História Nalu: Um amor inquebrável. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Tags Aventura, Colegial, Fairy Tail, Lucy
Exibições 70
Palavras 991
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Fluffy, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Shounen, Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Esta é a minha primeira Fanfic de Fairy Tail. Aproveitem!

Capítulo 1 - Capítulo 1: Casa nova, vida nova.


O caminhão de mudanças parou diante de uma casa grande. Essa casa seria de uma nova moradora. Os carregadores colocaram os móveis dentro da casa, receberam o pagamento e foram embora. A casa agora estava com seus moradores. Lucy Heartfilia era um deles. Ela era uma linda jovem de pele clara e cabelos loiros. Ela ia morar na casa com alguns funcionários: Virgo, sua empregada; Loki, seu segurança e  Capricorn, seu motorista. 

Naquele momento, Lucy e seus empregados arrumavam a casa. Virgo era bem forte e fazia o trabalho mais rápido do que Loki ou Capricorn.

-Tem vezes em que eu acho que Virgo devia ser minha segurança.-Lucy dizia de vez em quando, arrancando risadas de Capricorn e Loki.-Qual é a graça?

-A Virgo não sabe esconder nada de ninguém.-Loki respondeu, ainda rindo. Loki era um rapaz de pele clara e cabelos laranjas, que estavam sempre bagunçados.-E ela é muito obediente. Ela lamberia o chão se você mandasse.

-Isso não é verdade, seu laranjão!-Virgo respondeu a Loki. Apesar de ter um rostinho de anjo, Virgo era bem dura e rígida. Loki até tinha medo dela.-Posso te superar muito bem!

-Se acalmem, por favor.-Capricorn falou, afastando Loki e Virgo, porque sabia que ia rolar briga.-Estamos arrumando uma casa, não um ringue de luta.

-O Capricorn tem razão.-Lucy falou, rindo. As típicas discussões entre Virgo e Loki eram engraçadas.-Não vamos brigar.

Logo a paz voltou a reinar e a arrumação continuou a acontecer. Em algumas horas a casa já estava arrumada. 

-Foi mais rápido que o esperado.-Virgo falou, sorrindo.-Pensei que demoraria até de noite. Ainda está dia.

-Vou dar uma volta então.-Lucy falou, saindo de casa.-Volto mais tarde. Vou ver como é a vizinhança.

-Eu vou contigo.-Loki falou, andando atrás de Lucy.-Sou seu guarda-costas, esqueceu?

-E eu esqueceria?

Os dois saíram andando pelas ruas. Tinha um rio na frente da casa da Lucy e a jovem tinha sempre a mania de andar na mureta do rio. Loki sempre ia bem do lado para impedir que a jovem escorregasse e caísse. Logo nessa caminhada os dois chegaram a um imenso parque.  

-Que belo parque.-Lucy falou, entrando pelos portões do parque.

De repente, uma bola de futebol voou e acertou a cabeça de Lucy. Loki correu até a jovem.

-Você está bem?-Loki perguntou, sua preocupação aflorando.

-Eita desculpa aê!-Gritou alguém que se aproximava de lá.-Eu sinto muito!

O jovem tinha cabelos arrepiados e de cor rosa.  Ele usava um tipo de uniforme de jogador de futebol de cor azul com um número 10 na parte de trás da camisa. Embaixo do número 10 estava escrito Fairy Tail. O garoto de cabelos rosa pegou a bola e foi até Lucy e Loki.

-Novamente desculpa. A propósito, sou o Natsu.-O garoto de cabelos rosa falou para Lucy, estendendo a mão para cumprimentá-la e abrindo um imenso sorriso.-Você é a garota nova na cidade, né?

Lucy o cumprimentou e assentiu com a cabeça. Loki encarou Natsu friamente. Loki se irritou quando Natsu acertou Lucy sem querer e já desconfiava do moleque. De repente, um cara de cabelos pretos e espetados acenou para Natsu.

-Natsu! Cadê a bola?!-Berrou o garoto de cabelos pretos, pondo as mãos em concha para intensificar os chamados.-Para de paquerar e vem logo!

-Cala a boca, Gray!-Natsu berrou de volta, fazendo uma careta furiosa.

Lucy riu da careta de Natsu. Natsu notou a risada e imediatamente corou. Não riu pela risada, mas pelo som dela. A risada de Lucy era bonita.

-Vou voltar pra eles. A gente se vê por aí, loirinha.

-Meu nome é Lucy!

-Ok então, Lucy.

Natsu correu de volta para seu time. Lucy e Loki continuaram a caminhada.

-Ele nem se importou de perguntar quem eu era...-Loki falou para Lucy, fingindo estar triste. 

-Fica triste não, Loki.

-Quem disse que eu tô triste? Nenhum cara se conhece logo assim! E também nenhuma garota conhece um cara daquele jeito...

De repente, a visão de Loki parou num canto. Sua visão olhava uma garota de cabelos rosas e longos e pele clara. A garota usava um vestido rosa e uma tiara que tinha chifres de bode nas pontas. Loki sentia como se já conhecesse a jovem.

-Loki?-Lucy questionou Loki, notando seu olhar ao desconhecido.-Eu te amo.

-Oi? Como é que é?-Loki imediatamente saiu do transe.-É sério isso o que disse?

-Te amo só como amigo. Só disse isso pra tu sair desse transe! O que foi que você viu?

Loki olhou novamente pra onde avistara a jovem de cabelos rosa e ela não estava mais lá. 

-Nada não.-Loki disse.

A caminhada pela cidade continuou até escurecer. Quando voltaram, Capricorn já os esperava na porta, fumando um cigarro.

-Demoraram muito.-Capricorn falou, soltando uma baforada no ar pelo nariz. 

-Desculpe.-Lucy e Loki disseram juntos.

-Entrem logo. Virgo fez o jantar.-Capricorn disse, jogando o cigarro no chão e pisando nele.-É Pizza.

-Adoro pizza.-Loki falou, já babando de ansiedade.

O jantar aconteceu sem problemas. Depois do jantar, Lucy fez suas higienes e se preparou para ir dormir. Quando ia dormir, Virgo entrou em seu quarto.

-Princesa, seu pai mandou isso pra você.-Virgo falou, entrando no quarto e dando para Lucy uma carta.

-Valeu Virgo.-Lucy respondeu, abrindo a carta.

Virgo saiu do quarto e Lucy leu a carta:

O que dizia na carta:

"Lucy, minha filha, quero que saiba que te amo. Como você está em Magnolia, a cidade em que eu e sua mãe nos conhecemos, aposto que diversas lembranças lhe vêm a cabeça. Bem, deixando de lado essas lembranças, esta carta também vem com sua ficha de inscrição para entrar na Fairy Tail High, o maior colégio de Magnolia. Todas as mensalidades já foram pagas e todos os materiais escolares estão na sua casa. Espero que esteja aproveitando. Assinado Jude"

Lucy guardou a carta e sorriu. Seu pai se importava com ela ainda. A jovem guardou acarta no criado-mudo ao lado da cama, deitou-se na cama, apagou as luzes e adormeceu. O a,anhã traria novas aventuras...

 


Notas Finais


Continua...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...