História Fake Death - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Amizade, Banghim, Bangtan Boys, Bap, Bottom!jungkook, Bts, Bullying, Colegial, Death!au, Escolar, Hopekook, J-hope, Jikook, Jimin, Jin, Jungkook, Namjin, Sope, Suga, Suícidio, Taehyung, Taekook, Top!jimin, Traição, Vhope, Vkook, Yongguk, Yoonmin, Yoonseok
Visualizações 166
Palavras 2.693
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


**GENTE LEIAM ISSO**:

Eu começarei uma fanfic nova, e sim, é BTS!! E será comédia, mas rlx que pra mim o plot ta incrível e creio que vocês vão gostar!! <33

AGORA, VOLTEI HEIN?
Eu to mto doente pqp OIHIOHD aquela dor de garganta dos infernos, e agora estourou uma puta gripe aqui...mas eu to aqui, escrevendo para alegrar vocês!!
GENTE 85 FAVORITOS É ISSO MSM? SOCOROROROROR TO TENDO UM AVC OLHA..
MTO OBG, EU AMO CADA PEDACINHO DE VCS! E QUEM VENHA MAIS E MAIS FAV'S.

Se manifestem!! Comentem oq acharam, interajam comigo, POOR FAVOR, JEBAL, PLEASE ;-; Amo comentário de vcs..

Agora, boa leitura nesse cap <3
E TENTEM NÃO ME MATAR TÁ?
KKKK RINDO DE NERVOSO, enfim.

I'm out <3

Capítulo 14 - Treze


Fanfic / Fanfiction Fake Death - Capítulo 14 - Treze

             

– S-Sair com você? – Gaguejou, estava estupefato. Jungkook sentiu muitas coisas ao mesmo tempo:

 

Esperança

 

Felicidade

 

Amor

 

Talvez até alívio.

 

– Sim! Eu realmente não quero mais brigas ou desentendimentos toda vez que tentamos uma amizade, Jungkook. – Disse Jimin. – Que tal a gente ir no parque de diversões na sexta?

 

“Talvez porquê não estamos destinados a ter apenas amizade, Jimin” Pensou. Assentiu, sorrindo.

 

– É uma boa ideia, Jimin. Que horas, então? – Perguntou, realmente feliz.

 

– Você vai pra minha casa depois da escola, ai assim que a gente almoçar, nós vamos. – Colocou as mãos dentro do bolso, sorrindo. Jungkook concordou.

 

– Certo, estou ansioso, Jimin. – Ambos riram e tomaram seus caminhos. Jungkook foi para o banheiro, e Jimin se juntou a Yoongi e seus amigos para bater um papo, já que faltava uns minutos para o sinal bater, haviam chegado cedo.

 

– Conversou muito com seu novo amiguinho? – Disse Himchan, abraçando Yongguk. Yoongi olhou para o ruivo, com um olhar debochado. Jimin riu.

 

– Eu o chamei para sair de novo, ele... – Engoliu em seco, pensando rápido em uma desculpa. – Ele anda triste e ontem discutimos porque ele estava irritado e eu acabei me irritando também, eu não queria isso.

 

– Por quê ele está triste? – Perguntou Himchan. Jimin revirou os olhos.

 

– Não interessa, é coisa dele. – Mentiu. “É uma coisa nossa”, pensou. Himchan fez um biquinho e escondeu o rosto no peito de Yongguk.

 

– E para onde vocês vão? – Perguntou Yoongi, passando o dedo levemente na bochecha do namorado.

 

– Para o parque de diversões, aquele que você me levou quando me pediu em namoro e que fomos tantas vezes. – Sorriu, animado. – É o meu favorito.

 

– Entendo, divirta-se lá, amor. – Beijou-lhe a nuca, Jimin corou e apertou mais o abraço.

 

 

*~~*

 

– E então, ele me chamou pra sair. – Disse Jungkook, passando água no rosto. Seokjin e Taehyung estavam com ele, o segundo não estava par da situação e ficou chocado com tudo que Jungkook lhe contou.

 

– Bem que eu disse pra você deixar as coisas acontecerem, viu, ele veio falar com você. – Sorriu. Virou-se para o outro. – Tae, não conte isso pra ninguém.

 

– Não se preocupe, não sou Himchan ou qualquer outro, seu segredo estará guardado comigo. – Assegurou. Jungkook secou seu rosto e voltou seu olhar para os dois amigos. – Tomara que Yoongi nunca descubra isso.

 

– Ele não vai, Jimin jamais contará, ele não é nem louco. – Disse Seokjin, soltando uma risadinha, sendo acompanhado pelos dois, e indo em direção a classe preparados para mais um dia de aula.

 

Antes que Jungkook pudesse sentar em sua cadeira, Seokjin o puxou e sussurrou em seu ouvido.

 

– Tome cuidado para que seus sentimentos não tomem conta da situação, Hakyeon. – Jungkook se arrepiou, mas assentiu. Eram alvos de olhares curiosos, pois Seokjin havia lhe puxado com força.

 

– O que aconteceu? – Perguntou Namjoon, assim que o mais velho se aproximou de si para cumprimentá-lo. Riu.

 

– Nada, só dando uns conselhos para arrumar a cabecinha dele. – Piscou, sentando em seu lugar assim que a professora entrou na classe.

 

*~~*

 

– E então? – Perguntou Yoongi. – Conseguiu tirar algo dele ontem? – Na sua frente, estava Hoseok, que revirou os olhos.

 

– Ele jogou uma desculpa esfarrapada de que estava com problemas em casa. – Bufou. – Ele não me disse a verdade, mas eu também não vou sair por ai espalhando rumores falsos, Yoongi.

 

O mais velho coçou o pescoço, frustrado. Parece que ferrar com Jungkook estava mais difícil do que pensava.

 

– Eu acho que Jimin está se envolvendo com ele. – Disparou Hoseok, Yoongi arregalou os olhos. – Eles saem, brigam e depois fazem as pazes, ai ontem eles brigaram feio pelo o que vi e agora vão sair de novo, não acha suspeito?

 

– Não, Jimin jamais se envolveria com outra pessoa quando está comigo. – Estava com raiva. – Ele não me trairia.

 

– Certo, esqueci que ele não é você. – Disse Hoseok, sem perder a língua afiada que sempre teve. Deu uma piscadela e saiu do banheiro, deixando um Yoongi perturbado para trás.

 

Ao mesmo tempo, Yongguk entrou no banheiro junto de Himchan, mas ao ver Yoongi, dispensou o outro com um aceno de mãos e voltou seu olhar para o menino de cabelos verdes.

 

– O que foi? – O mais velho arqueou uma sobrancelha. Yoongi suspirou.

 

– Hoseok disse que talvez Jimin esteja se envolvendo com Jungkook. – Passou as mãos pelo rosto, Yongguk riu.

 

– Hum, não. – Falou, convicto. – O garoto só tem olhos pra você, ele é bem fiel. Não trairia você desse jeito. – Cruzou os braços, se encostando na parede. – Mas, por quê todo esse desespero? Esqueceu que Hoseok é seu amante? Você mesmo trai o Jimin na cara dura.

 

– Você não entende, Yongguk. – Soltou todo o ar pela boca, se apoiando na pia e olhando seu reflexo no espelho. – Se eu perder Jimin, minha reputação vai por água abaixo.

 

*~~*

 

Era finalmente sexta-feira, e Jungkook não podia estar mais animado. Se despediu de seus amigos e esperou Jimin despedir-se dos seus, vendo o mesmo dar um selinho em Yoongi, cena que fez seu estômago revirar. Quando o ruivo se aproximou, viu o olhar mortal que Yoongi lhe lançou, mas resolveu ignorar e saiu junto com o mais baixo.

 

– E então? Já tem em mente quais brinquedos vai querer ir? – Perguntou Jimin, claramente animado.

 

– Hum, no que você for, eu vou. – Deu de ombros.

 

– Então nós vamos em todos os brinquedos. – Riu, parecia uma criança de cinco anos, concluiu Jungkook.

 

Chegaram na casa do mais velho, sendo recebidos pela mãe do mesmo, bem vestida. Avisou que iria para uma reunião importante da empresa depois do almoço, e deu dinheiro ao filho para se divertirem no parque. Assim que almoçaram, Jimin chamou um motorista particular e foram para o parque, que estava bem lotado, afinal, era sexta-feira e muitas crianças e até adultos queriam se divertir um pouco.

 

Jungkook insistiu para que pagasse seus ingressos, mas Jimin recusou e já estava ficando irritado.

 

– Estamos aqui para eu me redimir com você. – Levantou o tom de voz, mas logo sorriu. – Deixa que eu pago.

 

Jungkook não disse mais nada, esperou o ruivo pagar os ingressos e logo sair da bilheteria, observando aquele grande parque. Olhou, com brilho nos olhos, a montanha-russa.

 

– Não vamos na montanha russa agora! – Reclamou Jungkook, cruzando os braços. – Acabamos de almoçar, imagina se eu ou você vomitamos no meio do caminho? – Jimin riu.

 

– Certo, quer ir no carrossel? – Zombou, o moreno bufou. O mais velho riu mais alto. – Tudo bem, vamos fazer alguma coisa mais leve e depois vamos nos brinquedos mais legais.

 

E assim passaram umas duas horas, indo em brinquedos leves, como vídeo games, foram nas inúmeras cestas de basquete, ping pong, Jungkook ficou irritado por ter perdido tantas vezes.

 

Depois que estas horas passaram, Jimin quis ir nos brinquedos “mais legais”. O mesmo cogitou ir no grande elevador, o que deixou Jungkook suando frio, mas não recusou. A fila não estava tão grande, bom, pelo menos não nos lugares que pegaram, porque se olhassem para trás, estava enorme.

 

Quando chegou a vez deles e de mais umas pessoas, Jungkook começou a tremer, e isso não passou despercebido por Jimin.

 

– Tem medo de altura? – O moreno assentiu, Jimin soltou uma risadinha. – Não se preocupe, eu estou aqui.

 

Isso, de alguma forma, aqueceu o coração do mais novo. Não negaria que quase teve um infarto quando aquele brinquedo desceu em uma velocidade horrível, deixando Jungkook em estado de choque por uns segundos. Logo, um Jimin animado saiu lhe puxando em direção a montanha russa. “Vai ser um longo dia”, pensou Jungkook.

 

Quase enfartou de novo quando a montanha russa começou a se mover rapidamente, fazendo curvas e até indo de cabeça para baixo, e tudo que podia ouvir eram os gritos das pessoas que estavam juntos, principalmente os gritos de divertimento de Jimin ao seu lado. Amava quando este ficava feliz e sorria, pois para Jungkook, Park Jimin tenha o sorriso mais lindo.

 

E jamais desistiria desse sorriso.

 

Mesmo tonto, Jungkook não negou a Jimin para ir em outros brinquedos, e assim que saíram do grande barco viking, o moreno não aguentava mais.

 

– Eu vou vomitar, Jimin. – Falou, desconcertado. Jimin riu, dando tapinhas em seus ombros.

 

– A lata de lixo tá ali. – Apontou, e o moreno saiu correndo, vomitando na mesma. O ruivo não parava de rir, mas foi até ele e desenhou círculos em suas costas, confortando-o. – Vamos para a praça perto da minha casa, lá tem uma boa lanchonete.

 

– Eu acabei de vomitar e já vou comer? – Perguntou, sarcástico.

 

– Se ficar sem comer vai ser pior para você, Kook. – Riu e puxou o mais novo, indo em direção a saída.

 

Já na frente do grande portão, Jimin chamou outro motorista particular, e assim foram para a praça.

 

*~~*

 

Já era fim da tarde quando chegaram na praça e foram para a lanchonete, que tinha mesas ao ar livre. Ambos pediram um hambúrguer, Jimin um suco de laranja e Jungkook apenas água, já que ainda estava um pouco enjoado.

 

Enquanto esperavam, Jimin mandava uma mensagem a Yoongi, dizendo que estava tudo bem e ia lanchar, apenas para notificar o outro que ainda estava vivo. Jungkook mandou uma mensagem para Seokjin, apenas querendo saber se o outro estava bem.

 

– Gostou do parque? – Perguntou Jimin, bloqueando a tela do celular e deixando em cima da mesa, Jungkook repetiu o ato.

 

– Sim, lá é muito legal. – Sorriu, vendo suas bebidas chegarem.

 

– É verdade, é o meu favorito. Yoongi me pediu em namoro lá, sabia? – Riu. Jungkook forçou um sorriso, mas por dentro, sentiu raiva e tristeza.

 

– Obrigado por ter me levado lá, a gente podia combinar de vir mais vezes. – Tomou um gole de sua água.

 

– Sim! A gente podia chamar o Yoongi, Taehyung, Seokjin e Namjoon para virem junto com a gente. – Se animou. Só de Jungkook ouvir o nome de Yoongi seu estomago se embrulhou. – O Seokjin tá namorando o Namjoon?

 

– Não. – Riu. – Aquele babaca do Jinnie fica falando que é só amizade. – Deu de ombros. – Ele pode se enganar o quanto quiser.

 

Riram, e seus sanduíches chegaram. Comeram calmamente e riam de coisas bobas, até que finalmente terminaram e desta vez Jungkook se ofereceu para pagar a conta. Jimin deu de ombros e foi para a praça que tinha a frente, sentando-se em um banco e olhando pro céu.

 

Depois de pagar a conta, Jungkook se juntou ao outro, olhando para o céu já escuro. De repente, quis conversar sobre ele mesmo, sobre Hakyeon, saber o que Jimin achava. Bom, ele já sabia que o ruivo estava triste pela “morte” do outro, mas não ficava se lamentando toda hora, apenas, queria saber o que sempre achou de si. Porém, não queria entrar em um assunto melancólico.

 

Então, ficaram em silêncio por uns minutos, até que o celular de Jimin tocou.

 

– Alô? Oi mãe. – Suspirou. Fazia caretas de irritação, que deixavam a cena cômica, pelo menos para Jungkook. – Certo, daqui a pouco estou indo. Também te amo, tchau. – Desligou. Colocou as mãos no rosto e respirou fundo. – Minha mãe quer que eu vá para casa, porque “está ficando tarde.”

 

– Tudo bem, eu entendo. – Sorriu.

 

– Eu vou chamar outro motorista, você quer carona? – Perguntou, sacando o celular. Jungkook negou.

 

– Não se preocupe, eu não vou pra casa agora, depois eu peço para minha mãe me buscar aqui. – Olhou para o céu novamente.

 

Jimin assentiu e se levantou, digitando algo no celular. Logo ele guardou no bolso e ficou de pé, braços cruzados. Jungkook se levantou também e se aproximou do mais baixo, que se assustou um pouco.

 

– Jimin, eu... – Mordeu os lábios. – Obrigado por hoje, sério. Eu ando tendo uns problemas emocionais e...você realmente conseguiu me fazer feliz. – “Você sempre me fez feliz, mas eu queria te fazer feliz”, pensou. Jimin sorriu.

 

– Não se preocupe com isso, Kook. Se você precisar desabafar, sabe que estarei aqui.

 

– Jimin... – Queria fazer uma declaração, mas sabia que se começasse, não iria parar mais. Eram anos guardando esses sentimentos, e se falasse, talvez acabasse revelando seu segredo.

 

Mas simplesmente não aguentou.

 

Colocou a mão na bochecha do outro e encostou seus lábios nos dele, e para Jimin, aquela sensação voltou. Queria retribuir o beijo com mais intensidade, mas sabia que era errado. Ele tinha um namorado. Jimin se afastou, e quebrou seu coração ao ver a expressão triste do outro.

 

– Jungkook, isso de novo não. – Falou, mais triste ainda. – Eu tenho namorado, eu não posso...

 

– Você faz isso de propósito, não é? – Uma onda de irritação lhe atingiu, e não sabia de onde tinha vindo. Jimin se assustou.

 

– O quê?

 

– Me chamar para sair. – Sua voz adquiriu um tom sombrio. – Desde que tentei te beijar aquele dia, você está ciente dos meus sentimentos por você, mesmo que nos conhecemos por um mês e meio, você sabe que eu estou gostando de você mais do que deveria. – Mentiu. “Nos conhecemos desde criança e eu sempre te amei, é uma droga não poder soltar isso”, pensou.

 

– Eu te chamei para passar o dia porque eu queria me redimir com você, eu achei que era EU o errado por ter me irritado. – Jimin se enfureceu também.

 

– Mas você sabia que com isso meus sentimentos iam aumentar, e que eu podia tentar algo e que iria sofrer de novo porque você tem um namorado e eu... – Suspirou, sentiu seus olhos arderem.

 

– Jungkook... – Perdeu as palavras, estava realmente chateado. Não tinha feito nada de propósito, ele apenas queria que sua amizade com Jungkook ficasse sem problemas, queria se redimir. Agora, estava mais triste que o outro.

 

– Por quê você não entende? – Começou, com a voz embriagada. Jimin o olhou, de coração partido. – Você está perto de mim, e me lembrando cada segundo, de cada dia, o que eu quero, mas eu não posso ter.

 

E com isso, deu as costas. Não queria chorar na frente do ruivo, então se virou e começou a andar, lágrimas rolando livremente por seus olhos. “Babaca, milhões de vezes babaca.” Pensou de si mesmo. Se amaldiçoava por não conseguir esconder seus sentimentos de tanto tempo quando estava perto deste, principalmente quando toda a atenção de Jimin estava voltada para si.

 

Sabia que o mesmo tinha um namorado, que era o ser que sempre odiou e odeia. Min Yoongi.

 

Jimin tinha olhos só pra ele, devia aceitar isso.

 

Fungou, sentiu uma mão em seu ombro e foi virado com força. Quando olhou, Jimin estava o encarando com uma expressão triste, seus olhos totalmente marejados, mas as lágrimas não caíam.

 

Até que o ruivo lhe capturou os lábios. Jungkook entrou em estado de choque, mas fechou os olhos e permitiu sentir todas as sensações do mundo. A boca de Jimin se abria e se fechava contra a sua, e a boca de Jungkook repetia os mesmos movimentos na de Jimin. O mais novo colocou a mão direita nas costas do outro, enquanto a esquerda lhe tocava a bochecha, já as duas mãos de Jimin estavam nos ombros de Jungkook. Sentiu a língua do moreno pedir passagem, que foi concedida rapidamente, logo, a mão direita de Jimin puxou os cabelos de Jungkook, mostrando que estava curtindo aquele beijo até demais.

 

De repente, as imagens dos momentos que passou com Yoongi lhe invadiram a mente. Jimin deu uma mordida e uma lambida nos lábios do mais novo e se afastou, expressão totalmente assustada.

 

“O que foi que eu fiz?” Pensou. Olhou para Jungkook, que estava ofegante, também em estado de choque.

 

 – J-J-Jungkook, desculpe, eu... – Colocou a mão na cabeça e olhou para os lados, e agradeceu aos céus pelo motorista particular ter chegado. – Eu não sei o que deu em mim, apenas.. – Ia falar “esqueça que isso aconteceu”, mas não queria machucar mais ainda os sentimentos do outro. Ficou quieto e saiu correndo, e Jungkook não foi atrás.

 

Entrou no carro feito um furacão, cumprimentando rapidamente o motorista, e assim o carro começou a andar pelas ruas. Jimin olhava pela janela as pessoas, os prédios, lojas, tudo, mas sua mente estava em apenas uma pessoa: Jeon Jungkook.

 

Começou aquele beijo porque quis, não sabia o que havia dado em si, apenas queria beijá-lo, muito. Começou a chorar baixinho, se amaldiçoando por ter adorado aquele beijo, e por ter traído seu namorado.

 

Me perdoa, Yoongi. – Sussurrou para si mesmo.

 

Continua....

 

 

 


Notas Finais


NÃO ME MATEM, MATEM O YOONGI
OU O HOSEOK?
OU O JIMIN?
NÃO SEI QUEM VCS QUEREM MATAR MAS ME DEIXEM VIVA EU EU POSSO EXPLICAR ;-;

AAAAHH AGORA SIM VAI COMEÇAR A TRETA RS <3 DESENCADEOU O PLOT TWIST MALUCO, É NOIS <3

Enfim, até o proximo cap e talvez até a proxima fic que eu lançar <3 AMO TODOS VOCÊS, NÃO SE ESQUEÇAM DISSO.
Interajam comigo <333
Byeee <333


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...