História Falei Nada - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Hansol, Yuta
Tags 628, Meizão Safadão, Thaimei, Yusol
Visualizações 199
Palavras 200
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Droubble, Musical (Songfic), Slash
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


MBB é a sigla pra algo que dona Thai inventou, a famigerada música bagaceira brasileira, e vocês ainda vão me ver escrevendo muita fic inspirada em funk e Wesley Safadão e Marília Mendonça porque aqui é BR, pourra.

Um projeto patrocinado pelo Kondzilla e trazido até vocês pela autora mais farofa de sempre. Yusol porque.... A gente só vive uma vez, né mores. Boa leitura! ♡

Capítulo 1 - Amnésia brava


Ter um copo quente de café virado em sua cabeça definitivamente não era a maneira ideal de começar a semana para Nakamoto Yuta. Tudo bem que era um puta cachorro e que dava zero fodas para sua reputação de mais rodado que pratinho de micro-ondas, mas precisava arruinar sua camisa branca e seu cabelo, que demorou boa meia hora para arrumar? Porra.

— Seu descarado, mentiroso, cachorro, safado! — acusou um rapaz alto, loiro, e visivelmente muito puto — Diz que vai namorar comigo pra depois ficar de gracinha com o Taeyong, é? Que bonito, que bonito!

Yuta respirou fundo para não soltar um comentário sarcástico e piorar tudo, afinal, aquele cara era duas vezes o seu tamanho e ainda tinha café dentro daquele copo. Lembrava vagamente dele. Hansolo? Coisa assim.

— E eu falei que ia ser teu namorado, Hansol? — perguntou — Se falei, peço desculpa, é tudo culpa da bebida. Sabe como é. Não ‘tava cem por cento sóbrio.

— Você me apresentou pra sua família, cara.

— Eu ando muito esquecido, Hansol, tô com uma amnésia brava. Não lembro de nada disso — mentiu, e ele não pareceu acreditar — Só lembro de ti sentando gostoso na minha vara.

— Você que vá pro inferno, cachorro safado!


Notas Finais


Um hino desses, meus amores: https://www.youtube.com/watch?v=tJYlB3avDmQ

INCLUSIVE, oi, já deram view hoje? https://www.youtube.com/watch?v=WkuHLzMMTZM


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...