,     deixou os esportes de lado,     pensa em fazer faculdade,   mas antes quer descobrir o que quer ser.   Por isso,   se separa de Lucy para ir atrás disso.    A cena final é Lucy dizendo que ele deve demorar em encontrar um sonho,    assim pode começar a faculdade junto com ele.    É meio triste e meio emocionante porque ela deseja que ele retorne pra ela rápido,  mas quer que demore para começar uma nova etapa junto com ele, eles se beijam  e vemos o carro de Natsu partir.  

Eles jamais perderiam o contato obviamente,    se encontrariam quando sentissem saudade,    e Natsu voltaria para sua amada e ficariam juntos,   cursariam a faculdade juntos,  morariam juntos e teriam mil e quinhentos filhos.  Pelo menos,    é o de se esperar. 

É isso.    

Peço desculpas por terminar assim,    mas enfim,   é necessário.   Espero que nos encontremos em outras fanfics!    Até mais.  


Notas Finais


Eu não pretendo deletar essa fanfic, somente o tempo dirá.
Manterei no SS o tempo em que julgar necessário, mas não haverá continuação.
Obrigada pela atenção.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...