História Fake Bride - Camren - Capítulo 38


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Personagens Originais
Tags Camren, Comedia, Drama, Romance
Visualizações 2.251
Palavras 1.039
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 38 - You are the best


P.O.V  Camila

Entrei na Epic Records sendo pontualmente, hoje a Lauren finaliza o seu álbum posso ela teve que vir mais cedo. A gravadora está uma loucura, aparentemente a minha noiva vai lançar um single na sexta feira. Andei em passos lentos pelo corredor, não tenho muito o que fazer isso então é uma boa coisa para se relaxar. Eu estava distraída olhando para o tablet conferindo o que tinha marcado para hoje até meu corpo trombar em alguém.

A pessoa se virou pronta para me xingar mas se calou na hora que me viu, eu comecei a gargalhar por perceber em quem eu trombei. Veronica Iglesias está aqui em minha frente já abrindo um largo sorriso de uma maneira sapeca, balancei a cabeça e abracei a minha amiga em forma de cumprimento.

- Eu nem te vi ai – Me afastei um pouco – Foi mal por trombar em você.

- Relaxa Mila – Vero deu de ombros – Percebi que estava ocupada.

- Só estava conferindo o que tinha para hoje – Comentei – O que está fazendo aqui? Cade a Lucy?

- Como eu não tinha nada para fazer, vim aqui atormentar minhas amigas – Brincou – Lucy está pegando o café da manha para nós, você quer?

- Não obrigada, eu já tomei café da manha em casa – Agradeci – Cadê as outras meninas?

- Normani está mostrando coreografias para as dançarinas, Dinah está com ela e a Ally deu uma sumidinha.

- Tudo bem então, vem vamos nos sentar.

Vero me acompanhou para estilo uma sala onde tem grandes sofás como se fosse uma sala de relaxamento, começamos a conversar para passar o tempo porque hoje está entediante. Minutos depois a Lucy apareceu com uma sacola do Starbucks na mão, ela me ofereceu mas acabei negando assim como fiz com a Vero. Logo as duas tomavam o café da manha enquanto conversavam ao mesmo tempo comigo.

- Hey meninas – Ally parou ao meu lado – Mila, eu rasguei o contrato do marketing.

- Isso é bom, obrigada – Sorri.

- Não foi nada, foi até fácil cancelar aquele contrato – Deu de ombros voltando a sorrir – Inda bem que a Dinah não foi rígida ao colocar algumas coisas no contrato, por isso foi fácil.

- Bem melhor – Acenei – Agora estou definitivamente noiva.

- Eu nem acredito nisso ainda – Lucy comentou – Porra, é tão incrível ver que a Lauren está realmente feliz com você.

- Obrigada por fazer a nossa branquela feliz – Vero me olhou contente.

- Sem problemas, pretendo fazer ela muito mais feliz.

- Vocês viram quem está ai? – Ally sussurrou.

- Quem? – Perguntei curiosa.

- Concelho tutelar – Vero respondeu – A mulher foi diretamente procurar a Laur.

- Puta merda, porque não me avisaram antes? Eu preciso ir lá.

Sai correndo daquela sala deixando minhas amigas sem entender nada, como assim o concelho tutelar está aqui e ninguém me avisa? Eu nem sabia que a Lauren já tinha chamado eles, andei apressadamente pelos corredores até chegar no estúdio abrindo a porta imediatamente. Avistei uma mulher com porte formal conversando com a minha noiva, ao seu lado está o Ian que segurava a mão de sua mommy.

- Bom dia – Desejei me ajeitando ao lado da minha mulher que ficou surpresa ao me ver – Eu quero participar dessa pequena reunião.

- Camz – Ian saltitou abraçando minha perna.

- Oi meu pequeno.

- Oi amor – Lauren beijou minha bochecha – Essa moça é do concelho tutelar.

- Eu não sabia que você tinha ligado para o concelho – Arqueei uma sobrancelha.

- Eu liguei ontem mas não sabia que viria logo hoje.

- A senhorita Jauregui estava me contando que já foi nova da tal Halsey – Mordi a língua para não soltar um palavrão sobre a vadia – Agora a Jauregui está noiva de você?

- Exato – Confirmei – Mas em que ponto você quer chegar?

- Nada, só quero saber mais sobre vocês – Ela ajeitou o óculos no rosto – O que exatamente a Halsey fez com esse pequeno?

- Bom – Comecei a contar – Eu cheguei aqui no estacionamento e flagrei a Halsey batendo no Ian porque ele queria ficar com a mommy – Apontei pra minha noiva – Mas a Halsey não queria deixar, esse foi o motivo.

- Que bom que você presenciou isso – A conselheira me olhou – Vai ser muito bom quando formos no juiz.

- Juiz?

- Sim, porque a Lauren precisa da guarda definitiva do Ian.

- Só isso? – Lauren perguntou com esperança – Eu só preciso ir falar com o Juiz.

- O processo vai demorar um pouco, agora nós do concelho tutelar iremos na casa da Halsey ouvir o lado dela e questionar cada motivo por ela ter feito isso – A moça sorriu brevemente – Ian, você pode conversar um pouco comigo num canto?

- Sim? – Ian olhou para a Laur como se pedisse autorização e ela cedeu.

A mulher formalmente pegou na mão do pequeno e puxou devagar para um canto mais afastado para fazer diversas perguntas ao pequeno. Lauren puxou minha cintura até eu colar em seu corpo, pousei minhas mãos em seu ombro enquanto eu olhava para aqueles olhos verdes brilhantes. Beijei a pontinha do seu nariz fazendo-a franzir o mesmo.

- Confesso que tenho medo no que vai dar tudo isso – Se referiu a guarda do filho.

- Amor, você tem que pensar positivo – Acaricio seu rosto – Eu vou te dizer uma coisa que vai te deixar bem melhor.

- O que? – Ela me fitou já querendo sorrir.

- Eu considero o Ian como um filho para mim, quero uma família com você e já estou começando com isso – Sussurrei.

- Sério? – Dessa vez ela sorria enorme – Você o considera mesmo?

- Claro que sim amor, aquele pequeno é uma fofura e é parecido mais com você do que com a outra – Revirei os olhos quando falei “outra” referindo a Halsey.

- Que bom, eu preferiria que o Ian fosse seu filho comigo – Lauren abraçou minha cintura.

- Amor não esquenta, eu gosto dele do mesmo modo – Dou-lhe um selinho – Mas nós podemos ter um filho ou uma filha.

- Claro que vamos ter meu amor, nós vamos nos casar no Brasil.

 - Sério? – Arregalei os olhos.

- É obvio, eu sei o quanto você queria ir para lá.

- VOCÊ É A MELHOR.


Notas Finais


Irraaa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...