História Fallen - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fallen, Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Itachi Uchiha, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Fallen, Mistério, Naruto, Romance, Sasusaku
Exibições 14
Palavras 2.937
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hello peoples! Sei que demorei, mas as coisas estão muito corridas, o negócio do fim de ano... não é fácil.

Espero que gostem!

Capítulo 3 - Novas pessoas


Capítulo 2 - Novas pessoas

Sakura recebera um pedaço de papel impresso com os seus horários, um caderno grosso para vinte matérias, dois lápis e duas canetas pretas, sua borracha preferida e uma súbita e péssima sensação de que Hinata talvez estivesse certa sobre as aulas de Konoha School – Eram horríveis e sem sentido algum, na opinião dos outros alunos.

Aquilo nem parecia ser uma sala de aula, as mesas estavam arrumadas em fileiras desorganizadas e, perto do quadro negro, do lado direito havia um armário de materiais que estava completamente bloqueado por uma pilha de caixas empoeiradas.

Para piorar, os outros alunos nem pareciam se incomodar com a tamanha bagunça e sujeira do lugar. Alguns nem pareciam notar que estavam numa sala de aula. Estavam todos juntos no fundão da sala conversando banalidades e tomando algum líquido em copos descartáveis.

Hinata era a única garota de bem ali naquela multidão de alunos desinteressados. Ela estava sentada na terceira carteira da fileira do meio, desenhando algo em seu caderno. Parecia bem concentrada na sua arte, que nem percebeu a presença de Sakura se aproximando de sua mesa. Mas a rosada pensou melhor e a deixou ficar sozinha no momento. Deveria estar fazendo algo importante.

Naruto e Sasuke estavam juntos com outros garotos no fundo da sala, agrupados em sua volta, riam sobre algo que Naruto dissera – Provavelmente não tinham nada de melhor para fazer e preferiram ficar de bobeira o dia todo.

Tenten passeava pela sala, parando de grupinho em grupinho para falar algo que Sakura não pôde entender. Quando passou por Itachi, ele colocou o pé para que ela tropeçasse, mas isso não aconteceu.

— Tentativa falha, babaca – sorriu ela para Itachi, com sua face irritadiça – Não encoste em mim, seu idiota.

Tenten pisou em seu pé. Itachi piscou os olhos, talvez pela dor, mas não se moveu. Apenas sorriu.

— Você é fraquinha, em – disse ele dando um peteleco na testa de Tenten.

— E essa cara feia que você fez quando pisei em seu pé? – ela arqueou uma sobrancelha para em seguida cruzar os braços em frente ao corpo – Você não me engana, Itachi.

Ele não respondeu, apenas fechou a cara e seguiu para o outro lado da sala, as deixando para trás.

Definitivamente aquele não era o lugar de Sakura. As coisas eram bem diferentes de sua antiga escola, professores, alunos, regras... O que ela poderia fazer, fora obrigada a vir para cá. Mas era necessário que ela aprendesse a conviver com a gente dali, eram até amigáveis, alguns, aliás.

Sakura pensara que Itachi talvez pudesse ter cabulado aula, mas só o que realmente fez foi beber água e voltou para a sala de aula, vindo na direção de Sakura com um sorriso maroto nos lábios. Ela não se importou e se sentou em sua mesa, cruzando os braços educadamente sobre ela – Precisava dar uma boa impressão no primeiro dia de aula.

— Então você é a novata? – sorriu ele para ela, sentando-se ao seu lado e a olhando de uma forma constrangedora, mas que não a deixava assustada nem nada. Ela o conhecia á pouco tempo (umas duas horas no máximo), mas sabia que ele não era o tipo de garoto que quisesse algum compromisso sem nem ao menos conhece-la de verdade, e muito menos a ponto de querer fazer algum mal a ela. 

— Sim – respondeu ela, não queria ser grosseira, só não queria papo naquele momento.

— Eu ainda me lembro um pouco quando eu era aluno daqui, faz tanto tempo – falou Itachi esperançoso. Queria construir uma amizade com Sakura, só pelo seu pouco tempo com ela, viu que era legal.

Sakura não respondeu, apenas sorriu constrangida. Ainda não estava muito a vontade para conversar normalmente com alguém dali. O que só queria era voltar para a sua casa e falar com Ino, só isso. Mas para não ganhar inimigos no primeiro dia, logo se pôs a responder generosamente.

— Achei que fosse aluno novo.

— Há não, apenas estava de férias. Estava tão bom – disse divertido. Sakura pensara que naquela escola não havia férias, apenas aulas diretas sem descanso nenhum. Mas felizmente estava enganada – Você não é muito de falar, não é? – falou ele parecendo ficar constrangido por estar falando e não ser respondido nem com um simples “aham”.

Sakura corou na hora. As pessoas já estavam pensando que ela era uma verdadeira mal educada. Mas o que poderia fazer? Estava nervosa e com medo. Tudo ainda era totalmente novo para ela.

— Me desculpe por ser tão mau educada, só não estou bem acostumada com as coisas aqui – abaixou a cabeça envergonhada.

Itachi pôs a mão em seu ombro, finalmente parecendo entender o lado dela. Realmente qualquer um passa pela mesma coisa, isso era normal.  Itachi ouviu algumas fungadas de Sakura, ele olhou para o seu rosto alvo. Ela estava chorando?

— Você está bem? - perguntou Itachi a encarando fundo nos olhos. Na verdade ele não estava tão interessado, sabia como as garotas eram. Especialmente Sakura. 

Ela não respondeu, só balançou a cabeça negativamente. 

Ele não quis fazer mais perguntas, apenas a puxou pela mão e a levou para fora da sala de aula, sem se importar com conseqüências depois. Só queria ajuda-la.

Itachi a levou para o banheiro dos funcionários – Pouco utilizado, na verdade – Abriu a porta e a deixou entrar, depois a seguiu até a pia do banheiro. O garoto abriu a torneira e a ajudou a lavar o rosto, que já estava vermelho por conta do choro. Pegou uma toalha de rosto e ela secou a face molhada. Definitivamente já estava melhor. Ele não queria fazer perguntas, saberia esperar até que ela mesma explicasse o que aconteceu para chorar de uma hora para a outra. Será que ele tinha falado alguma coisa errada que tenha a magoado?

Sakura se encostou na pia, seu olhar preso na parede branca do banheiro. Ele não se importou, apenas esperou. Itachi se encostou na pia ao seu lado, cruzando os braços e mantendo seu olhar para o chão. Sakura suspirou e se virou para ele, mas não disse nada. Itachi tomou o lugar de falar.

— Isso seria o trabalho de Hinata ou Tenten, não o meu – sorriu ele, pousando a mão em seu ombro.

Sakura riu.

— Obrigada.

— De nada. Só quero ajuda-la. Mas quero saber o que aconteceu para você chorar daquele jeito. Eu fiz alguma coisa de errado?

— Você não fez nada, não se preocupe. Eu só... – ela abaixou o olhar para o chão, não queria falar isso com ele, não o conhecia direito. Mas algo dentro dela dizia para confiar nele.

Itachi a encarou nos olhos, esperando por uma resposta que nunca vinha. Do que ela tinha tanto medo?

— Não sei o que estou fazendo aqui, meus pais me obrigaram, acham que eu estou ficando louca, não confiam em mim, acham que eu matei alguém que eu não matei, eu o amava, nunca faria uma coisa daquelas, não foi culpa minha, eu sei disso. Eu estou com saudade da minha escola, dos meus pais, da minha melhor amiga, eu só quero voltar... – saltou ela tudo de uma vez, deixando suas lágrimas rolarem pelo seu rosto de novo. Mas Sakura não se importou de chorar na frente de Itachi, sabia que ele não contaria para ninguém.

Itachi a abraçou, reconfortando-a. Não sabia como agir quando uma garota chorava, mas com Sakura era diferente, ela era especial, era a sua mais nova amiga. Sakura deixou ser levada pelo choro, estava tão desesperada que começou a soluçar. Não era cedo demais para desabafar com alguém que nem conhecia? Isso era deveras... estranho. Ainda não se sentia a vontade, mas o desespero que estava sentindo não a deixou nem pensar direito. E se ele contasse para alguém?

— Itachi – o chamou, agora ficando um pouco mais calma – Eu não te conheço, apenas me desesperei e saltei tudo de uma vez, me desculpe. Só me prometa que não vai contar para ninguém, por favor – pediu ela - Eu... não sei se devo confiar em você.

Ele a olhou com um olhar sincero. Não iria falar nada á ninguém, ela poderia confiar nele. Aliás, para ela, ele era apenas um estranho, mas Itachi a conhecia há muito tempo, sabia como ela era, sabia de seus defeitos e qualidades, sabia de seus medos, era o seu melhor amigo, na verdade. Mas ela não sabia de nada.

— Não contarei, pode confiar em mim.

Itachi por fim levou Sakura para a sala de aula. A garota sentou em seu lugar ao lado de Hinata, que agora conversava com Tenten. Por volta de dois minutos a professora chegou na sala de aula, largando as suas coisas em sua mesa. Sakura prestou atenção na mulher. Era loira e peituda, a aparência era divina, tinha o jeito de ser uma pessoa legal. A professora murmurou um “Bom dia” e começou a passar o dever no quadro negro, pareceu nem se importar com a presença de Sakura, felizmente. Ela não queria ser o centro das atenções só por ser a novata, não era a única ali. Já não era o bastante ter que ir para aquele lugar, não ter direito de sair, não fazer ligação na hora em que quiser, e nem usar a própria roupa sem ter que ter alguma regra, agora ser o alvo de gente falando pelas suas costas? De novo não. Passara por isso na sua antiga escola.

Sakura pegou seu caderno e uma caneta preta e começou a copiar a lição. Copiou umas duas palavrinhas e olhou em volta da sala, ninguém se importara em copiar ou não, só alguns alunos escreviam alguma coisa, outros estavam conversando sobre algo no fundo da sala, não estavam nem um pouco interessados sobre o que acontecia na sala de aula.

Realmente as coisas eram bem diferentes de sua antiga escola, sem um pingo de dúvidas.

Sakura olhou para Itachi do outro lado da sala, ele olhava fixamente para o lado de fora da janela, parecia concentrado em algo lá fora. Em seguida seu olhar parou em Hinata, que continuava desenhando algo em seu caderno, Tenten por exemplo, fazia o mesmo. O resto dos alunos estavam conversando uns com os outros, inclusive seus olhos pararam em Sasuke Uchiha, o moreno de olhos hipnotizadores chamaram sua atenção outra vez. O que aquele cara tinha que a deixava tão interessada? Realmente isso era bem estranho, na verdade. Tirando Sasori, nunca prestara atenção em mais ninguém, mas por que com Sasuke tem que ser diferente?

Sakura demorou seu olhar no garoto, sem desgrudar os olhos por um momento se quer. Esses olhos...  deixaram-na hipnotizada novamente, esses olhos que a confortam de alguma fora inexplicável. Ela o conhecia de algum lugar, mas não sabia de onde. Sentia isso dentro do seu coração, algo nele...

— Muito bem alunos, espero que vocês tenham copiado a lição de hoje, façam ou tirarão um zero. Vocês que sabem o que querem. Não me importo.

Sakura se assustou com a fala súbita da professora na frente da sala. Nem havia escrito nada no caderno, estava mais ocupada com aquele garoto, que definitivamente nem prestara atenção na sua presença.

— Escolherei as duplas, o trabalho deverá ser entregue semana que vem. O conteúdo está no quadro – disse a mulher de peitos enormes. Sentou em sua mesa e começou a escrever algo na sua ficha. Sakura não pôde deduzir o que era.

Sakura analisou o quadro negro, lendo cada palavra com atenção. A professora não dissera o seu nome e muito menos a matéria em que trabalhava, seria difícil para Sakura se adaptar ali.

A professora levantou seus olhos para a turma e olhou para Sakura, logo um dos lados de sua boca se levantou em um sorriso. A rosada estranhou.

— Então você é a aluna nova, não é mesmo? – a mulher disse arqueando uma das sobrancelhas – Meu nome é Tsunade Senju, sou professora de biologia. Poderia me dizer seu nome?

— Sakura. Sakura Haruno – respondeu a garota meio sem graça. Odiava ter que falar em público, pior ainda quando se é nova e não conhece absolutamente ninguém.

A professora não respondeu, apenas anotou algo em sua ficha e continuou quieta em sua mesa. Por fim Sakura decidiu ocupar seu tempo fazendo qualquer coisa, até mesmo desenhar que nem Hinata e Tenten. Ela não era nenhuma profissional em desenho, não sabia desenhar muito bem, mas as suas artes lhe agradavam de alguma maneira.

— Vou escolher o primeiro grupo, e é bom que aceitem - a mulher passou os olhos pela sala. Seus olhos pararam e se fixaram em Sakura - Sakura Haruno e... - mais uma vez - Gaara no Sabaku.

Sakura não sabia quem era esse garoto. Ela olhou para o outro lado da sala. A pessoa na qual iria fazer dupla sentava bem na frente, era um garoto ruivo e parecia ser bem tranquilo. Na opinião de Sakura, não teria problemas.

— ... Tenten Mitsashi e - 

— Não precisa terminar não professora, já sei quem vai ser a minha dupla. A única pessoa desagradável que sobrou aqui mesmo - Tenten falou com um quê de desgosto na voz.

— Hum. Itachi se junte á Tenten agora, por favor - Itachi se levantou e a contra gosto foi se sentar ao lado de Tenten. Aqueles dois realmente se odiavam - Por fim esses foram os últimos nomes. Não esqueçam, a tarefa deverá ser entregue semana que vem. 

♦♦♦

As seguintes aulas se passaram tranquilamente, Sakura se deu bem com os outros professores, para a alegria da garota. O horário das refeições era ás duas horas no horário da tarde, depois ás oito da noite, e na manhã seria ás oito horas. Por fim três refeições no dia era ótimo para Sakura, pelo menos nessa escola não passaria fome como pensara. Não era tão ruim assim, para dizer a verdade.

Ela se levantou para sair da sala e parou no meio do corredor com poucos alunos. Não sabia nem para onde ir, ainda não aprendera todos os lugares do reformatório. Pelo menos conhecera Hinata, ela sim poderia lhe ajudar. Mas não encontrara a garota em lugar nenhum, então decidiu aprender sozinha, nem que demorasse.

Como era o horário das refeições, todos os alunos iriam para o mesmo lugar, então seria fácil em segui-los. Sakura foi atrás de um grupinho de alunos que seguiam para o refeitório, dois deles, era Naruto e Sasuke. A garota andou a passos lentos até o refeitório. Sentia-se uma estranha ali, não conhecia quase ninguém – Tirando Hinata e Tenten – Mas Sakura se perguntava, aonde aquelas duas se meteram?

Sakura parou de frente á porta do refeitório, respirou fundo e entrou. Adentrou a sala dando de cara com muitos outros alunos que não conhecia, alguns chegavam até a ser estranhos. Ela ficou parada no meio do refeitório, pensando no que fazer no momento seguinte. Sakura sentiu uma mão em seu ombro, reconheceu que era de Hinata.

— Perdida?

— Aham.

A amiga sorriu para Sakura e a arrastou para uma mesa perto de um grupo de rockeiros onde estava Itachi. Ele não se aplicava ali, para dizer a verdade. Não era bem o estilo dele.

Sakura viu Hinata se levantar e ir até um grande balcão de comidas, estava uma grande fila de alunos com bandejas nas mãos se servindo de pequenas porções de batatas fritas. Hinata estava se juntando a eles na fila, com uma bandeja média vermelha em mãos. Ela deu uma piscadela para Sakura, que entendeu logo o recado.

Sakura se levantou da mesa e foi até uma mesinha com várias bandejas em cima, ao lado do balcão das comidas. Ela foi para o final da fila, atrás de Tenten. Uma garota ruiva extrovertida ficou na fila atrás de Sakura, que ficou meio desajeitada. Aquela menina não parecia ser muito amigável.

Sakura esperou chegar a sua vez e pegou uma porção de salada de alface, junto com um pouco de arroz e uma porção de batatas fritas. Pegou um copo descartável em cima do balcão e despejou no copo um suco natural de laranja. Ela analisou o conteúdo de seu prato, sem prestar muita atenção em onde andava, até se esbarrar em Tenten e deixar seu copo voar em cima da garota ruiva.

— O que você fez?! – esbravejou ela, com os olhos fulminantes em cima de Sakura, a analisando de cima a baixo.

Sakura corou e abaixou a cabeça. Vai ser o alvo das atenções outra vez.

— Me desculpe, eu não vi você – respondeu a rosada envergonhada.

— Você vai me pagar por isso – a garota ruiva pegou seu prato com salada de batatas e simplesmente jogou na cabeça de Sakura.

Sakura não podia estar mais envergonhada. Todas as pessoas ali presentes no refeitório riam de sua situação. Seu cabelo rosado estava melado e com cheiro de salada de batatas, seu rosto estava igual. Ela limpou seu rosto sujo com uma mão e olhou para a ruiva. Seu olhar estava perdido. A garota encarou Sakura com um olhar surpresamente estranho.

— Então você é a... – ela sorriu maldosa. Iria falar algo que Sakura não entenderia.

— Chega, Karin – Tenten falou parada ao lado de Sakura. Ela transmitia um olhar raivoso sobre Karin.

Karin sorriu de lado e passou ao lado de Sakura esbarrando em seu ombro, a fazendo quase cair para trás. Mas antes que Tenten pudesse segura-la, Sasuke Uchiha segurou Sakura pelos ombros. Após esse toque, a menina sentiu como se uma corrente elétrica passasse por todo o seu corpo, seus pelos se arrepiaram de uma maneira estranha que ela não pode decifrar. O que estava acontecendo?

Sakura arregalou os olhos se recompondo, saindo dos braços de Sasuke.

— Tenha mais cuidado da próxima vez – disse ele saindo de suas vistas.

Aquela voz...


Notas Finais


Espero que tenham gostado. Até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...