História Fallen Kingdom - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jared Padalecki, Jensen Ackles, Supernatural
Personagens Adam Milligan, Balthazar, Bela Talbot, Castiel, Dean Winchester, Gabriel, Jared Padalecki, Jensen Ackles, Jo Harvelle, Jody Mills, John Winchester, Mary Winchester, Sam Winchester
Tags Jared Padalecki, Jaredpadalecki, Jensen Ackles, Jensenackles, Misha Collins, Padackles, Sobrenatural, Supernatural
Exibições 138
Palavras 1.860
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, Luta, Romance e Novela, Slash, Sobrenatural, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oieee my sweet hearts ❤ Voltei com mais um capítulo de 'Fallen Kingdom' pra vocês 💕 Esse capítulo É PURO LEMON, muito mesmo (͡° ͜ʖ ͡°) Espero que vocês gostem e aproveitem ( ˘ ³˘)

Capítulo 16 - Wild Love


Eu o jogo na cama, começo a me despir e ele faz o mesmo, me deito sobre seu corpo e o beijo com ardor. Pego em seu pênis que estava ficando duro e começo a masturbá-lo, minha mão fica subindo e descendo enquanto Jensen geme de olhos fechados, eu aperto seu membro e ele morde o lábio.

Jensen: Ooooh Jay...

Depois de alguns minutos ele já estava no ponto, seu pau estava duro e enorme, totalmente a minha disposição para usá-lo como eu quiser, vou descendo distribuindo beijos pelo seu corpo, chego em seu membro e o engulo de uma só vez, Jensen solta um gemido longo e excitante. Eu passo a língua pela glande molhada e sugo as gotas de pré-gozo que estão ali, minha boca faz serviço completo, chupando, lambendo e beijando desde a ponta até suas bolas, ele segura minha cabeça e afunda seu membro em minha boca. Jensen pega em meu rosto e me faz subir, nos beijamos eroticamente e ele me vira para deitar na cama, ficando por cima, Jensen põe seus dedos em minha boca e os guia até a minha entrada aonde fica me provocando sem enfiar eles em mim, ele começa a me masturbar bem devagar, doce tortura.

-Jeen...vamos...

Jensen: Não, ainda não...eu vou te torturar um pouco.

-Por favor...não faz isso, eu quero...

Jensen tira a mão do meu membro e a leva até meu pescoço, apertando enquanto me olha pecaminosamente.

Jensen: Você não quer nada...você foi muito desobediente.

-Me desculpa...por favor Jen...

Ele volta a me masturbar lentamente e seus dedos ficam só circundando minha entrada, Jensen ameaça me penetrar mas logo os afasta, estou quase perdendo a lucidez, preciso dele e ele fica me provocando. Pego sua mão e a forço pra frente, fazendo com que seus dedos entrem profundamente em mim, dou um gemido com um sorriso que logo se vai quando ele tenta tirar os dedos de lá.

-Não Jen...por favor... ~Falo pegando em seus dedos e os mantendo em mim.

Jensen: Você quer??

Eu não respondo só aceno com a cabeça então Jensen me dá um tapa no rosto, eu solto um grito de dor misturado com prazer.

Jensen: Você quer?? ~Ele pergunta em tom autoritário.

-Sim...

Jensen começa a me penetrar bem devagar com seus dedos compridos e grossos, eu levo meu quadril de encontro com as suas dedadas. Gemo alto e de olhos fechados sentindo ele me preparar tão sedutoramente.

-Jensen...~Falo entre gemidos. -Eu quero você.

Jensen: Implora.

-Jeeen...

Jensen: Vamos príncipe...quero ouvir você implorar para ser fodido.

-Por favor Jen...me fode...por favor...

Jensen retira os dedos de mim e se ajeita no meio das minhas pernas, ele coloca a ponta na minha entrada e vai enfiando devagar, eu enrosco minhas pernas em volta de seu quadril e o puxo de encontro a mim, fazendo seu membro deslizar inteiro e de uma só vez no meu interior.

Jensen: O que aconteceu com aquele príncipe recatado e com vergonha? ~Ele questiona depois de me dar outro tapa.

-Ele se perdeu no meio das suas pernas.

Ele dá um sorriso malicioso, me beija e começa a se mexer, indo e vindo, rápido, duro, forte. Pego em seus ombros e aperto, ele segura minhas nádegas, as separando mais e apertando com força, eu movo meus quadris de acordo com suas investidas, parecemos um quebra-cabeças com encaixe perfeito. Gemidos altos são escutados, junto com o delicioso som do nosso atrito.

-Isso...me fode...me fode gostoso Jen...

Arqueio meu corpo quando Jensen dá uma estocada forte em mim, acertando provavelmente minha próstata, fazendo meus olhos virarem e um grito sair da minha boca, ele aumenta ainda mais a velocidade, acertando minha próstata em cheio diversas vezes.

-Oooh Jensen, assim...hmmm como isso bom...

Jensen: Aaaah Jay, você é tão apertado...

Jensen segura minhas coxas com força e continua a mergulhar dentro de mim. Ele é tão bom, tão gostoso, eu poderia ficar o resto da minha vida só sentindo ele me invadir desse jeito.

-Jeen....estou quase...

Meu corpo começa a tremer, seguro em sua nuca e beijo seus lábios inchados, mordo o inferior com força quando tenho um orgasmo intenso, melando todo o peitoral dele, meu interior se contrai e Jensen goza dentro de mim, eu aperto os lençóis enquanto ele grita meu nome. Ele fica me olhando e enchendo meu interior, ele sorri pra mim e despenca sobre meu corpo logo depois. Estamos ofegantes, suados, melados e ainda absorvendo aquele sexo maravilhoso, eu estou cansado mas não satisfeito, empurro Jensen para o lado e monto em seu colo.

-Próxima rodada. ~Falo e pego em seu membro começando a estimulá-lo de novo.

---POV'S JENSEN---
Meu Deus, Jared está incansável e eu estou adorando isso. Ele não tira os olhos do meu rosto enquanto sua mão sobe e desce no meu comprimento, ele passa o dedo na minha glande e minha vontade de fodê-lo só aumenta. Jared se abaixa e começa a me chupar, fica sugando e lambendo a minha cabeça enquanto suas mãos trabalham no resto.

-Meu Deus Jared.

Estou ali completamente fora de mim quando de repente, ele pega meu pênis e começa a bater ele no rosto, eu dou um sorriso pervertido e satisfeito, pego em sua cabeça e fico mexendo em seus cabelos.

-Pensei que fosse tímido. ~Falo e ele sorri.

Jared: Eu sou.

-Se você é tímido assim, adoraria vê-lo safado.

Jared: Posso mostrá-lo se quiser.

Jared se levanta e se ajeita em meu colo, pega meu membro e coloca em sua entrada, ele vai descendo devagar, pego em seu quadril enquanto ele se afunda deliciosamente em mim. Eu não consigo tirar meus olhos dele quando ele começa a cavalgar no meu pau, Jared apóia as mãos no meu peito e fica me encarando, a cara que ele faz cada vez que desce rebolando em mim, por Deus, eu poderia passar o resto dos meus dias olhando aquele rosto e escutando seus gemidos.

Jared: Aaaah Jeen...você é tão grande...grosso...

-Você gosta não é? ~Dou um tapa em seus traseiro.

Jared: Hmmm gosto...

-Geme pra mim Jay, geme como uma vadia...minha vadia...

Jared: Ooooh sim, eu sou...sou sua vadia...oh meu Deus...

Ele quica forte e cada vez mais rápido, subindo e descendo sem tirar os olhos dos meus, pego seu membro e começo a masturbá-lo, eu olho pra ele maravilhado, aquela visão de Jared sentando em mim, gemendo, se contorcendo me deixa louco, o delicioso som de nossos corpos se batendo, suas mãos percorrendo meu peito e a minha o masturbando, seus cabelos rebeldes grudados na testa suada, sinto que vou explodir. Jared para de quicar e fica só rebolando comigo enterrado nele, ele se abaixa e me beija, morde meu lábio, chupa minha língua e volta a cavalgar freneticamente em meu pau, eu estou me segurando para não gozar, é tão bom Jared ali, em cima de mim, tomando controle.

-Jared...não consigo me segurar por muito tempo...

Jared: Vem amor...hmmm...goza gostoso dentro de mim...

Agarro sua bunda com força quando gozo dentro dele, Jared vem logo depois em minha mão, gritando meu nome e arqueando as costas, ele se contrai todo e joga a cabeça pra trás, eu nem tenho mais sanidade, estou em puro êxtase. Ele sai de cima de mim e se joga na cama ao meu lado, deitando de bruços e olhando pra mim, sorrimos um pro outro, ele fecha os olhos e respira pesado, eu fico olhando pro rosto dele, aquele nariz pontiagudo, sua boca fina, seus cabelos suados, meu olhar vai pra suas costas, seguindo para sua bunda, aquela bunda branca gostosa e empinada. Começo a ficar excitado de novo e devagar passo minha mão nas costas dele, descendo e chegando em seu traseiro, fico massageando e Jared sorri de olhos fechados, dou um tapa forte e ele solta um gemido. Me arrasto e vou pra cima dele, continuo com a massagem e meu pau começa a ficar duro de novo, começo a roçar ele no traseiro de Jared.

Jared: Jeen...

-Não posso evitar, você é muito gostoso...

Jared: Estou cansado...

-Não perguntei se está cansado.

Me abaixo e fico dando beijos em seu traseiro, aperto, mordo, dou leves tapas e Jared só solta gemidos baixos, vou até sua nuca e distribuo beijos e chupões.

-Fica de quatro pra mim. ~Falo e mordo o lóbulo de sua orelha

Jared: O que??!!

-Fica de quatro pra mim Jay, agora. ~Dou um tapa forte em seu traseiro.

Saio de cima dele e ele se posiciona na cama, eu mordo o lábio e agradeço ao universo pela visão de Jared tão exposto pra mim, sua entrada ali, piscando, me chamando, é tentador. Não espero nem mais um segundo e meto minha boca lá, chupando, enfiando a lingua e lambendo, não tenho pudor nenhum em ficar me deliciando em seu buraco, Jared arqueia as costas e geme provocativamente, ele se empina ainda mais, aperto sua bunda enquanto o chupo com vontade.

Jared: Jeennn para de me...aaaaah provocar...anda logo com isso...

Abro suas nádegas e fico olhando sua entrada, tão convidativa, dou uma última lambida antes de ajeitar meu membro e começar e penetrá-lo. Seguro seus quadris e vou colocando, em segundos ele já entra todo.

Jared: Vamos Jen...eu quero rápido e duro...

Começo a fodê-lo sem piedade, ele aperta os lençóis e joga o corpo para o meu, rebolando, empinando, me enlouquecendo. Jared se apóia nos cotovelos e vira para me encarar, em seu rosto vejo puro tesão, puro desejo e luxúria.

Jared: Hmmm isso...isso Jeeeennn...

Pego em seus cabelos e puxo com força, sua cabeça vai pra trás e ele geme, continuo a estocá-lo mais rápido e duro. Jared é como se fosse a perdição, meu mais saboroso pecado, nunca vou me cansar de tocar nele.

Jared: Oooh Deus...não para Jensen...

Jared segura suas nadegás e as separa mais pra mim, eu começo a bater nela e ele sorri malicioso a cada tapa que dou.

-Você gosta não gosta? De levar uns tapas enquanto eu te fodo gostoso? ~Ele apenas concorda com a cabeça mordendo o lábio. -Eu falei com você! ~Falo e dou um tapa forte em seu traseiro fazendo ele dar um grito

Jared: Gosto...muito...

Jared despenca na cama, apenas sua bunda fica bem empinada pra mim, ele morde o travesseiro e fecha os olhos.

Jared: Oh meu Deus...eu estou vindo Jen...

Ele grita alto quando goza absurdamente no lençol, mais algumas estocadas e eu venho dentro dele, cascatas e cascatas de sêmen meu e dele se misturando por nossos corpos. Eu fico parado enquanto me desmancho dentro dele, gemendo alto e com a respiração totalmente desregulada. Jared praticamente desmaia na cama, saio de seu interior e me deito ao seu lado, fico encarando o teto tentando voltar à minha respiração normal, olho para ele e percebo que ele já está dormindo, me levanto cambaleante e vou tomar um banho rápido. Quando termino, pego um pano e começo a limpar Jared, trocos os lençóis com cuidado para não acordá-lo e me deito na cama puxando ele para descansar no meu peito. Estou completamente esgotado e não demoro a dormir, mas antes deixo um beijo carinhoso em sua testa.

-Durma bem meu amor.

Continua...


Notas Finais


Entãããoo gent 👀 por hoje foi isso, eu acho que ainda não sou muito boa com lemon, mas enfim, eu espero muuuito que vocês tenham gostado e nós vemos nó próximo capítulo ❤ super beijo no coração de vocês meus amô ( ˘ ³˘)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...