História Failed Night - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Girls' Generation
Personagens Jessica, Taeyeon, Tiffany
Tags Angst, Songfic, Taengsic, Taeny, Taeyeon!centric, Yulsic
Visualizações 140
Palavras 1.492
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Drama (Tragédia), FemmeSlash, Musical (Songfic), Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yuri
Avisos: Álcool, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Essa é minha primeira vez postando por aqui, tenho que confessar que eu estou um tanto quanto insegura ashsauh.
Esses dia, eu estava conversando com meus amigos, e nós paramos pra pensar no que acontece se misturarmos kpop, sertanejo e umas ideias meio malucas e dai que veio essa one-shot.
É planejado que seja uma espécie de coleção envolvendo esse contexto, sendo essa a primeira.
Eu realmente espero que gostem.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Taeyeon

Acabava de voltar do show nos Estados Unidos quando Sunny me ligou:

—Oi Taeng, como foi a viagem? —ela perguntou por educação, dava para sentir o entusiasmo dela por trás da linha.

—Foi incrível, teve um momento...—fui interrompida por uma voz animada, como se precisasse contar uma fofoca.

—Que bom. Você sabe que hoje é o aniversário da Hyoyeon, certo? —na verdade não, mas achei melhor não estragar a felicidade dela – Então, a gente decidiu se encontrar no JJ, o que acha?

—Ah olha Bunny, eu estou exausta, acabei de voltar pra casa, estou no táxi, fedendo a avião e eu só queria descansar. —disse desencorajada—Eu já falei com ela hoje e ... – mais uma vez fui interrompida.

—Mas faz tempo que a gente não se vê ... —agora era ela que era interrompida, por trás da voz animada da pequena garota era possível ouvir Hyoyeon gritando "Me deixa falar" como se elas brigassem—Menina, acho melhor você vir pra cá, se não nossa amizade acaba,  viu? —disse Hyoyeon tendo se manter séria.

—Mas eu não...

—Mas nada, eu sou sua amiga e você me ama. Você me ama, né?

—Claro, mas eu nem tomei banho ainda. —disse com esperanças de conseguir um subterfúgio.

—Meu amor, daqui a pouco ninguém vai estar limpo. —falou rindo—Faça esse favorzinho pra sua amiga do coração.

—Ok. Mas você vai pagar o táxi.

—Eu pago tudo o que você quiser, morena. Você sabe o endereço, venha logo pra cá. Beijinhos.

—Já chego aí. Beijo. —suspirei desligando o telefone.

Após informar o taxista para mudar a rota, olhei meu celular novamente e vi algumas mensagens de Sunny que diziam sobre a festa e algumas fotos do meu último show. Foi tão lindo, eu tivera uma conexão muito grande com o público, mas no meio de tudo, uma coisa me tocou. Quando por algum motivo, enquanto eu cantava Time Lapse, meu coração doeu, me senti tonta, sem chão. Tudo o que acontecia dentro da minha cabeça era Jessica. Cada palavra, cada verso me fazia me lembrar dela.

Meus pensamentos foram interrompidos quando o carro parou e o taxista me disse que havíamos chego. Paguei a viajem e entrei no estabelecimento que fervia de gente, não duvido que Hyo conheça todas essas pessoas e muitas outras mais, que não vieram.

— Taeyeon-ah, finalmente chegou! —gritou Sunny, me abraçando em seguida— Achou que você ia fugir da gente hoje?

—Para de graça. É que estou cansada e preciso de uma....

—Bebida. —Hyoyeon me interrompeu novamente. —Taeyeon, eu sabia que você ia vir. Ah amiga, me dá um abraço, estava morrendo de saudades—comentou, me sufocando de tantos beijos em meio aos seus braços, acredito que ela já não estava cem por cento sóbria.

E então, todos os que estavam no ambiente vieram me cumprimentar gradativamente. Menos uma, especificamente sendo Yuri. Curiosa, me voltei para Tiffany, que estava do meu lado.

—Você tem ideia do porquê a Kwon não falou comigo?

—Não. —respondeu Stephanie, que estava tão confusa quanto eu. —Você não mexeu em nada dela não, correto?

—Bom, que eu me lembre não e mesmo que eu tenha feito, estou fora há um mês, não creio que ela guarde rancor por tanto tempo.

—Uma situação no mínimo estranha. Mas enfim, me conta, como foi lá? —perguntou, mudando de assunto.

—Foi maravilhoso, eu amo estar perto deles, tudo ocorreu tão perfeitamente. Eu realmente estou muito feliz.

—Que ótimo Tae, isso é tudo o que a gente espera quando a gente cria um projeto. Mas eu...Hum, queria te contar uma coisa que estou há muito tempo escondendo, é que... —dessa vez, foi ela a impedida de falar, por Sooyoung, que conseguiu de alguma forma gritar por cima da música alta.

—Fany-ah, estão te chamando aqui fora.

—Estou indo –ela replicou gritando –Depois eu falo.

—Mas você... —e ela já tinha ido, como não havia mais nada pra fazer fui andar pelo local, parei para observar fotografias que haviam sido coladas na parede, eram fotos da Hyoyeon na infância, adolescência, com parentes e amigos. Mas uma foto entre essas chamou a minha atenção. Era uma imagem em que eu fazia caretas com Jessica e Hyoyeon ria. Fora a noite, onde todas nós havíamos saído para comemorar o lançamento de um novo single, que eu assumi meu relacionamento com Jessica. Fora nessa noite que eu senti uma das melhores sensações da vida, a de amar e ser amada, não só pela Jung, mas por todas as minhas meninas. Todos esses pensamentos me fizeram pegar o celular e mandar uma mensagem para ela, pois não sabia se ela estava por aqui.

Taeyeon, 21h50min:

Olá, quanto tempo né, não sei se você soube mais nós estamos comemorando o aniversário da Hyoyeon. E sabe, me bateu uma saudade sua. Como nossa conversa ficou em aberto... Sei lá, a gente poderia bater um papo. Você sabe que eu ainda te amo. Por favor, não me ignore.

Após mandar a mensagem, sorri confiante. Precisava de uma bebida, não sabia como ela iria reagir. Enquanto pedia para um garçom me trazer algo, olhei a tela do celular continuamente e percebi que mais uma vez errei com Jessica, uma coisa dessas deve ser dita por voz, teria que ser algo mais humano. Então escolhi telefonar. O garoto me entregou a bebida e como se ela fosse meu combustível, logo liguei para ela.

O telefone tocava e ninguém sequer atendia, ela deve estar ocupada. Meus pensamentos corriam soltos.

Isso me causava aflição, precisava beber mais alguma coisa. Fui para o bar e como se uma bala atravessasse meu peito, eu a vi ali. Precisava falar com ela. Precisava tê-la novamente. Mas algo totalmente inesperado me fez parar, aquela cena machucou meu coração por total, Jessica estava acompanhada por Yuri, não estavam conversando, mas sim, beijando. O copo que eu segurava agora não se encontrava mais na minha mão, o vidro estava estatelado ao chão. Seus corpos se entrelaçavam numa sintonia rápida e densa. Eu tremia e apenas consegui gaguejar:

—S-Sica?

—Taeyeon-ah? —ela disse se afastou de Yuri e se virou pra mim.

Eu apenas corri, tentando evitar minhas lágrimas e falhando miseravelmente em seguida. Esbarrava em todos que estavam na minha frente, derrubando suas bebidas e quaisquer outras coisas que carregavam na mão. Olhei para trás e vi a Jung mais velha, ela também corria. Quando finalmente sai do local, parei para respirar, me sentando num banquinho de madeira na praça que havia bem perto dali, meus pulmões doíam assim como meus olhos, que ardiam em lágrimas. Eu sou mesmo uma idiota. Eu realmente achei que ia acontecer alguma coisa, que assim como eu, Sica ainda gostava de mim.

—Taeyeon?

—Jessica! —eu respondi olhando para ela

—Tae, eu não sei nem como te explicar isso.

—Pelo começo é uma boa opção. —sorri de uma maneira que ela sabia que era forçado.

—Você tem razão—respondeu com um riso envergonhado, seria fofo se não fosse trágico–Eu e Yuri... nós estamos namorando. Nós sentimos isso há muito tempo. Eu nunca tive coragem de dizer isso, pelo menos não até hoje.

Namorando. O amor da minha vida e uma das minhas melhores amigas estavam namorando.

—Sério? Eu...eu... — não consegui pensar em nada, apenas soluçar e começar a chorar minhas pitangas novamente —COMO VOCÊS PUDERAM FAZER ISSO COMIGO?

 —Eu realmente não sei. Eu realmente gostaria de te ter uma resposta pra te dar, mas eu simplesmente não consigo. Não dá explicar o amor. Nós duas sabemos disso —ela replicou nervosa, era nítido —Li a sua mensagem. Eu estava pensando no que te falar.

—Eu te liguei também. Eu tentei chamar sua atenção. —trepliquei ainda infeliz e triste. —Mas esquece toda essa besteira que você já leu. Dava para perceber como você estava feliz. Aquele beijo que deu nela, você nunca me deu. Você fez o certo. Eu deveria ter seguido em frente. Mas eu não soube.

—Por favor, não fique assim. —Jessica se aproximou tentando me abraçar.

—Não. Por favor, não. — disse me afastando. –Eu preciso de um tempo longe de ti por enquanto. Você tá bem melhor que eu. Espero que você seja feliz. Quem sabe a gente não se esbarra quando eu estiver melhor

—Taeng, não me trate desse jeito.

—Jessica, saia.—falo exasperada.

—Como quiser. Desejo o mesmo pra você. —ela já estava lacrimejando, sempre foi sensível assim. —Saiba que eu ainda não desisti da sua amizade.

Ela saiu e eu fiquei sentada, esperando que minhas lágrimas cessassem e eu conseguisse respirar.

—Taeyeon-ah, você tá bem? —ouvi uma voz suave, era Tiffany.

 —Não, pareço bem? —respondi secando meus olhos—Me dê esse copo. Preciso de algo forte pra conseguir voltar pra casa hoje —ela me entregou o copo e suspirou, apreensiva.

—Eu te amo.

—Eu também, Miyoung.

—Você não está entendendo. Eu quero ter algo a mais com você. —me olhando, penetrante.

—O que disse? —pergunto, achando que eu poderia ter me enganado em algum momento.

—Você me entendeu.


Notas Finais


Essa fic foi baseada em Noite Fracassada, do Jads e Jadson sdjalskdl. Sempre rola quando nós saímos em grupo e não teria jeito melhor de começar senão por ela.
Eu tentei revisar, mas talvez ainda haja erros. Obrigada por lerem até aqui.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...