História Falling - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Pattie Mallette, Personagens Originais, Ryan Butler
Tags Angélica Benson, Drama, Justin Bieber, Romance
Visualizações 97
Palavras 1.484
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - 6


Fanfic / Fanfiction Falling - Capítulo 6 - 6


20:30
Pov Justin Bieber
Faz dois dias que Angel anda estranha, ela nem se quer falar direito comigo ou com Amanda. Falando em Amanda, ela realmente muito sexy, gostosa, loira, olhos azuis, tem corpo bonito, Angel tinha toda razão quando disse que era pra eu tomar cuidado, se eu não estivesse namorando com a Selena eu já tinha pego ela a muito tempo.
_ Justin! _ Falando na gostosa! 
_ Que foi? _ Levanto a cabeça pra olhar ela.
_ Quer dar uma volta? Angel não vai sair tão cedo do quarto.
_ O que ela tem? _ Quando eu pergunto o motivo por ela está assim, Angel simplesmente me ignora, eu queria ajudar ela de algum jeito, mas ela parece não querer ajuda de ninguém.
_ Ela tem depressão, as vezes ela fica dias sem sair do quarto, ela não deixa ninguém chegar perto dela._ Diz Amanda mordendo os próprio lábios e passa a mão no cabelo, dar pra perceber que ela está cansada, mas não deixa de ser bonita e gostosa!
_ Mas é depressão das fortes? _ Falo tentando entender a situação da Angel, mas ela parecia uma garota normal quando eu a conheci, eu até poderia dizer que ela era uma garota feliz. _ Ela não precisa de ajuda? _ Eu deveria ter percebido que ela está sempre com blusa de manga longa.
_ Ela toma comprimidos, mas acho que isso não tem ajudado muito. 
_ Ah obrigado pelo convite, mas acho que vou ficar por aqui.  _ Digo pegando o meu celular.
Depois que Amanda saiu do quarto, tentei dormir, tentei assistir tv. Depois de várias tentativas de fazer alguma coisa, tomo banho, me arrumo, vou até o quarto do Angel, bato na porta e ela manda entrar.
_ Angel? _ Entro percebo que ela não está no quarto, me sento na cama, depois de alguns segundos ela sai apenas de toalha do banheiro.
 _Pensei que estava sozinha não quis sair com Amanda? _ Diz ela pegando suas roupas íntimas e coloca em cima da cama, depois ela vai até closet. _ Aaaah Justin vem aqui. _ Levanto da cama, entro em seu closet. _ Ah que tipo de roupa é adequado para uma boate? _ Diz passando a mão em várias roupas a sua frente.
_ Por que está querendo ir em uma boate? _ Digo confuso, ela não tem cara de ser esse tipo de garota.
_ Por que não quero ser mais a garotinha triste que perdeu praticamente a família toda cansei de ficar triste, não quero mais ficar triste, não quero mais sentir dor, eu não aguento mais. _ Diz com a voz de choro, mas ela respirar fundo e voltar a ficar normal. _ Vai me ajudar ou não a escolher a merda do vestido, se não quiser me ajudar acho melhor você sair do quarto. _ Quando ela terminar de falar, seguro o seu ombro, viro ela para mim, encaro seus olhos verdes escuros que estao com lágrimas, ela vira sua cara pra não me olhar, mas seguro o seu rosto e faço ela me olhar.
_ Não precisa ir ao boate ou qualquer outra coisa para parar de sentir dor Angel, bebidas não vai curar a dor que você sente só vai está te matando...
_ Eu já estou morta Justin, isso dói, não quero, não quero mais. _ Diz chorando, limpo uma lágrima que caiu com polegar. 
_ Não, não está morta Angel...
_ Eu só sinto dor,  a dor está me matando... Pelo menos a bebida vai me fazer esquecer por algumas horas. _Diz tirando a minha mão do seu rosto, secando as lágrimas, pega qualquer vestido, sai do closet.
Quando saio do closet, Angel está completamente nua, não posso dizer que ela não tem corpo bonito, me sento na cama, tentando não olhar o seu corpo, mas estava sendo impossível não olhar, deixei a minha consciência de lado. Deste a primeira vez que eu vi Angel de algum jeito chamou a minha atenção, além do mais não somo irmãos de sangue, nem sei se a minha mãe vai casar com o pai dela. Depois do dia que ela tirou a sua roupa na minha frente, colocou o seu uniforme, vocês podem me chamar de doente, mas eu sou como qualquer outro homem que fica de pau duro quando tem uma mulher nua a sua frente.
_ Angel aa..._ Digo tentando não ficar de pau duro, mas é impossível não ficar, olhar o seu corpo e pensar em várias formas de toca-la.
_ Justin... _ Diz parando a minha frente nua, ela está pedindo para ser fodida, mas pra ela não pensar merda de mim, deixo ela fazer o primeiro ato, pois sei que ela também está pensando o mesmo que eu, a sua voz mudou.
Ela fica parada a minha frente, ao observar cada detalhe do seu  corpo mordo o meu lábio inferior. Quando eu menos espero, ela aproxima de mim, senta no meu colo me fazendo arfar, ela joga a cabeça pra trás, começa a rebolar me fazendo gemer, quando coloco a mão em seu quadril para aumentar os movimentos, lembro que estou aproveitando da situação, olho para ela, tão linda, ela não merece isso.
_ Essa não é você coloca roupa! _ Falo tirando do meu colo e em seguida saio do quarto.
Como pude me deixar levar e querer aproveitar o momento de sua fraqueza? Esse também não sou eu, eu não sou assim? Mas Angel com passar do tempo tem me feito bem, quero estar com ela, por mais que ela tem andado me ignorando, só de estar no mesmo lugar que ela me sinto melhor.
Enquanto estou fazendo sanduíche sinto alguém me abraçar por trás, seguro o braço da pessoa, viro devagar, Angel esta com uma carinha de anjo.
_ Me desculpa. _ Diz olhando no meus olhos.
_ Está tudo bem. _ Falo puxando para mim, encosto a sua cabeça no meu ombro, afasto um pouco de mim, seguro o seu rosto com as suas mãos e beijo a sua testa.
_ Me desculpa por não ser uma fã normal, me desculpa por ter te ignorado esses dias...Mas... Eu sou assim Justin, eu sou desse jeito, ignoro as pessoas, eu não me importo com sentimentos dos outros.... Deste que a minha mãe e o meu irmão se foram... Eu promete a mim mesma que não deixaria nenhuma pessoa importante entrar na minha vida e você... Você é única  pessoa importante para mim e por isso que não posso te magoar. _ Diz segurando a minha mão que estavam no seu rosto. _ Não posso.
_ Você jamais vai me magoar está me ouvindo? Não se esqueça que sou seu praticamente irmão mais velho e que se me magoar pagará preço muito alto! _ Falo fazendo a ri e a puxo de novo pra um abraço apertado.
Eu não posso sentir atração por ela, não posso brincar com sentimentos de duas pessoas, será que de alguma forma gosto da Angel? Eu não posso gostar dela.
_ Você está bem? _ Diz Angel me abraçando mais forte.
_ Por que?
_ O seu coração ficou acelerado. _ Diz se afastando.
_ Quer sanduíche?
_ Sim. _ Diz sentando na bancada, vejo que ela está me observando, mas finjo que não estou vendo.
_ Você ama Selenita? _ Angel me pegando de surpresa.
_ Não sei... Ultimamente ando confuso sobre relacionamentos. _ Digo dando de ombro, eu realmente não sei se amo Selena, amar é uma palavra muito forte. _ Amar acho que não, eu talvez só goste dela... Amar é uma palavra muito forte Angel. _ Digo colocando sanduíche na mesa, pego os copos e coloco suco.
_ Faz anos que vocês estão juntos pensei que fosse amor. 
_ Pois é.
_ Vamos sair amanhã de manhã? Conheço um lugar que vai amar. _ Ela finalmente voltou a sorrir, mas agora não sei se é sorriso sincero ou apenas para disfarçar a sua tristeza.
_ Mas você não quer sair comigo nem se eu aparecer pintado de ouro.
_ Não vai ser nas ruas  de Inglaterra onde todos sabem os seus passos.
_Onde vai ser então?
_ Eu odeio surpresa, mas gosto de fazer surpresa para outras pessoas._ Diz dando mordida no sanduíche.
_ Mas você não tem aula amanhã?
_ Não vai fazer diferença se eu faltar um dia.
Comemos em silêncio, enquanto ela comia fiquei observando ela comer. 
_ Vamos assistir filme.
_ Por incrível que pareça Angel... Eu não assistir tv!
 _ Tá brincando com a minha cara?
_ Não... Eu fico mudando o canal.
_ Ok! Ah então acho que vou pra cama... Se quiser me fazer companhia está convidado. _Diz descendo da cadeira.
_  Vai indo. _ Falo tirando os pratos da mesa, lavo, vou até o meu quarto, escovo os dentes, coloco pijama e vou ao quarto da Angel.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...