História Fallen - Imagine Jimin - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Chimchim, Jungkookie, Taetae, Você
Exibições 77
Palavras 1.105
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi não sei o que falar.
Boa leitura.❤

Capítulo 3 - Capítulo 3


Fanfic / Fanfiction Fallen - Imagine Jimin - Capítulo 3 - Capítulo 3


Professor: entendi, então estamos chegando quase ao ponto da aula de hoje, Sexo. Vamos lá Jimin, imaginemos que você está em uma festa e lá tem todos os tipos de garota, e você encontra uma que seja inteligente, atraente e vulnerável, o que você faz?

Jimin: eu a escolho e vou falar com ela.

Professor: e como você vai saber que ela está na sua?

Jimin: eu a observo. Descubro o que ela está sentindo. Ela vira o corpo em direção ao meu? Ela olha nos meus olhos e depois desvia o olhar? Ela brinca com os cabelos, como S/n está fazendo agora? - soltei meus cabelos rapidamente escutando risadas da turma -  ela está na minha - ele bateu novamente o joelho no meu, o professor também ria - as veias em seu rosto estão se alargando e sua pele, ela sabe que está sendo avaliada e gosta da atenção, mas não sabe como lidar com isso.

S/n: eu não estou corando!

Jimin: e também está nervosa, e está passando a mão em seu braço para tirar a atenção do seu rosto e colocar para o seu corpo, ou pele e ambos são atraentes.

S/n: isso é ridículo!.

Professor: e ai está, biologia em ação!

Suga: podemos falar de sexo agora?

Professor: na próxima aula, estudem o capitulo 7.

O sinal tocou.

Jimin: - ele se levantou -  foi divertido, podemos fazer isso outras vezes - ele saiu antes que eu pudesse falar algo.

levantei e fui até o professor.

Professor: S/n em que posso ajuda-la?

S/n: eu não estou satisfeita com o meu novo parceiro, ele está me deixando desconfortável, quero que me deixe voltar a sentar com suga.

Professor: de jeito nenhum, suga tem que se esforçar mais esse ano, e Jimin, ele estava com a gente em outra turma e ele nunca falou nada, e eu o coloco do seu lado e bingo, ele se solta, quero você com ele. Agora preciso ir, estou atrasado para uma reunião, até amanhã S/n.

           ****************

Sete horas da noite e eu e suga estávamos saindo do cinema, fomos obrigados a assistir um filme de terror por conta das notas runs de Filosofia, estava frio e suga não parava de falar.

Suga: qual desse filme? Jamais voltarei a assistir um filme que chegue perto de ser terror. Deve ser horrível viver uma vida toda e depois descobrir que será morta em um sacrifício. Ele não desistiu dela, a matou.

Assistimos um filme de perseguição assassina, depois da noite passada, onde tive a sensação de estar sendo observada não me deixava confortável.

S/n: ok, vamos para a biblioteca pública fazer logo isso.

Suga: é impressão minha ou você anda mais mal-humorada?

S/n: será que é por causa da sensação de observação de ontem a noite?

Suga: mas você fica assim, especialmente depois das aulas de biologia.

S/n: fácil, culpa de Jimin.

Suga: ele é estranho.

não queria contar a suga, que eu me sentia fortemente atraída por Jimin, de uma forma inexplicável. Como se perto dele eu me sentisse em um precipício, e a qualquer momento ele pudesse me jogar dali de cima.

Chegamos a biblioteca e começamos a fazer a atividade.

               **************

Já estávamos ali há algumas horas quando suga chamou minha atenção.

Suga: olha quem chegou? - olhei e era jimin, ele estava com uma calça jeans preta, camiseta branca, seus olhos se encontraram com o meu e eu desvie o olhar - estranho ele está aqui.

S/n: por que estranho, estamos em uma biblioteca publica.

Suga: olha os títulos do livro que ele está lendo COMO SER UM PERSEGUIDOR, será que ele está seguindo você S/n?

S/n: você acha isso?

Suga: acho que sim, você não?

S/n: claro que não, é apenas uma coincidência.

Suga: você sabe alguma coisa sobre ele?

S/n: não, ele senta do meu lado, durante uma hora, todos os dias da semana, não sei mais do que isso.

Suga: e se a gente invadisse a sala de registros, poderíamos pegar a pasta dele e descobrir se tem algo de errado com ele.

S/n: não podemos fazer isso.

Suga: qual é S/n? Seria divertido

S/n: vamos para casa Suga.

Suga: terei que ir em outro lugar
S/n, desculpe não ir com você, minha mãe pediu pra eu passar no mercado, pra compras algumas coisas.

S/n: tudo bem suga, não presiza se preocupar, eu conheço muito bem esse cidade, sei me virar - sorri e assim saímos da biblioteca, indo cada um para o seu caminho.

Estava no caminho de casa quando vi que o céu escureu mais do que o normal, e me perguntei se uma tempestade se aproximava, resolvi acelerar mais um pouco o passo, e meu sexto sentido explodiu, algo estava errado. senti a sensação de está sendo observada, olhei pra trás e vi um homem, Estava todo vestido de preto e usava uma máscara de esqui.

Levantou e começou a andar em minha direção, comecei a correr e ficar desesperada, mas fui surpreendia quando sugurou meu braço e me virou fazendo o olhar, e nossos olhos simplesmente se encontraram, ele tinha um sorriso letal por baixo da máscara, começou a puxar me levando para algum lugar, e eu me contorcia tentando me soltar, vejo o homem que me segurava cair no chão.
suga tinha lê dando um chute por trás, nossa da onde ele brotou? nós olhamos e saímos correndo dali, corremos muito rápido mesmo, ainda bem que o homem da máscara de esqui estava no chão, nós corremos tão rápido, que eu acho que antes dele se levantar, nós já estávamos bem longe de vista.

Chegamos em uma lachonete, onde nós sentamos em uma mesa super ofegantes.

Suga: S/n o que foi aquilo?

S/n: eu não sei suga, do nada aquele homem apareceu.

Suga: sabia que não devia ter deixado você só.

S/n: obrigado por me ajudar suga - sorri.

Suga: de nada - sorri -  S/n, você quer ir no mercado comigo? É que meio que ficou tudo lá no chão, na hora nem me lembrei.

S/n: - ri - desculpa suga, vamos eu vou com você.

Fomos no mercado e suga comprou as coisas novamente, ele me deixou em casa, e foi pra dele.

             *************

Fui para o quarto, eu estava sozinha em casa, como sempre, já que meu pai e minha Mãe, fazia o mesmo trabalho, com leilões, mas meu pai é o mais ausente, mal escuto sua voz aqui. Assim que fechei os olhos pude ver aquela máscara de esqui, os olhos letais que estavam por trás dele, eram olhos quase escuros, que me fuzilaram, que me faziam tremer...como os de Jimin!


Notas Finais


Obg se leu até aqui.
Amo vcs❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...