História Falling Over Myself - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Lésbica, Lgbt, Romance
Visualizações 27
Palavras 1.611
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Gostaria de pedir desculpa pela demora, o próximo (e último) capítulo virá mais rápido, prometo.
xx

w

Capítulo 19 - Again


 

Dois meses se passaram depois da conversa entre Alison e Bryce no cais. Enquanto Bryce vivia dois meses de harmonia dividindo o mesmo teto, quarto e cama com Heather, Alison continuava em estado de paixão. Olivia e ela pareciam inseparáveis e estavam mais unidas e próximas que nunca, mas apesar disso, o pedido de namoro era apenas uma ideia na cabeça das duas. Uma tímida ideia que temia ser exposta. Alison pretendia mudar isso, mas ainda não sabia como.

Olivia também pensava o mesmo. Conversar com Nancy durante o almoço, na sexta-feira havia sido de grande ajuda.

“Então você quer fazer algo especial no fim de semana? Bom, eu conheço um lugar…”

Nancy falava com entusiasmo, enquanto Olivia anotava cada dica mentalmente.

 

Alison voltou do almoço com Heather e Bryce para o trabalho. Queria, na verdade, ter ido almoçar com Olivia, mas ela disse que estava ocupada e que não poderia acompanhá-la naquele dia.

Durante a tarde, a jornalista precisou ir até a recepção. No térreo, deu de cara com Olivia.

“Ei!” A loira entrou e a abraçou, e logo depois apertou o botão de subir. Sem se dar conta, a porta se fechou antes que Alison pudesse sair.

“Mas eu precisava ir na…”

“Me desculpe! Mas vou aproveitar o momento, já que não almoçamos juntas…” Olivia estava empolgada, sorridente. Mais que o normal. Alison a encarou. A loira levantou uma sobrancelha. “O que foi, Ali?”

“Estou perdendo alguma coisa?”

“Está falando de quê?”

Alison resolveu desconversar.

“Nada.” E não deve ser nada mesmo, pensou. “O que fazia na recepção?”

“Bem, eu…”

Nesse instante, a porta do elevador abriu. Olivia apertou um botão, deixou um beijo no rosto de Alison e saiu. De fora, a encarou com um sorriso enigmático.

“Te levo para casa depois do trabalho.”

Antes que pudesse responder, a porta do elevador fechou. Alison desceu outra vez na recepção. Com o sorriso da loira, teve certeza de que ela estava escondendo algo.

 

Durante a tarde, Lily caminhava de volta para casa com um sorriso imenso estampado no rosto. Sem pensar duas vezes, pegou o celular e discou o número de Alison. O tom era de entusiasmo.

“Me desculpe por ligar no seu horário de trabalho. Quero sair hoje.”

“Sair?”

“É. Estou trabalhando naquele novo restaurante.”

“Isso realmente merece uma comemoração, Lily! Estou feliz por você.”

“Então nos vemos mais tarde. No lugar de sempre, no horário de sempre. Ah, e leve Olivia com você.”

“Pode deixar. Até mais.”

 

Enquanto trabalhava, Alison recebeu um e-mail de Olivia. Apenas mais tarde se deu conta de que era um trecho de “When I'm gone” de Anna Kendrick. Se perguntou várias vezes o que significava aquilo.

 

“I've got my ticket for the long way around
The one with the prettiest of views
It's got mountains, it's got rivers
It's got sights to give you shivers
But it sure would be prettier with you”

 

A ansiedade tomou conta de Alison. Precisava saber o significado daquela mensagem, além de convidar Olivia para sair naquela noite. O tempo se arrastou até o fim do expediente. No corredor, avistou Olivia conversando empolgada com Bryce, perto do elevador.

“Aí está você! Vamos?”

Já no carro, o silêncio teria tomado conta se não fosse por uma música que tocava. Alison olhou para Olivia, que dirigia concentrada.

“Tenho um convite para você.”

Alison viu um pequeno sorriso se formando na boca de Olivia.

“Que coincidência, Ali. Eu também tenho um convite.”

“Você primeiro.”

“Tenho uma sugestão.”

Alison notou uma expressão divertida no rosto da loira.

“Pode dizer.”

“Se você aceitar o meu convite, eu aceito o seu.”

“Mesmo sem saber do que se trata?”

“Exatamente.”

“E se eu me arrepender?”

“Garanto que não irá.”

“Para quando é o seu convite?”

“Amanhã. E o seu?”

“Hoje.”

“E então?”

Alison respirou fundo. Estava apreensiva, mas confiava em Olivia.

“Convite aceito. Passe na minha casa às oito, certo?”

Olivia sorriu. Alison balançou a cabeça. Perguntaria sobre a música do e-mail em uma outra hora.

 

Ao chegar em casa, Olivia jantou e preparou uma pequena bagagem para o dia seguinte. Precisava deixar tudo pronto para que não fosse surpreendida por Alison. Estava ansiosa.

 

Alison aguardou a chegada de Olivia. Sempre pontual.

“E então, Ali? Para onde vamos?” Perguntou enquanto ia em direção ao sofá.

“Iremos ao bar, de táxi.”

“Certo. Mas antes de sair… Organize uma bagagem para o final de semana. Não pense muito e não me pergunte nada sobre isso.”

Alison analisou a expressão de Olivia. Apesar de ser tão transparente em suas intenções, dessa vez a loira estava indecifrável. Alison desistiu de perguntar qualquer coisa e obedeceu.

 

No bar, logo encontraram Lily e se juntaram a ela. Estava rodeada de amigos. Fazia algumas semanas que Alison não a via. A felicidade da amiga era contagiante. A bebida também ajudou. Depois de muita conversa aleatória e muita bebida, o assunto da vez foi sobre trabalho.

“Lily, fale sobre o novo emprego.” Alison pediu, dando um tapinha no ombro da amiga.

“As pessoas são ótimas!” Lily gargalhou antes de continuar. “Inclusive minha chefe.” Disse em voz baixa. “Ela é incrível.” E suspirou, como se estivesse apaixonada.

“Como ela é?” Um dos amigos de Lily perguntou.

“Muito bonita, diga-se de passagem. Arrisquei uns flertes e também a convidei para vir hoje.”

De repente, a expressão de Lily mudou. Não só a dela, mas também a de Olivia. Duas reações distintas. Lily parou, de repente, olhando fixamente para alguém que se aproximava, e então, abriu um largo sorriso. Já a loira, apenas parou. Foi como se estivesse vendo uma assombração. Alison pensou mesmo na possibilidade. Karen havia acabado de chegar no bar.

“Aí está ela.” Lily disse enquanto acenava, empolgada, para a nova chefe.

“Ei!” Karen se aproximou da mesa e abraçou Lily. Olhou ao redor e parou os olhos em Olivia.

Alison se sentiu como se estivesse prendendo a respiração. Sentiu um aperto no peito. Queria saber a próxima reação de Olivia. E da própria Karen.

“... E essas são Alison e Olivia.” Lily terminou as apresentações.

“Já nos conhecemos.” Olivia se levantou e forçou um sorriso que, para Alison, foi difícil de entender. O movimento seguinte foi de Karen, que também forçou um sorriso, e caminhou para um breve e esquisito abraço. Olivia tomou a iniciativa de soltar. E soltando, o ar de Alison pareceu mais leve. Só pareceu. Karen esperou a jornalista se levantar e a abraçou num movimento rápido. O clima tinha ficado estranho. Não para Lily ou para qualquer outra pessoa presente naquela mesa, mas para as três que estavam ali, de pé. Por essa aparição, Alison não esperava. Muito menos pelo que aconteceria a seguir.

“Eu vou pegar uma bebida.” Karen informou a Lily e, antes de se retirar, Olivia se apressou.

“Vou com você.”

Alison voltou a sentar. Bebeu de uma só vez um drink de Lily que estava na mesa e respirou fundo. Apesar de ter perdido temporariamente a sensibilidade nas pontas dos dedos, conseguia sentir o coração apertar. Karen estava de volta. Começou a se perguntar se os sentimentos de Olivia teriam voltado também. Suspirou.

“Você está bem?” Lily a tirou de seus pensamentos.

“Estou bem bêbada. E você?”

“Criando coragem.” Respondeu antes de virar um copo de bebida.

“Para quê?”

“Já volto. Me deseje sorte.” E piscou o olho antes de deixar a mesa.

Alison balançou a cabeça e conseguiu sorrir. Decidiu vestir uma carapaça de confiança. Esperaria Olivia daquela forma, sem demonstrar medo ou ansiedade.

 

Olivia e Karen chegaram em silêncio ao balcão e pediram dois drinks. Olivia já estava bêbada e aproveitaria o momento para dizer o que estava preso na garganta.

“Então você voltou.”

“Sim. Acredito que voltei de uma vez.”

“Sabe, pensei que eu não fosse capaz de te superar. Ou mesmo de te superar tão rápido, na melhor das hipóteses.”

“Foi difícil para mim, também. No início, entende?”

“Sim. Convenhamos, foi melhor assim.”

“Concordo, apesar de ter vivido momentos incríveis com você.”

“Já passou.”

“Concordo mais uma vez.” Karen sorriu amistosamente.

“Você está bem?” Olivia levantou uma sobrancelha.

“Estou. E nós? Estamos bem?”

“Claro que sim. É bom te ver de novo.”

Elas sorriram e logo notaram a aproximação de Lily.

“Ei, chefe!”

“Olá, Lily.” Karen a cumprimentou com um sorriso largo.

Olivia percebeu uma hesitação da parte de Lilian, mas que logo se transformou em coragem, e se aproximou de Karen de forma íntima. No instante seguinte, um beijo. Um beijo que Karen não recusou de nenhuma forma. Um beijo que Olivia não se sentiu incomodada de ver. E então teve certeza de tudo. Era isso. Sorriu e decidiu voltar para a mesa. Antes de chegar, observou Alison conversando com uma das amigas de Lilian. Não tinha notado antes, mas era uma mulher atraente. Que estava chegando mais perto de Alison. Alison não recuou. Era a hora de voltar para a mesa. Ciúmes? Começou a pensar se deveria ter ido sozinha ao balcão com Karen. Revirou os olhos.

 

Alison encarou a mulher diante dela. Não sabia o nome e não quis perguntar. Ela tinha uma boa conversa, era atraente. Em outros tempos, já estariam em outro local, sem muito papo. Mas, naquele momento, a cabeça estava em Olivia. Por que demorava tanto? E então, finalmente. Reconheceu o toque das mãos de Olivia em seus ombros.

“Desculpe a demora.”

“Tudo bem. Você viu Lily?”

“Com certeza vi. Está beijando a nova chefe.”

A boca de Alison se abriu involuntariamente. Olivia sentou ao seu lado, ignorando completamente a presença da outra mulher, e beijou seu pescoço.

“Acho que devemos ir embora.” Acrescentou num sussurro.

“Por que?”

Olivia respondeu com uma mordida no pescoço de Alison, que finalmente entendeu o recado.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...