História Falling - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce, Mitologia Grega
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Debrah, Iris, Kentin, Leigh, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Personagens Originais, Professor Faraize, Rosalya, Violette
Tags Amor Doce, Mitologia
Exibições 15
Palavras 1.179
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


OHAYO MINNA ♥♥♥
Antes de qualquer coisa: Gomen'nasai pela demora, aconteceram altas tretas desde a última vez, isso inclui visitas a outros estados e idas ao hospital, mas agora está tudo bem ♥

Não vou ficar prometendo uma data certa pro próximo capítulo, mas vou dar o meu melhor para postar um por semana o/ Claro que vai ter semana que eu não vou conseguir postar, mas também haverão semanas com dois capítulos :3

Enfim, é isso! Boa leitura ♥ Até as notas finais ♥

Capítulo 8 - Calmaria e turbilhão


Fanfic / Fanfiction Falling - Capítulo 8 - Calmaria e turbilhão

Quando contou o acontecimento a seu irmão, após chegarem em casa, o mesmo teve vontade de voltar a escola e cobrar da diretora sobre essa falta de postura da aluna, mas Lye o fizera desistir. Resolveram, por fim, pegar pesado no treino de hoje...

-Lye... Será que da pra ser mais calma? Seu ódio está tão grande que tenho certeza que quando isso acabar, vou estar extremamente roxo e dolorido. - ele resmunga, levando a mão nas costelas, onde havia acabado de levar uma pancada forte.

Ela pede desculpa mais uma vez, treinar com a cabeça pesada demais fazia com que acabasse exagerando nas medidas e levando a sério, graças a isso Ryan já teve costelas quebradas, cortes em algumas partes do corpo e várias idas ao hospital.

-Melhor parar por hoje... Antes que você me mande pro hospital. - ela olha de cara feia pra ele, aquilo não é brincadeira que se faça. - Você ta muito estressada.... - ele pega ela no colo, de surpresa e sai correndo com ela em seus braços pra fora de casa.

-Ry-Ryan??? O-o que está fazendo? - ela estava quase apavorada, abraçava o pescoço dele com força e mantinha seus olhos fechados.

-Estou fazendo você esfriar a cabeça! Ele simplesmente pula na piscina com ela ainda no colo.

O choque da água fria contra seu corpo devia deixá-la mal, mas ao contrário disso, o contato com a água a fazia bem, era uma condição da sua vida: ser sempre bem-vinda em qualquer lugar que houve água e isso a agradava. Sempre que estava em contato com a água se lembrava o porque de suportar tudo aquilo... Era um fardo, é verdade, mas ao mesmo tempo era apaziguador, dentro d'água podia até sentir como se seu avô estivesse ao seu lado, e ter seu avô por perto era sempre bom, ele lhe ensinava novos truques, ajudava a aperfeiçoar o que já sabia e ainda contava histórias sobre sua mãe. Ela ficou tanto tempo embaixo da água, refletindo, que seu irmão a içou pra cima.

-Achei que estava se afogando... -ele comenta, ainda dentro da piscina, levemente preocupado. Ela abre um sorriso.

-Você é irônico demais... - ela o abraça - Eu só estava voltando as origens... Obrigada irmão. Eles passam algumas horas na piscina, conforme o tempo esfriava, mais quente a piscina ficava, isso os fazia rir e relaxar. Quando finalmente saíram, foram pra seus respectivos banhos, se sentiam exaustos. Lye fez o dever e deitou-se para dormir em seguida, indo diretamente para as terras de Morpheus.

                                                             ~QUEBRA DE TEMPO~

Uma semana havia se passado desde o ocorrido no refeitório, depois daquilo os ânimos dos alunos pareciam ter se acalmado, Lye mantinha-se no seu grupo reservado: Alexy, Armin, Violette e Rosalya. Parecia que excepcionalmente naquela sexta-feira todos pareciam eufóricos, uns porque teriam encontros, outros porque iriam à balada, outros simplesmente porque poderia relaxar em casa após uma cansativa semana acadêmica, mas Lye simplesmente estava animada pois esse final de semana seu pai viria ficar com eles, eles dificilmente podiam ficar tanto tempo juntos, suas comunicações se restringiam à uma fria tela, bem distante dos abraços afetuosos que ela tanto amava.  A Professora Delanay pareceu perceber o quão felizes e animados estavam, logo arrumou um jeito de acabar com isso:
- Já que estão tão entusiasmados, vou aproveitar a energia de vocês... - Ela se vira pro quadro e começa a escrever - Quero um trabalho sobre todas as funções orgânicas com pelo menos uma página frente e verso cada uma, e ah, claro! Vocês devem recriar um modelo atômico da molécula orgânica que quiserem, mas devem me apresentar um seminário sobre a molécula com: Ponto de fusão, Ponto de ebulição, Nomenclatura, Função, tipos de ligações, Onde é encontrada e pra quê é utilizada. É em dupla, eu vou sortear as duplas. - ela termina de escrever no quadro um coro de vaias ressoa. - E pela recepção gentil do trabalho, quero ele para a a próxima segunda.

Ela se senta, sorrindo, observando o pânico se instalar rapidamente por toda sala.
-Essa vaca acabou com meu final de semana de shopping! - Alexy fala sussurrando, revirando os olhos. - Aff!!

-E eu que tinha planejado um final de semana romântico com o Leigh? Pufff! - Rosalya solta um suspiro pesado.

-T-também não é o fim do mundo... - Violette tenta ser positiva, mas acaba desistindo ao encarar o olhar dos dois.

Delanay resolveu sortear as duplas da seguinte forma: como haviam 20 alunos na turma, foram feitos pares com os números de 1 a 10, cada aluno devia ir até a professora e retirar um papel, aquele que pegasse um número correspondente, seria sua dupla. ela julgou que assim seria mais imparcial. O final da aula foi deixado livre, para que encontrassem o número correspondente e discutissem sobre como seria feito.
-Lexy, qual número você tirou? - Rosalya ficou nas pontas do pé pra expiar o papel do amigo - Não acredito! Você tirou o 7 também? - Ela sorri, mostrando o papel. Os dois se abraçam.

-Isso... comemorem... puff - Armin revira o olhos tirando a atenção de seu jogo por uns instantes - Eu fiquei com a Ambre... Ela não me parece ser do tipo de  pessoa que é legal.. nem um pouco!

-Meus pêsames maninho - Alexy joga um beijinho pra ele - Vio? Lye? E vocês?

-E-E-Eu fiquei com a Charlotte... - Violette diz olhando pro chão, timidamente - Ela me parece ser alguém legal...

-Eu ainda não sei... - Lye olha o papel confusa e depois volta a olhar em volta da sala.

-Deixa eu ver isso. - Rosalya pega o papel - Hm.. número dois.. - ela olha em volta, sai andando e em menos de dois minutos volta arrastando um rapaz alto, com um estilo de roupa que sempre deixa Lye alarmada, apesar dela já ter o visto antes. - Lye, esse é o Lys-fofo... quero dizer... Lysandre! Ele também tirou o dois!

-É um prazer senhorita! - ele olha Lye, dando-lhe um olhar misterioso, porém condescendente.

Lye acena com a cabeça em resposta, ainda receosa, o sinal toca, os alunos correm alvoroçados. Lye anota algo em um papel e entrega pra Lysandre:
- Eu moro a uns 15 minutos a pé daqui... amanhã, às 8h nos encontramos nesse endereço, daí vamos lá pra casa, acho que é o mais perto. - ela pega a mochila - Isso se você não se importar, claro.

-Por mim tudo bem... eu realmente moro longe daqui. Então amanhã, às 8h em ponto?

-Sim. - ele abre um sorriso leve - Você pode tomar café lá em casa, não se preocupe com isso. Bem, agora tenho que ir. - ela se despede de cada um, se vira pra Lysandre - Então até amanhã.

Lysandre fica a observando ir, havia algo diferente naquela menina, ele só não sabia dizer o que... mas de certo ela não parecia a menina abusada que Castiel havia dito que ela era. Logo ele também parte, indo com Rosalya para à loja de Leigh, seu irmão.


Notas Finais


DELANAY MALÉGNA T-T
Então é isso minna ♥
Mais pra frente tem mais, prometo não abandonar a fanfic, por isso não a abandonem também.
Arigato por lerem ♥ Vocês são incríveis!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...