História Fallen Angels Dead - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Justin Bieber
Visualizações 4
Palavras 2.072
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


O bonitinho tá aí pra vcs verem quem é o Park.

Capítulo 9 - Jay Park


Fanfic / Fanfiction Fallen Angels Dead - Capítulo 9 - Jay Park

A balada estava a mil eu e a Kathy seguimos pro bar e pedimos uma rodada de tequila pra começar o esquenta da noite  já estava no terceiro copo rindo com a Hudson quando senti alguém me abraçando por trás olhei pra garota na minha frente que deu uma leve afirmada com a cabeça,me virei me deparando com um par de olhos escuros e abri um sorriso sem graça me afastando da pessoa e indo pra pista de dança dançando no ritmo de Calm Down do G-Ezay quando começou a tocar Anaconda da Nicky Minaj eu e a Kathy juntamos nossos corpos e dançavamos se esfregando uma  a outra estávamos de frente e ela me puxou pra um beijo intenso dei passagem pra língua dela e nos beijamos como nunca naquele pista era até um pouco estranho eu não beijo uma mulher a algum tempo mais era bom, prazeroso partimos o beijo com selinhos e ja estávamos rindo e dançando novamente, senti braços ao meu redor  e olhei pra baixo vendo braços branquelos e tatuados na minha cintura e sorri negando com a cabeça e olhei pra garota na minha frente que deu uma leve confirmada com a cabeça e saiu indo pro bar, respirei fundo e me virei olhando aqueles olhos puxadinhos e negros e dei um sorriso sem jeito é olhando pra baixo ele sorri  e puxou meu rosto com as pontas dos dedos me beijando  era um beijo intenso e prazeroso.

- Não quer ir pra um lugar mais reservado não amor? - perguntou revelando uma voz com sotaque charmoso me fazendo rir pelo nariz e afirmar com a cabeça, ele pegou a minha mão e me arrastou balada a fora até chegar em uma escada nos fundos e subiu me puxando junto a ele, ele abriu uma porta a sua direita entrando na mesma entrei logo atrás encostando a porta e olhando pra ele com cara de inocente, o Chris tinha me instruído pra mim falar que o meu nome era Ashley Grim, tinha 17 anos e já era formada estudei em casa, morava com a minha avó que sempre tinha que viajar e meus pais morreram em um acidente de carro quando eu tinha 5 anos, eu só teria contado com ele porque ele era o "sobrinho" do meu pai, eu tinha leucemia aguda estágio 4 resumidamente estáva a beira da morte, conheci a Kath em uma das minhas inúmeras viagens pelo mundo e eu achava que o Chris era segurança de um CEO que pagava os meus tratamentos, tinha os olhos azuis, legal vou ter que usar lente, MEU cabelo era muito curto, foi uma luta ontem pra fazer os meus documentos e o meu registro na rede de cidadãos dos Estados Unidos, fiquei 12 horas sentada fazendo o meu cabelo ficar curto sem eu ter que corta-lo e até que eu fiquei bonitinha de cabelo curto e olhos azuis, a e eu nem sonho em morar perto da casa do poderoso Bieber, na minha cabeça ele e só mais um filhinho de papai que ganhou uma herança bem gorda e não um traficante grande de Atlanta, Jay me puxou me beijando e me prendendo contra a parede entre o teu corpo e o meu fazendo a minha cabeça bater na mesma  eu puxei o ar com força soltando seus lábios dos meus e senti o meu nariz sangrar o meu celular começou a tocar peguei ele é corri pro banheiro atendendo o telefone.

- Mel???

-Oi Chris-  olhei pro espelho e vi que o meu croppet branco estava cheio de sangue.

-Olha a gente  vai fazer de uma maneira diferente agora tá bem? Você não tem mais 17 anos você tem 15 e como está morrendo queria conhecer o mundo melhor como o sexo é as drogas por isso você está nessa boate e eu quero saber como conseguiu atender sem fazer uma bagunça .

- Minha rinite atacou e eu bati a cabeça na parede - disse olhando no espelho e arrumando meu cabelo fingindo ser uma peruca  limpei um pouco do sangue que ainda escorria e lembrei da bolsa no carro da Kath.

- Tá legal, passa mau sei lá se vira e paga a bolsa no carro da Kath, ele provavelmente vai te levar pra casa dele pra cuidar de você 

- Por que ele faria isso? 

-Porque ele dá valor as coisas que ele tenta ter posse, Melissa e você está se tornando uma dessas posses que ele que conquistar aprenda a lidar com isso é faça ele se apaixonar, esse e o teu único trabalho.

- Te lembrando que eu não sou um dos teus seguranças babaca só estou aqui porque era um desejo do papai então cala a boca porque e do meu bolso que saiu o teu salário no começo de tudo bundão.- desliguei o celular e caí no chão fazendo meu braço bater no mármore branco com riscos de ouro no chão, tentei levantar mas meu braço falou me fazendo ir pro chão novamente, ouvi o barulho da porta se abrindo com certa violência e olhei pra mesma vendo Jay Park com cara de medo, ele se aproximou de mim me carregando no colo e saindo do banheiro comigo com pouco zonza no colo dele, dessa vez a minha rinite me pegou com força, senti uma superfície macia sobre a minha pele e relaxei meu corpo um pouco no que eu acreditava ser um sofá.

- Pode me explicar oque aconteceu...?

- Eu tenho leucemia- disse me sentando no sofá e comecei a brincar com as pontas do cabelo fingindo estar envergonhada.

- Qual é o seu nome paixão?

- Ashley, Ashley Grim. 

- Idade?

- 15 - disse abaixando a cabeça realmente ficando vermelha de vergonha, ele me olhava com muita intensidade.

- Porque uma garota de 15 anos está em uma boate pra maiores de 21 anos Ash poso te chamar de Ash né Ashley?

- Pode sim...?

- Jay, Jay Park- ele disse me revelando um sorriso lindo 

- Mas você não me respondeu Ash porque você está aqui?

-Vontade de conhecer as merdas do mundo antes de morrer - disse fazendo meus olhos lacrimejaram.

- Hey você está perdendo mais sangue 

- Minha, minha mochila eu preciso dela.

- Aonde ela está?

- No carro. - descemos e procuramos a Kathy pelo boate toda, encontramos ela  com uma garota ruiva muito bonita no beco do lado de fora da boate aos beijos, não beijos não né já que que a Hudson estava ajoelhada na frente da mulher com o rosto entre as pernas da mesma.

- Hey putaria agora não né pô, Kathy levanta e pega a minha mochila por favor, preciso dela. - disse me aproximando com dificuldade da katheryn e da garota, ela levantou sem graça limpando a boca na manga da blusa e andando rápido até o carro ela abriu a porta de trás e pegou a bolsa amarela extremamente grande e me estragou na entrando no banco do motorista e esperando a garota entrar também.

- Ei espera eu também tenho q ir embora poxa.

- Não se preocupe Ashley eu vou te levar pra casa ou pro hospital você ainda está perdendo muito sangue- ele respondeu e eu afirmei com a cabeça qurendo sair logo daqui precisava tirar esse sangue todo do meu corpo o quanto antes, ele me direcionou para o estacionamento da boate e apontou pra uma lambo laranja linda, entrei já gostando disso ele entrou também e já estávamos na estrada em direção a sabe-se lá onde acho que abadei cochilando porque só acordei com ele me chamando, abri meus olhos e eu estava em uma sala gigante em tons pastel olhei pro lado e lá estava Jay Park me observando com cara de dúvida me sentei no sofá e cosei meus olhos.

- Você que tomar um banho? Você ainda tem sangue no corpo. Afirmei com a cabeça e me levantei seguindo ele até chegarmos em uma escada subimos ela toda até o terceiro andar e ele me mostrou um quarto falando pra mim  tomar banho nele percebi de cara que se tratava do quarto dele é sorri indo pro banheiro já tinha pegado a piruca disfarçadamente e colocado no bolso da calça e entrei no banheiro rápido tirei a outra peruca cumprida e lá estava o meu cabelo todo transado na raiz como um verdadeiro capacete na minha cabeça por inteira tirei a lente preta revelando uma azul a produção do Chris tinha saído perfeita, terminei de retirar a roupa e entrei em baixo do chuveiro, me sequei e peguei um roupão saindo do banheiro e me deparando um com uma blusa única na cama e uma lingerie bege, vesti a roupa adquirida e sai do quarto indo pras escadas a procura do Jay minha bolsa estava no sofá da sala e guardei a peruca e coloquei na bolsa é chamei o Park em alto e bom som.

-Jay cadê tu?

-Tô na área de serviço, pega o corredor e segue ele todo. Era como se não tivesse fim esse corredor é pra ajudar ele estava todo escuro segui até a luz no final do mesmo e encontrei o mesmo lavando minhas roupas eu sorri pra ele envergonhada.

-Não precisava lavar minhas roupas eu iria levar pra casa e lavar lá. Ele sorriu e negou com a cabeça 

- Não mesmo você não está bem pra lavar roupas não se preocupe eu nem sempre fui rico. Ele disse rindo e estendendo minha calça.

[...]


Já tinha se passado duas horas e nada do Christian chegar, estava deitada com a cabeça no colo do Jay quando um segurança apareceu com a cara fechada.

- Senhor Christian Beatles está aí querendo falar com o senhor.

- Muito o brigada Clark depois eu resolvo isso mande ele ir em bora 

- Não que pera aí o Chris e meu primo, foi ele q me ligou m boate e falou que viria me buscar. Jay Park me olhou com um olhar nada bom e eu fiz uma cara de cachorro sem dono e eu aposto minha herança que ele acha a que eu trabalho pro Justin e que eu só estou aqui pra adquirir alguma informação pro mesmo.

- Mande-o entrar então. Abri um sorriso gentil pro Park e ele fez carinho no meu rosto sorrindo também.

- Ashley, Ashley você ta bem? A hemorragia parou? Oque você estava fazendo em uma boate? Porque está na rua uma hora dessas? Será que você pode me responder? 

- Se você se acalmar eu explico tudo Darling.

- Não me chama de Darling agora Ash.

- Aí ta desculpa Chris.

- Desenbucha logo 

- Sim eu tô bem, parou sim mas ainda acho melhor ligar para o médico ainda arde um pouco , quero dançar, eu na rua ainda por que a Kath me largou pra trás depois de ter conseguido o sexo é noite.

- Eu nunca mais te deixo sair com a Hudson. Christian disse puxando os cabelos 

- espera porque você está com uma blusa e ainda desse aí, não me diga que você... 

- Oque lógico que não Beatles 

- Tudo bem, pega as suas coisas é vamos eu já liguei pro doutor Benson e também pra nona.

- Porque vou ligou pra ela?? Só vai me matar.

- Agradeça q eu fiz ela mudar de ideia em relação a voltar pra te dar uma surra agora ande logo Grim. Ele disse ficando vermelho e eu segurei muito o riso porque olha vou te falar o Chris e um bom ator, subi as escadas da casa de dois em dois degraus e fui para o quarto do Jay pegar as minhas coisas procurei na mochila um short jeans e vesti calçando meu tênis, peguei minhas coisas e desci pra sala encontrando Chris e Jay se matando com o olhar.

- Tô pronta Chris. Disse olhando pro mesmo e percebendo que o canto da sua boca sangrava olhei pro Jay e a mesma coisa só que com o nariz também saia sangue. Pai foi q aconteceu com vocês dois?

- Nada Ashley vamos embora por favor.

Me despedi do Park com um selinho e corri de encontro com o meu "primo"de cara amarrada e fomos embora. Ja dentro do carro um pouco distante da casa do tal Christian começa a rir e muito.

- Ele tá popotizado como vc conseguiu isso Mel?

- Como eu disse eu sempre consigo oque quero Beatles.

Chegamos na casa que seria minha de agora em diante e amei ela de cara era uma casa coloquial preta toda preta era a minha cara, pensei sorrindo


Notas Finais


Oioioi gnt eu sei q demorei é pq estou com semana de provas minha bisa avó voltou pro hospital então tá mto movimentado aq em ksa e eu não estou tendo tempo só queria pedir dsclps.
P.S: popotizar e a msm coisa q ipinotizar😂


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...