História Fallen Kingdom - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jared Padalecki, Jensen Ackles, Supernatural
Personagens Adam Milligan, Balthazar, Bela Talbot, Castiel, Dean Winchester, Gabriel, Jared Padalecki, Jensen Ackles, Jo Harvelle, Jody Mills, John Winchester, Mary Winchester, Sam Winchester
Tags Jared Padalecki, Jaredpadalecki, Jensen Ackles, Jensenackles, Misha Collins, Padackles, Sobrenatural, Supernatural
Exibições 76
Palavras 3.030
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, Luta, Romance e Novela, Slash, Sobrenatural, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Meus amoreees ❤❤ voltei com mais um capítulo pra vcs, espero que gostem e aproveitem! <3
Aaah e quero agradecer pelos 50 favoritos 😱🎉💞💞 vcs são incríveis e eu amo todos vcs meus bbs kk❤❤

Capítulo 21 - Afraid To Lose You


Sinto um vento gelado percorrer meu corpo, me aconchego mais ao Jensen buscando mais calor, estávamos tão calorentos quando dormimos que nem um cobertor para nos cobrir nós pegamos e agora estou aqui, encolhido quase morrendo de frio. Abro os olhos e fico olhando para o nada, perdido em pensamentos aleatórios, os braços de Jensen se mexem nas minhas costas, seguindo para minha cabeça e me fazendo cafuné, sinto ele cheirar meus fios castanhos.

Jensen: Por que está acordado à essa hora?

-Perdi o sono.

Jensen: Quer alguma coisa?

-Um cobertor por favor...

Jensen: Jay se você está com frio, me acorde, você não pode ficar passando frio. ~Ele se levanta e vai ao guarda-roupas, abençoada visão de seu traseiro que tive o prazer de foder há horas atrás.

-Me desculpe, não gosto de te acordar.

Jensen: Mas é preciso, eu tenho que cuidar de você. ~Ele me cobre com duas cobertas e dá um selinho na ponta do meu nariz me fazendo sorrir.

-Ta bom, vem aqui, quero dormir com você.

Jensen: Já estou indo, vou só beber um pouco de água. ~Ele pega uma calça qualquer do guarda-roupas e sai do quarto.

Fico deitado olhando para a porta esperando ele voltar, começo a observar todo o seu quarto, não é enorme mas é incrivelmente aconchegante, com móveis rústicos e simples, típico do Jensen, apenas com objetos dele, uma cama, um criado-mudo, um guarda-roupas, uma mesa e uma cômoda, cômoda na qual me interessei pela última das cinco gavetas, que possui uma fechadura. Com minha incontrolável curiosidade, já estava de joelhos em frente a mesma tentando abri-la, mas para minha sorte não estava trancada, puxo a gaveta e me deparo com uma caixa de madeira, não muito grande mas que também tem uma fechadura mas esta, está trancada. "Não devo abrir, Jensen pode ficar bravo!!", penso para mim mesmo mas quando percebo, estou com um grampo em mãos tentando abri-la.
Cartas, dezenas de cartas.

-"Para meu amado Jensen... De Misha??" ~Falo sentindo o ciúmes e raiva se manifestarem.

"Meu coração acelera sempre que me recordo de seu sorriso.
Sinto falta da paz que sua presença me proporciona.
Sinto falta do seus lábios colados aos meus.
Dos seus olhos, do seu toque, da sua voz.
Sinto falta de você.
Te amarei eternamente.
Para sempre seu.
-M"

Sinto meus olhos encherem de lágrimas, a raiva agora se foi, dando lugar a tristeza. Coloco a carta no lugar e começo a ler outras, todas com dizeres como "sinto sua falta", "te amarei eternamente" e "para sempre seu", algumas são incrivelmente românticas e outras mais intensas, as quais eu gostaria de desver. Será que Jensen ainda o ama?? Por qual outro motivo ainda guarda essas cartas?? Lágrimas silenciosas deslizam pela minha face só de imaginar meu Jensen com outra pessoa. Esse Misha escreve coisas lindas e algumas das cartas parecem ser recentes, e se Jensen o coresponde? Coloco as cartas no lugar, me encolho abraçando minhas pernas e choro baixo.

Jensen: Voltei, desculpe a demora eu estava... ~Meu pensamento é interrompido por Jensen entrando no quarto, levanto a cabeça e o encaro, ele não tem expressão, trocando olhares entre mim e a caixa. -Jared o que...? Por que está mexendo nas minhas coisas??!! ~Ele fala visivelmente irritado e vem em minha direção, retirando bruscamente a caixa do meu colo e a colocando de volta na gaveta.

-Me desculpe eu...eu não tive a intenção...eu...

Jensen: Não mexa nas minhas coisas!!! -Ele diz sério e irritado.

-Jen...me desculpe, eu...

Jensen: Cala a boca Jared!!! -Ele grita e se senta na cama respirando pesado.

Começo a chorar e soluçar pela reação dele.

-Me...me desculpe...eu vou embora! ~Pego minhas roupas na cadeira, sigo para a porta mas sou barrado por Jensen.

Jensen: Você não vai a lugar nenhum!!

-Jen!! Me deixe passar!!

Jensen: Você não vai sair!!! ~Ele pega no meu braço e o aperta com força.

-Jensen!!! Me solta!! Você está me machucando!!! ~Choro e tento me desvencilhar do aperto de Jensen.

Lauren: Rapazes? O que está acontecendo? ~Ela aparece na porta e diz meio sonolenta.

Jensen: Nada que eu não resolva!! Vá para o quarto Lauren!!

Ela olha para o irmão, depois para mim e em seguida para meu braço sendo apertado, sua expressão de preocupação, muda para uma irritada.

Lauren: Jensen, solte-o!!!

Jensen: Deixa que do meu namorado cuido eu!!

Lauren: Solte ele Jensen!!! Agora!!! ~Ela fala autoritária e Jensen me solta na hora.

Pego em meu braço machucado, fazendo uma leve massagem para aliviar a dor, Jensen sai irritado e apressado do quarto, Lauren me olha com olhar triste e me abraça logo depois, eu choro desesperadamente em seu ombro.

Lauren: Vem, senta aqui. ~Ela me guia até a cama e começa a massagear a área dolorida do meu braço. -O que houve Jared?

-Eu...estava deitado com ele...ele foi a cozinha e eu fi-fiquei curioso para saber o que tinha dentro da-da gaveta...ele chegou e eu estava vendo as cartas, então ele...ele começou a gritar comigo... ~Falo entre soluços.

Lauren: Calma, ele é cabeça dura assim mesmo... Provavelmente ele vai sair, beber alguma coisa, se arrepender e vir te pedir desculpas, esse é o jeito Jensen de ser idiota.

-Por que ele ficou tão irritado Lauren?? Ele me disse que esse antigo relacionamento durou menos de dois meses, que não significa mais nada pra ele e que nem sabia se realmente amava aquele cara, se ele não se importa porquê ficou tão bravo comigo??? Ele deve amar aquele Misha...

Lauren: Olha, ele te disse a verdade, ou parte dela... O namoro deles durou pouco por causa das atitudes do Misha mas o Jen amou ele, só não gosta de admitir para as pessoas e para si mesmo...quando eles terminaram o Jensen ficou mal mas superou.

-E as cartas?? Elas não parecem ser antigas!! Jensen deve respondê-lo dizendo que o ama também!!

Lauren: Algumas das cartas são recentes sim, mas Jensen nunca as responde, tanto as recentes como as mais antigas, e agora mais do que nunca, ele tem um motivo muito grande, importante e de cabelos castanhos para não respondê-las, ele não ama mais o Misha, ele ama você! Jensen pode ser um troglodida insensível mas ele não mente sobre os sentimentos que sente.

-Então porquê ele mentiu pra mim?? Dizendo que não o amou?? Ele poderia ter me contado desde o início, eu entenderia!!

Lauren: Calma Jared! Vocês vão conversar e se entender, eu sei disso...agora deita e tenta dormir ta bem? Vai ser melhor quando você acordar...

Me deito na cama e Lauren arruma as cobertas sobre mim me dando um beijo na bochecha, ela me dá um pequeno sorriso e sai do quarto. Abraço o travesseiro de Jensen, sentindo seu cheiro e chorando baixo, estou mais triste pela reação dele do que pelas cartas, o modo que ele agiu me assustou e estou assustado até agora, ele nunca gritou comigo e nem me machucou. Me aperto mais ao seu travesseiro, sendo confortado pelos macios cobertores, passo minutos assim até finalmente pegar no sono.
**
Estico minha mão a procura do corpo quente de Jensen, mas só encontro o lençol frio, abro os olhos e o procuro mas ele não está, sinto meu braço doer e olho para o mesmo, está vermelho em uma região, agora me lembro do que aconteceu hoje de madrugada, ainda estou um pouco triste só que muito mais irritado.

Lauren: Jared?? ~Ouço ela me chamar por trás da porta.

-Sim?

Lauren: Venha tomar café!

-Claro já estou indo.

Lauren: Ta bem.

-Lauren!! ~Falo quando escuto seus passos de afastando.

Lauren: O que?

-Ele...ele já voltou?

Lauren: Hã...já, está dormindo na sala, venha logo.

Me levanto e faço minha higiene matinal, coloco uma camisa e uma calça, arrumo meu cabelo e saio do quarto. Indo para a cozinha, vejo Jensen deitado desconfortavelmente no sofá, como queria correr e lhe dar dezenas de beijos, mas não, não posso, estou irritado com ele.

-Onde estão todos?

Lauren: Eles foram visitar uma amiga que deu a luz ontem a noite, ainda não voltaram, servido?

-Obrigado.

Começo a comer olhando para Jensen a cada 5 segundos.

Lauren: Ei, esquece ele um pouquinho! Vamos conversar! ~Ela diz sorridente. -Como está sua família?

-Ah todos estão bem, o pior já passou.

Lauren: E os ataques?

-Parece que diminuíram mas ainda estão acontecendo...hã Lauren, posso te perguntar uma coisa? É meio pessoal...

Lauren: Claro.

-Você e minha irmã...? Tem alguma coisa entre vocês não é? ~Ela cora imediatamente.

Lauren: Ah eu não sei dizer... ~Ela sorri tímida. -Eu gosto dela e ela diz que gosta de mim então...

-Entendi. ~Sorrio pra ela.

Lauren: Eu vou ao banheiro, volto logo.

Ela sai apressada sem nem olhar pra trás, acho que não devia ter perguntado aquilo, volto a comer tranquilamente pensando em como seria se Cindy e Lauren ficassem juntas. Minha mente insana já estava pensando em um casamento duplo, ou triplo, vai saber se Alona e Brock não se juntam também não é? Meus devaneios são interrompidos quando sinto o cheiro de Jensen perto de mim, bem perto. Respiro fundo e viro a cabeça lentamente para vê-lo parado atrás de mim.

Jensen: Oi. ~Ele diz sem tirar os olhos dos meus, não o respondo, me viro de volta para a mesa e volto a comer. -Jared...

Um arrepio percorre meu corpo quando sinto sua mão no meu braço, me assusto um pouco pelo toque lembrando de seu aperto, ele agacha ao meu lado e pega minhas mãos.

Jensen: Jared...olha pra mim.

Me viro de frente pra ele e abaixo a cabeça, meus olhos se enchem de lágrimas e não proíbo que algumas delas saiam livres, ele pega no meu queixo e levanta minha cabeça, eu o encaro e ele tem um olhar sofrido pra mim, limpa minhas lágrimas com o polegar e volta a segurar minhas mãos, viramos para o lado por um momento para olhar Lauren que passa apressada em direção a porta e dá um rápido 'tchau' para nós dois e depois voltamos a nos olhar.

Jensen: Me perdoa. ~Eu não respondo, eu quero responder mas não consigo. -Me perdoa por favor.

-Eu...eu...

Jensen: Amor eu sinto muito!! Eu não queria ter gritado com você, não queria ter te machucado!! Nem eu sei o porquê de eu ter ficado tão irritado daquele jeito!!

-É porque você o ama... ~Falo baixo com medo de sua reação.

Jensen: Não, não!! Eu amo você Jay!! Eu nunca amei ele!

-Mentira!!! Você o amou sim só não gosta de admitir!! ~Digo irritado.

Jensen: Não!! Eu me apaixonei por ele mas nunca o amei de verdade como amo você!!! O Misha é passado pra mim!!

-Então porque ainda guarda aquelas cartas??!! Por que não me contou desde o começo sobre ele?? Eu entenderia Jensen!!! Eu poderia ficar triste, com raiva e com ciúmes mas eu entenderia!! Eu faria de tudo para entender porque confio em você!! ~Me levanto irritado da cadeira e fico de frente pra ele que se levanta também.

Jensen: Eu fiquei com medo!!! Com medo de você desconfiar de mim e me deixar!!!

-E você acha que mentir e esconder as coisas de mim não vai me fazer desconfiar de você??

Jensen: Eu sinto muito!!! Eu fui um idiota!! Eu deveria ter te contado!! Deveria ter confiado em você!!

-Agora você vê isso não é?? Quando estamos discutindo!! Poderíamos resolver isso de outro jeito!! Sem eu ficar triste e sem você precisar se desculpar!! Mas você não confiou em mim!! Estamos juntos não é?? Achei que confiança fosse essencial na nossa relação!!

Jensen: E é!!! Eu estava errado, eu sou errado!!! Eu não gosto de discutir com você!!

-Sim você é o errado!! Precisava gritar comigo?? Me machucar?? Sendo que você diz nem se importar com aquele cara?? Você ainda tem sentimentos por ele sim Jensen!!!

Jensen: Eu não tenho!! Eu juro!!

-Eu não sei porquê Jensen mas não consigo acreditar!!

Jensen: Por favor, confia em mim!!!

-Do jeito que você confiou em mim para me contar sobre ele e as cartas?? Eu não entendo porque você não confiou em mim!!! Como se sentiria se fosse ao contrário?? ~Eu o encaro e ele tem os olhos fixos na minha boca, por um momento meu olhar se fixa na dele e sinto uma vontade enorme de beijá-lo. -Eu estou com raiva Jensen!! Não consigo nem olhar pra você!! Minha vontade é de dar um tapa na sua cara!! Eu estou terrivelmente irritado e você...

Ele não me deixa terminar de falar e me agarra juntando meus lábios aos dele, tento sair de seu abraço mas ele me segura com força, sua língua quer invadir minha boca, tento evitar mas é impossível com ele se apertando mais em mim, suas mãos ágeis passeiam pelas minhas costas, indo para minhas coxas e meu traseiro.

Jensen: Você fala demais. ~Ele sussurra em meus lábios.

Jensen se dirigi ao meu pescoço, mordendo, sugando e lambendo enquanto suas mãos apertam meu traseiro, como queria poder afastá-lo, mas como afastar um loiro gostoso de olhos verdes cheio de tesão me excitando e me beijando loucamente? Dou um gemido quando suas mãos adentram minha calça, apalpando minha bunda com mais intensidade, pego em seus fios loiros, puxando-os para trás e o afastando do meu pescoço para que eu possa beijá-lo com vontade. Ele me beija ardentemente e seus dedos circulam minha entrada me fazendo gemer, seu membro duro se esfrega no meu e minhas mãos apertam os firmes músculos de suas costas. Gemo alto e arrastado quando um dedo dele me penetra profundamente, Jensen vira meu corpo e beija minha nuca enquanto coloca outro dedo em mim, ele me curva na mesa e afasta minhas pernas, olho por cima do ombro e vejo ele se agachar, sinto sua língua molhada pincelar minha entrada.

-Hmmmm Jen...

Ele fica longos segundos me chupando e lambendo para depois se levantar, tirar a minha calça e começar a me penetrar lentamente. Sinto cada centímetro de seu membro pulsante entrar dentro de mim, seguro nas beiradas da mesa sentindo aquela prazerosa invasão, Jensen fica parado segurando em meus quadris, ele espera alguns segundos e depois começa a estocar rápido sem esperar mais tempo, agora abrindo ainda mais minhas nádegas e mergulhando mais fundo em mim.

-Aah...ah...ah...ooh Deus...

Ele se curva sobre meu corpo, colando seu peito em minhas costas, eu pego em seus cabelos enquanto ele distribui beijos na minha nuca e pescoço e sussurra sacanagens no meu ouvido.

Jensen: Ta bom pra você Jay? Ta gostoso hm? Me sentir bem fundo dentro de você? Te abrindo todo?

-Hmm t-ta, meu Deus...

Jensen: Você ta gostando? Ta amando não é? Gemendo assim e fazendo essa cara...

-Ooh sim Jen!! Bem ai!

Jensen sai rapidamente de dentro de mim, me virando de frente para ele e me colocando na beirada da mesa, ele joga os pratos e copos que estavam sobre ela no chão, quebrando a maioria e me deitando em cima do móvel em seguida. Ele abre minhas pernas e se coloca entre elas, me penetrando de uma só vez e iniciando investidas fortes e certeiras em minha próstata.

-Aaaah Jensen!! Assim...isso...

Ele se curva e beija minha boca, nossas línguas brigam, lambendo uma a outra e explorando cada canto de nossas bocas, um belo beijo pornográfico.

Jensen: Quer que eu te foda mais forte? Mais rápido?

-Hmm quero...quero muito...

Jensen ataca meus mamilos, sugando e mordendo avidamente cada um, sua mão direita vai ao meu membro me masturbando rápido. Meu corpo se contorce pelo imenso prazer que estou sentindo, sua boca chupando meu corpo, suas mãos me tocando e seu membro se afundando dentro de mim, rápido e duro.

-Hmm Jen estou qua-se lá!!

Jensen: Ah Jared você é tão gostoso...tão quente...

-Aah continua amor, eu vou gozar!

Jensen me atinge com mais 5 estocadas certeiras e eu venho em sua mão, agarrado em suas costas e mordendo seu ombro, ele vem segundos depois, tirando seu membro de dentro de mim e gozando sob meu abdômen, juntando seu gozo ao meu, ele se abaixa e começa a lamber todo o meu torso, com certeza uma das cenas mais excitantes que já vi é quando Jensen vem me beijar e vejo nosso gozo em sua língua, eu a chupo com vontade sentindo nosso precioso gosto amargo. Jensen repousa sobre meu peito, ficamos em silêncio apenas ouvindo nossas respirações desreguladas e nossos corações acelerados.

-Deveríamos...brigar...mais vezes. ~Falo ofegante e ele ri.

Jensen: Então...estamos bem? ~Ele levanta a cabeça e me encara.

-Ah não...você vai ter que recompensar essa besteira que você me fez em várias...posições diferentes... ~Me estico até sua boca mordendo seu lábio inferior enquanto ele sorri safado.

Jensen: Desculpa, por favor. ~Ele me olha com aqueles encantadores olhos verdes, eu só o beijo com paixão.

-Tudo bem amor, já passou...

Jensen: Eu não vou mais mentir pra você, eu juro, me desculpa.

-Tudo bem, eu confio em você.

Jensen: Eu te amo. ~Ele me beija novamente.

-Eu te amo.

Jensen: Agora, vamos tomar um banho príncipe. ~Ele me ergue da mesa e vai me levando até o banheiro em seu colo, com minhas pernas enlaçadas em sua cintura e suas mãos em minha bunda.

-Como você consegue me carregar tão facilmente?? ~O encaro intrigado quando ele me põe no chão, já dentro do banheiro.

Jensen: A única coisa que atrapalha um pouco é essa sua altura, mas já carreguei coisas mais pesadas que você.

-Ah claro, o grande caçador.

Rimos e começamos a tomar banho, Jensen me abraça por trás, cheirando meu pescoço e passando as mãos pelo meu peitoral, ele me guia até a parede, colocando minhas mãos na mesma e roçando seu membro em mim. Nos amamos novamente em baixo do chuveiro e depois vamos para o seu quarto, nos deitamos de conchinha com Jensen fazendo carinho em meus cabelos com seu nariz, nossas mãos estão entrelaçadas e ele me abraça com amor. Eu me sinto seguro com ele, me sinto amado, sim ele me ama, eu não tenho dúvidas disso e eu o amo mais do que tudo, e como ele mesmo disse, vou focar no presente, em nós, o passado, é passado.

Continua...


Notas Finais


Bom meus lindões e lindonas, por essa semana foi isso! Comenteeeeeeem n vai arrancar pedaço ❤
Bj na bunda de vcs <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...