História Fade - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Hoseok, Jhope, Jikook, Jimin, Jiminnie, Jin, Menção Sugamon, Menção Yoonseok, Namjin, Namjoon, Rap Monster, Seokjin, Suga, Taehyung, Vkook, Yoongi, Yoonmin
Exibições 334
Palavras 2.959
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente, aconteceu tantas desgraças ontem que nem consigo contar nos dedos.
Espero que vocês estejam bem (Destinado as leitoras e leitores blackjacks) é bem triste saber que o 2ne1 que é um dos ícones do k-pop disbandou, não vai cair tão cedo a ficha pra mim, assim como 4minute.

Aconteceu tanta coisa ontem que eu fui pro youtube e evitei ficar no facebook, gente, tava muita lokage aquilo lá.

Só sei que é o quarto disband que eu acompanho esse ano de um grupo que gosto.
Primeiro foi The Ark
Segundo foi Rania
Terceiro foi 4minute
Quarto foi 2ne1
Mdsdocéuoqueasempresasestãoquerendocomisso?

ENFIM, CHEGA DE FALAR EM DESGRAÇA.

Os horários da fanfic agora vai ser todo sábado
se eu passar dessa data foi porque alguma coisa séria aconteceu
ou seja
se preocupem


OBRIGADA PELOS 281 FAVORITOS
OBRIGADA PELAS 11.257 EXIBIÇÕES

<3

Boa leitura!

Até as notas finais ~

Capítulo 28 - Drunk


No final das contas consegui com que Yoongi me levasse para dentro do Karaokê, já que sabia que seria um dos lugares poucos movimentados de Hongdae, mas de bônus era um dos lugares mais barulhentos.

 

Era meu lugar favorito de Hongdae, depois das baladas.

 

Yoongi se sentou em um dos sofás vermelhos da pequena sala, ele havia dito que não queria participar comigo, então só pagaria.

 

— Qual música poderia escolher? — Perguntei sentando ao lado de Yoongi e pegando um pequeno controle por cima da mesa.

 

Não era muito habituado a karaokês, só vinha com Taehyung e Jungkook de vez enquanto, a cantoria nossa era incrível, já conseguimos a maior pontuação do Karaokê durante alguns dias...enfim, Hongdae não para, pode ser meu lugar favorito, mas não significa que eu viva aqui dia e noite.

 

— O que os jovens hoje em dia escutam? — Perguntou Yoongi pensativo, não parecia brincar e realmente naquele universo chamado cérebro de Yoongi parecia tentar pensar. Ri, ele não era tão velho, mas parecia que realmente não sabia o que dizer. 

 

— É bem variado, mas pelo menos eu gosto de Hallyu. — Falei entrando na aba de escolhas de músicas, quando identifiquei 'Good Boy' em meio as músicas parei ali mesmo. — Essa! — Soltei quase um grito de entusiasmo pela música. Yoongi tomou um susto e arqueou as sobrancelhas ao me ver levantando e selecionando a música.

 

---//---

Jimin parecia entusiasmado e eu só ria enquanto ele cantava (Lê-se: tentava cantar) ele tinha talento para isso, mas nas partes que identifiquei que era o rapper ele parava e ficava olhando para a tela esperando a letra andar logo.

 

— Não me julga! — Falou Jimin jogando o microfone para o lado de outro sofá vendo a péssima pontuação da tela. — Aish...essa música não é para mim.

 

Ele selecionou outra música, não sabia qual o nome, mas ele tentou cantar boa parte, só que também dançou boa parte. Não prestei atenção nos movimentos dele, preferi ficar olhando para o lado, já que as vezes ele esquecia totalmente que estava ali e fazia alguns movimentos mais ousados.

 

Soltei um pigarro e olhei para os lados vendo um pequeno cardápio sobre uma mesinha, me inclinei e o peguei.

 

— Vai comprar bebidas? — Jimin parou de dançar e dar atenção a tela do karaokê dando atenção à mim quando ouviu o cardápio ser folheado.

 

— Elas são um pouco caras...— Falei olhando os preços das garrafas de cervejas, não eram tão caras, era só para fazer Jimin mudar de ideia. — E você não pode beber, é de menor.

 

Jimin deu um riso anasalado e se sentou ao meio da sala fingindo uma cena exagerada.

 

— Hyung, tem certeza que eu ainda sou  menor? — Falou Jimin ainda no meio de risadas olhando para mim. 

 

— Jimin você pode ser até o Batman, se for de menor não posso estar te induzindo uma bebida. — Falei ainda folheando o cardápio e ouvindo outro riso anasalado.

 

— Por favor, compra...— Jimin fez um sinal de oração com as mãos. — Estou com vontade de tomar cerveja, não vou tomar muita.

 

— Promete?

 

— Vou tentar...

---//---

Comprei duas garrafas, só dei algumas goladas na minha, enquanto em segundos Jimin já havia tomado tudo e ainda tomou o resto da minha.

 

— Eu gosto muito disso. — Falou Jimin balançando a garrafa se referindo ao líquido que continha. Em pouco tempo ele ficou bêbado, sem esforços, o organismo dele realmente estava acostumado a ponto de reconhecer álcool mais rápido que água. Ele encostou a cabeça nas costas do limite do sofá e esperneou. — Eu odeio e amo Jungkook... Mas ele não nota que eu amo ele, fica apenas me testando, aquele filho da puta...— Ele realmente estava colocando algumas verdades pra fora. — Aish, aquele garoto não nota que quero a porra da bunda dele...— Esperneou de novo com uma voz arrastada.

 

— Jimin, acho que já chega de beber por hoje...— Tentei retirar a bebida da mão dele, mas ele recuou.

 

Ficou alguns minutos tagarelando sobre Jungkook, seriamente, só está juntando mais ódio por esse garoto.

 

Fiz uma cara de sono e pendi o corpo para trás no sofá, pelo lado dos olhos pude ver Jimin pender a cabeça

 

— Hyung...— Se aproximou Jimin no sofá colocando a sua bebida no chão, ele se levantou de repente e sentou-se no meu colo, dava para ver que não estava nada sóbrio. Ele se inclinou sobre meu corpo ficando extremamente colado, me encostei nas costas do sofá e minhas bochechas queimaram um pouco. — Eu ainda estou pensando muito em Jungkook. — O coração de Jimin batia rápido, podia sentir aquilo por nossa proximidade. — Estou decepcionado que você fica entrando nos meus pensamentos de repente...

 

Fiquei surpreso e arqueei as sobrancelhas, então Jimin está pensando até demais em mim? Que repentino, nem eu esses dias estou pensando em mim...dessa vez estamos bem opostos, ele pensa em mim e eu penso nele, mas por causa das cores, não me entenda errado.

 

— Mesmo? Pense em mim invés de...— Jimin me calou selando nossos lábios, realmente aquilo não parecia brincadeira. Iria brincar sobre o babaca do Jungkook, mas ele está mostrando estar fora de sí.

 

Parecia que ele que controlava a situação agora, só espero que ele não esteja tão bêbado a ponto de me confundir com Jungkook.

 

— Yoongie...— Eu mal pude me movimentar e Jimin já desgrudou nossos lábios, estava mordendo o lábio inferior e movimentou minhas mãos que estavam largadas ao meu lado para a cintura dele. Jimin começou lentamente a rebolar pelo meu colo, fiquei surpreso por dentro e o meu coração também começou a bater rápido. — Aish... por que você me deixa assim? — Ele se referia ao batimento acelerado vindo dele. — Juro que se for amor Hyung, eu vou te matar. — O tom bêbado que ele falava era tão engraçado, meu Deus o que esse garoto tomou? No mínimo uma garrafa.

 

Ao lado quando suspirei buscando me acalmar senti o leve perfume que havia sentido dias passados, o perfume hipnotizante que tanto havia gostado.

 

Eu já sabia que vinha de Jimin, mas vim reparar nisso agora, justamente agora.

 

— Vai me matar por não ter culpa? — Falei soltando um sorriso é Jimin deu mais uma rebolada lenta. Sentia o ar pesar aos poucos, o clima daquele lugar não ajudava.

 

— Nem estou ligando para isso agora...— Jimin ia se movimentar novamente, mas o afastei segurando-o os ombros, ele ainda forçou. É errado fazer isso com ele, ainda mais quando está bêbado, ter uma desculpa fajuta é uma coisa, mas ele só está delirando.— Aish Hyung...o que foi? Tem medo de foder? — O menino realmente estava fora de si.

 

— Você falando essas coisas sujas não é bonito Jimin. — Falei ainda o segurando pelos ombros e o jogando de lado no sofá, ele olhou confuso, mas ainda não tirava o olhar malicioso do rosto. Me levantei e me distanciei.

 

— Ah...quando tenho vontade de fazer isso com outra pessoa além de Jungkook acabam me descartando...— Esperneou Jimin. — Ou você que é um broxa Hyung? — Jimin se levantou raivoso e caminhou tontamente até perto dos cabides da porta. Falou aquilo para estourar meu ego, sinto.

 

Esse garoto...Aish.

 

Vai ser uma das coisas mais infantis da minha vida, mas esse garoto me desafiou.

 

Quando Jimin estava próximo de pegar o casaco o prensei de costas para a porta e o segurei pela cintura, não precisava o imobilizar.

 

— O que você disse garotinho? — Passei minha mão para além da cintura encontrando com a barra da calça deste, comecei cegamente tentar retirar o cinto que impedia de mexer na calça.  Se eu estou louco? Não, apenas sendo infantil.

 

— Você é um broxa...— Jimin provocou se fingindo de duro, é como se quisesse algo de mim verdadeiramente. Ele me hipnotizava mesmo não fazendo por querer. O empurrei mais um pouco à porta o fazendo gemer.

 

— Jimin eu só não vou te foder porque não merece...— Falei terminando de tirar o cinto e passando a mão por cima da cueca de Jimin que gemeu ao encostar por ali. — E também não quero. — Mordisquei levemente a orelha de Jimin e o forcei virar para meu lado, assim ficando em minha parte de comando, não é como se ele não estivesse anteriormente...mas prefiro a parte de trás só para outro casaco.

 

Tomei os lábios de Jimin para mim, ele logo se agarrou a minha nuca e abriu passagem rapidamente. Tornei o beijo quente, explorava a boca de Jimin como nunca.

 

Jimin me puxava pelos cabelos e tornava o beijo tão quente, soltava alguns gemidos por ainda estar com a mão apalpando o membro deste, ele parecia adorar aquilo.

 

O ar da sala pareceu esquentar.

 

Nos separamos rápido. Apertei forte por cima da cueca o membro de Jimin e este soltou um gemido alto.

 

Fui até próximo a orelha de Jimin mordiscando levemente o glóbulo deste, ele soltava gemidos abafados. A música ao fundo estava ligada no aleatório, mas mesmo assim podia-se ouvir os gemidos dele lá de fora.

 

— Você pode gemer o meu nome? — Perguntei de forma provocativa apertando mais uma vez o membro de Jimin. A cueca dele já estava molhada com tão pouco, conseguia sentir o membro dele pulsar quando passava a mão por cima, ele há estava desperto sem muito esforço. Encare como fetiche, mas mais cedo amei vê-lo gemer meu nome, mesmo não admitindo.

 

— Yoongi...— Jimin gemeu, foi a minha maior satisfação até agora. Soltei um ar quente próximo a orelha deste, Jimin gemeu novamente, depositei alguns beijos por sua clavícula e após voltei próximo a  ouvido.

 

— Ótimo. — Sussurei satisfeito com uma voz rouca, arrepiou Jimin dos pés à cabeça.

 

Não fazia nem metade do que sabia e o que aprendi ali, mas Jimin ficou louco com tão pouco, Deus... não posso dizer que estou muito diferente, um volume na minha calça também havia se formado.

 

Comecei a roça-lo por uma das pernas de Jimin sem querer, mas ele parecia adorar. Sentia meu membro latejar como nunca havia visto antes, ou pelo que me lembrava pelo estado de estase.

 

A minha outra mão que estava desocupada serviu para desabotoar a camiseta de Jimin, mesmo lento e cegamente consegui abri-la. Dei uma olhada de lado antes que pudesse voltar aos lábios de Jimin, que para mim haviam gosto de morango e naquele momento não era diferente. O abdômen deste era pouco definido, mas que mostrava que anteriormente já houve um corpo mais musculoso ali.

 

Me separei logo e me voltei ao outro lado do pescoço de Jimin, para mim essa era uma das melhores partes, gostava de deixar profundamente marcado ali.

 

Sabe quando dizem que é marcar território? Exatamente.

 

— Yoongi eu...ah.— Jimin parou ao gemer mais algumas vezes. Eu mordia e chupava provocantemente o pescoço de Jimin, nada disso estava nos meus planos, mas se isso era para acontecer... só estou fazendo pelo que o universo manda. — Quero muito que você me foda, por favor. — Pediu Jimin manhoso, era como ele imaginasse estar pedindo bala de graça em uma loja de doces...mas convenhamos que a situação está longe de ser essa. Eu gostei muito de ouvir isso, mas era mentira.

 

— Você diz isso agora porque está bêbado...— Ri e dei um beijo estalado próximo ao maxilar de Jimin. — Se não estaria desejando o senhor Jungkook. — Realmente, num momento que nos falta sanidade nos agarramos a qualquer um para tirar algum sentimento ruim de nós, nesse caso está sendo se agarrar literalmente.

 

Ver Jimin falando aquelas coisas sujas era tão engraçado, quem dera um garotinho que prendi no quarto estar nessa cena 'vergonhosa' comigo, que ingênuo pela minha parte também.

 

E eu gostava daquilo, ver Jimin falando coisas sujas era tão tentador.

 

— Não...eu quero muito mesmo que você me foda Yoongi...— Jimin colocou a mão por cima do aumento da minha calça, parei ao senti-lo apertar, como eu havia feito nele. Me contorci para não soltar um gemido, mas foi um mero esforço. — Puta que pariu... — Jimin suspirou forte e voltou a arfar, o ar estava tão pesado entre nós dois que chegava a faltar oxigênio. — Yoongi eu já consigo imaginar você entrando dentro de mim...— Jimin colocou a mão por dentro da minha calça e nem se importou ao atravessar a cueca, ao encostar na glande com aqueles dedos quentes soltei novamente um gemido contragosto. — Por favor Hyung...— Jimin me puxou novamente para mais um beijo, os dois estavam mexendo um com o outro, tanto físico como psicológico.

 

Me separei rápido, havia ar, mas minha cabeça começou a levemente latejar, não era dor de cabeça, mas sim culpa.

 

Eu gostei muito disto, mas infrigi pelo menos duas leis aqui...
 

— Para Jimin...— Pedi, mas parecia não adiantar nada, ele estava tão fissurado naquilo que não deu nenhuma atenção para a minha voz. — Para Jimin! — Me empurrei para trás e consegui me desaproximar.

 

Aquilo era errado, eu sabia, mas estava fazendo mesmo com o meu consentimento.

 

Porra Yoongi, 23 anos nas costas!

 

Se excitar não é algo que eu já sinto faz tempo, não tenho mais controle com isso.

 

Mas mesmo assim Yoongi! Você já se fodeu muito na vida, quer parar na cadeia de uma vez?

 

— Jimin, chega. — Vi a face assustada de Jimin e respirei fundo tomando a atmosfera fresca e consciente de novo. Mesmo bêbado ele notou meu gesto repentino. — Você está bêbado, só está tendo devaneios, não devo fazer isso...

 

Não permiti que Jimin falasse mais nenhuma palavra, apenas arrumei o cinto que estava com a fivela solta, o coloquei o casaco com o capuz na cabeça sem o vestir os braços e o abotoei a blusa, peguei em seu pulso e saí da pequena sala de Karaokê.

 

Banho gelado era o que os dois precisavam.

 

— Nós nunca mais vamos fazer isso, ouviu Jimin?

 

---//---

— Por que estou sentindo minha orelha queimar? — Perguntou Jungkook colocando a mão por cima da orelha esquerda que já estava totalmente vermelha. 

 

— Tem alguém falando mal de você. — Falou Eunha passando entre as mesas do café da Tiffany, rapidamente já estávamos comemorando por lá. Eunha estava com patins e algumas bandejas de comida nas mãos, ela e o sexteto estavam servindo as mesas.

 

— Tenho certeza que é o Jimin. — Comentou Jackson olhando para os pés das garotas que estavam novamente com o patins, ele e Bambam já haviam causado demais com aquilo e os forçaram tirar.

 

— Por que seria ele? — Comentei enquanto parava de tomar um milkshake. Jimin desde o fim do debate não apareceu, mas ao que parece foi levado por Minju para a casa.

 

— Não sei, ele está sempre com vocês, talvez por não estar agora deve estar xingando os dois. — Jackson desviou o olhar dos patins e olhou acima da mesa e pegou um copo descartável com chocolate quente dentro. — Vai saber, vi ele com um cara.

 

— Fala mais. — Parei de tomar o milkshake novamente e dei atenção total a ele, cheguei a me inclinar um pouco à mais na mesa.

 

Qualquer interação do Jimin com outro cara é uma vitória pra mim, qualquer um que aparece tento empurra-lo para cima, quero abaixar minha bronca futuramente com ele, mesmo sabendo ser um burro por não ter contado no início.

 

— Era um tal de Yoongi. — Olhei sorridente para Jungkook que correspondeu igualmente. Jackson estranhou e estreitou os olhos para ver se conseguia ver alguma mensagem telepática nossa.

 

— É o namorado dele. — Respondi ainda sorridente e me encostei na cadeira. Desobedeci Jimin e falei sobre Yoongi à Jungkook.

 

— Ele não gostava do Jungkook? — Apontou Jackson com uma expressão confusa à Jungkook que estava ao seu lado.

 

— Gostava é passado, Jackson. — Respondeu Jungkook.

---//---

Seulgi e Wendy não conseguiram uma gravação, mas conseguiram um áudio, era mais do que satisfatório para as duas. O esquema para pegar este foi ficar em uma sala de Karaoke vizinha, elas ainda tentaram tirar algumas fotos, mas sem sucesso.

 

— Eles saíram. — Falou Seulgi abrindo a porta da sala de Karaoke e correndo junto a Wendy para fora do estabelecimento. Jimin e Yoongi estavam andando logo a frente.

 

— Coloca essa merda pra gravar! — Gritou Wendy tomando o celular da mão de Seulgi e apertando no botão de gravação. Ambas correram para o outro lado da rua para a câmera pegar uma visão privilegiada do rosto dos dois.

 

— Esses dois estão fodidos...— Brincou Seulgi enquanto ia atrás de Wendy que estava com o celular erguido e tomando cuidado para não perder nenhuma parte do vídeo.

 

Mas por um momento os dois pararam de andar. Yoongi olhou mortalmente para o outro lado da rua como se já soubesse que estava sendo gravado.

 

Ousou a fazer um sorriso sarcástico, mas logo esse se desmanchou para um rosto de raiva. Yoongi já passou por muita coisa na vida mesmo com a pouca idade, se qualquer imagem dele andasse livremente por aí estaria correndo um pequeno...grande perigo.

 

Largou a mão de Jimin e foi andando até Seulgi e Wendy, estas que se mantinham congeladas, não pensavam nem mesmo em correr.

 

— Isso aqui fica comigo, sim? — Ele rapidamente e facilmente tomou o celular na mão de Wendy. Foi fácil excluir os dois arquivos ali mesmo, era como apagar as mensagens do Kakao.

 

— Doente! — Gritou Seulgi. Yoongi não deu importância e colocou o celular dentro do bolso da frente da calça.

 

— Vocês se interessam muito na vida dos outros em...— Yoongi suspirou fundo para não criar um motim ali. — Não ousem mexer com Jimin, ouviram? — Yoongi apontou o dedo na cara das duas que assentiram sem pensar duas vezes. — Deixem o garoto em paz. — Yoongi virou-se de costas já pronto para ir de volta onde Jimin estava.

 

Na sua cabeça só se passava se ali havia o outro vídeo, se não tivesse ele tinha que agir bem rápido. Elas não disfarçavam e era extremamente fácil fazer aquilo, elas se mostravam fortes, mas tinham medo de qualquer um.

 

---//---

Eu estou sóbrio, não totalmente, mas estou sóbrio.

Que loucura em,Park Jimin...


Notas Finais


sabe aquela pessoa bipolar que adora, mas também não adora fazer cena hot? Então, eu mesma ShinKuo Mello.

Eu escrevi essa poar no ônibus, na escola, de madrugada
Quando eu tenho que fazer uma cena assim eu tenho que ler muita fanfic yaoi, mas eu não fiz isso dessa vez, joguei na rodinha da sorte q
ousejaseficouruimvocêspodemmecriticarsimq

AAAAA TODA VEZ QUE EU FAÇO ISSO EU FICO NERVOSA KKKKKK
*Rindo de nervoso*

Não sei porque, mas eu fico insegura com essas coisas

ENFIM
SAI DESSE FOCO SHINKUO

Sobre a bebida, depende da bebida e do organismo de cada um para ficar bêbado
Meu pai por exemplo, só fica bêbado a partir da terceira garrafa
Mas minha mãe fica bêbada com 4 latas
Depende, vai de organismo para organismo.


Voltando pra mim
Não sei qual capítulo eu falei, mas eu disse que iria fazer uma nova fanfic né?
Só falta a praga da capa pra eu postar a fanfic
mdsdocéu

eu tenho outra tbm que abri
É a Reflex (Yoonmin tbm porque amo)
Ela é texting e focada em bastante coisa loca


Até o próximo capítulo ~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...