História Falsa namorada - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Romance
Exibições 11
Palavras 680
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Pru

Capítulo 3 - Plano Perfeito


Fanfic / Fanfiction Falsa namorada - Capítulo 3 - Plano Perfeito

POV STYDIA

O sinal bateu e eu fui para sala e ja ouvia os gritos.

— Nerdizinha,nerdizinha — A maioria gritava,que surpresa,Luccas não estava gritando.

— Vão se fuder — Falei,se fosse antes eu estaria chorando muito lá trás,mas Eathan me deu uma força,ele que me ajudou tanto tempo,ele foi especial pra mim e cuidou de mim.

Sentei no fundo e Luccas sentou na cadeira do lado.

— Topa? 20 mil — Disse sorrindo.
— Topo — Disse franzindo a sobrancelha
— Depois das aulas passa na minha casa,me passa deu número pra te mando o endereço.
— Ok ***************** 

O professor chega na sala e a Luccas vai para seu lugar,5 minutos depois.

#Mensagem On#

+Esse é o endereço #######################

+Ta valeu

#Mensagem Off#

— Luccas qual seria o resultado?Suponho que saiba pois seu celular é mais interessante que minha aula. — Disse o professor Polke

— Eeh...— Disse Lucas

— Se responder errado estará 1 semana suspenso de minha aula — Sr.Polke

#Mensagem On#

+O resultado é 6748

#Mensagem Off#

Luccas desfarçadamente olha para o celular e diz.

— 6748 — Sorri Luccas

— Está certo Sr.Link

O professor continua sua aula e recebo uma mensagem de Luccas.

#Mensagem On#

+Nossa valeu

+Ok,agora presta atenção,ou finga prestar

+Ok

#Mensagem Off#

A aula parece que não passava,mais de repente toca o sinal do intervalo,graças a Deus! Saio em disparada,vou na máquina,tiro uma barra de chocolate,na máquina de bebidas do lado tipo Sprite.
Vou para a cantina e sento em uma mesa sozinha.Começo a comer,nossa como eu amo chocolate,Luccas aparece senta de frente lra mim interrompendo meus pensamentos.

— Eu queria que você fosse a minha casa mas acontece que não vai dar tempo hoje é sexta e isso é pra amanhã,temos que ir no shopping,vamos fugir. — Luccas falou em uma rapidez.

— Você vai fugir,eu vou estar passando mal — Pisquei para ele

— Pode ser,quando o sinal bater saímos daqui e você me encontre no estacionamento. — Falou

— Ok. — Disse seco

Ele levantou e saiu,foi falar com a turminha de babacas dele,povo ridículo.O sinal bateu,não limpei a boca e fui direto para a enfermaria,chegando na porta,fingi que estava tonta e entrei.

— Eu acho que vou vomitar — Falei para enfermeira.

— Toma esse remédio,vai pra casa agora! Tome esse papel — Ela me entregou o meu vale pra fora da escola.

Fingir está tombando e foi assim que saí da sala,estava saindo e um espetor me parou,mostrei meu papel e ele abriu passagem.

— Melhoras Sr.Moon — Falou ele.

Em menos de 10 minutos eu estava fora dali,fui direto ao estacionamento e la estava Luccas.

— Demorou — Resmungou.

— Cala boca — Falei.

Ele entrou no carro,eu abri a porta e entrei,até então estávamos calados até ele começar a falar.

— Minha mãe é legal,mas ela vai perguntar várias e várias coisas.E ai como a gente se conheceu? Na escola é melhor de falar né? — Luccas

— Não,dizemos que eu estava atrasada e estava com um copo de café na.mão,estavamos no metrô,seu carro tinha quebrado e eu sou pobre mesmo,dai você esbarrou em mim e todo aquele delicioso café caiu em mim,você riu,eu fiquei nervosa,você percebeu,eu estava brava,você me ajudou e depois disso não paramos de conversar. — Falei.

— Ok isso serve — Falou

•• 1 hora depois ••

— Esse é o último Sty chega — Falou Luccas

— Pra você é Stydia, e sim pronto — Falei

Luccas vou para o caixa e pagou tudinho,fomos pra praça de alimentação,eu pedi Hambúrguer,milk shake,batata frita e refrigerante,ele pediu a mesma coisa.
Até que ele é legalzinho,mas nunca vou esquecer do inferno que ele me faz passar.
Ele me leva até meu prédio e diz.

— Ta entregue —Estavamos fora do quarto,ele chega mais e mais perto nossos narizes quase se tocam.

— Boa noite —Viro e digo.

— Por mensagem a gente se fala pra da tudo certinho,tchau — Ele diz.

— Ok — Grito

No que eu fui ne meter senhor? Amanhã viajaremos pro Havaí,havaí meu deus! Estou tão animada.


Notas Finais


Até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...