História Falling Fast - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Joshua Kimmich, Manuel Neuer, Toni Kroos
Personagens Toni Kroos
Tags Toni Kroos
Exibições 33
Palavras 796
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desculpe algum erro, não vai dar tempo de revisar agora e eu não queria deixar vocês sem capítulo novo. Acho que ficou um pouco pequeno, mas acontece.

Boa leitura 💙

Capítulo 6 - Mensagens


Fanfic / Fanfiction Falling Fast - Capítulo 6 - Mensagens

 • Toni Kroos 

 

Depois da minha conversa com a Ana e com a Anelise, fomos dormir. Tivemos que acordar cedo, porque as duas iriam para Damasco, capital síria, para pegar materiais médicos, que tinham chegado da Alemanha.

- Ana, você pode me fazer um favor? - falei quando vi que as duas já estavam prontas para sair.

- Depende.

- Preciso que você compre para mim dois celulares e dois chips de números sírios no aeroporto. Te dou o dinheiro.

- Por que você quer um chip sírio? - ela perguntou confusa, mas depois pareceu entender o motivo - É para poder conversar com a russa, né?

- Sim.

- Eu compro o chip para você, mas quero que você seja honesto com a Natasha. Já parou para pensar que ela pode estar se apaixonando por um cara casado que assim que acabar a guerra vai voltar para a família e ela vai ficar sozinha com o coração partido.

- Tudo bem, eu serei sincero com ela.

- Okay, então em algumas horas já estarei aqui com seu novo celular.

- Obrigado, Ana!

 

 • • •

 

Peguei os celulares com a Ana e vi que já estava quase na hora que eu combinei de encontrar a Natasha. Coloquei os chips no lugar certo e salvei meu número no celular dela. Logo fui para a praia.

Depois de andar bastante, avistei a Natasha deitada em uma canga de praia olhando para o céu. Cheguei bem devagar e me deitei ao lado dela depositando um beijo no canto de sua boca.

- Oi, Nah!

- Oi, alemão! Alguma novidade?

- Sim, comecei a compartilhar meus pensamentos com uma psicóloga e acho que está sendo bom para eu colocar minha cabeça no lugar.

- Você não disse nada sobre estar se encontrando com uma russa, né? Porque isso pode nos prejudicar.

- Fica tranquila, ela não pode contar nada do que eu falo para ninguém. - ela concordou meio receosa, mas eu entendo ela, já que o que estamos fazendo é completamente errado e proibido - Eu trouxe uma coisa para você.

Tirei do meu bolso o celular e o carregador. Ela ficou meio sem entender.

- Por que você está me dando isso?

- Uma médica e uma psicóloga alemã amiga minha foram para Damasco hoje de manhã e eu pedi para elas comprarem dois celulares com chip sírio para que nós possamos nos comunicar por mensagem, sem ninguém saber que são nossos números, porque se descobrissem que tem um celular com número alemão mandando mensagem para um número russo, provavelmente investigariam isso e nos prejudicaria.

-  Ótima ideia! Você já salvou seu número no meu novo celular?

- Já, mas precisamos de uma foto para colocar no contato - falei enquanto posicionava o celular e puxava ela para mais próximo - Sorria! - ela fez o que eu pedi e logo tirei a foto - Ficou maravilhosa!

Ela pegou o celular da minha mão para ver a foto. Seu rosto estava encostado no meu peito e nós dois sorríamos.

- Ficou muito bonita mesmo - ela falou sorrindo.

- Agora eu preciso ir, porque amanhã vamos invadir uma base chinesa e eu preciso descansar. Assim que eu chegar no meu abrigo, te mando mensagem - falei e lhe dei a mão para ajudar a levantar.

- Okay. Tchau e boa sorte amanhã com os chineses. Toma cuidado! - ela ficou na ponta dos pés e me deu um beijo na bochecha.

Fiquei observando Natasha ir embora e acabei sorrindo. Acho que eu realmente estou me apaixonando por ela e isso está acontecendo rápido demais. Após despertar dos meus pensamentos, fui para meu dormitório. Manuel e Joshua estavam jogando poker com a Heidi, e eu me joguei na minha cama. Peguei meu celular e enviei uma mensagem para a Nah.

"Oi, Nah! Chegou bem?" 

Em menos de cinco minutos ela já tinha me respondido.

"Cheguei bem sim e você?"

Ficamos trocando mensagens sobre assuntos aleatórios e sem perceber eu sorria para o meu celular. 

- Com quem você está conversando? Não para de sorrir para essa tela - Manuel falou se aproximando.

- Com a Jess e com o Leon.

- Quer jogar com a gente?

Apenas fiz sinal de negativo com a cabeça sem dar muita atenção para ele, que logo saiu. Olhei para meu celular e vi que tinha uma nova mensagem da Natasha.

"Toni, estou com um pequeno problema."

"O que aconteceu?"

"Acho que estou gostando mais do que deveria de você."

Um misto de alegria e tristeza me contagiou, estou feliz porque sei que o que estou sentindo é recíproco, mas estou triste por estar mentindo para uma pessoa tão incrível quanto ela. A única coisa que eu consegui responder foi: 

"Eu também estou."


Notas Finais


Espero que tenham gostado 💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...