História Fallen Angel - o recomeço - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Anjocaido, Demonios, Romance, Sexo
Visualizações 13
Palavras 1.940
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ecchi, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Misticismo, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 20 - Aviso e rastros


~Jason:

Jason e Dylan se reuniram com Kuro e Victor no começo da floresta e subiram numa arvore para falar sobre o que descobriram.

- Parece que nesse aqui está tudo o.k. - Jason diz - mas não se pode dizer o mesmo para os outros que estão por ai, então temos que continuar investigando.

- Tem como nos separarmos para procurar mais rápido? - Kuro pergunta.

- A não ser que um de vocês três tenha algum poder que escondeu de mim e que pode disfarçar vocês então não - Jason diz - o único que conseguirá entrar nessas industrias serei eu.

- Isso vai ser complicado, afinal tem uma industria para cada cidade do brasil basicamente - Victor disse.

- Sim, mas só de chegar perto eu saberei se tem um demônio dentro ou não - Jason diz.

- Isso vai ajudar - Dylan fala - mas mesmo assim se tiver 30 industrias com demônios dentro, você vai ter que entrar nas 30, e já que eles viram como você faz podem fazer proteções contra isso.

- Pelo vídeo eles podem não saber imediatamente como eu fiz - Jason fala - então só tenho que cuidar para usar outros métodos para entrar, um exemplo é modificar minha aparência para parecer um guarda.

- Isso pode ajudar a entrar - Kuro fala - mas ai como você vai ter contato com o demônio?

Jason coloca a mão no queixo pensando, foi quando sentiu algo.

Jason fechou os olhos para sentir melhor, mas o que ele estava sentindo parecia que não era humano, então não tinha consciência dos poderes que tinha adquerido.

- Vocês três, vão para a igreja - Jason manda, os três acenaram e começaram a ir para lá pulando de arvore em arvore, enquanto Jason pulou até o chão e ficou esperando com os olhos fechados.

Jason abriu os olhos e virou na direção do que tinha sentido a tempo de reagir ao ataque, mas a surpresa o atrasou.

" Um cachorro? " Jason pensa e então transforma o braço em metal e o bota na frente do rosto para se proteger dos dentes do animal.

Mas a força da boca do animal começou a amarrar o seu braço de metal, o que fez Jason ficar surpreso e ter que bater com o animal numa arvore para solta-lo, mas assim que ele caiu no chão se contorcendo Jason começou a se curar.

Foi então que percebeu mais dois cachorros além daquele que ele tinha acertado, e aquele já tinha conseguido se levantar e estava olhando para ele rosnando.

" D, vou precisar de uma mãozinha..." Jason fala mentalmente.

" É pra já brow " D responde e começa a assumir o controle do lado direito deles.

Um dos cachorros avançou neles, mas quando os dois ficavam naquela forma tudo parecia acontecer em câmera lenta, então eles se esquivaram, fizeram a mão direita se transformar numa lamina e cortaram a cabeça para fora do corpo do animal.

Os outros dois começaram a circular eles, mas eles apenas acompanhavam o movimento deles com o radar dos dois, tanto que quando o cachorro nas costas deles atacou eles desviaram e penetraram sua mão/lamina na cabeça da criatura.

O cachorro que restou tentou fugir, mas Jason/D alcançou ele num instante e esmagou a cabeça dele no chão.

" Parece que eu me enganei...." Jason pensa enquanto pegava os corpos dos cachorros ainda naquela forma.

" Sobre? " D pergunta.

" A nossa velocidade " Jason responde " não é de 30 MacH, é de quase 37... ".

" Ah, aquela velocidade esquisita do cara que se acha na TV...." D pensa.

" Isso " Jason concorda terminando de pegar os corpos " e vamos dar um aviso para ele não se meter com demônios".

" Ou com anjos " D comenta rindo.

Os dois sorriram ao perceber a sincronia que eles tinham conseguido a partir do treino intenso que tiveram com os imortais Abaddon e Leviatã.

Eles levaram os corpos dos cachorros até o local que eles tinham invadido, dessa vez porém tinha dois guardas fazendo a patrulha, e um deles tinha notado eles.

- Parado ai - o guarda falou e então notou os corpos dos três cachorros gigantes que eles estavam carregando - mas que porra é....

Jason/D apenas ignorou ele e ficaram olhando para a câmera, então jogaram os corpos no chão perto da parede da industria, eles se viraram pra sair mas o guarda atirou, eles desviaram e foram até o guarda que nem os notou até que teve o pescoço agarrado por eles e ser levantado do chão.

- Jon, quantas vezes já disse pra não disparar pro na... - o outro guarda falou mas então viu que eles estavam com o tal do "Jon", então apontou a arma para eles, mas eles apenas jogaram o guarda no outro.

Os dois foram pro chão, e o "Jon" ficou por cima daquele que ainda tinha a arma, ele tentou se levantar, mas Jason/D já estavam em pé ao lado deles e tiraram a arma dele.

- Dê um aviso ao seu chefe - D falou e então eles levantaram o capuz apenas o suficiente para os dois guardas verem o seu olho direito, aquele que estava demoníaco - que não importa o que os humanos criem nos vamos continuar entrar nas suas industrias até conseguirmos a informação que queremos, entendido?

- S-sim - disse o guarda que estava por baixo, dava pra ver que eles estava se tremendo, mas então D levantou a mão direita e a transformou em lamina, ele começou a tremer mais ainda.

" Apenas o assuste " Jason diz " não machucamos humanos normais ".

" Seu chato " D pensa mas faz o que Jason diz e apenas deixa a lamina perto do nariz dele.

- E se você não avisar nós saberemos - D fala e então afasta a mão/lamina do rosto do guarda, que deixa a cabeça cair no chão de alivio, eles olham uma ultima vez para a câmera de segurança e saem correndo naquela velocidade que eles ainda não estavam acostumados.

" Temos que descobrir qual o nosso limite nessa forma " Jason diz enquanto sentia a magia dos outros três.

" As vezes você é chato com os detalhes em " D comenta enquanto eles apareciam perto dos três o que faz eles darem um pulo.

" E se a gente perder o controle no meio de uma batalha contra um imortal que queira a nossa morte? " Jason pergunta, diante disso D fica quieto e volta a "dormir" no fundo da mente deles.

- O que aconteceu? - Kuro perguntou indo até Jason.

- Fui atacado por uns cachorros que tinham uma força enorme, mas dava pra saber que eles vieram das industrias.

- Um aviso para se manter longe? - Victor pergunta.

- Ou talvez uma tentativa de me pegar para eles saberem como eu entrei - Jason diz.

- De qualquer maneira melhor nos irmos para a próxima cidade - Kuro diz e eles vão até as motos.

****************************************************************

Os quatro voltaram a dirigir suas motos pelas cidades a procura daquela que tivesse alguma industria, mas então perceberam uma multidão perto de de um banco e Jason guiou os outros para lá.

- O que aconteceu aqui? - Jason perguntou para um dos moradores do local.

- Parece que esse caixa eletrônico foi roubado - o morador diz - o que até que é normal isso acontecer, mas não com um maçarico.

- Quando isso aconteceu? - Jason pergunta saindo da moto e olhando para o caixa eletrônico.

- Essa noite - ele responde, Jason então agradece e volta a subir na moto e a seguir o caminho deles.

- O que aconteceu? - Kuro perguntou.

- Aquilo não era trabalho de um maçarico - Jason responde e então para perto da mata.

- Não? - Dylan pergunta e pensa um pouco - mas pra mim parecia.

- Sim, eles até que fizeram um bom trabalho em disfarçar o trabalho deles - Jason diz examinando um local perto de um arbusto - Kuro, vem cá, sua visão é melhor que a minha.

- O.K. - Kuro diz e vai até Jason e fica olhando as pegadas e começa a farejar por ai - eu acho que são 5...

- Deles? - Victor pergunta descendo da moto.

- Metamorfos - Jason responde.

***************************************************************

~Dylan:

Eles seguiram o rastro dos metamorfos até uma cidade que por coincidência tinha uma industria Z.I.L.L. com um demônio dentro dela.

- Kuro e Dulan, vocês vão atras de informações sobre os metamorfos ou até de onde eles possam atacar, e por um grupo de 5 eles podem até roubar um banco - Jason diz - Victor, você vem comigo para a industria.

- Entendido - os três disseram e eles se separaram.

- Caraca, as vezes o meu primo é sério de mais - Dylan comenta com Kuro o que faz ele rir.

- Depois de tantas missões que ele participou acho que é o correto - Kuro diz enquanto farejava o ar e seguia o cheiro dos caras que eles tavam atrás.

- Bem...acho que sim - Dylan comenta olhando para o pessoal da cidade e sentindo saudades da sua mãe e dos seus amigos.

- Alguma coisa te preocupa? - Kuro pergunta percebendo a inquietação de Dylan.

- Sim...eu até que queria saber como que o Jason aguentou... - Dylan comenta - sabe, se mudar uma vez por ano e ter que se despedir de todos os amigos que ele fez, fazer outros e então se despedir de novo...

- Acho que ele teve que aguentar... - Kuro diz indo na direção de um bar - afinal ser um demônio não é fácil, imagina ser um anjo caído.

- E no caso dele ele é os dois - Dylan comenta.

- Verdade - Kuro diz e então pergunta sobre um grupo de 5 pessoas que chegou na cidade.

Eles ficaram por volta de meia hora recolhendo qualquer tipo de informação sobre o grupo que eles estavam atrás quando Jason e Victor acharam eles.

- Como foi? - Dylan perguntou.

- Até que deu certo a tática do disfarce... - Jason disse - até o cara tentar me atacar quando eu falei que ele era um demônio.

- Isso eu queria ter visto - Kuro diz rindo.

- Então da próxima você vai com ele - Victor comenta e então tem um arrepio involuntário - ainda tenho a sensação de como se a minha pele estivesse derretendo quando você me disfarçou Jason.

- Eu passo por essa sensação toda vez - Jason comenta magoado.

- Aaah....desculpe - Victor diz envergonhado por achar que só ele não tinha gostado da sensação.

- Mas bem, isso a gente deixa para outra hora - Jason diz e vira para os dois - o que conseguiram?

- Parece que eles acharam mais 2 na jornada deles - Kuro diz - afinal só estavam falando de um grupo de 7 pessoas por aqui, e eles estavam chamando atenção perguntando quando que o direito do banco era recolhido.

- E vocês conseguiram essa informação também? - Jason pergunta sentando numa mesa de uma lanchonete e pedindo um almoço para eles, mesmo sendo 15:26 da tarde.

- Duas pessoas perguntando não chama tanta atenção quanto 7 - Dylan comenta sorrindo - então soubemos que vai ser amanhã.

- Então eles vão tentar roubar hoje.... - Jason diz - então melhor ficarmos atentos quanto a isso.

- O.K. - os três disseram e eles começaram a comer.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...