História Falling Boy - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias 24K, Bangtan Boys (BTS), Big Bang
Personagens D-Lite (Daesung), G-Dragon, J-hope, Kisu, Seungri, Suga, T.O.P, Taeyang
Tags Bigbang Bts 24k
Visualizações 12
Palavras 836
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Hentai, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um capítulo delicinha pra vcs...

Capítulo 10 - Ah Ji-Yong vc me faz perder os sentidos...


Fanfic / Fanfiction Falling Boy - Capítulo 10 - Ah Ji-Yong vc me faz perder os sentidos...

CAPÍTULO 10

No dia seguinte, ele optou por não trabalhar para que assim pudesse passar o dia todo ao lado de Mia. Avisou Taeyang que não viu problemas afinal ele era o dono da empresa e designou Taeyang para comandar em seu lugar.

Levantaram se tomaram banho juntos e depois saíram. Ficaram o dia todo fora de casa. Foram ao cinema, depois foram no parque. Tomaram sorvete como dois adolescentes que acabara de descobrir o amor. Voltaram apenas ao entardecer e novamente se amaram com a mesma intensidade da noite anterior. Queriam fazer daquilo uma deliciosa rotina. E fizeram.

Um belo dia, Mia se produziu para ir até o trabalho de Ji-yong. Colocou um espartilho vermelho e um sobretudo por cima. Apenas isso. Se maquiou lindamente e foi ao encontro de seu amor.

Pediu a secretaria para não anunciar sua chegada pois queria fazer uma surpresa. Bateu a porta e entrou. Para a sua infelicidade, ele estava em reunião com alguns sócios e ao vê la, se ajeitou na cadeira e sorriu.

Um dos sócios, Hoseok a capturou dos pés à cabeça com os olhos e fez um inoportuno: “Como é linda a sua secretária! “ Rapidamente ele respondeu: “ Não é minha secretária, é minha esposa!”. E deu uma piscadela para ela junto com um sorriso no canto da boca.

Hoseok, visivelmente envergonhado, pediu desculpas por não saber que aquela mulher deslumbrante que aparecera sem se anunciar era sua esposa. Ji-yong entendeu perfeitamente a situação e pediu para que os sócios se retirassem, pois a reunião havia sido encerrada.

Imediatamente foram saindo um por um, deixando o casal a vontade.

Ji-yong, que permanecera sentado em sua cadeira, indagou com um tom de voz suave:

- A que devo a honra da sua presença?

- Senti sua falta e quis fazer uma surpresa. Desculpa, eu não sabia que vc estava em reunião. E ainda causei desconforto entre vc e seu sócio.

- Vc sempre será bem vinda aqui quando quiser e quanto a Hoseok, foi bom ele entender que vc é minha e nunca mais vai te olhar com outras intenções.

Sorrindo, ela foi se aproximando calmamente até a mesa. Colocou se a frente dele, empurrando sua cadeira um pouco para trás. Ainda sentado, ele deslizava as mãos pelo corpo dela até descobrir que ela não tinha nada além do espartilho por baixo do sobretudo. Seus olhos brilharam naquele instante.

Mia começou a desabotoar aquele casaco que já a incomodava e lentamente ficara apenas de lingerie aos olhos atentos de Ji-yong. Ele porém se levantou, e ela tirou seu paletó. Desamarrou sua gravata azul turquesa e pôs - se a desabotoar toda a sua camisa branca. Mia adorava aquele estilo de vestir de Ji-yong. Era a muito elegante e sedutor.

Trocaram beijos e carícias até que Ji-yong a colocou de costas pra ele. Beijando suas costas eriçadas, ele foi tirando lentamente sua calcinha vermelha que combinava com o espartilho e sem pensar, introduziu seu membro já ereto com toda delicadeza e furor em seu íntimo fazendo com que ela gemesse alto, dando vazão ao barulho do lado de fora.

Os movimentos de vai e vem lhe arrancava gritinhos de prazer. Aquela posição fora experimentada pela primeira vez por eles e a cada movimento mais brusco, Mia gemia cada vez mais alto, forçando Ji-yong a cobrir sua boca com a mão. Então, a quase ter um orgasmo, ele desceu seus dedos até a parte íntima de Mia e, massageando aquela área tão doce no qual provara anteriormente, fez com que Mia gritasse ao atingir o clímax perfeito, conseguindo em seguida ter o seu. O grito estava preso na garganta pronto para sair a qualquer momento e ele não pôde cobrir sua boca para evitar o barulho.

A aceleração do coração de Ji-yong era visível e quase sem fôlego, abotoou sua calça e sentou se na cadeira. Suas pernas já não respondiam mais a seus comandos e Mia o observava respirando profundo. Seu rosto brilhava de suor e seu peito estava avermelhado.

Mia ajeitou sua a roupa no lugar antes que fossem pegos de surpresa. Beijou lhe a testa e deixou apenas uma frase “ Nos encontramos em casa!” fazendo com que Ji-yong sorrisse sem entender.

E assim ela foi embora.

Ele ainda precisava se recompor pois tinha um dia cheio de trabalho pela frente. Taeyang entrou na sala e falou:

- Eu escutei tudo da minha sala!

Sem nenhuma vergonha, Ji-yong apenas sorriu ajeitando a gravata e o paletó. - “Podemos continuar a reunião “. Taeyang riu e perguntou: “Tem certeza? Vc está bem pra continuar? “ e riu novamente.

Ele saiu e chamou os sócios para continuarem a reunião.

Seus pensamentos se perdiam entre uma lembrança e outra do que acabara de acontecer. Foi inusitado ela aparecer assim tão de repente e ele estava adorando tudo aquilo que estava vivendo. Era como se fosse um sonho e ele não queria acordar. Enquanto os sócios conversavam coisas importantes, ele apenas estava louco para ir embora pra casa.


Notas Finais


Wooooooo o que foi isso hein GDragon? Quando eu digo que esse homem me faz perder os sentidos ninguém acredita kkkkkkkkkkkk
Bjokas amores até 😍😍❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...