História Falling Boy - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias 24K, Bangtan Boys (BTS), Big Bang
Personagens D-Lite (Daesung), G-Dragon, J-hope, Kisu, Seungri, Suga, T.O.P, Taeyang
Tags Bigbang Bts 24k
Visualizações 11
Palavras 733
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Hentai, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Creditos pro Yoongi dessa vez kkkkkkkkkkkk

Capítulo 5 - Esperava a morte...


Fanfic / Fanfiction Falling Boy - Capítulo 5 - Esperava a morte...

CAPÍTULO 05

Outros dias se passaram após o incidente no bar e como Ji-yong havia dito, nunca mais a importunou.

Aquela ausência de Ji-yong começou a incomodar Mia. Ele nunca mais aparecera no bar. Como Seungri era amigo dele, ela curiosa perguntou

- E seu amigo? Ele sumiu né!

- Claro! Vc praticamente o expulsou daqui.

- Mas ele vivia no meu pé. Vc sabe disso.

- Porque gostava de vc.

- Gostava de mim? Como se ele nem me conhece? Não caio mais na lábia desses caras não RiRi.

- Vc não deu uma chance pra ele te conhecer melhor.

- Nossa não sei por que te perguntei. Vou ali. Beijos de luz.

E assim ela foi.

Alguns dias se passaram e Ji-yong dava uma volta de carro com Taeyang seu melhor amigo. Entre uma conversa e outra...

- E a moça do bar? Vc voltou a vê-la?

- Nunca mais.

- Não entendi porque desistiu dela. Vc estava tão empenhado a conquista la.

- Sim eu estava. Mas ela é muito arisca. Nunca daria certo.

- O Seungri disse algo sobre ela? Porque ela é assim?

- Não entrou muito em detalhes mas disse que ela sofreu duas perdas irreparáveis. Desde esse dia ela se tornou uma pessoa tão amarga e frustrada. Ela não deixa ninguém se aproximar.

- Deve ter sido mesmo algo bem sério.

-Deve sim.

E de repente, alguém pulou no capô do seu carro. Aqueles olhos desesperados por socorro. Aquele rosto ensanguentado quase passara despercebido aos olhos de Ji-yong. Porém ele reconheceu o rosto ferido. Era Mia. Ela olhou fixamente pra ele com os olhos cheios de lágrimas e sussurrou “Me ajuda!”

E correu em direção a um beco escuro.

-O que foi isso? Disse Taeyang assustado com o que vira.

- Era ela! Mia! Vou atrás dela. Leva o carro para o outro lado do beco.

- Ok.

E Ji-yong pegou uma arma que carregava no carro por precaução e tentou alcança la mas ela estava longe. Ainda assim a procurou pelo beco escuro e sujo. De repente gritos avassaladores perfuravam seus ouvidos. Era Mia sendo agredida.

Ao se aproximar daquela cena horrenda, 5 homens a espancavam até que ela perdesse a consciência. Então num súbito encorajamento, ele sacou a arma e atirou para o alto. Os criminosos pararam de agredir Mia e disseram:

- Quem é vc? Não tem medo de morrer não?

- Deixem ela em paz seus covardes. Saiam de perto dela!

- O rapaz acha que é homem porque tem uma arma. E riram debochando de Ji-yong. – Vamos embora sim mas avisa a ela que Min Yoongi quer o que o Kisu roubou dele e se ela não entregar, terá o mesmo fim que ele. Lembre bem desse nome. Min Yoongi.

E foram embora, deixando Mia inconsciente. Mais que depressa, Ji-yong correu até ela e tentando acorda la num desespero terrível, debulhou se em lágrimas pensando que ela havia partido. Porém ele ouviu sua a respiração ofegante e dificultosa. O sangue escorria por sua boca que antes era tão sensível e graciosa.

- Mia acorda por favor! – Era sua súplica para que ela pelo menos acenasse com a cabeça dizendo que estava tudo bem.

Foi em vão. Mia estava imóvel. Ji-yong apenas sentia o pulsar da sua respiração pelo pescoço. Nada mais.

Rapidamente Taeyang apareceu e eles logo a colocaram no carro levaram na para o hospital mais próximo. Ela foi levada direto ao CTI com várias escoriações pelo corpo algumas costelas quebradas uma perfuração no rim esquerdo o nariz quebrado e vários hematomas. Olhar aquela cena fazia com que Ji-yong quisesse vingança mas ele não sabia com quem poderia lidar. Quem eram aqueles homens que tão covardemente quase tiraram a vida de Mia?

Mais que depressa ele ligou para Seungri e assim que soube, ele foi ao hospital. Ji-yong pediu explicações.

- Vc vai me dizer o que está acontecendo Seungri? Porque tentaram matar ela? Quem é Kisu?

- Eu não posso dizer nada Ji-yong.

- Eles vão voltar pra terminar o que começaram então acho melhor vc me dizer o que está acontecendo para que eu possa ajudar la. Ela não pode voltar pra casa dela vc entende?

Sem saída para uma explicação óbvia, Seungri prometeu contar a história de Mia.

- Vamos no refeitório. Tomamos um café e eu te conto o que há por trás dessa história toda.


Notas Finais


Deu ruim pra Mia agora. Mas Ji-yong sempre a postos pra protege-la kkkkkkk ❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...