História Falling For You - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chris Evans, Robert Downey Jr.
Personagens Chris Evans, Robert Downey Jr.
Tags Advengers, Capitão América, Chris Evans, Downevans, Homem De Ferro, Marvel, Robert Downey Jr, Steve Rogers, Stony, Tony Stark, Universo Alternativo
Exibições 121
Palavras 747
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Policial, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello Peoples

Bom, vamos ao monólogo chato.

essa é a minha primeira fic postada no site. (yeah) então, gostaria de pedir a vocês que se virem algum erro ou coisa do tipo, me perdoem. essa é a primeira vez que to escrevendo algo, e eu realmente não queria postar isso. kkkkk

enfim, eu decidi que a minha primeira fic seria uma Stony. (yay) por que? porque Stony é vida, apenas. e esse é um dos otp's que eu mais amo, então, resolvi me jogar.

a fic se passa em um universo alternativo.

Bom... sei que provavelmente vai estar terrível, mas lembrem-se eu nunca escrevi nada antes, e preciso da ajuda de vocês pra melhorar! :)

comentários construtivos são sempre bem vindos, e o devido respeito também.

dedico esse cap a @Balunch, @SWAD, @Ironyman, @Caahs, e @Binary <3

agora vamos ao prólogo.

Capítulo 1 - Welcome To Home


                                                                                              Rochester, NY.

 


Steve Rogers havia acabado de se mudar para NY com a sua esposa Peggy, por conta de uma recomendação de transferência em seu treinamento. Steve decidiu investir na carreira policial, pois sempre foi do seu interesse. desde criança, o mesmo se mostrava totalmente encantado pelo trabalho do pai. então, tem se empenhando ao máximo para dar continuidade ao legado do pai nos dias atuais.  
Porém, o convívio do mesmo com os seus pais não era nada fácil. Steve foi uma criança muito super-protegida na infância, o que acabou gerando uma mistura de revolta e dúvida interna. na sua adolescência, ele não tinha muitos amigos. mas os que ele teve, carrega consigo até hoje, e são os melhores que alguém poderia ter. apesar de ser cabeça dura e um pouco reclamão as vezes, Steve era uma pessoa de bom coração, e seus pais sabiam disso mais do que ninguém.


     Steve respirou fundo deixando o ar fresco e gélido entrar enquanto observava a cidade e os seus enormes arranha-céus.


- Está preparada para isso? 
- Você fala como se os seus pais fossem monstros 
- Bom...
- Steve, não começa. 
- Certo, mas não diga que eu não avisei. 
- Steve! 
- Okay, já parei. mas... 


Antes que Steve pudesse terminar a frase, Peggy o acerta com um tapa. 


- Isso doeu! diz Steve enquanto passa a mão no rosto.
- Espero que sim. Peggy diz rindo enquanto observa a cara emburrada de Steve. 


Peggy fez sinal para um táxi próximo, Steve ajudou o Motorista com as malas, e então seguiram para a residência dos Rogers. 


[...]


- Peggy! exclama a mãe de Steve ao ver a nora. 
- Olá Senhora Jade, há quanto tempo! 
- Senhora? querida, não fale assim! parece até que está falando com alguém que possui 100 anos de idade. Sorri indo de encontro aos braços da nora. 
- Bom, trouxe um presente para você... Diz puxando Steve para perto de si.
- Mãe... diz Steve com um brilho nos olhos azuis. 
- Venha cá e me dê um abraço, está esperando o que!? 
Steve abraça a mãe com tamanha força que Peggy até dá alguns tapinhas no seu ombro preocupada com o estrago que a força do mesmo poderia fazer. 
- Você não mudou nada. 
- Mãe, você diz isso desde que eu tinha 20. 
- Mas é verdade, oras. não tenho culpa! diz rindo.
- Agora ajude a Peggy com as malas e venha me ajudar a por a mesa para o jantar, pois o seu pai chegará um pouco atrasado hoje. 
O Loiro sobe com as malas com a ajuda de Peggy, e as coloca em seu devido lugar. 


[...]


                             Todos estão na mesa, rindo descontraidamente, até que ouvem o barulho da porta bater. 

 

- Estou sonhando? se estiver, não me acordem. diz o pai de Steve aparecendo na cozinha cheio de sacolas.
O Loiro se levanta e vai até o pai dando um abraço apertado no mesmo. 
- Sentiu minha falta? 
- Não muita. diz Steve rindo. 
Logo em seguida o sogro vai até a nora, cumprimentando-a. 
- Peggy  querida, você está maravilhosa. diz o sogro abraçando-a. 
- Obrigado Senhor Stan. o senhor também está ótimo!  
- Ah, que isso! um pouco de exercício faz bem para todo mundo. diz piscando para a nora.
- Então Peggy, o que o meu garoto anda aprontando? ou você conseguiu dominar a fera? 
- Ah senhor Stan, ele é indomável! mas continuamos tentando. diz Peggy rindo para o Loiro. 

Ao terminarem o jantar, Peggy se propôs a lavar a louça enquanto Steve desfazia as malas. 


[...]


Steve acordou cedo como de costume, e decidiu ir até a academia conhecer o local. ao chegar lá, encontrou uma moça dos cabelos ruivos, pele alva, e aparentemente muito bonita arrumando os itens de treinamento. 


- Olá? diz o Loiro sorrindo pra moça.
- Olá, em que posso ajuda-lo? diz a moça retribuindo o sorriso de Steve.  
- Eu me chamo Steve, fui transferido para cá recentemente, então pensei em vir aqui conhecer. 
Ah, claro, Steve. a propósito, me chamo Mary. diz a ruiva olhando o loiro de cima a baixo. 
- Prazer, Mary. Steve diz enquanto ri constrangido pelo olhar da ruiva. 
- Claro.. 


Steve a olha com uma expressão confusa.


- Ah, céus.. estou muito destraída hoje, desculpe! 
- Sem problemas. diz o Loiro tentando disfarçar o riso. 
- Então, está pronto para conhecer a academia? 
- Claro! diz Steve entusiasmado. 
- Então vamos. 



Notas Finais


Sei que o prólogo foi pequeno, mas foi feito com amor.

então, essa formatação de texto do Spirit é triste, mas fazer o que né. (NÃO ME CULPEM, TAVA BEM BONITINHO NO WORD EU JURO!) KKKKK

comentem o que acharam, e até o próximo cap. xoxoxo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...